Successfully reported this slideshow.
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
1. Por que Revolução?o Profundas mudanças estruturais: econômicas, sociais, políticas.2. Revolução burguesa:o A burguesia ...
3. Conceito:o Processo histórico marcado por profundas mudanças na produção, com a introdução de máquinas e da linha de mo...
4. Símbolos e marcos:o Máquinas.o   Fábricas.o   Linha de montagem.o   Urbanização.o   Burguesia industrial.o   Proletaria...
5. Contexto:o Capitalismo Comercial.o A burguesia firmava – se como classe dominante graças aos seus empreendimentos marít...
6. Causas gerais:o Expansão dos mercados.o    Escassez de matérias – primas.o    Burguesia cada vez mais rica.o    Crise d...
7. Etapas de produção:A – Artesanato:o Início: paleolítico.o Uso de paus, pedras, ossos.o Artesão domina todas as fases da...
B – Manufatura:o Produzir com as mãos.o Com o renascimento comercial a burguesia pressionava por mais mercados e lucros.o ...
C – Mecanização:o Revolução Industrial.o As máquinas na produção.o Linha de montagem.o Proletarização do artesão.o Expansã...
9. Revoluções Industriais:A – Primeira Revoluçãoo Meados do século XVIII.o Primeiras máquinas na produção.o Energia: muscu...
B – Segunda Revoluçãoo Meados do século XIX.o Máquinas mais elaboradas.o Energia: fósseis e eletricidade.o Inovações tecno...
C – Terceira Revolução:o Meados do séc. XX até hoje.o Revolução tecnológica: robótica, informática, nanotecnologia e a bio...
10. Pioneirismo inglês:A– Acúmulo de capitaiso Lucros com a expansão marítima.o Tráfico de escravos.o Ação dos corsários.o...
B – Cercamentos (Enclosures):Exército de mão – de – obrao Pequenos agricultores lucravam com a agricultura e o pastoreio.o...
C – Geografia:o Isolamento natural.o Conflitos que abalaram a Europa pouco atingiram a Inglaterra.o Abundância de minérios...
D – Ato de Navegação:o Oliver Cromwell – 1651.o Proibia o transporte de produtos por navios estrangeiros.o Objetivos: cont...
E – Liberalismo:o Inglaterra: berço do Liberalismo.o Oposição ao Mercantilismo.o Defesa do livre mercado.F – Burguesia Cal...
G – Parlamentarismo:o Colocava o controle do governo nas mãos da burguesia.o O Chefe de Estado reinando mas sem poderes.o ...
11. Consequências:o Mecanização intensiva.o Especialização na produção.o Linha de produção e divisão das tarefas.o Expansã...
o Capitalismo atinge o “status” de industrial e financeiro.o Artesãos foram à ruína por não conseguirem competir com as má...
12. Opressão e resistência:A – Trade Unions:o Associações operárias.o Embrião dos Sindicatos.o Mobilizações e greves.B – L...
C – Cartismo:o Carta do Povo ( 1838 ).o Operários se organizam e enviam um abaixo assinado ao Parlamento Inglês com reivin...
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Revolução industrial pdf
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Revolução industrial pdf

10.377 Aufrufe

Veröffentlicht am

Revolução Industrial: Processo, pioneirismo inglês, consequências.

