Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Die SlideShare-Präsentation wird heruntergeladen. ×

Modelos atômicos ( 2 ano)

Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Nächste SlideShare
Modelo atual 2013
Modelo atual 2013
Wird geladen in …3
×

Hier ansehen

1 von 25 Anzeige
Anzeige

Weitere Verwandte Inhalte

Diashows für Sie (20)

Andere mochten auch (20)

Anzeige

Ähnlich wie Modelos atômicos ( 2 ano) (20)

Weitere von Karol Maia (20)

Anzeige

Modelos atômicos ( 2 ano)

  1. 1. Professora Ana Karoline Maia karoline.quimica@gmail.com
  2. 2.  Matéria= material  Substâncias  Moléculas  Átomos
  3. 3. Defendeu a ideia de que a matéria era composta por pequeníssimas partículas. Átomo Demócrito (460 – 370 A.C.) Modelo baseado apenas na intuição e na lógica.
  4. 4. • 400 a.C Leucipo e Demócrito: princípio da divisibilidade •Origem da palavra átomo •350 a.C Aristóteles: teoria dos 4 elementos
  5. 5.  1808: Químico inglês John Dalton  A matéria é constituída de átomos, que são partículas indivisíveis e indestrutíveis.  Átomos são partículas maciças
  6. 6.  Todos os átomos de um elemento químico são idênticos em massa e propriedades. Os átomos de diferentes elementos são diferentes em massa e propriedades.
  7. 7.  As substâncias são formadas pela combinação de diferentes átomos. As reações químicas envolvem somente a combinação, separação e rearranjo dos átomos, não havendo em seu curso nem a criação nem a destruição de átomos. A matéria é indestrutível???
  8. 8.  Início do século XX: descobertas na ciência, elétrons, natureza da luz, eletromagnetismo e radioatividade.  O modelo de Dalton já não era capaz de explicar muitos fenômenos....
  9. 9. Thomson realizou uma série de experiências utilizando um tubo de raios catódicos (tubo semelhante aos tubos existentes no interior dos televisores). Neste tubo, eram efectuadas descargas eléctricas através de um gás rarefeito. J. J. Thomson (1856 - 1940) Tubo de raios catódicos
  10. 10. Em 1897 Thomson propõe novo modelo: Ao estudar as descargas no interior deste aparelho, Thomson, descobriu o elétron. Observava-se uma fluorescência esverdeada devido à existência de partículas de carga negativa que saem dos átomos do cátodo. A descarga emitida tinha carga eléctrica negativa e era de natureza corpuscular. A sua massa era muito menor que a massa de qualquer átomo conhecido – eram os elétron. Thomson provou que os elétron eram corpúsculos, dotados de carga elétrica e de massa, que fazem parte de toda a matéria.
  11. 11. Modelo proposto por Thomson (1904): Esfera com carga elétrica positiva O átomo era uma esfera positiva, estando os elétrons dispersos na esfera. O número de elétrons seria tal que a carga total do átomo seria zero. Elétrons (partículas com carga elétrica negativa) Modelo de Pudim de Passas
  12. 12. Cientista neozelandês, estudou com J.J. Thomson. Em 1908 realizou uma experiência que lhe permitiu propor um novo modelo atómico. Ernest Rutherford (1871 - 1937)
  13. 13. Experiência de Rutherford Feixe de partículas  Ecrã fluorescente Fonte de partículas  Folha de ouro
  14. 14. Experiência de Rutherford Resultados previstos segundo o modelo de Thomson: As partículas α deveriam atravessar as folhas de ouro sem sofrer desvios. Resultados obtidos: A maior parte das ● ● partículas α comportava-se ● ● como esperado, mas um significativo número delas ● ● ● sofria desvios acentuados.
  15. 15. Resultados da experiência de Rutherford Partículas α Embora a maior parte das partículas se comportasse como esperado, uma parte significativa não só foi desviada, como algumas voltaram para trás. Existe, no interior do átomo, uma região central positiva – o núcleo, que exerce fortes forças repulsivas sobre as partículas alfa.
  16. 16. Modelo proposto por Rutherford (1911): O átomo é uma estrutura praticamente vazia, e não uma esfera maciça; É constituído por:  Núcleo muito pequeno com a carga positiva, onde se concentra quase toda a massa do átomo.  Elétrons com carga negativa movendo-se em volta do núcleo. O átomo seria um sistema semelhante ao sistema solar. Modelo Planetário Esse modelo apresentava algumas falhas...
  17. 17.  Niels Bohr trabalhou com Thomson, e posteriormente com Rutherford.  Tendo continuado o trabalho destes dois físicos, aperfeiçoou, em 1913, o modelo atómico de Rutherford. Niels Bohr (1885 - 1962)
  18. 18. Modelo proposto por Bohr : Apenas algumas órbitas seriam permitidas aos elétrons; Cada órbita correspondia a um nível de energia bem definido do elétron; Os elétrons podem saltar de uma órbita para outra, ao absorver ou emitir energia. O nível mais energético seria o mais distante do núcleo, e o menos energético o mais próximo.
  19. 19.  Ao passar de uma órbita para outra, o elétron absorve ou emite um quantum de energia.  Teoria quântica de Max Planck  O modelo de Bohr explicava satisfatoriamente o átomo de hidrogênio, que possui apenas 1 próton no núcleo e 1 elétron ao redor, mas não explica átomos com um maior número de partículas.
  20. 20. Chadwick: 1932 Mas só em 1932, James Chadwick descobre o neutron. Após vários anos de busca, encontrou, em 1932, uma partícula subtômica no núcleo do átomo, além do já conhecido próton. + + James Chadwick + (1891 – 1974) O Neutron não tem carga eléctrica, e tem aproximadamente a mesma massa do próton.
  21. 21.  Estudando espectros de emissão de átomos mais complexos que o hidrogênio, admitiu- se que para cada camada eletrônica (n) havia uma órbita circulas e (n-1) órbitas elípticas de diferentes excentricidades.  Primeira: uma órbita circular  Segunda: uma órbita circular e 1 órbitas elípticas  Terceira: uma órbita circular e 2 órbita elípticas  Quarta: uma órbita circular e 3 órbita elípticas
  22. 22. Hoje em dia dispomos de potentes microscópios que nos permitem obter imagens dos átomos: são os microscópios electrônicos.
  23. 23. Dimensão dos átomos 100 pm 1 pm = 10-12 m
  24. 24. Dimensão dos átomos Um ponto final Se 100 milhões de pessoas se pode conter mais reduzissem ao tamanho de de 3 milhões de átomos, formavam uma fila de átomos. apenas 1cm.

×