Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Sexo, gênero e sexualidade
Flávio e Adila
Sexo, Gênero e Sexualidade
SEXO
Determinação do Sexo biológico
SEXO
Até a 7ª semana
embrião tem um
botão genital.
Depois disso, os
genes determinam
o sexo biológico
Etapas de desenvolvimento
Etapas de desenvolvimento
Sexo masculino
Sexo masculino
Sexo masculino
Precisa se cuidar
Sexo masculino
Sexo feminino
Sexo feminino
Mitos - Mioma
Sexo feminino
Sexo feminino
Mulher de fases
Sexo feminino
Alterações de humor durante o ciclo menstrual
Diferenças entre os sexos
Diferenças entre os sexos
NEUROCIÊNCIA
• Neurociência – explica porque homens e
mulheres pensam e agem de formas diferentes
Os cérebros possuem as mesmas estruturas
Os cérebros
• Conectomas
Homens – facilitam a
noção espacial e
desempenho motor
Mulheres – conectam mais
os dois hemisféri...
Corpo e sexo
Zonas Erógenas
Determinação do sexo
 Desenvolvimento dos órgãos genitais
 O cromossoma Y é determinante.
 Desenvolvimento
dos órgãos genitais
 Deformações dos órgãos genitais - intersexuais
SRY
 O SRY é um pedaço do cromossomo Y que dispara o mecanismo de
ativação da diferenciação masculina no embrião.
 Até s...
Distúrbio do sexo reverso:
Homem XX
 Isto ocorre quando surge uma recombinação imprópria
entre os cromossomos X e Y, hav...
Quando a genética falha
Distúrbio do sexo reverso:
Mulher XY
 Esta anomalia é encontrada em pessoas que têm um fenótipo feminino
perfeito ou apr...
Genitália ambígua
Genitália ambígua
 Pseudo-
hermafroditismo –
existem partes das
estruturas genitais
internas, mas o genital
externo é de outro
sexo.
Auto-imagem
Envolve muitos clichês, como por exemplo:
1-Uma mulher “feminina”: ou seja, que se comporta de
forma condizente com o que ...
A escola discute
sobre os
gêneros?
Como?
 A MULHER DEVE….
 O HOMEM DEVE….
 Determinação dos papéis sociais.
 Reafirmação dos hábitos sociais do gênero
 Pessoas CIS e TRANS
 Vestuário – expressão social do gênero
 Disforia de gênero
Readequação
readequação
http://revistaescola.abril.com
.br/pdf/kit-gay-escola-sem-
homofobia-mec.pdf
http://revistaescola.abril.com.b
r/formacao/e...
Vivencia com o outro – expressão através da convivência com o
outro.
 Busca da felicidade com outro ser humano.
 HOMOAFE...
 “Orientação sexual” X “Opção sexual”
 A orientação sexual diz respeito à atração
que se sente por outros indivíduos. El...
Algumas
pessoas
optam por
esconder da
sociedade
Buscar
fórmulas
diferentes de
diálogo
Cis Trans
O guia Sexual Orientation, Homossexuality and
Bissexuality, da Associação Americana de
Psicologia, resume: "Não foram feit...
O que será que será?
Masculino Feminino
CisCis Trans Trans
Homo
Hetero
Bi
Assexual
Poli
Inter
Homo
Hetero
Bi
Assexual
Poli...
Desafios
Muito obrigada
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Feuduc 2016 sexualidade escola
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Feuduc 2016 sexualidade escola

Sexo, sexualidade e gênero

  • Loggen Sie sich ein, um Kommentare anzuzeigen.

