O que é e como surgiu a sociologia?

Roberto Izoton
Roberto IzotonSociólogo, Antropólogo, Professor de Sociologia da Rede Estadual do Espírito Santo
O que é e como Surgiu a
Sociologia?
EEEFM Jacaraípe
Prof.: Roberto Izoton
1º Ano do Ensino Médio
O que é a Sociologia?
• A Sociologia é uma das Ciências Sociais. Ela estuda as relações e as
estruturas sociais de maneira racional e sistemática, a partir da
seleção de um objeto e da utilização de métodos e técnicas de
pesquisa aprovados pela comunidade científica.
• Além da Sociologia, são também Ciências Sociais a Antropologia, que
estuda as culturas humanas na sua diversidade, e a ciência Política,
que se preocupa com as relações de poder e as instituições políticas.
• A Sociologia surge na Europa do século XIX, preocupada com as
transformações sociais que estavam acontecendo naquele período.
Mudanças Resultantes da
Industrialização
• Desenvolvimento do capitalismo e desestruturação do modo de vida
feudal.
• Mudanças na estrutura social: estamentos tradicionais (clero, nobreza e
servos)  classes sociais (burguesia, proletariado e classes
intermediárias).
• Modernização da agricultura e êxodo rural  urbanização, industrialização
e recrudescimento do comércio.
• Inicialmente, a aglomeração nas cidades ocasionou a falta de alimentos e
as precárias condições sanitárias e de higiene elevavam o índice de
mortalidade na Europa. Apenas depois de 1800, com a Revolução
Industrial e a Revolução Agrícola inglesas, a situação melhorou e a
expectativa de vida aumentou.
• As péssimas condições de trabalho, as elevadas jornadas e os baixos
salários dos operários no início da Revolução Industrial fizeram com
que os pobres fossem mais vulneráveis aos problemas sociais
(segurança e saúde) do período.
• Mudanças nas relações afetivas e familiares: garantia da propriedade
das mulheres, fim do direito de primogenitura, amor romântico,
casamento por escolha dos próprios parceiros, família nuclear e
consideração da infância e da adolescência como fases distintas da
vida das pessoas.
• Mudança também na percepção do tempo, a partir da compra da
hora de trabalho por parte dos industriais.
Antecedentes Intelectuais da Sociologia
• Advento da Modernidade: concepção orgânica da sociedade medieval 
individualismo (Lutero e o livre exame das Escrituras).
• A valorização da razão, a crença na lei natural inscrita no coração dos
homens e o advento das ciências experimentais desencadearam o
processo de secularização das atividades humanas e o questionamento
dos princípios de autoridade da Igreja Católica (Teologia  Matemática,
Química, Biologia).
• Iluminismo: crença na evolução da humanidade rumo ao progresso e
consideração da razão como ferramenta para o alcance de tal estado.
• Revolução Francesa: emancipação do indivíduo frente à religião e às
demais instituições, crença na educação como fonte da felicidade.
CHARLES DE MONTESQUIEU (1689-
1755)
•Estudo comparativo das sociedades
por meio da observação empírica.
•Existência de leis gerais e necessárias,
provenientes da natureza das coisas.
•Descoberta dessas leis pelo intelecto
humano e elaboração de leis sociais e
políticas (positivas) que variam de
acordo com a estrutura social.
•Obediência das leis positivas como
fundamento da liberdade e como
condição para o bom funcionamento do
mundo social.
JEAN-JACQUES ROUSSEAU (1712-1778)
•Estado de natureza (liberdade, ausência
de autoridade e da lei)  Pacto Social
 Estado civil (associação entre os
indivíduos, propriedade privada, leis e
Estado, servidão e submissão). Processo
histórico e evolutivo.
•Prós da vida em sociedade:
sentimentos das pessoas umas com as
outras e comodidades. Contras da vida
em sociedade: dependência dos outros,
que beira a servidão.
•A raiz das desigualdades sociais
encontra-se na propriedade privada.
Primeiras Sociologias: Ordem, Caos,
Contradições, Evolução
• Reação conservadora aos ideias do Iluminismo e da Revolução
Francesa.
• Busca de uma sociedade estável, fundada em valores familiares,
religiosos e comunitários, assim como na ordem, na coesão e na
autoridade.
• Seus estudos sobre moralidade, solidariedade e coesão (que na
sociedade medieval eram garantidas pela Igreja e pelas corporações
de ofício) influenciaram os primeiros sociólogos, mesmo que estes
defendessem a modernidade e o progresso.
HENRI DE SAINT-SIMON (1760-1825)
•Para ele, a produção material, a divisão do
trabalho e a propriedade são as bases de uma
sociedade.
•Dividia a sociedade entre os produtores (donos
das fábricas e trabalhadores) e os ociosos
(família real, ministros, padres etc.). Os
produtores geram as riquezas que são sugadas
pela elite ociosa, daí o conflito de interesses
entre as duas classes.
•Acreditava no industrialismo como domínio da
natureza e aposta no progresso.
•Propunha uma Fisiologia Social que adotasse o
método positivo das ciências físicas.
•Tinha uma visão orgânica da sociedade e
enfatizava a busca das leis do desenvolvimento
da história, permitindo uma organização
racional da sociedade.
•Defendia a criação de uma religião da
humanidade.
AUGUSTE COMTE (1798-1857)
•A ciência social positiva deveria investigar as leis
sociais com o objetivo de prever racionalmente os
fenômenos e agir com eficácia sobre a realidade.
Ênfase na estabilidade, na ordem e no progresso.
•Acreditava que a crise de sua época era provocada
pela desorganização social, moral e de ideias.
Propunha a Sociologia como uma ferramenta para o
reestabelecimento da ordem.
•Diferente da filosofia negativa, que teria sido
responsável pela desestruturação da sociedade
medieval, a filosofia positiva deveria fornecer as
bases da regeneração social por meio da regeneração
do pensamento.
•Predomínio da sociedade sobre o indivíduo. O único
direito possuído pelos indivíduos é o de cumprir o
seu dever. Rejeição das revoluções como contrárias à
ordem e à autoridade.
•Também propunha a criação de uma religião da
sociedade.
HERBERT SPENCER (1820-1903)
•Também defendia a adoção dos
métodos das ciências naturais.
•Teoria do evolucionismo social: aplicou
os conceitos de evolução, seleção
natural e luta pela sobrevivência para
explicar vários fenômenos,
principalmente as desigualdades
sociais.
•Acreditava no progresso e na
concepção orgânica da sociedade. Os
indivíduos seriam as unidades
elementares do organismo social. Como
um organismo biológico, as sociedades
também evoluiriam e se diferenciariam
interna e externamente.
Breve Panorama sobre os Clássicos da
Sociologia
• Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber são considerados os autores
clássicos da Sociologia. Isso se dá porque é a partir de suas obras
(principalmente das do primeiro) que a Sociologia se constituiu em uma
