SlideShare ist ein Scribd-Unternehmen logo
1 von 5
ENTIDADE REGIONAL
DE TURISMO DA
REGIÃO DE LISBOA
A Entidade Regional de Turismo da Região de
Lisboa
• A Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, também
designada sob a forma abreviada por ERT-RL, foi criada pela Lei n.º
33/2013, de 16 de maio, diploma legal que lhe conferiu a missão de
valorização e desenvolvimento das potencialidades turísticas da Área
Regional de Turismo de Lisboa, que é coincidente com a Área
Metropolitana de Lisboa
• O quê que fazem? A ERT-RL tem o seu dedo em tudo
Bons locais turísticas região de Lisboa
Zona ribeirinha Sintra Cascais
Setúbal Belém Parque das nações
A grande Lisboa
Gastronomia Elétrico 28 Bairros Históricos
• A Universidade NOVA de Lisboa, através da
plataforma Nova Hospitality and Tourism, junta-se ao
projeto “Turismo sustentável: um melhor futuro para
com todos” do Turismo de Portugal
• A NOVA, através da FCT NOVA, irá desenvolver
duas ações no âmbito do referido projeto no
contexto da neutralidade carbónica e da construção
sustentável nos empreendimentos turísticos. A ação
“Neutralidade carbónica nos empreendimentos
turísticos” está ligada ao desenvolvimento de
conteúdos de capacitação para os
empreendimentos turísticos, por forma a fornecer
os elementos necessários a uma completa
compreensão e operacionalização da avaliação da
neutralidade carbónica nos respetivos
empreendimento
A Universidade NOVA e o
Turismo de Portugal

Weitere ähnliche Inhalte

Ähnlich wie Apresentação 2 (1).pptx

Relatório da visita de estudo_BTL
Relatório da visita de estudo_BTLRelatório da visita de estudo_BTL
Relatório da visita de estudo_BTLTina Lima
 
Plano estrategico-para-o-turismo-na-regiao-de-lisboa-2015-2019
Plano estrategico-para-o-turismo-na-regiao-de-lisboa-2015-2019Plano estrategico-para-o-turismo-na-regiao-de-lisboa-2015-2019
Plano estrategico-para-o-turismo-na-regiao-de-lisboa-2015-2019Edgar Melo Costa
 
LUPA - Historias de Sucesso
LUPA - Historias de SucessoLUPA - Historias de Sucesso
LUPA - Historias de SucessolupaMZ
 
Turismo de base comunitária, mtur.
Turismo de base comunitária, mtur.Turismo de base comunitária, mtur.
Turismo de base comunitária, mtur.EcoHospedagem
 
Comunicado De Imprensa Sintra
Comunicado De Imprensa   SintraComunicado De Imprensa   Sintra
Comunicado De Imprensa SintramatildeRodrigues
 
ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em PortugalConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em PortugalJose Carlos Mota
 
1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugalmobiciclavel
 
Gestão Pública: aula 12
Gestão Pública: aula 12Gestão Pública: aula 12
Gestão Pública: aula 12Aristides Faria
 
Apresentação Luiz Nhaca
Apresentação Luiz NhacaApresentação Luiz Nhaca
Apresentação Luiz Nhacatransformurb
 
Balanço Final do Governo Lula - livro 3 (cap. 5)
Balanço Final do Governo Lula - livro 3 (cap. 5)Balanço Final do Governo Lula - livro 3 (cap. 5)
Balanço Final do Governo Lula - livro 3 (cap. 5)Edinho Silva
 
Revista Recife te Quer
Revista Recife te QuerRevista Recife te Quer
Revista Recife te QuerAldo Maranhao
 
Conferência internacional Conversas no Convento com mais de 300 inscritos
Conferência internacional Conversas no Convento com mais de 300 inscritosConferência internacional Conversas no Convento com mais de 300 inscritos
Conferência internacional Conversas no Convento com mais de 300 inscritosCâmara Municipal de Coimbra
 
Btl 2012. Considerações sobre a trajetória portuguesa de estruturação turística
Btl 2012. Considerações sobre a trajetória portuguesa de estruturação turísticaBtl 2012. Considerações sobre a trajetória portuguesa de estruturação turística
Btl 2012. Considerações sobre a trajetória portuguesa de estruturação turísticaPrefeitura Municipal de Campinas
 
manual-de-producao-associada-ao-turismo (1).pdf
manual-de-producao-associada-ao-turismo (1).pdfmanual-de-producao-associada-ao-turismo (1).pdf
manual-de-producao-associada-ao-turismo (1).pdfRafaelArruda54
 
PORTO E NORTE UM DESTINO PARA TODOS
PORTO E NORTE UM DESTINO PARA  TODOSPORTO E NORTE UM DESTINO PARA  TODOS
PORTO E NORTE UM DESTINO PARA TODOSCláudio Carneiro
 

