Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Subjetividade e objetividade no ambiente virtual Observar o que dizem sobre as responsabilidades e as possibilidades do we...
Características  <ul><li>Hipertextualidade </li></ul><ul><li>Não-linearidade </li></ul><ul><li>Multimédia </li></ul><ul><l...
Decisões <ul><li>Sobre quais... </li></ul><ul><ul><li>Formatos se adaptam a uma determinada estória  </li></ul></ul><ul><u...
Narrativa hipermídia <ul><li>Além de... </li></ul><ul><li>(texto, imagens, gráficos, animação, áudio, vídeo, distribuição ...
Jornalismo contextualizado... <ul><li>...em ... </li></ul><ul><li>5  dimensões:  </li></ul><ul><li>Modalidades  comunicaci...
Recursos <ul><li>Reportagem imersiva  </li></ul><ul><ul><li>> forma de apresentar e  interagir  com as histórias num ambie...
Capacidades <ul><li>Perceber... </li></ul><ul><li>Capacidades estética dos novos meios </li></ul><ul><ul><li>Entender a in...
Ponto-chave <ul><li>Capacidade  de lidar com muitas informações simultaneamente </li></ul><ul><li>Pensar  as histórias par...
<ul><ul><li>“ </li></ul></ul><ul><ul><li>Nas empresas de media convergentes do futuro, os </li></ul></ul><ul><ul><li>jorna...
Referências <ul><li>Ciberjornalismo e Narrativa Hipermédia, Helder Bastos,  Faculdade de Letras da Universidade do Porto. ...
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Objetividade e Subjetividade no ambiente virtual

1.908 Aufrufe

Veröffentlicht am

Trata de algumas características da web e a repercussão disso no jornalismo

Veröffentlicht in: Technologie
  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Objetividade e Subjetividade no ambiente virtual

  1. 1. Subjetividade e objetividade no ambiente virtual Observar o que dizem sobre as responsabilidades e as possibilidades do webjornalista
  2. 2. Características <ul><li>Hipertextualidade </li></ul><ul><li>Não-linearidade </li></ul><ul><li>Multimédia </li></ul><ul><li>Convergência </li></ul><ul><li>Personalização </li></ul><ul><li>“ a forma não deve determinar o conteúdo, mas sim o contrário ” </li></ul><ul><li>> Eric Meyer, citado por Hall (2001: 89) < </li></ul>
  3. 3. Decisões <ul><li>Sobre quais... </li></ul><ul><ul><li>Formatos se adaptam a uma determinada estória </li></ul></ul><ul><ul><li>Opções que permitam ao público responder, interagir ou mesmo personalizar </li></ul></ul><ul><ul><li>Pensar nas maneiras de relacioná-la com outras, arquivos e recursos por hiperligações </li></ul></ul>
  4. 4. Narrativa hipermídia <ul><li>Além de... </li></ul><ul><li>(texto, imagens, gráficos, animação, áudio, vídeo, distribuição em tempo real </li></ul><ul><li>Há também... </li></ul><ul><li>interactividade, acesso on-demand , controle do suário, e personalização, que... </li></ul><ul><li>Leva à definição.... </li></ul><ul><li>Jornalismo contextualizado </li></ul>
  5. 5. Jornalismo contextualizado... <ul><li>...em ... </li></ul><ul><li>5 dimensões: </li></ul><ul><li>Modalidades comunicacionais ; </li></ul><ul><li>Hipermédia </li></ul><ul><li>Potenciação do envolvimento das audiências </li></ul><ul><li>Conteúdo dinâmico </li></ul><ul><li>Personalização </li></ul><ul><li>...e... </li></ul><ul><li>Dribla certos constrangimentos </li></ul>
  6. 6. Recursos <ul><li>Reportagem imersiva </li></ul><ul><ul><li>> forma de apresentar e interagir com as histórias num ambiente tridimensional < </li></ul></ul><ul><li>Orientar o público </li></ul><ul><ul><li>> por meio de « mapas de navegação » </li></ul></ul>
  7. 7. Capacidades <ul><li>Perceber... </li></ul><ul><li>Capacidades estética dos novos meios </li></ul><ul><ul><li>Entender a interatividade digital em rede... </li></ul></ul><ul><ul><li>Aprender novas narrativas não lineares ou multilineares </li></ul></ul><ul><li>Domínio da prática da </li></ul><ul><ul><li>Pesquisa na Web </li></ul></ul><ul><ul><li>Transferência de dados </li></ul></ul><ul><ul><li>Construir e manter sites próprios, com... </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Programas específicos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Grafismos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Uso de streaming media (áudio e vídeo) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Manipulação de bases de dados </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Gestão de fóruns online </li></ul></ul></ul>
  8. 8. Ponto-chave <ul><li>Capacidade de lidar com muitas informações simultaneamente </li></ul><ul><li>Pensar as histórias paralelamente ao fato </li></ul><ul><li>Vários tipos de informação incluídos em um pacote da história </li></ul><ul><li>A convergência , compatibilidades, assimilações e exigências </li></ul>
  9. 9. <ul><ul><li>“ </li></ul></ul><ul><ul><li>Nas empresas de media convergentes do futuro, os </li></ul></ul><ul><ul><li>jornalistas que melhor entenderem as capacidades únicas dos media múltiplos serão aqueles que obterão mais sucesso, conduzirão às maiores inovações e tornar-se-ão os líderes de amanhã </li></ul></ul><ul><li>” </li></ul><ul><li>> (Rich Gordon in KAWAMOTO, 2003: 72) < </li></ul>
  10. 10. Referências <ul><li>Ciberjornalismo e Narrativa Hipermédia, Helder Bastos, Faculdade de Letras da Universidade do Porto. </li></ul>

×