Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Movimento  Arts & Crafts William Morris,  “Artichoke Wallpaper”, c1897. Na segunda metade do séc. XX, o processo de fabric...
Movimento  Arts & Crafts Tais factos não passaram despercebidos a alguns teóricos ingleses da época, como  Jonh Ruskin  (1...
Movimento  Arts & Crafts Ruskin e Morris lutaram por uma arte pura, assente na criação e na concepção individual, na origi...
Movimento  Arts & Crafts Para isso a arte e os artistas deviam rejeitar os processos industriais e os seus materiais, regr...
Movimento  Arts & Crafts <ul><ul><li>Em 1861 Morris abriu uma firma artesanal dedicada à decoração de interiores e à produ...
Movimento  Arts & Crafts Estava assim lançado o  Movimento Arts & Crafts , que deu origem a inúmeros outros ateliers artes...
Na arquitectura notabilizaram-se a construção de moradias familiares rústicas que seguiam a tradição rural inglesa, que re...
 
 
Victor Horta, Hotel Tassel , 1890s.
Hotel Tassel (Victor Horta) – 1 st  Art Nouveau Building in the World
 
 
 
 
Nas  Artes Aplicadas  privilegiaram-se critérios de simplicidade e pureza formais, associados a motivos decorativos inspir...
Entre 1880 e 1910, as sociedades europeias viveram um momento particularmente feliz que a História apelidou de Belle Époqu...
Foi este clima que instalou o  Modernismo  – um Movimento cultural e artístico que atingiu todas as artes e que ficou marc...
<ul><li>O grande estilo que integrou este movimento foi a Arte Nova (1880-1914), que abarcou diferentes cunhos individuais...
 
Estes princípios eram: 1º  Inovação Formal  – Originalidade e Criatividade 2º  Adesão ao progresso  – recurso às novas téc...
<ul><li>Para além do formulário técnico e estético do Movimento Arts & Crafts, a Arte Nova colheu influências formais e es...
 
O Nome de 'Art Nouveau' derivou do nome de uma loja parisiense, a  Maison de l'Art Nouveau , que vendia e e tinha em expos...
 
 
 
 
 
 
Transformada na mais genuína expressão da sua época, a Arte Nova exprimiu a modernidade numa fórmula onde estética e técni...
Implantou-se solidamente nos centros urbanos como símbolo do seu modo de vida, e nas zonas mais atingidas pelo desenvolvim...
Um dos méritos da arquitectura modernista da Arte Nova é o de ter conseguido romper com as tradições historicistas e ecléc...
Antonio Gaudí  Antonio Gaudí,   Casa Milà, 1905-1907.  ART NOUVEAU Antonio Gaudi (1852-1926) foi um dos mais originais e c...
Antonio Gaudí  Antonio Gaudí,   Casa Battlo, 1905-1907.  ART NOUVEAU Gaudi combinava de forma original o betão, o ferro, o...
Antonio Gaudí  Antonio Gaudí,   Casa Battlò, 1905-1907.  ART NOUVEAU
Antonio Gaudí,   La Sagrada Familia 1882-2026.  ART NOUVEAU Foi apelidado de arquitecto-escultor e arquitecto- poeta. A Ca...
Antonio Gaudí,   Parque Guel Barcelona, Spain 1905-1907  ART NOUVEAU
Antonio Gaudí,   Parque Guel Barcelona, Spain 1905-1907  ART NOUVEAU
Antonio Gaudí,   Parque Guel Barcelona, Spain 1905-1907  ART NOUVEAU
Antonio Gaudí,   Parque Guel - pormenor
Na Áustria, o modernismo nasce a partir de Otto Wagner e Adolf Loo, protagonistas da corrente renovadora que contaminou a ...
Gustav Klimt,   O Beijo, 1907-1908.  ART NOUVEAU Gustav Klimt,   O Abraço, ART NOUVEAU
Gustav Klimt,   A Árvore da Vida.  ART NOUVEAU Gustav Klimt,   A Morte e a Vida, ART NOUVEAU
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Arts & Crafts e Arte Nova

28.389 Aufrufe

Veröffentlicht am

Descrição do Movimento Arts & Crafts, pela inspiração de William Morris, e o nascimento da Arte Nova