Ähnlich wie Apresentação 2 (1).pptx (20)

Relatório da visita de estudo_BTL
Relatório da visita de estudo_BTLRelatório da visita de estudo_BTL
Relatório da visita de estudo_BTL
 
Plano estrategico-para-o-turismo-na-regiao-de-lisboa-2015-2019
Plano estrategico-para-o-turismo-na-regiao-de-lisboa-2015-2019Plano estrategico-para-o-turismo-na-regiao-de-lisboa-2015-2019
Plano estrategico-para-o-turismo-na-regiao-de-lisboa-2015-2019
 
LUPA - Historias de Sucesso
LUPA - Historias de SucessoLUPA - Historias de Sucesso
LUPA - Historias de Sucesso
 
Turismo de base comunitária, mtur.
Turismo de base comunitária, mtur.Turismo de base comunitária, mtur.
Turismo de base comunitária, mtur.
 
Comunicado De Imprensa Sintra
Comunicado De Imprensa   SintraComunicado De Imprensa   Sintra
Comunicado De Imprensa Sintra
 
ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em PortugalConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
 
1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
 
Gestão Pública: aula 12
Gestão Pública: aula 12Gestão Pública: aula 12
Gestão Pública: aula 12
 
Apresentação Luiz Nhaca
Apresentação Luiz NhacaApresentação Luiz Nhaca
Apresentação Luiz Nhaca
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
1712
17121712
1712
 
Balanço Final do Governo Lula - livro 3 (cap. 5)
Balanço Final do Governo Lula - livro 3 (cap. 5)Balanço Final do Governo Lula - livro 3 (cap. 5)
Balanço Final do Governo Lula - livro 3 (cap. 5)
 
Revista Recife te Quer
Revista Recife te QuerRevista Recife te Quer
Revista Recife te Quer
 
Turismo de natureza
Turismo de natureza Turismo de natureza
Turismo de natureza
 
Conferência internacional Conversas no Convento com mais de 300 inscritos
Conferência internacional Conversas no Convento com mais de 300 inscritosConferência internacional Conversas no Convento com mais de 300 inscritos
Conferência internacional Conversas no Convento com mais de 300 inscritos
 
Btl 2012. Considerações sobre a trajetória portuguesa de estruturação turística
Btl 2012. Considerações sobre a trajetória portuguesa de estruturação turísticaBtl 2012. Considerações sobre a trajetória portuguesa de estruturação turística
Btl 2012. Considerações sobre a trajetória portuguesa de estruturação turística
 
Turismo Cultural Ferroviário – Potencialidades e Perspectivas
Turismo Cultural Ferroviário – Potencialidades e PerspectivasTurismo Cultural Ferroviário – Potencialidades e Perspectivas
Turismo Cultural Ferroviário – Potencialidades e Perspectivas
 
manual-de-producao-associada-ao-turismo (1).pdf
manual-de-producao-associada-ao-turismo (1).pdfmanual-de-producao-associada-ao-turismo (1).pdf
manual-de-producao-associada-ao-turismo (1).pdf
 
PORTO E NORTE UM DESTINO PARA TODOS
PORTO E NORTE UM DESTINO PARA  TODOSPORTO E NORTE UM DESTINO PARA  TODOS
PORTO E NORTE UM DESTINO PARA TODOS
 

Apresentação 2 (1).pptx

  • 1. ENTIDADE REGIONAL DE TURISMO DA REGIÃO DE LISBOA
  • 2. A Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa • A Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, também designada sob a forma abreviada por ERT-RL, foi criada pela Lei n.º 33/2013, de 16 de maio, diploma legal que lhe conferiu a missão de valorização e desenvolvimento das potencialidades turísticas da Área Regional de Turismo de Lisboa, que é coincidente com a Área Metropolitana de Lisboa • O quê que fazem? A ERT-RL tem o seu dedo em tudo
  • 3. Bons locais turísticas região de Lisboa Zona ribeirinha Sintra Cascais Setúbal Belém Parque das nações
  • 4. A grande Lisboa Gastronomia Elétrico 28 Bairros Históricos
  • 5. • A Universidade NOVA de Lisboa, através da plataforma Nova Hospitality and Tourism, junta-se ao projeto “Turismo sustentável: um melhor futuro para com todos” do Turismo de Portugal • A NOVA, através da FCT NOVA, irá desenvolver duas ações no âmbito do referido projeto no contexto da neutralidade carbónica e da construção sustentável nos empreendimentos turísticos. A ação “Neutralidade carbónica nos empreendimentos turísticos” está ligada ao desenvolvimento de conteúdos de capacitação para os empreendimentos turísticos, por forma a fornecer os elementos necessários a uma completa compreensão e operacionalização da avaliação da neutralidade carbónica nos respetivos empreendimento A Universidade NOVA e o Turismo de Portugal