Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Desafio Mais Saúde na Cidade
Modalidade: II Promoção á saúde
Título do projeto: USO RACIONAL DE
MEDICAMENTOS E EDUCAÇÃO CO...
Justificativa
• Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 50% de todos os
medicamentos são incorretamente prescritos...
Objetivos
• Desenvolver competências na equipe da UBS Vila Dalva para a
criação e acompanhamento dos usuários participante...
Indicadores
• Consumo de medicamentos retirados na farmácia antes das
intervenções x consumo das medicações após intervenç...
Atores envolvidos na
elaboração do projeto
• Gerente da Unidade
• Farmacêutico
• Médicos ESF e Clínicos
• Enfermeiros
• Té...
Principais Ações e Prazo
• Promover encontros do farmacêutico com os funcionários da UBS
Vila Dalva – Inicio - 24/02/2016
...
Resultados Esperados
• O uso racional de medicamentos refere-se à necessidade do
usuário receber o medicamento apropriado,...
Ganhos obtidos com o
processo até o momento
• Usuários – Receber o medicamento apropriado, dose
correta, período adequado,...
Considerações finais
• Os requisitos para o uso racional de medicamentos
são muito complexos e envolvem uma série de
variá...
Considerações finais
• Os requisitos para o uso racional de medicamentos
são muito complexos e envolvem uma série de
variá...
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Apresentação - Uso Racional de Medicamentos e Educação Continuada Multiprofissional na Unidade Básica de Saúde - UBS Vila Dalva

660 Aufrufe

Veröffentlicht am

Apresentação realizada no dia 11/04/2016, durante o evento "Desafio Mais Saúde na Cidade", no Anhembi.

Veröffentlicht in: Bildung
  • Als Erste(r) kommentieren

Apresentação - Uso Racional de Medicamentos e Educação Continuada Multiprofissional na Unidade Básica de Saúde - UBS Vila Dalva

  1. 1. Desafio Mais Saúde na Cidade Modalidade: II Promoção á saúde Título do projeto: USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS E EDUCAÇÃO CONTINUADA MULTIPROFISSIONAL NA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE- UBS VILA DALVA UBS – UBS Vila Dalva STS - Butantã CRS- Oeste
  2. 2. Justificativa • Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 50% de todos os medicamentos são incorretamente prescritos, dispensados e vendidos. • No Brasil, o uso incorreto de medicamentos deve-se: poli farmácia, uso indiscriminado de antibióticos, prescrição não orientada, automedicação inapropriada e produtos terapêuticos disponibilizados comercialmente. (OMS) • O uso abusivo, insuficiente ou inadequado de medicamentos lesa a população e desperdiça os recursos públicos. • Em algumas UBSs, a assistência farmacêutica está relacionada ao modelo curativo, com atuação prioritária na gestão dos estoques de medicamentos e sua dispensação. • Sendo assim, a equipe da UBS Vila Dalva, privilegiando a interação com o usuário, se propõe a este desafio de implantar o uso racional de medicamento.
  3. 3. Objetivos • Desenvolver competências na equipe da UBS Vila Dalva para a criação e acompanhamento dos usuários participantes do programa; • Integrar todos os profissionais da UBS em um projeto comum de uso racional de medicamentos e educação continuada pertinente para a população; • Implantar um plano de uso racional de medicamentos na Unidade Básica de Saúde junto à população;
  4. 4. Indicadores • Consumo de medicamentos retirados na farmácia antes das intervenções x consumo das medicações após intervenções; • Índice de medicamentos inapropriados prescritos x índice de medicamentos inapropriados por faixa etária; • Participantes encaminhados pela equipe da UBS Vila Dalva para o programa x Profissionais que atuaram nos grupos.
  5. 5. Atores envolvidos na elaboração do projeto • Gerente da Unidade • Farmacêutico • Médicos ESF e Clínicos • Enfermeiros • Técnicos de Farmácia e Enfermagem • Agente de Saúde • Departamento Administrativo • Apoiadores STS/CRS OESTE
  6. 6. Principais Ações e Prazo • Promover encontros do farmacêutico com os funcionários da UBS Vila Dalva – Inicio - 24/02/2016 • Elaborar critérios de indicações de consulta farmacêutica ou visita domiciliar para avaliação da fármacoterapia prescrita – 20/03/2016. • Implantação do programa de uso racional de medicamentos com a equipe da UBS – 01/04/2016 • Divulgação do programa: na UBS nas consultas e nos períodos de coleta no setor do laboratório e para o conselho gestor. 09/05/2016 • Rever o plano e indicar novas ações. – 01/10/2016
  7. 7. Resultados Esperados • O uso racional de medicamentos refere-se à necessidade do usuário receber o medicamento apropriado, dose correta, período adequado trazendo redução de custos para os cofres públicos e também diminuição dos custos quando adquirido em farmácia comercial. Com os profissionais sensibilizados haverá maior participação nos grupos, analise do perfil dos participantes dos grupos, satisfação dos mesmos, clareza das necessidades de intervenções, correção das prescrições. Interação direta do farmacêutico e da equipe com o paciente; mudança do foco do medicamento para o paciente, na qual o profissional atue na prevenção, detecção e resolução de problemas relacionados a medicamentos
  8. 8. Ganhos obtidos com o processo até o momento • Usuários – Receber o medicamento apropriado, dose correta, período adequado, diminuição dos custos quando adquirido em farmácia comercial e maior qualidade de vida para paciente • Equipe da UBS – Profissionais sensibilizados com uso racional da farmacoterapia do paciente. • Gestores - Redução de custos para os cofres públicos e melhor gestão no controle de estoque e construção e analise do Consumo Médio Mensal (CMM)
  9. 9. Considerações finais • Os requisitos para o uso racional de medicamentos são muito complexos e envolvem uma série de variáveis, em um encadeamento lógico. Para que sejam cumpridos, devem contar com a participação de diversos atores sociais: pacientes, profissionais de saúde, legisladores, formuladores de políticas públicas, governo e outros. • O tema traz uma extrema importância para qualidade de vida do paciente e considerável redução nos custos na saúde publica
  10. 10. Considerações finais • Os requisitos para o uso racional de medicamentos são muito complexos e envolvem uma série de variáveis, em um encadeamento lógico. Para que sejam cumpridos, devem contar com a participação de diversos atores sociais: pacientes, profissionais de saúde, legisladores, formuladores de políticas públicas, governo e outros. • O tema traz uma extrema importância para qualidade de vida do paciente e considerável redução nos custos na saúde publica

×