Veröffentlicht in: Bildung

Arts & Crafts e Arte Nova

  1. 1. Movimento Arts & Crafts William Morris, “Artichoke Wallpaper”, c1897. Na segunda metade do séc. XX, o processo de fabrico industrial invadiu todos os sectores de produção, nomeadamente os dos objectos utilitários que podiam, simultaneamente ser portadores de intenções decorativas e artísticas – as Artes Aplicadas. Fabricados massivamente e em série, estes objectos primavam pelo exagerado ornamentalismo, pela vulgaridade da forma e pela falta de originalidade e de gosto.
  2. 2. Movimento Arts & Crafts Tais factos não passaram despercebidos a alguns teóricos ingleses da época, como Jonh Ruskin (1819-1900) e William Morris (1834-1896). Foram eles os mentores e dinamizadores do movimento Arts & Crafts , que rejeitava a influência da industrialização na Arte, procurando a sua revalorização pela separação total entre a arte e a indústria e pela ligação instrínseca entre a criação artística de uma obra e a sua execução técnica.
  3. 3. Movimento Arts & Crafts Ruskin e Morris lutaram por uma arte pura, assente na criação e na concepção individual, na originalidade e no bom gosto, cujos princípios se deviam aplicar a todas as modalidades artísticas, sem distinção alguma - conceito de unidade das artes – que tende a apagar as diferenças tradicionais entre as várias modalidades artísticas (artes maiores e artes menores), considerando que todas são merecedoras de igual qualidade plástica, e que devem nortear-se pelos mesmos princípios formais e estéticos.
  4. 4. Movimento Arts & Crafts Para isso a arte e os artistas deviam rejeitar os processos industriais e os seus materiais, regressando ao processo criativo das corporações medievais, ao uso exclusivo de materiais naturais e ao fabrico de peças únicas e originais, pelo método artesanal. Propuseram como fonte de inspiração o foclore e as tradições populares de cada país.
  5. 5. Movimento Arts & Crafts <ul><ul><li>Em 1861 Morris abriu uma firma artesanal dedicada à decoração de interiores e à produção de “objectos úteis, com qualidade estética, a preços competitivos com os da indústria”. </li></ul></ul><ul><ul><li>Mais tarde criou um atelier onde reuniu a colaboração de artistas plásticos e mestres artesãos para a produção de obras no campo da arquitectura, mobiliário, tapeçaria, papel de parede, vidros, joalharia e até da encadernação e ilustração de livros. </li></ul></ul>
  6. 6. Movimento Arts & Crafts Estava assim lançado o Movimento Arts & Crafts , que deu origem a inúmeros outros ateliers artesanais por toda a Inglaterra. Foi sob a influência destas oficinas que germinaram as raízes da Arte Nova e do Design .
  7. 7. Na arquitectura notabilizaram-se a construção de moradias familiares rústicas que seguiam a tradição rural inglesa, que remontava à Idade Média. The Gamble House, Pasadena, CA, 1908. Arts & Crafts Movement
  8. 10. Victor Horta, Hotel Tassel , 1890s.
  9. 11. Hotel Tassel (Victor Horta) – 1 st Art Nouveau Building in the World
  10. 16. Nas Artes Aplicadas privilegiaram-se critérios de simplicidade e pureza formais, associados a motivos decorativos inspirados nas plantas, nos pássaros e noutros animais, organizados em densos e complexos padrões de desenho plano e linear.
  11. 17. Entre 1880 e 1910, as sociedades europeias viveram um momento particularmente feliz que a História apelidou de Belle Époque. À paz e à aparente estabilidade política deste fim de século somavam-se as conquistas e os progresso científico, técnico e económico, criando um clima de optimismo e confiança no futuro, que proporcionou extraordinárias inovações no campo da Arte.
  12. 18. Foi este clima que instalou o Modernismo – um Movimento cultural e artístico que atingiu todas as artes e que ficou marcado pela ruptura com a tradição na procura de novas expressões – formais, técnicas e estéticas – que melhor correspondessem ao progresso e aos novos gostos que as sociedades ocidentais haviam desenvolvido – privilegiando a sensibilidade e a fantasia, o refinamento estético e a imaginação, numa acentuação pelo decorativo e pitoresco. Alphonse Mucha