ciência autônoma e porque os seus pensamentos influenciaram em grande
medida os sociólogos que produziram depois.
• Durkheim foi professor do primeiro curso de sociologia da história, na
Universidade de Bordeaux, na França. Ele também fundou em 1898 a
Année Sociologique, revista que é publicada até hoje. Weber também foi
professor universitário na Alemanha e, assim como Durkheim, escreveu
bastante sobre os métodos da Sociologia. Marx não chegou a ser professor
universitário e não produziu estritamente Sociologia. Com formação em
Direito, Weber escreveu obras que podem ser enquadradas na Economia,
na Filosofia, na História, na Sociologia e na Política, dentre outras áreas das
Ciências Sociais.
KARL MARX (1818-1883)
•Junto com Friedrich Engels (1820-
1895), criou o método chamado
materialismo histórico e dialético,
combinando a perspectiva dialética de
Hegel e a materialista de Feuerbach.
•Desde o estabelecimento da
propriedade privada dos meios de
produção, as sociedades são divididas
em classes (proprietários e não
proprietários) que lutam entre si. No
capitalismo, as principais classes são a
burguesia, que detém a propriedade
privada dos meios de produção, e o
proletariado, que possuem apenas a
sua força de trabalho e a vendem para
os burgueses.
• De acordo com o materialismo histórico e dialético, todas as relações existentes entre os
seres humanos têm como base a maneira por meio da qual estes se organizam para
produzir aquilo que é necessário para a sua existência.
• Essa organização se manifesta, por um lado, na ação dos seres humanos com a natureza, a
tecnologia, o conhecimento técnico e a divisão do trabalho (forças produtivas), e, por
outro lado, a maneira por meio da qual as pessoas efetivamente se organizam num
determinado contexto histórico e social para a produção e a distribuição daquilo que
necessitam (relações sociais de produção).
• A soma das forças produtivas e das relações sociais de produção constituem a estrutura
de uma sociedade, que é a sua base material. Sobre esta base, os seres humanos
constroem também os sistemas políticos, jurídicos, econômicos, religiosos, filosóficos,
científicos, etc., a que Marx e Engels chamam de superestrutura.
• A soma da estrutura e da superestrutura de uma sociedade forma os meios de produção,
que variam ao longo da história. É a luta de classes que provoca a mudança nos meios de
produção, a partir de processos revolucionários. Por isso Marx e Engels escreveram que o
motor da história é a luta de classes.
• O pensamento de Marx foi influenciado pela tradição iluminista, que via a razão como
ferramenta para o conhecimento e a transformação da realidade. Como ele também
acreditava no ideal da perfectibilidade humana, defendia que a construção de uma
sociedade justa, igualitária e libertária seria o ápice do progresso.
ÉMILE DURKHEIM (1858-1917)
•Dedicou-se a desenvolver a
Sociologia como uma ciência positiva
e criou o método funcionalista ou
comparativo.
•O objeto da sociologia, para
Durkheim é o fato social, que é toda
forma de ser, de fazer, de agir, de
pensar e de sentir que são externas
aos indivíduos e são independentes
deles, que são gerais num
determinado grupo social e que
exercem sobre os indivíduos uma
coerção.
• Durkheim defendeu que o método de estudo dos fatos sociais deve ser semelhante ao
das ciências naturais, pois a sociedade se constituiria num reino a parte e guardaria as
suas especificidades.
• Em primeiro lugar, o sociólogo teria que considerar os fatos sociais como coisas, ou seja,
deve considerar que nada sabe sobre ele e que as suas opiniões não interferem sobre o
seu objeto. Para isso, ele deve abandonar as suas pré-noções, o que é difícil, pois os
fenômenos sociais tocam os seus sentimentos e lhes provocam paixões.
• De acordo com a perspectiva funcionalista, os fenômenos sociais têm uma função dentro
da sociedade e essa função deve ser estudada. Além disso, deve observar as possíveis
relações de causa e efeito, bem como a regularidade que existem entre os fenômenos
sociais, com vistas à descoberta de leis e mesmo de regras de ação para o futuro.
• A Sociologia tem que estudar os fenômenos a partir de sua dimensão social/coletiva,
sem recorrer à psicologia, por exemplo. Os elementos de uma sociedade são
interdependentes e formam os sistemas sociais. Esses sistemas apresentam formas
diferenciadas e podem ser comparados.
• Durkheim acreditava que, na sua época, as convulsões sociais tinham enfraquecido o
vínculo entre as pessoas, o que poderia gerar um estado de anomia. Por isso, a
Sociologia deveria contribuir para o fortalecimento da coesão social. Ele também
defendia o estabelecimento de uma religião da sociedade, para ajudar no fortalecimento
de tal coesão.
MAX WEBER (1864-1920)
•Diferente de Marx e de Durkheim,
que pensaram a sociedade a partir
das estruturas sociais, Weber
privilegia a ação dos indivíduos em
sua análise. Por isso, outros
sociólogos vão dizer que ele é um
dos fundadores do individualismo
metodológico.
•Ele propõe que o método das
Ciências Sociais deve ser diferente
do aplicado nas Ciências Naturais.
Não se trata de explicar os
fenômenos sociais, mas de
compreendê-los. Por isso Weber
chama o seu método de método
compreensivo.
• Quando um sujeito age, ele leva em consideração a ação dos outros
indivíduos, por isso sua ação é social. Além disso, ele atribui um sentido às
suas ações. É esse sentido que a Sociologia precisa compreender. Então, o
objeto da Sociologia é a conexão de sentido das ações.
• Ao considerar o sentido que o sujeito dá para a sua ação, bem como a sua
motivação, a Sociologia Compreensiva não o vê como mero reflexo da
estrutura social.
• A Sociologia Compreensiva também está preocupada com a causalidade dos
fenômenos sociais e considera que estes possuem múltiplos sentidos.
• Para Weber, as principais características da sociedade capitalista são os
seus crescentes desencantamento, racionalização e burocratização, que se
apresentariam como um risco às liberdades individuais. Porém, diferente
dos outros dois clássicos, ele acredita que nada pode ser feito com relação à
isso. Por isso diz-se que o pensamento do autor é marcado por um anti-
capitalismo romântico.
Referências
FERRARI, Alfonso Trujillo. Fundamentos de Sociologia. São Paulo: McGraw-
Hill do Brasil, 1983.
QUINTANEIRO, Tania; BARBOSA, Maria Ligia de Oliveira; OLIVEIRA, Márcia
Gardênia Monteiro de. Um toque de clássicos: Marx, Durkheim, Weber.
Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002.
SILVA, Afrânio et al. Sociologia em movimento. São Paulo: Moderna, 2013.
WEBER, Max. Conceitos sociológicos fundamentais. In: ______. Economia e
Sociedade, Vol. 1. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1999. Capítulo I,
p. 3-35.
1 von 19

