Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
23 Março 2009




e-Government
ISCTE – Mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologia
Sistemas e Tecnologias de Informação:...
1

    Agenda

      O que é o e-Government?

      Qual a relevância do e-Government para os
       cidadãos, as empres...
2




                           e-Government
                                           Conceito

                       ...
3



   O que é o e-Government?




                           e-Government

e-Government | Rui Grilo                  23 ...
4

   e-Government:
   funções e relevância
                           A qualquer hora
                           Em qualq...
5

    O e-Government no
    contexto europeu
      Estratégia de Lisboa
         Aprovada em 2000, durante a Presidênci...
6




                           e-Government
                             em Portugal
                                   ...
7

   Principais políticas nacionais
   relevantes para o e-Gov
     Missão para a Sociedade da Informação (1996)
     L...
8

    Princípios de modernização
    da administração (1/2)
      Simplificação e desburocratização
         Cartão do ...
9

    Princípios de modernização
    da administração (2/2)
      Qualificação
         Literacia tecnológica
        ...
10




e-Government | Rui Grilo   23 Março 2009
11




e-Government | Rui Grilo   23 Março 2009
12




e-Government | Rui Grilo   23 Março 2009
13




e-Government | Rui Grilo   23 Março 2009
14

     Declarações de IRS
     entregues...
                                                           electrónicas


  ...
15

   O problema da
   comparação internacional
     Os serviços de e-Government disponibilizados
      por cada governo...
16

   Rankings de e-Government
   da Comissão Europeia
     A Comissão Europeia promove regularmente
      uma comparaçã...
17
   Evolução da posição de Portugal
   nos rankings de
   Online Public Services




e-Government | Rui Grilo           ...
18


   Evolução do score de Portugal nos
   rankings de Online Public Services
                           +32%




      ...
19
   Serviços dirigidos a cidadãos:
   níveis de disponibilidade e de
   sofisticação online




e-Government | Rui Grilo...
20
   Serviços dirigidos a empresas:
   níveis de disponibilidade e de
   sofisticação online




e-Government | Rui Grilo...
21
   Nível de disponibilidade online
   de serviços dirigidos a cidadãos
   e empresas




e-Government | Rui Grilo      ...
22
   Nível de sofisticação online de
   serviços dirigidos a cidadãos e
   empresas




e-Government | Rui Grilo         ...
23
   Principais acções recentes que
   levaram à evolução de
   Portugal neste ranking
     Empresa na Hora: actual poss...
24
   Principais acções recentes que
   levaram à evolução de
   Portugal neste ranking
     Disponibilidade de Serviços ...
25




                           Tendências
                            Para além do e-Government

                      ...
26

   Eixos de sofisticação dos
   serviços online

                                                         Personalizaç...
27

   Os três desafios do
   governo electrónico
                 Nível de decisão



                                   ...
28

   A Internet está a mudar as
   regras da mudança




e-Government | Rui Grilo        23 Março 2009
Uma geração para a qual a
29

     tecnologia é como o ar já
     reinventou a web...
                   Web 1.0          ...
30

   E já está a mudar o
   mundo...




e-Government | Rui Grilo   23 Março 2009
A web está a tornar-se          31

   numa forma “natural” de
   viver em rede




e-Government | Rui Grilo     23 Março ...
32




e-Government | Rui Grilo   23 Março 2009
33



     Exemplos de “Gov 2.0”:
       Change.gov
        http://change.gov/

       WhiteHouse.gov
        http://whi...
34



     Recursos:
       Government 2.0 Wiki
        http://government2.pbwiki.com/

       The Connected Republic
  ...
35



   Rui Grilo
   rui.grilo@mail.telepac.pt
   www.ideiasemserie.net

   Doctor of Management in
   Organisational Cha...
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

e-Government e Gov 2.0

Apresentação que usei para dar uma aula como "artista convidado" no mestrado em comunicação, cultura e tecnologia no ISCTE