  13. 19. <ul><li>O grande estilo que integrou este movimento foi a Arte Nova (1880-1914), que abarcou diferentes cunhos individuais, diferentes escolas regionais e/ou nacionais, e diferentes designações sob alguns princíos unificadores: </li></ul><ul><li>Modern Style na Inglaterra </li></ul><ul><li>Art Nouveau na França e Bélgica </li></ul><ul><li>Jugendstile na Alemanha </li></ul><ul><li>Sezession na Áustria </li></ul><ul><li>Liberty e Florare na Itália </li></ul><ul><li>Modernismo na Espanha </li></ul>
  14. 21. Estes princípios eram: 1º Inovação Formal – Originalidade e Criatividade 2º Adesão ao progresso – recurso às novas técnicas e novos materiais (ladrilho cozido, ferro, vidro, betão e outros) 3º Adopção de uma nova estética – linha sinuosa, elástica e flexível, estilizada ou geometrizada, na procura do movimento, do ritmo, da expressão e do simbolismo poético, de intuito decorativo.
  15. 22. <ul><li>Para além do formulário técnico e estético do Movimento Arts & Crafts, a Arte Nova colheu influências formais e estéticas de outros estilos: </li></ul><ul><li>Gótico flamejante </li></ul><ul><li>Rococó </li></ul><ul><li>Pinturas Japonesas </li></ul><ul><li>- Folclore tradicional inglês, de origem celta </li></ul>
  16. 24. O Nome de 'Art Nouveau' derivou do nome de uma loja parisiense, a Maison de l'Art Nouveau , que vendia e e tinha em exposição objectos que seguiam esta abordagem do design. Louis Comfort Tiffany, Glass Vase , c1910.
  17. 31. Transformada na mais genuína expressão da sua época, a Arte Nova exprimiu a modernidade numa fórmula onde estética e técnica, tradição e inovação se misturavam em doses iguais.
  18. 32. Implantou-se solidamente nos centros urbanos como símbolo do seu modo de vida, e nas zonas mais atingidas pelo desenvolvimento industrial, comercial e capitalista do seu tempo. Aplicou-se a sua estética a todas as modalidades artísticas – arquitectura, pintura, escultura , artes aplicadas, artes gráficas, dança e bailado – comungando o princípio da unidade das artes que Morris tinha anunciado.
  19. 33. Um dos méritos da arquitectura modernista da Arte Nova é o de ter conseguido romper com as tradições historicistas e eclécticas da arquitectura académica para implantar, finalmente, o primeiro estilo verdadeiramente inovador do séc. XIX, conseguindo conjugar na perfeição as conquistas técnicas e construtivas da engenharia do seu tempo com as elevadas exigências formais e estéticas dos arquitectos.
  20. 34. Antonio Gaudí Antonio Gaudí, Casa Milà, 1905-1907. ART NOUVEAU Antonio Gaudi (1852-1926) foi um dos mais originais e criativos arquitectos do Modernismo europeu. Do seu estilo muito pessoal, onde predominam as influências locais de raiz gótica e mudéjar, ressalta a organicidade das plantas e das construções, a modelação dinâmica dos volumes, o naturalismo e pitoresco das formas ornamentais.
  21. 35. Antonio Gaudí Antonio Gaudí, Casa Battlo, 1905-1907. ART NOUVEAU Gaudi combinava de forma original o betão, o ferro, o vidro e as madeiras com o tijolo, as cerâmicas e azulejos multicores. Imaginativos, excêntricos, sugestivos e evocadores, os seus edifícios assemelhavam-se a gigantescas esculturas de enorme poder expressivo.
  22. 36. Antonio Gaudí Antonio Gaudí, Casa Battlò, 1905-1907. ART NOUVEAU
  23. 37. Antonio Gaudí, La Sagrada Familia 1882-2026. ART NOUVEAU Foi apelidado de arquitecto-escultor e arquitecto- poeta. A Categral da Sagrada Família foi a construção a que dedicou toda a sua via e que deixou incompleta.
  24. 38. Antonio Gaudí, Parque Guel Barcelona, Spain 1905-1907 ART NOUVEAU
  25. 39. Antonio Gaudí, Parque Guel Barcelona, Spain 1905-1907 ART NOUVEAU
  26. 40. Antonio Gaudí, Parque Guel Barcelona, Spain 1905-1907 ART NOUVEAU
  27. 41. Antonio Gaudí, Parque Guel - pormenor
  28. 42. Na Áustria, o modernismo nasce a partir de Otto Wagner e Adolf Loo, protagonistas da corrente renovadora que contaminou a arquitectura europeia. Na pintura foi Gustave Klimt (1862-1918) que, conjugando figuras realistas com fundos decorativos, elaborou uma plástica de referências líricas, tão singular quanto misteriosa. Gustav Klimt Gustav Klimt, Adele Bloch Bauer, ART NOUVEAU
  29. 43. Gustav Klimt, O Beijo, 1907-1908. ART NOUVEAU Gustav Klimt, O Abraço, ART NOUVEAU
  30. 44. Gustav Klimt, A Árvore da Vida. ART NOUVEAU Gustav Klimt, A Morte e a Vida, ART NOUVEAU

×