HornetQ - 2.Arquitetura do HornetQ

935 Aufrufe

Veröffentlicht am

  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

HornetQ - 2.Arquitetura do HornetQ

  1. 1. Treinamento HornetQ
  2. 2. Agenda • • • • • O que é o HornetQ? Arquitetura baseada em POJOs APIs de Comunicação Persistent Journal Tipos de Uso
  3. 3. Arquitetura do HornetQ • O que é o HornetQ? – Projeto open source mantido pela JBoss. – Características: • • • • • • 100% open source Projetado com usabilidade em mente Escrito em Java (roda com Java 6 ou superior) Performático Arquitetura baseada em POJOs Suporta mecanismos de cluster e HA.
  4. 4. Arquitetura do HornetQ • O que é HornetQ? – O que significa arquitetura baseada em POJOs? • Permite ser injetado dentro da aplicação • Pode ser instanciado por vários frameworks de DI, como por exemplo: JBoss Microcontainer, Google Guice e Spring
  5. 5. Arquitetura do HornetQ • APIs de Comunicação – Os clientes se comunicam com o HotnetQ através de duas APIs, são elas: • Core Client – Conjunto de componentes fornecidos com o servidor, que permite a iteração das aplicações com o MOM através das várias funcionalidades disponíveis. • JMS Client – Padrão JMS de comunicação.
  6. 6. Arquitetura do HornetQ • APIs de Comunicação Apenas faz a tradução para a API nativa.
  7. 7. Arquitetura do HornetQ • Persistent Journal – A razão da alta performance no HornetQ está no seu mecanismo de persistencia. – Não utiliza banco de dados. – Baseado no conceito Journals – Persistência baseada em código nativo para Linux
  8. 8. Arquitetura do HornetQ • Tipos de Uso – Standalone • Independente de um servidor de aplicação JEE • Tem mecanismo de bootstrap próprios • Pode ser integrado com o servidor de aplicação JEE – Embedded • Devido a sua natureza modular ele pode ser embutido dentro de uma aplicação. • Aplicações podem instanciá-lo e utilizá-lo com frameworks de Dependency Injection.
  9. 9. Arquitetura do HornetQ • Tipos de Uso – Iniciando o servidor embedded

×