Ähnliche Bücher

Kostenlos mit einer 30-tägigen Testversion von Scribd

Alle anzeigen

Ähnliche Hörbücher

Kostenlos mit einer 30-tägigen Testversion von Scribd

Alle anzeigen
  • Als Erste(r) kommentieren

e-Government e Gov 2.0

  1. 1. 23 Março 2009 e-Government ISCTE – Mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologia Sistemas e Tecnologias de Informação: novos media
  2. 2. 1 Agenda   O que é o e-Government?   Qual a relevância do e-Government para os cidadãos, as empresas e a competitividade do País?   Quais são os principais serviços públicos disponíveis online em Portugal?   Que formas existem de medir e comparar a qualidade dos serviços públicos online?   Para além do e-Government, o Government 2.0 e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  3. 3. 2 e-Government Conceito Função e relevância Contexto Europeu e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  4. 4. 3 O que é o e-Government? e-Government e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  5. 5. 4 e-Government: funções e relevância A qualquer hora Em qualquer lugar Com maior transparência Melhor serviço Menores custos Maior rapidez Modernização dos serviços Melhoria dos processos Promoção da interoperabilidade e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  6. 6. 5 O e-Government no contexto europeu   Estratégia de Lisboa   Aprovada em 2000, durante a Presidência Portuguesa e renovada em 2005 e 2007/2008   Foco na competitividade da Europa e no seu impacto no crescimento e emprego   Iniciativa eEurope   Aprovada durante a Presidência Portuguesa de 2000   Planos de acção com 2002 e 2005 como horizonte   Promoção da Internet e dos serviços disponíveis online   i2010 – Plano de acção para o governo electrónico   Aprovado em 2005, como passo seguinte da eEurope   Declaração Ministerial de Lisboa (Set.º 2007): políticas inclusivas de governo electrónico como factor de transparência e estímulo da participação e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  7. 7. 6 e-Government em Portugal Evolução Principais serviços Comparação com a UE e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  8. 8. 7 Principais políticas nacionais relevantes para o e-Gov   Missão para a Sociedade da Informação (1996)   Livro Verde para a Sociedade da Informação em Portugal (1997)   POSI - Programa Operacional para a Sociedade da Informação, depois POS_C – Programa Operacional para a Sociedade do Conhecimento (2000-2006)   UMIC – Unidade de Missão Inovação e Conhecimento (2002), depois Agência para a Sociedade do Conhecimento (2005)   Plano Tecnológico (desde 2005)   Programa Ligar Portugal (desde 2005)   SIMPLEX (desde 2006)   AMA – Agência para a Modernização Administrativa (2006) e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  9. 9. 8 Princípios de modernização da administração (1/2)   Simplificação e desburocratização   Cartão do Cidadão   Eliminação de formalidades   Programa Legislar Melhor   Melhoria do atendimento   Princípio do Balcão Único   Serviços online (Portal do Cidadão e Portal da Empresa)   Desmaterialização   Desmaterialização de processos, nomeadamente judiciais   Compras públicas por via electrónica   Desmaterialização de documentos e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  10. 10. 9 Princípios de modernização da administração (2/2)   Qualificação   Literacia tecnológica   Avaliação de desempenho   Racionalização   Centros de serviços partilhados   Descentralização de serviços da administração central   Segurança   Autoridade de certificação electrónica do Estado   Passaporte electrónico e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  11. 11. 10 e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  12. 12. 11 e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  13. 13. 12 e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  14. 14. 13 e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  15. 15. 14 Declarações de IRS entregues... electrónicas 3364404 2918350 3393709 2810780 2347282 2277254 1722624 1512442 1733372 949758 em papel 2004 2005 2006 2007 2008 e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  16. 16. 15 O problema da comparação internacional   Os serviços de e-Government disponibilizados por cada governo dependem muito da respectiva estrutura administrativa e territorial   Um serviço ou um modelo de disponibilização útil num país não o será necessariamente noutro   Contudo, métricas de disponibilidade e sofisticação permitem alguma comparabilidade   É esse exercício que a Comissão Europeia faz anualmente e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  17. 17. 16 Rankings de e-Government da Comissão Europeia   A Comissão Europeia promove regularmente uma comparação da disponibilidade e sofisticação online dos serviços públicos dos estados membros, fazendo o benchmark de 20 serviços básicos   Essa comparação resulta em dois rankings principais: um de disponibilidade dos serviços públicos e outro do seu grau de sofisticação   Na última edição (2007), Portugal ascendeu aos lugares cimeiros destes rankings e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  18. 