Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Design de Serviços para Ecossistemas Sustentáveis

187 Aufrufe

Veröffentlicht am

A sustentabilidade de um produto ou serviço depende das relações ecológicas com o ecossistema.

Veröffentlicht in: Design
  • Als Erste(r) kommentieren

Design de Serviços para Ecossistemas Sustentáveis

  1. 1. Design de Serviços para Ecossistemas Sustentáveis Frederick van Amstel @usabilidoido DADIN - UTFPR
  2. 2. Setor de serviços tem crescido cada vez mais no PIB brasileiro (IBGE).
  3. 3. Serviços são produzidos em Rede de Valor ao invés de Cadeia de Valor (Parolini, 1999).
  4. 4. Processos de produção de serviços são circulares.
  5. 5. Processos circulares são fundamentais para a sustentabilidade (Elen MacArthur Foundation).
  6. 6. Será que serviços são mais sustentáveis do que produtos?
  7. 7. Para responder essa pergunta, é preciso definir que tipo de sustentabilidade se está falando.
  8. 8. A sustentabilidade forte considera a sociedade humana como parte da natureza.
  9. 9. Com serviços de compartilhamento de carros, o usuário não precisa ter a posse do produto para ter o benefício.
  10. 10. A jornada do usuário do serviço é fluida apesar de economizar recursos.
  11. 11. A Zipcar coleta dados sobre a jornada do usuário e pode planejar melhor, por exemplo, para onde expandir.
  12. 12. Sistema Serviço-Produto Usuário 1 Usuário 3 Usuário 2 Provedor de Serviço Produto compartilhado Provedor de Produto
  13. 13. Existem diversas outras maneiras de projetar Sistemas Produto-Serviço (PSS) para veículos automotivos.
  14. 14. Em 2009 eu tive uma ideia para compartilhar carros usados, mas não cheguei a desenvolver.
  15. 15. Fleety tentou mas não conseguiu manter negócio de compartilhamento de carros no Brasil (2013-2018). O valor financeiro não compensava pela perda da comodidade.
  16. 16. Usuário de serviços Provedor de serviços Capitalismo de Plataforma Dados de comportamento Lucro da intermediação Troca de valores
  17. 17. Capitalismo de Plataforma não é sustentável a longo prazo.
  18. 18. Cocriador Cocriador Cocriador Cocriação de valor Cocriação de valor Cocriação de valor Cooperativismo de Plataforma
  19. 19. Cooperativismo de Plataforma é mais sustentável. Em Vancouver, a Modo compartilha carros há 20 anos.
  20. 20. Cooperativas de Plataforma são geridas pelos próprios membros através de assembléias e sistemas de votação.
  21. 21. Apesar disso, a maneira mais sustentável de se locomover em uma cidade ainda é através de um produto, a bicicleta.
  22. 22. Bicicletas compartilhadas não são mais sustentáveis do que bicicletas privadas (Ofo, China).
  23. 23. Serviços não são necessariamente mais sustentáveis que produtos. A sustentabilidade de um produto ou serviço depende das relações ecológicas com o ecossistema.
  24. 24. Relações ecológicas Unidirecionais •Predação •Parasitismo •Extração •Descarte Multidirecionais •Simbiose •Comensalismo •Troca •Cocriação
  25. 25. Como o design pode contribuir para estabelecer relações multidirecionais no projeto de serviços?
  26. 26. Design Participativo ou Codesign estabelece relações de cocriação já no início do projeto (Sanders & Stappers, 2008).
  27. 27. Não-humanos também podem participar do design (Bastian et al, 2013).
  28. 28. Não-humanos podem participar indiretamente através da inspiração Biomimética (Benyus, 1999).
  29. 29. Não-humanos podem participar indiretamente através da representação passiva (Matos Castaño, 2016).
  30. 30. Não-humanos podem participar indiretamente através da representação ativa (Teatro Jornal UTFPR).
  31. 31. A participação de não-humanos evita o antropocentrismo e as relações direcionais.
  32. 32. Redes permitem visualizar relações multidirecionais (Plataforma Corais).
  33. 33. O Mapeamento de Ecossistemas é um método para visualizar relações multidirecionais em uma comunidade.
  34. 34. Exercício •Modelar os humanos e não-humanos (vivos e inertes) que fazem parte de uma comunidade •Escrever uma lista com todos os serviços que a comunidade mapeada consome e produz •Modelar os humanos e não-humanos (vivos e inertes) que se relacionam com a comunidade •Traçar as relações ecológicas entre a comunidade e o ecossistema. Diferenciar a cor das relações direcionais e multidirecionais
  35. 35. Obrigado! Frederick van Amstel @usabilidoido DADIN - UTFPR

×