Recomendados

Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim) von
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)e neto
18.5K views54 Folien
Surgimento da Sociologia von
Surgimento da SociologiaSurgimento da Sociologia
Surgimento da Sociologiaroberto mosca junior
36.2K views11 Folien
história da sociologia von
   história da sociologia   história da sociologia
história da sociologiaColégio Basic e Colégio Imperatrice
6.2K views18 Folien
Introdução à Sociologia von
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à SociologiaAlison Nunes
45.4K views4 Folien
Aula 3 - Durkheim von
Aula 3 - DurkheimAula 3 - Durkheim
Aula 3 - DurkheimMauricio Serafim
15.7K views13 Folien
Karl marx von
Karl marxKarl marx
Karl marxJuliana Corvino de Araújo
9K views34 Folien

Más contenido relacionado

Was ist angesagt?

Clássicos da sociologia von
Clássicos da sociologiaClássicos da sociologia
Clássicos da sociologiaLuciano Carvalho
13.5K views26 Folien
Introduçao a sociologia von
Introduçao a sociologiaIntroduçao a sociologia
Introduçao a sociologiaMarcelo Freitas
5.6K views49 Folien
O QUE É SOCIOLOGIA? von
O QUE É SOCIOLOGIA?O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?guest6a86aa
129.6K views26 Folien
Poder, política e estado von
Poder, política e estadoPoder, política e estado
Poder, política e estadoMarcela Marangon Ribeiro
30.8K views10 Folien
Slide sociologia 1 von
Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Over Lane
68K views28 Folien
Sociologia, Cultura e Sociedade von
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeMoacyr Anício
32.7K views34 Folien

Was ist angesagt?(20)

O QUE É SOCIOLOGIA? von guest6a86aa
O QUE É SOCIOLOGIA?O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?
guest6a86aa129.6K views
Slide sociologia 1 von Over Lane
Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1
Over Lane68K views
Sociologia, Cultura e Sociedade von Moacyr Anício
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
Moacyr Anício32.7K views
Sociologia: Principais correntes von Edenilson Morais
Sociologia: Principais correntes Sociologia: Principais correntes
Sociologia: Principais correntes
Edenilson Morais46.4K views
Indivíduo e Sociedade von carlosbidu
Indivíduo e SociedadeIndivíduo e Sociedade
Indivíduo e Sociedade
carlosbidu72.6K views
ESCOLA DE FRANKFURT von Marcioveras
ESCOLA DE FRANKFURTESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURT
Marcioveras64.3K views
Indivíduo e sociedade von Silvia Cintra
Indivíduo e sociedadeIndivíduo e sociedade
Indivíduo e sociedade
Silvia Cintra83.6K views
Trabalho e sociedade von rblfilos
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedade
rblfilos4.7K views