18. 17 Evolução da posição de Portugal nos rankings de Online Public Services e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  19. 19. 18 Evolução do score de Portugal nos rankings de Online Public Services +32% +125% e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  20. 20. 19 Serviços dirigidos a cidadãos: níveis de disponibilidade e de sofisticação online e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  21. 21. 20 Serviços dirigidos a empresas: níveis de disponibilidade e de sofisticação online e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  22. 22. 21 Nível de disponibilidade online de serviços dirigidos a cidadãos e empresas e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  23. 23. 22 Nível de sofisticação online de serviços dirigidos a cidadãos e empresas e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  24. 24. 23 Principais acções recentes que levaram à evolução de Portugal neste ranking   Empresa na Hora: actual possibilidade e constituir uma empresa na hora online   Impostos sobre Rendimentos: pré-preenchimento online   Motores de Pesquisa de Emprego: criação do NETemprego   Declarações à polícia: desenvolvimento no site da Polícia Judiciária de um formulário online para apresentação da queixa electrónica e o Projecto Esquadra Séc. XXI e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  25. 25. 24 Principais acções recentes que levaram à evolução de Portugal neste ranking   Disponibilidade de Serviços nos Hospitais e Marcações de Consultas: piloto em 13 hospitais que permite ao médico do centro de saúde efectuar um pedido de consulta online   Solicitação de passaportes: desenvolvimento da funcionalidade de emissão de alertas da aproximação da data de caducidade através de e- mail, sms ou outro meio   Obtenção de Licenças de Construção: desenvolvimento de um portal para download dos formulários necessários ao processo de licenciamento através do Portal do Cidadão   Operacionalização do site de candidatura ao ensino superior e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  26. 26. 25 Tendências Para além do e-Government O Government 2.0 e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  27. 27. 26 Eixos de sofisticação dos serviços online Personalização Transacção completa Interacção bidireccional Interacção unidireccional Informação e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  28. 28. 27 Os três desafios do governo electrónico Nível de decisão competição Escala territorial coordenação interoperabilidade Serviço e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  29. 29. 28 A Internet está a mudar as regras da mudança e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  30. 30. Uma geração para a qual a 29 tecnologia é como o ar já reinventou a web... Web 1.0 Web 2.0 • Browse (Yahoo!) • Search (Google) • Publishing (Britannica • Participation Online) (Wikipedia) • Download (mp3.com) • Share (Napster) • Mass publicity • Context adds (Google (DoubleClick) AdSense) • One to many (Akamai) • Many to many (BitTorrent) • Personal websites • Blogs • Content management • Wikis • Taxonomy&Directories • Tagging (“Folksonomy”) • Stikiness • Syndication (RSS feeds) • Pageviews • Participants (Hi5, Orkut, LinkedIn, Facebook, etc.) Adapted from http://www.oreillynet.com/pub/a/oreilly/tim/news/2005/09/30/what-is-web-20.html e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  31. 31. 30 E já está a mudar o mundo... e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  32. 32. A web está a tornar-se 31 numa forma “natural” de viver em rede e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  33. 33. 32 e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  34. 34. 33 Exemplos de “Gov 2.0”:   Change.gov http://change.gov/   WhiteHouse.gov http://whitehouse.gov/   Fix My Street http://www.fixmystreet.com/   Site Português do Ano Europeu da Criatividade e Inovação http://criar2009.gov.pt e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  35. 35. 34 Recursos:   Government 2.0 Wiki http://government2.pbwiki.com/   The Connected Republic http://theconnectedrepublic.org/   Cisco Public Services Summit 2008 http://www.cisco08.com/   Government 2.0: The Midlife Crisis http://www.readwriteweb.com/archives/ government_20_the_midlife_crisis.php e-Government | Rui Grilo 23 Março 2009
  36. 36. 35 Rui Grilo rui.grilo@mail.telepac.pt www.ideiasemserie.net Doctor of Management in Organisational Change pela Universidade de Hertfordshire (2005) Coordenador adjunto do Plano Tecnológico (desde 2006) Analista sénior, director do portal SAPO.pt e coordenador de projectos web no Grupo PT (2002-2006) Assessor do Secretário de Estado da Juventude, Adjunto do Primeiro Ministro, Chefe de Gabinete do Ministro da Presidência e do Ministro das Finanças (1996-2001) 23 Março 2009 e-Government | Rui Grilo

×