Feuduc 2016 sexualidade escola

  1. 1. Sexo, gênero e sexualidade Flávio e Adila
  2. 2. Sexo, Gênero e Sexualidade
  3. 3. SEXO
  4. 4. Determinação do Sexo biológico
  5. 5. SEXO Até a 7ª semana embrião tem um botão genital. Depois disso, os genes determinam o sexo biológico
  6. 6. Etapas de desenvolvimento
  7. 7. Etapas de desenvolvimento
  8. 8. Sexo masculino
  9. 9. Sexo masculino
  10. 10. Sexo masculino
  11. 11. Precisa se cuidar Sexo masculino
  12. 12. Sexo feminino
  13. 13. Sexo feminino
  14. 14. Mitos - Mioma
  15. 15. Sexo feminino Sexo feminino Mulher de fases
  16. 16. Sexo feminino Alterações de humor durante o ciclo menstrual
  17. 17. Diferenças entre os sexos
  18. 18. Diferenças entre os sexos
  19. 19. NEUROCIÊNCIA • Neurociência – explica porque homens e mulheres pensam e agem de formas diferentes
  20. 20. Os cérebros possuem as mesmas estruturas
  21. 21. Os cérebros • Conectomas Homens – facilitam a noção espacial e desempenho motor Mulheres – conectam mais os dois hemisférios. Habilidades cognitivas sociais e memória https://www.youtube.com/watch?v=nWKtwa-LVLg
  22. 22. Corpo e sexo Zonas Erógenas
  23. 23. Determinação do sexo
  24. 24.  Desenvolvimento dos órgãos genitais  O cromossoma Y é determinante.
  25. 25.  Desenvolvimento dos órgãos genitais
  26. 26.  Deformações dos órgãos genitais - intersexuais
  27. 27. SRY  O SRY é um pedaço do cromossomo Y que dispara o mecanismo de ativação da diferenciação masculina no embrião.  Até sete semanas após a fertilização, o embrião humano não tem definição de sexo. Exatamente na sétima semana, o gene SRY começa a se expressar.  Produz uma proteína que entra em funcionamento e, então, começa a criar as características do fenótipo masculino.  Até sete semanas após a fertilização, o embrião humano não tem definição de sexo. 
  28. 28. Distúrbio do sexo reverso: Homem XX  Isto ocorre quando surge uma recombinação imprópria entre os cromossomos X e Y, havendo fusão de um trecho do cromossomo Y, contendo o gene SRY/Sry, com a ponta de um dos cromossomos X.  Neste caso, em um indivíduo com sexo genético 46,XX desenvolvem-se testículos com capacidade de produção de testosterona e de virilização da genitália externa. Na verdade, cerca de 1/5 desses pacientes apresentam ambigüidade genital, o que permite que o diagnóstico seja feito na faixa etária pediátrica.  Infertilidade - incapacidade de os testículos produzirem espermatozóides,
  29. 29. Quando a genética falha
  30. 30. Distúrbio do sexo reverso: Mulher XY  Esta anomalia é encontrada em pessoas que têm um fenótipo feminino perfeito ou apresentam ambigüidade genital, mas que guardam em seus cromossomos uma bagagem genética exclusivamente masculina.  Nos casos de disgenesia gonadal completa, a pessoa apresenta todas as características exteriores de uma mulher, mas sua bagagem genética leva o cromossomo Y, como a dos homens.  Ocorreu uma deleção ou mutação no braço curto do Y.  Esta anomalia só é descoberta na puberdade, uma vez que esta mulher não produz óvulos. Assim, as características sexuais secundárias que surgem na adolescência simplesmente não se manifestam.
  31. 31. Genitália ambígua
  32. 32. Genitália ambígua
  33. 33.  Pseudo- hermafroditismo – existem partes das estruturas genitais internas, mas o genital externo é de outro sexo.
  34. 34. Auto-imagem
  35. 35. Envolve muitos clichês, como por exemplo: 1-Uma mulher “feminina”: ou seja, que se comporta de forma condizente com o que a sociedade geralmente espera dela, nesse sentido – se maquia, é delicada 2-Uma mulher que não é vaidosa e gosta de esportes violentos, é “masculinizada”; 3-Um homem delicado, sensível, “afeminado”; 4-Um homem rude, viril, é “masculino”, “másculo”;
  36. 36. A escola discute sobre os gêneros? Como?
  37. 37.  A MULHER DEVE….  O HOMEM DEVE….
  38. 38.  Determinação dos papéis sociais.  Reafirmação dos hábitos sociais do gênero  Pessoas CIS e TRANS
  39. 39.  Vestuário – expressão social do gênero
  40. 40.  Disforia de gênero
  41. 41. Readequação readequação
  42. 42. http://revistaescola.abril.com .br/pdf/kit-gay-escola-sem- homofobia-mec.pdf http://revistaescola.abril.com.b r/formacao/educacao-sexual- precisamos-falar-romeo- 834861.shtml As pessoas TRANS existem e vão para a escola
  43. 43. Vivencia com o outro – expressão através da convivência com o outro.  Busca da felicidade com outro ser humano.  HOMOAFETIVO, HETEROAFETIVO, ASSEXUAL, BISSEXUAL
  44. 44.  “Orientação sexual” X “Opção sexual”  A orientação sexual diz respeito à atração que se sente por outros indivíduos. Ela geralmente também envolve questões sentimentais, e não somente sexuais.  Não é uma questão de opção
  45. 45. Algumas pessoas optam por esconder da sociedade
  46. 46. Buscar fórmulas diferentes de diálogo
  47. 47. Cis Trans
  48. 48. O guia Sexual Orientation, Homossexuality and Bissexuality, da Associação Americana de Psicologia, resume: "Não foram feitas, por enquanto, descobertas conclusivas sobre a determinação da sexualidade por qualquer fator em particular. O tempo de emergência, reconhecimento e expressão da orientação sexual varia entre os indivíduos".
  49. 49. O que será que será? Masculino Feminino CisCis Trans Trans Homo Hetero Bi Assexual Poli Inter Homo Hetero Bi Assexual Poli Homo Hetero Bi Assexual Poli Homo Hetero Bi Assexual Poli Homo Hetero Bi Assexual Poli
  50. 50. Desafios
  51. 51. Muito obrigada

×