Destacado

Surgimento da sociologia von
Surgimento da sociologiaSurgimento da sociologia
Surgimento da sociologiaFilipe Simão Kembo
23.1K views30 Folien
O cenário histórico do surgimento da sociologia von
O cenário histórico do surgimento da sociologiaO cenário histórico do surgimento da sociologia
O cenário histórico do surgimento da sociologiaFunvic - Fundação de Ensino de Mococa
4.3K views2 Folien
Texto de sociologia 3 ano von
Texto de sociologia 3 anoTexto de sociologia 3 ano
Texto de sociologia 3 anoHelan Couto
4.1K views1 Folie
História da sociologia von
História da sociologiaHistória da sociologia
História da sociologiaTiago Lacerda
131.7K views33 Folien
Metodologia de pesquisa em sociologia von
Metodologia de pesquisa em sociologiaMetodologia de pesquisa em sociologia
Metodologia de pesquisa em sociologiaRoberto Izoton
16.5K views15 Folien
2014 conceitos básicos sociologia von
2014 conceitos básicos sociologia2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologiaFelipe Hiago
3.2K views24 Folien

Destacado(20)

Texto de sociologia 3 ano von Helan Couto
Texto de sociologia 3 anoTexto de sociologia 3 ano
Texto de sociologia 3 ano
Helan Couto4.1K views
História da sociologia von Tiago Lacerda
História da sociologiaHistória da sociologia
História da sociologia
Tiago Lacerda131.7K views
Metodologia de pesquisa em sociologia von Roberto Izoton
Metodologia de pesquisa em sociologiaMetodologia de pesquisa em sociologia
Metodologia de pesquisa em sociologia
Roberto Izoton16.5K views
2014 conceitos básicos sociologia von Felipe Hiago
2014 conceitos básicos sociologia2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia
Felipe Hiago3.2K views
As metodologias de investigação em sociologia e ciências sociais von Catarina Alexandra
As metodologias de investigação em sociologia e ciências sociaisAs metodologias de investigação em sociologia e ciências sociais
As metodologias de investigação em sociologia e ciências sociais
Catarina Alexandra25.6K views
Atividades Sociologia von Doug Caesar
Atividades SociologiaAtividades Sociologia
Atividades Sociologia
Doug Caesar8.7K views
Atividades interpretação interdisciplina sociedade sociologia, filosofia, h... von Atividades Diversas Cláudia
Atividades interpretação interdisciplina sociedade   sociologia, filosofia, h...Atividades interpretação interdisciplina sociedade   sociologia, filosofia, h...
Atividades interpretação interdisciplina sociedade sociologia, filosofia, h...
Resumo do livro o que é sociologia von Maira Conde
Resumo do livro o que é sociologia  Resumo do livro o que é sociologia
Resumo do livro o que é sociologia
Maira Conde85.4K views
Trabalho de sociologia von ronualdo
Trabalho de sociologiaTrabalho de sociologia
Trabalho de sociologia
ronualdo9.5K views
Métodos e técnicas de investigaçao sociológica von Ana Antunes
Métodos e técnicas de investigaçao sociológicaMétodos e técnicas de investigaçao sociológica
Métodos e técnicas de investigaçao sociológica
Ana Antunes13.6K views
Sociologia 1 em aula 03 von Joao Gumiero
Sociologia  1 em aula 03Sociologia  1 em aula 03
Sociologia 1 em aula 03
Joao Gumiero514 views
IECJ - Cap. 5 - Trabalho na sociedade capitalista - 1º Ano EM von profrodrigoribeiro
IECJ - Cap. 5 - Trabalho na sociedade capitalista - 1º Ano EMIECJ - Cap. 5 - Trabalho na sociedade capitalista - 1º Ano EM
IECJ - Cap. 5 - Trabalho na sociedade capitalista - 1º Ano EM
profrodrigoribeiro23K views
Trabalho de sociologia von ronualdo
Trabalho de sociologiaTrabalho de sociologia
Trabalho de sociologia
ronualdo6.6K views
Sociologia - Trabalho & Sociedade (O trabalho nas diferentes sociedades) von Isaquel Silva
Sociologia - Trabalho & Sociedade (O trabalho nas diferentes sociedades)Sociologia - Trabalho & Sociedade (O trabalho nas diferentes sociedades)
Sociologia - Trabalho & Sociedade (O trabalho nas diferentes sociedades)
Isaquel Silva4.9K views

Similar a O que é e como surgiu a sociologia?

Cp aula 2 von
Cp aula 2Cp aula 2
Cp aula 2Maira Conde
719 views44 Folien
Apostila classicos-sociologia von
Apostila classicos-sociologiaApostila classicos-sociologia
Apostila classicos-sociologiaCristina Bentes
5.1K views18 Folien
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01 von
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01anaely13
208 views18 Folien
Sociologia von
Sociologia Sociologia
Sociologia julilp10
2.8K views15 Folien
Sociologia para o vestibular von
Sociologia para o vestibularSociologia para o vestibular
Sociologia para o vestibularEdenilson Morais
13.7K views73 Folien
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva von
Sociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensivaSociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensivaDaniele Rubim
28.5K views23 Folien

Similar a O que é e como surgiu a sociologia?(20)

Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01 von anaely13
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
anaely13208 views
Sociologia von julilp10
Sociologia Sociologia
Sociologia
julilp102.8K views
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva von Daniele Rubim
Sociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensivaSociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Daniele Rubim28.5K views
Os clássicos da sociologia von Carmem Rocha
Os clássicos da sociologiaOs clássicos da sociologia
Os clássicos da sociologia
Carmem Rocha18.4K views
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 08 - Re... von Jordano Santos Cerqueira
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 08 - Re...FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 08 - Re...
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 08 - Re...
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores von Adeilton Berg Mendes
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadoresSociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores
Sociologia introduo-oqueprincipaispensamentosepensadores
Slides Ciências Sociais Unidade I.pdf von BrendaBorges35
Slides Ciências Sociais Unidade I.pdfSlides Ciências Sociais Unidade I.pdf
Slides Ciências Sociais Unidade I.pdf
BrendaBorges3535 views
As origens e os principais teóricos da sociologia von Lucio Oliveira
As origens e os principais teóricos  da sociologiaAs origens e os principais teóricos  da sociologia
As origens e os principais teóricos da sociologia
Lucio Oliveira5.9K views
Cap 1_Sociologia em Movimento - Formas de conhecimento. von Miro Santos
Cap 1_Sociologia em Movimento - Formas de conhecimento.Cap 1_Sociologia em Movimento - Formas de conhecimento.
Cap 1_Sociologia em Movimento - Formas de conhecimento.
Miro Santos236 views
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologia von Fernando Alcoforado
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologiaA ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA von HisrelBlog
CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIACLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA
CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA
HisrelBlog554 views
Ciencias sociais power point[1][1][1] von 161912
Ciencias sociais   power point[1][1][1]Ciencias sociais   power point[1][1][1]
Ciencias sociais power point[1][1][1]
1619128.2K views

Último

4- Responda argumentando se a perícope possui valor primário ou secundário. von
4- Responda argumentando se a perícope possui valor primário ou secundário.4- Responda argumentando se a perícope possui valor primário ou secundário.
4- Responda argumentando se a perícope possui valor primário ou secundário.azulassessoriaacadem3
19 views2 Folien
Cartelas de Bingo Império Romano e feudalismo von
Cartelas de Bingo Império Romano e feudalismoCartelas de Bingo Império Romano e feudalismo
Cartelas de Bingo Império Romano e feudalismoJean Carlos Nunes Paixão
89 views25 Folien
2- Redigir um texto de no mínimo 15 e no máximo 30 linhas que contemple uma b... von
2- Redigir um texto de no mínimo 15 e no máximo 30 linhas que contemple uma b...2- Redigir um texto de no mínimo 15 e no máximo 30 linhas que contemple uma b...
2- Redigir um texto de no mínimo 15 e no máximo 30 linhas que contemple uma b...azulassessoriaacadem3
50 views2 Folien
perguntas do BINGO FEUDALISMO.docx von
perguntas do BINGO FEUDALISMO.docxperguntas do BINGO FEUDALISMO.docx
perguntas do BINGO FEUDALISMO.docxJean Carlos Nunes Paixão
72 views3 Folien
c. Proponha uma adaptação para auxiliar no processo de ensino e aprendizagem ... von
c. Proponha uma adaptação para auxiliar no processo de ensino e aprendizagem ...c. Proponha uma adaptação para auxiliar no processo de ensino e aprendizagem ...
c. Proponha uma adaptação para auxiliar no processo de ensino e aprendizagem ...azulassessoriaacadem3
22 views2 Folien
Gabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docx von
Gabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docxGabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docx
Gabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docxJean Carlos Nunes Paixão
54 views1 Folie

Último(20)

