Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Historia de santa catarina 2

1.698 Aufrufe

Veröffentlicht am

  • Loggen Sie sich ein, um Kommentare anzuzeigen.

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Historia de santa catarina 2

  1. 1. História de Santa Catarina Profº Carlos Eduardo Cossettin Glufke
  2. 2. Santa Catarina na Rep. Velha <ul><li>Com a proclamação da República os, agora, Estados passaram a ter uma maior autonomia. </li></ul><ul><li>Em SC assume o poder Lauro Muller logo foi substituído por Gustavo Richard, voltando ao poder em 1891, mas em razão da renúncia de Deodoro da Fonseca deixou o cargo. </li></ul><ul><li>Com a posse de Floriano Peixoto estoura no Sul a Revolução Federalista. </li></ul><ul><li>Manifestações em SC foram sentidas no conflito entre federalistas e legalistas. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Federalistas: Eliseu Guilherme, Severo Pereira e Fernando Hackraadt. </li></ul><ul><li>Legalistas: Hercílio Luz e Lauro Muller. </li></ul><ul><li>Foi instalado em SC o Governicho de Frederico de Lorena , que enfrentou Hercílio Luz. </li></ul><ul><li>Com o apoio do governo federal os revoltosos foram derrotados. </li></ul><ul><li>Em 1894 Hercílio Luz assumiu o governo onde a capital passou a ser chamada de Florianópolis. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Guerra do Contestado (1912 – 1916) </li></ul><ul><li>Disputa de terras entre SC e PR; </li></ul><ul><li>Movimento Messiânico; </li></ul><ul><li>No séc. XIX devido a exploração dos caboclos – surge um beato – João Maria; </li></ul><ul><li>No início do XX a exploração é também por empresas estrangeiras – clima de miséria; </li></ul><ul><li>Surge um novo beato – José Maria que busca por uma sociedade igualitária, Monarquia Celestial – semelhante a Canudos, não obedecia as ordens da Rep. Velha. </li></ul><ul><li>Foram violentamente perseguidos pelos coronéis, donos das empresas estrangeiras e pelo exército. </li></ul>
  5. 5. Santa Catarina – a partir dos anos 30 <ul><li>Como a Revolução de 30, o então governador Fúlvio Aducci se posicionou contra Vargas e foi afastado. No seu lugar ocuparam o cargo alguns interventores: Ptolomeu A. Brasil, Rui Zobaran e Aristiliano Ramos. </li></ul><ul><li>Com a constituição de 1934, ocorreram eleições indiretas onde foi eleito Nereu Ramos. </li></ul><ul><li>1937 – Estado Novo – fim da autonomia dos Estados, Nereu Ramos permaneceu no governo até 1945. </li></ul>
  6. 6. Acontecimentos na Era Vargas <ul><li>Nacionalização do ensino – evitar a propagação do nazi-fascismo nas colônias. </li></ul><ul><li>Criação do Departamento de Saúde Pública e dos hospitais Colônia Santa Tereza e Sant'Ana. </li></ul><ul><li>Meio-oeste catarinense – colônia austríaca Treze Tílias. </li></ul><ul><li>Criação do território do Iguaçu que ocupou áreas de SC e PR, após 1945 as regiões foram reintegradas. </li></ul>
  7. 7. Após Vargas e até o golpe militar <ul><li>Com as eleições de 1945, E. Dutra assume a presidencia, em SC Luis Gallotti assume até as eleiçoes em 1947 onde foi eleito Aderbal Ramos da Silva. Na sequência: </li></ul><ul><li>Irineu Bornhausen: Plano de Obras e Equipamentos. </li></ul><ul><li>Jorge Lacerda: Usina Termoel. de Capivari. </li></ul><ul><li>Celso Ramos: Plano de Metas Governamentais. </li></ul><ul><li>Ivo Silveira: último eleito pelo voto direto antes do golpe militar. </li></ul>
  8. 8. Durante a ditadura <ul><li>Assumem o poder governadores que representavam o governo militar federal, como: Colombo Salles, Antônio Carlos K. Reis, Jorge K. Bornhausen, entre outros. </li></ul><ul><li>Durante o governo de J. K. Bornhauser ocorreu uma manifestação contra a presença de Figueiredo, conhecida como Novembrada. </li></ul>

×