Veröffentlicht in: Bildung

Revolução industrial pdf

  1. 1. REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  2. 2. 1. Por que Revolução?o Profundas mudanças estruturais: econômicas, sociais, políticas.2. Revolução burguesa:o A burguesia conduziu o processo e beneficiou – se dele.o Iniciou – se na Inglaterra no séc. XVIII e continua nos dias atuais.
  3. 3. 3. Conceito:o Processo histórico marcado por profundas mudanças na produção, com a introdução de máquinas e da linha de montagem.o Mudanças na sociedade rural que passou a ser urbana e no trabalho que passou a ser assalariado.
  4. 4. 4. Símbolos e marcos:o Máquinas.o Fábricas.o Linha de montagem.o Urbanização.o Burguesia industrial.o Proletariado.
  5. 5. 5. Contexto:o Capitalismo Comercial.o A burguesia firmava – se como classe dominante graças aos seus empreendimentos marítimos e ao apoio do Estado absolutista.o O mercado consumidor europeu cresceu em relação à produção.
  6. 6. 6. Causas gerais:o Expansão dos mercados.o Escassez de matérias – primas.o Burguesia cada vez mais rica.o Crise do mercantilismo.o Consolidação do Liberalismo.o Tecnologias fizeram aumentar: produção, mercados, lucros.
  7. 7. 7. Etapas de produção:A – Artesanato:o Início: paleolítico.o Uso de paus, pedras, ossos.o Artesão domina todas as fases da fabricação do produto.o Não há linha de montagem nem compromisso com tempo/lucros.
  8. 8. B – Manufatura:o Produzir com as mãos.o Com o renascimento comercial a burguesia pressionava por mais mercados e lucros.o A especialização da produção e a divisão das tarefas proletarizaram o artesão e aumentaram os lucros.
  9. 9. C – Mecanização:o Revolução Industrial.o As máquinas na produção.o Linha de montagem.o Proletarização do artesão.o Expansão: produção e mercados.o Burguesia rica e poderosa.
  10. 10. 9. Revoluções Industriais:A – Primeira Revoluçãoo Meados do século XVIII.o Primeiras máquinas na produção.o Energia: muscular e vapor.o Pioneirismo inglês.o Primeiros centros industriais.
  11. 11. B – Segunda Revoluçãoo Meados do século XIX.o Máquinas mais elaboradas.o Energia: fósseis e eletricidade.o Inovações tecnológicas: ácidos, sintéticos.o Revolução tecnológica: barco a vapor, locomotiva a vapor, rádio, telefone, automóvel, avião, etc.
  12. 12. C – Terceira Revolução:o Meados do séc. XX até hoje.o Revolução tecnológica: robótica, informática, nanotecnologia e a biotecnologia. As tecnologias sempre fizeram parte da vida dos homens e mulheres. Se não imaginamos o mundo sem computadores, internet , celulares, automóveis e aviões devemos à Indústria que busca sempre o novo para seduzir os seus consumidores.
  13. 13. 10. Pioneirismo inglês:A– Acúmulo de capitaiso Lucros com a expansão marítima.o Tráfico de escravos.o Ação dos corsários.o Manufaturas de tecidos.o Burguesia comercial poderosa.o Metais da América nos cofres.
  14. 14. B – Cercamentos (Enclosures):Exército de mão – de – obrao Pequenos agricultores lucravam com a agricultura e o pastoreio.o Novas tecnologias melhoraram a vida e aumentaram a população.o Acabou –se a vida comunal e a burguesia dominando os campos forçou o êxodo rural.
  15. 15. C – Geografia:o Isolamento natural.o Conflitos que abalaram a Europa pouco atingiram a Inglaterra.o Abundância de minérios de ferro e carvão para as indústrias.o Ferro para as máquinas.o Carvão para o vapor.
  16. 16. D – Ato de Navegação:o Oliver Cromwell – 1651.o Proibia o transporte de produtos por navios estrangeiros.o Objetivos: controlar o fluxo de mercadorias e baratear custos.o Atingiu diretamente a Holanda.o Obrigou a Inglaterra a possuir os próprios navios mercantes.
  17. 17. E – Liberalismo:o Inglaterra: berço do Liberalismo.o Oposição ao Mercantilismo.o Defesa do livre mercado.F – Burguesia Calvinista:o Empreendedora e temente a Deus nas crenças da acumulação e no trabalho como sinais de salvação.
  18. 18. G – Parlamentarismo:o Colocava o controle do governo nas mãos da burguesia.o O Chefe de Estado reinando mas sem poderes.o A burguesia no comando do Parlamento praticando políticas em benefício próprio.
  19. 19. 11. Consequências:o Mecanização intensiva.o Especialização na produção.o Linha de produção e divisão das tarefas.o Expansão nos mercados e lucros.o Consolidação da burguesia e do Capitalismo.
  20. 20. o Capitalismo atinge o “status” de industrial e financeiro.o Artesãos foram à ruína por não conseguirem competir com as máquinas.o Nasce o proletariado em situação de exploração, penúria, miséria.o Alienação da mão – de – obra.
  21. 21. 12. Opressão e resistência:A – Trade Unions:o Associações operárias.o Embrião dos Sindicatos.o Mobilizações e greves.B – Ludismo (Ned Ludd):o Movimento de protesto dos quebradores de máquinas.
  22. 22. C – Cartismo:o Carta do Povo ( 1838 ).o Operários se organizam e enviam um abaixo assinado ao Parlamento Inglês com reivindicações:o Voto universal e secreto.o Fim do censo eleitoral.o Remuneração aos políticos.

×