4- Responda argumentando se a perícope possui valor primário ou secundário. von azulassessoriaacadem3
4- Responda argumentando se a perícope possui valor primário ou secundário.4- Responda argumentando se a perícope possui valor primário ou secundário.
4- Responda argumentando se a perícope possui valor primário ou secundário.
2- Redigir um texto de no mínimo 15 e no máximo 30 linhas que contemple uma b... von azulassessoriaacadem3
2- Redigir um texto de no mínimo 15 e no máximo 30 linhas que contemple uma b...2- Redigir um texto de no mínimo 15 e no máximo 30 linhas que contemple uma b...
2- Redigir um texto de no mínimo 15 e no máximo 30 linhas que contemple uma b...
c. Proponha uma adaptação para auxiliar no processo de ensino e aprendizagem ... von azulassessoriaacadem3
c. Proponha uma adaptação para auxiliar no processo de ensino e aprendizagem ...c. Proponha uma adaptação para auxiliar no processo de ensino e aprendizagem ...
c. Proponha uma adaptação para auxiliar no processo de ensino e aprendizagem ...
Ao longo da história, ocorreram inúmeros movimentos que foram modificando as ... von IntegrareAcademy2
Ao longo da história, ocorreram inúmeros movimentos que foram modificando as ...Ao longo da história, ocorreram inúmeros movimentos que foram modificando as ...
Ao longo da história, ocorreram inúmeros movimentos que foram modificando as ...
A partir de sua análise, responda: seria viável e mais eficiente substituir a... von azulassessoriaacadem3
A partir de sua análise, responda: seria viável e mais eficiente substituir a...A partir de sua análise, responda: seria viável e mais eficiente substituir a...
A partir de sua análise, responda: seria viável e mais eficiente substituir a...
b. Selecione uma deficiência e apresente duas estratégias que podem potencial... von azulassessoriaacadem3
b. Selecione uma deficiência e apresente duas estratégias que podem potencial...b. Selecione uma deficiência e apresente duas estratégias que podem potencial...
b. Selecione uma deficiência e apresente duas estratégias que podem potencial...
b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm. von azulassessoriaacadem3
b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm.b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm.
b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm.
ATIVIDADE PROPOSTA Considerando o exposto acima, elabore um texto dissertat... von azulassessoriaacadem3
ATIVIDADE PROPOSTA   Considerando o exposto acima, elabore um texto dissertat...ATIVIDADE PROPOSTA   Considerando o exposto acima, elabore um texto dissertat...
ATIVIDADE PROPOSTA Considerando o exposto acima, elabore um texto dissertat...
Para essa atividade, identifique e descreva detalhadamente três técnicas ampl... von azulassessoriaacadem3
Para essa atividade, identifique e descreva detalhadamente três técnicas ampl...Para essa atividade, identifique e descreva detalhadamente três técnicas ampl...
Para essa atividade, identifique e descreva detalhadamente três técnicas ampl...
A Ciência Contábil desempenha um papel fundamental no mundo dos negócios, for... von HelpEducacional
A Ciência Contábil desempenha um papel fundamental no mundo dos negócios, for...A Ciência Contábil desempenha um papel fundamental no mundo dos negócios, for...
A Ciência Contábil desempenha um papel fundamental no mundo dos negócios, for...
HelpEducacional21 views
Agora é o momento de estudarmos sobre a história da sua futura profissão, par... von azulassessoriaacadem3
Agora é o momento de estudarmos sobre a história da sua futura profissão, par...Agora é o momento de estudarmos sobre a história da sua futura profissão, par...
Agora é o momento de estudarmos sobre a história da sua futura profissão, par...
LISTE cinco condições clínicas e para cada uma delas CITE as metas/objetivos ... von azulassessoriaacadem3
LISTE cinco condições clínicas e para cada uma delas CITE as metas/objetivos ...LISTE cinco condições clínicas e para cada uma delas CITE as metas/objetivos ...
LISTE cinco condições clínicas e para cada uma delas CITE as metas/objetivos ...
MAPA - SSOC - FUNDAMENTOS TEÓRICO-FILOSÓFICOS DO SERVIÇO SOCIAL - 54/2023 von IntegrareAcademy2
MAPA - SSOC - FUNDAMENTOS TEÓRICO-FILOSÓFICOS DO SERVIÇO SOCIAL - 54/2023MAPA - SSOC - FUNDAMENTOS TEÓRICO-FILOSÓFICOS DO SERVIÇO SOCIAL - 54/2023
MAPA - SSOC - FUNDAMENTOS TEÓRICO-FILOSÓFICOS DO SERVIÇO SOCIAL - 54/2023
1. Qual a teologia do exílio “em geral”? (Lamentações 1-2): von azulassessoriaacadem3
1. Qual a teologia do exílio “em geral”? (Lamentações 1-2):1. Qual a teologia do exílio “em geral”? (Lamentações 1-2):
1. Qual a teologia do exílio “em geral”? (Lamentações 1-2):

O que é e como surgiu a sociologia?

