Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Patologia slide

1.180 Aufrufe

Veröffentlicht am

patologia geral


Veröffentlicht in: Bildung
  • Login to see the comments

Patologia slide

  1. 1. PATOLOGIA DISTÚRBIOS DO CRESCIMENTO E DO DESENVOLVIMENTO DAS CÉLULAS.
  2. 2. ACADÊMICOS: ADRIANO SOUSA ANDREIA SILVA BRUNO SARAIVA DÉBORA RUANY INGRYD ABREU JORGE ARAÚJO JULIANA MOTA KÊNIA CRITINA LARISSA ROCHA LETÍCIA BRITO MAGNO ARI MAÍRA SILVA MIKAELE TEXEIRA NERY FERREIRA TAYANA ANDRADE VICTORIA CRISTINA VIVIA RODRIGUES.
  3. 3. DIFERENCIAÇÃO CELULAR É um processo em que as Células de um organismos sofrem transformações em sua forma, função e composição, tornando-se tipos celulares especializados. • Tipos: CÉLULAS LÁBEIS, ESTÁVEIS E PERMANENTES As células lábeis são células que se regeneram com facilidade e rapidez. São exemplos as células das superfícies de revestimento, do epitélio seminífero e dos órgãos hematopoiéticos.
  4. 4. As células estáveis são células cuja capacidade de replicação dos núcleos permanece em descanso na maior parte do tempo, mas isso muda rapidamente quando se recebe um estímulo adequado. São exemplos os hematócitos, as células dos túbulos renais e os fibroblastos. As células permanentes são células cujos núcleos não possuem mais a capacidade de reiniciar o processo replicativo e uma vez perdida essa capacidade, essas células não são mais substituídas. São exemplos os neurônios e as fibras musculares estriadas
  5. 5. TERATOLOGIA • A Teratologia consiste no estudo das malformações congênitas, ou seja, das anomalias de desenvolvimento que provocam alterações morfológicas presentes ao nascimento. • É uma especialidade medica que se dedica ao estudo das anomalias e malformação ligadas a uma perturbação do desenvolvimento embrionário ou fetal. JORGE
  6. 6. • Feto diencéfalo, ou seja, com dois encéfalos. Devido ao nascimento de aberrações como esta é que surgiu a disciplina teratologia.
  7. 7. MALFORMAÇÃO CONGÊNITA • Malformação é o termo usado para descrever os processos anômalos de formação e desenvolvimento de órgãos e tecidos. Afetando músculos, órgãos sensoriais, os sistemas respiratórios e nervoso, a circulação e o metabolismo. • Causas: os defeitos congênitos não são resultados de uma única causa. Podem ser devidos à herança genética, a doenças preexistentes ou contraídas pela mãe nos primeiros meses de gravidez, à ingestão de medicamentos por esta no mesmo período e ainda à ação conjunta de alguns desses fatores.
  8. 8. AGENESIA • É a ausência completa ou parcial de um órgão e seu primórdio embriológico. Exemplo: Agenesia Dental caracteriza-se pela ausência congênita de dentes, acometendo cerca de 5% a 7% da população, sendo mais prevalente na dentição permanente. Fonte:http://blogkamilagodoy.com.br/diagnostico-precoce-e-fundamental-para- tratamento-da-agenesia-dental/
  9. 9. CICLOPIA • É o desenvolvimento de apenas um olho devido a má formação do feto, decorrente de alterações na construção da caixa craniana. Fonte: www.blogdafolha.blogspot.com; Postado por Jornal A FOLHA às 06:53 Postado; por: Dr.Lima. Acesso em 16/05/15 as 12:55 hs MAGNO
  10. 10. AMELIAS • É caracterizada pela ausência congénita de um ou mais membros do corpo, tanto superiores como inferiores. Fonte:http://asdoencasraras.blogspot.com/2012/10/amelia.html
  11. 11. ACRANIA • É a não formação total ou parcial dos ossos do crânio, ocorrida no feto no início da gestação. Fonte:<http://www.abnc.org.br/ed_art.php?artcod=1017> . Acesso em: 28/05/2013. NERY
  12. 12. ADACTILIA • Falta congênita dos dedos das mãos, dos pés ou de ambos. Fonte:http://www.scielo.oces.mctes.pt/scielo.php?pid=S0872- 07542013000100007&script=sci_arttext&tlng=pt
  13. 13. ANENCEFALIA • É uma má formação do cérebro durante a formação embrionária, que acontece entre o 16° e o 26° dia de gestação, caracterizada pela ausência total do encéfalo e da caixa craniana do feto. Fonte: http://pt.atlaseclamc.org/cranio/139-anencefalia-Q00.0 BRUNO
  14. 14. ATRESIA • É uma condição na qual um órgão ou orifício condutor do corpo é anormalmente fechado ou ausente. • TIPOS: Esofágica Intestinal Anal Pulmonar
  15. 15. ATRESIA ESOFÁGICA • É o desenvolvimento incompleto do esófago. Fístula Esofágica • Uma fístula traqueoesofágica é uma ligação anormal entre o esófago e a traqueia. DÉBORA
  16. 16. Fonte: http://www.manualmerck.net/?id=280&cn=1480 DÉBORA
  17. 17. ATRESIA INTESTINAL • É uma malformação onde existe um estreitamento ou ausência de uma parte do intestino. Este defeito pode ocorrer no intestino delgado ou grosso. Fonte: http://www.lucinafoundation.org INGRYD
  18. 18. ATRESIA ANAL • É a deformidade que acomete a abertura anal e a porção terminal do reto, resultando em fechamento da saída anal e/ou em via anormal das fezes por meio da vagina ou da uretra. Fonte::http://bloggenetica3.blogspot.com.br/2014/04/investigacion-referida-la-trisomia- del.html MIKAELE
  19. 19. ATRESIA PULMONAR • Atresia pulmonar é um defeito congênito complicado (presentes ao nascimento), que ocorre devido ao desenvolvimento anormal do coração fetal, durante as primeiras 8 semanas de gravidez. Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-76382001000400005 MAÍRA
  20. 20. REFERÊNCIAS
  21. 21. MUITO OBRIGADO PELA ATENÇAO!

×