  • 1. O que é e como Surgiu a Sociologia? EEEFM Jacaraípe Prof.: Roberto Izoton 1º Ano do Ensino Médio
  • 2. O que é a Sociologia? • A Sociologia é uma das Ciências Sociais. Ela estuda as relações e as estruturas sociais de maneira racional e sistemática, a partir da seleção de um objeto e da utilização de métodos e técnicas de pesquisa aprovados pela comunidade científica. • Além da Sociologia, são também Ciências Sociais a Antropologia, que estuda as culturas humanas na sua diversidade, e a ciência Política, que se preocupa com as relações de poder e as instituições políticas. • A Sociologia surge na Europa do século XIX, preocupada com as transformações sociais que estavam acontecendo naquele período.
  • 3. Mudanças Resultantes da Industrialização • Desenvolvimento do capitalismo e desestruturação do modo de vida feudal. • Mudanças na estrutura social: estamentos tradicionais (clero, nobreza e servos)  classes sociais (burguesia, proletariado e classes intermediárias). • Modernização da agricultura e êxodo rural  urbanização, industrialização e recrudescimento do comércio. • Inicialmente, a aglomeração nas cidades ocasionou a falta de alimentos e as precárias condições sanitárias e de higiene elevavam o índice de mortalidade na Europa. Apenas depois de 1800, com a Revolução Industrial e a Revolução Agrícola inglesas, a situação melhorou e a expectativa de vida aumentou.
  • 4. • As péssimas condições de trabalho, as elevadas jornadas e os baixos salários dos operários no início da Revolução Industrial fizeram com que os pobres fossem mais vulneráveis aos problemas sociais (segurança e saúde) do período. • Mudanças nas relações afetivas e familiares: garantia da propriedade das mulheres, fim do direito de primogenitura, amor romântico, casamento por escolha dos próprios parceiros, família nuclear e consideração da infância e da adolescência como fases distintas da vida das pessoas. • Mudança também na percepção do tempo, a partir da compra da hora de trabalho por parte dos industriais.
  • 5. Antecedentes Intelectuais da Sociologia • Advento da Modernidade: concepção orgânica da sociedade medieval  individualismo (Lutero e o livre exame das Escrituras). • A valorização da razão, a crença na lei natural inscrita no coração dos homens e o advento das ciências experimentais desencadearam o processo de secularização das atividades humanas e o questionamento dos princípios de autoridade da Igreja Católica (Teologia  Matemática, Química, Biologia). • Iluminismo: crença na evolução da humanidade rumo ao progresso e consideração da razão como ferramenta para o alcance de tal estado. • Revolução Francesa: emancipação do indivíduo frente à religião e às demais instituições, crença na educação como fonte da felicidade.
  • 6. CHARLES DE MONTESQUIEU (1689- 1755) •Estudo comparativo das sociedades por meio da observação empírica. •Existência de leis gerais e necessárias, provenientes da natureza das coisas. •Descoberta dessas leis pelo intelecto humano e elaboração de leis sociais e políticas (positivas) que variam de acordo com a estrutura social. •Obediência das leis positivas como fundamento da liberdade e como condição para o bom funcionamento do mundo social.
  • 7. JEAN-JACQUES ROUSSEAU (1712-1778) •Estado de natureza (liberdade, ausência de autoridade e da lei)  Pacto Social  Estado civil (associação entre os indivíduos, propriedade privada, leis e Estado, servidão e submissão). Processo histórico e evolutivo. •Prós da vida em sociedade: sentimentos das pessoas umas com as outras e comodidades. Contras da vida em sociedade: dependência dos outros, que beira a servidão. •A raiz das desigualdades sociais encontra-se na propriedade privada.
  • 8. Primeiras Sociologias: Ordem, Caos, Contradições, Evolução • Reação conservadora aos ideias do Iluminismo e da Revolução Francesa. • Busca de uma sociedade estável, fundada em valores familiares, religiosos e comunitários, assim como na ordem, na coesão e na autoridade. • Seus estudos sobre moralidade, solidariedade e coesão (que na sociedade medieval eram garantidas pela Igreja e pelas corporações de ofício) influenciaram os primeiros sociólogos, mesmo que estes defendessem a modernidade e o progresso.
  • 9. HENRI DE SAINT-SIMON (1760-1825) •Para ele, a produção material, a divisão do trabalho e a propriedade são as bases de uma sociedade. •Dividia a sociedade entre os produtores (donos das fábricas e trabalhadores) e os ociosos (família real, ministros, padres etc.). Os produtores geram as riquezas que são sugadas pela elite ociosa, daí o conflito de interesses entre as duas classes. •Acreditava no industrialismo como domínio da natureza e aposta no progresso. •Propunha uma Fisiologia Social que adotasse o método positivo das ciências físicas. •Tinha uma visão orgânica da sociedade e enfatizava a busca das leis do desenvolvimento da história, permitindo uma organização racional da sociedade. •Defendia a criação de uma religião da humanidade.
  • 10. AUGUSTE COMTE (1798-1857) •A ciência social positiva deveria investigar as leis sociais com o objetivo de prever racionalmente os fenômenos e agir com eficácia sobre a realidade. Ênfase na estabilidade, na ordem e no progresso. •Acreditava que a crise de sua época era provocada pela desorganização social, moral e de ideias. Propunha a Sociologia como uma ferramenta para o reestabelecimento da ordem. •Diferente da filosofia negativa, que teria sido responsável pela desestruturação da sociedade medieval, a filosofia positiva deveria fornecer as bases da regeneração social por meio da regeneração do pensamento. •Predomínio da sociedade sobre o indivíduo. O único direito possuído pelos indivíduos é o de cumprir o seu dever. Rejeição das revoluções como contrárias à ordem e à autoridade. •Também propunha a criação de uma religião da sociedade.
  • 11. HERBERT SPENCER (1820-1903) •Também defendia a adoção dos métodos das ciências naturais. •Teoria do evolucionismo social: aplicou os conceitos de evolução, seleção natural e luta pela sobrevivência para explicar vários fenômenos, principalmente as desigualdades sociais. •Acreditava no progresso e na concepção orgânica da sociedade. Os indivíduos seriam as unidades elementares do organismo social. Como um organismo biológico, as sociedades também evoluiriam e se diferenciariam interna e externamente.
  • 12. Breve Panorama sobre os Clássicos da Sociologia • Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber são considerados os autores clássicos da Sociologia. Isso se dá porque é a partir de suas obras (principalmente das do primeiro) que a Sociologia se constituiu em uma ciência autônoma e porque os seus pensamentos influenciaram em grande medida os sociólogos que produziram depois. • Durkheim foi professor do primeiro curso de sociologia da história, na Universidade de Bordeaux, na França. Ele também fundou em 1898 a Année Sociologique, revista que é publicada até hoje. Weber também foi professor universitário na Alemanha e, assim como Durkheim, escreveu bastante sobre os métodos da Sociologia. Marx não chegou a ser professor universitário e não produziu estritamente Sociologia. Com formação em Direito, Weber escreveu obras que podem ser enquadradas na Economia, na Filosofia, na História, na Sociologia e na Política, dentre outras áreas das Ciências Sociais.
  • 13. KARL MARX (1818-1883) •Junto com Friedrich Engels (1820- 1895), criou o método chamado materialismo histórico e dialético, combinando a perspectiva dialética de Hegel e a materialista de Feuerbach. •Desde o estabelecimento da propriedade privada dos meios de produção, as sociedades são divididas em classes (proprietários e não proprietários) que lutam entre si. No capitalismo, as principais classes são a burguesia, que detém a propriedade privada dos meios de produção, e o proletariado, que possuem apenas a sua força de trabalho e a vendem para os burgueses.
  • 14. • De acordo com o materialismo histórico e dialético, todas as relações existentes entre os seres humanos têm como base a maneira por meio da qual estes se organizam para produzir aquilo que é necessário para a sua existência. • Essa organização se manifesta, por um lado, na ação dos seres humanos com a natureza, a tecnologia, o conhecimento técnico e a divisão do trabalho (forças produtivas), e, por outro lado, a maneira por meio da qual as pessoas efetivamente se organizam num determinado contexto histórico e social para a produção e a distribuição daquilo que necessitam (relações sociais de produção). • A soma das forças produtivas e das relações sociais de produção constituem a estrutura de uma sociedade, que é a sua base material. Sobre esta base, os seres humanos constroem também os sistemas políticos, jurídicos, econômicos, religiosos, filosóficos, científicos, etc., a que Marx e Engels chamam de superestrutura. • A soma da estrutura e da superestrutura de uma sociedade forma os meios de produção, que variam ao longo da história. É a luta de classes que provoca a mudança nos meios de produção, a partir de processos revolucionários. Por isso Marx e Engels escreveram que o motor da história é a luta de classes. • O pensamento de Marx foi influenciado pela tradição iluminista, que via a razão como ferramenta para o conhecimento e a transformação da realidade. Como ele também acreditava no ideal da perfectibilidade humana, defendia que a construção de uma sociedade justa, igualitária e libertária seria o ápice do progresso.
  • 15. ÉMILE DURKHEIM (1858-1917) •Dedicou-se a desenvolver a Sociologia como uma ciência positiva e criou o método funcionalista ou comparativo. •O objeto da sociologia, para Durkheim é o fato social, que é toda forma de ser, de fazer, de agir, de pensar e de sentir que são externas aos indivíduos e são independentes deles, que são gerais num determinado grupo social e que exercem sobre os indivíduos uma coerção.
  • 16. • Durkheim defendeu que o método de estudo dos fatos sociais deve ser semelhante ao das ciências naturais, pois a sociedade se constituiria num reino a parte e guardaria as suas especificidades. • Em primeiro lugar, o sociólogo teria que considerar os fatos sociais como coisas, ou seja, deve considerar que nada sabe sobre ele e que as suas opiniões não interferem sobre o seu objeto. Para isso, ele deve abandonar as suas pré-noções, o que é difícil, pois os fenômenos sociais tocam os seus sentimentos e lhes provocam paixões. • De acordo com a perspectiva funcionalista, os fenômenos sociais têm uma função dentro da sociedade e essa função deve ser estudada. Além disso, deve observar as possíveis relações de causa e efeito, bem como a regularidade que existem entre os fenômenos sociais, com vistas à descoberta de leis e mesmo de regras de ação para o futuro. • A Sociologia tem que estudar os fenômenos a partir de sua dimensão social/coletiva, sem recorrer à psicologia, por exemplo. Os elementos de uma sociedade são interdependentes e formam os sistemas sociais. Esses sistemas apresentam formas diferenciadas e podem ser comparados. • Durkheim acreditava que, na sua época, as convulsões sociais tinham enfraquecido o vínculo entre as pessoas, o que poderia gerar um estado de anomia. Por isso, a Sociologia deveria contribuir para o fortalecimento da coesão social. Ele também defendia o estabelecimento de uma religião da sociedade, para ajudar no fortalecimento de tal coesão.
  • 17. MAX WEBER (1864-1920) •Diferente de Marx e de Durkheim, que pensaram a sociedade a partir das estruturas sociais, Weber privilegia a ação dos indivíduos em sua análise. Por isso, outros sociólogos vão dizer que ele é um dos fundadores do individualismo metodológico. •Ele propõe que o método das Ciências Sociais deve ser diferente do aplicado nas Ciências Naturais. Não se trata de explicar os fenômenos sociais, mas de compreendê-los. Por isso Weber chama o seu método de método compreensivo.
  • 18. • Quando um sujeito age, ele leva em consideração a ação dos outros indivíduos, por isso sua ação é social. Além disso, ele atribui um sentido às suas ações. É esse sentido que a Sociologia precisa compreender. Então, o objeto da Sociologia é a conexão de sentido das ações. • Ao considerar o sentido que o sujeito dá para a sua ação, bem como a sua motivação, a Sociologia Compreensiva não o vê como mero reflexo da estrutura social. • A Sociologia Compreensiva também está preocupada com a causalidade dos fenômenos sociais e considera que estes possuem múltiplos sentidos. • Para Weber, as principais características da sociedade capitalista são os seus crescentes desencantamento, racionalização e burocratização, que se apresentariam como um risco às liberdades individuais. Porém, diferente dos outros dois clássicos, ele acredita que nada pode ser feito com relação à isso. Por isso diz-se que o pensamento do autor é marcado por um anti- capitalismo romântico.
  • 19. Referências FERRARI, Alfonso Trujillo. Fundamentos de Sociologia. São Paulo: McGraw- Hill do Brasil, 1983. QUINTANEIRO, Tania; BARBOSA, Maria Ligia de Oliveira; OLIVEIRA, Márcia Gardênia Monteiro de. Um toque de clássicos: Marx, Durkheim, Weber. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002. SILVA, Afrânio et al. Sociologia em movimento. São Paulo: Moderna, 2013. WEBER, Max. Conceitos sociológicos fundamentais. In: ______. Economia e Sociedade, Vol. 1. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1999. Capítulo I, p. 3-35.