Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

06 Aspectos Científicos do Martírio de Cristo

2.841 Aufrufe

Veröffentlicht am


Análise do falso julgamento e das toruturas sofridas por Jesus Cristo.
Para melhor visualizar o slide é preciso instalar as fontes:
BSTGreek
BSTHebrew

Pode usar à vontade, desde que cite o autor.

Veröffentlicht in: Bildung, Seele & Geist
  • Loggen Sie sich ein, um Kommentare anzuzeigen.

06 Aspectos Científicos do Martírio de Cristo

  1. 1.
  2. 2. INTRODUÇÃO<br />1<br />Por que a morte na Cruz?<br />Em que dia Cristo morreu?<br />O julgamento de Cristo<br />O Martírio de Cristo<br />A Morte na Cruz<br />2<br />3<br />4<br />5<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  3. 3. Por que a Morte na Cruz?<br />O derramamento de sangue<br />“E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão”<br />(Hb 9:22)<br />O “madeiro”<br />“O seu cadáver não permanecerá no madeiro, mas certamente o enterrarás no mesmo dia; porquanto o pendurado é maldito de Deus; assim não contaminarás a tua terra, que o Senhor teu Deus te dá em herança”<br />(Dt 21:23)<br />“Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro”<br />(Gl 3:13)<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  4. 4. Em que dia Cristo morreu?<br />Três dias e três noites<br />“Pois, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra”<br />(Mt 12:40)<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  5. 5. Em que dia Cristo morreu?<br />* SÁBADO *<br />(10 de abibe)<br />Lc 13:10, 31-33<br />Herodes deseja prendê-lo e matá-lo<br /> Jesus diz que só após três dias seria entregue<br />Sábado / Domingo / Segunda / Terça e QUARTA<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  6. 6. Em que dia Cristo morreu?<br />* DOMINGO *<br />(11 de abibe)<br />Junta-se à uma caravana vinda da Peréia<br />Entra em Jerusalém, montado em um jumentinho<br />Expulsa os cambistas do templo<br />Retirou-se para Betânia<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  7. 7. Em que dia Cristo morreu?<br />* SEGUNDA *<br />(12 de abibe)<br />Volta à Jerusalém pela manhã<br />Fica no templo, ensinando (Mt 21:23 - 25:46)<br />Mateus diz que:<br />“daqui a dois dias é a páscoa; e o Filho do homem será entregue para ser crucificado” (Mt 26:2)<br />Judas procurou o príncipe dos sacerdotes para combinar o preço da traição<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  8. 8. Em que dia Cristo morreu?<br />* TERÇA *<br />(13 de abibe)<br />Manda fazer os preparativos da Páscoa<br />Antecipa para a noite do dia 13<br />Lava os pés dos apóstolos<br />Institui a Santa Ceia<br />Anuncia a traição<br />Últimas instruções aos Seus discípulos<br />Judas chega com soldados<br />Os discípulos fogem<br />Jesus é levado perante Anás<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  9. 9. Em que dia Cristo morreu?<br />* QUARTA *<br />(14 de abibe – Ex 12:18)<br />Jesus é levado para a audiência com Pilatos<br />Pilatos envia Jesus a Herodes<br />Herodes envia Jesus novamente a Pilatos<br />Barrabás é solto<br />Jesus é martirizado, crucificado e morre<br />José de Arimatéia pede a Pilatos o corpo<br />Jesus é sepultado (iniciam-se os três dias)<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  10. 10. Em que dia Cristo morreu?<br />* QUINTA *<br />(15 de abibe)<br />Dia denominado de “o grande Sábado”<br />- 1º dia após o sacrifício do cordeiro pascoal<br /> - O dia do preparo dos judeus para a Páscoa<br />15 do mês de Abibe (Nissan) do ano 32<br />- Quinta-feira (começo da festa dos Asmos)<br /> - Um “sábado” (dia santificado para cessação de trabalhos e repouso, por ser o 1º dia da festa dos pães asmos)<br />Quarta-feira anterior<br />- “véspera do sábado”<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  11. 11. Em que dia Cristo morreu?<br />* DOMINGO *<br />(18 de abibe)<br />Ressurreição<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  12. 12. Em que dia Cristo morreu?<br />CORPO DE JESUS NO TÚMULO<br />QUINTA: DIA E NOITE<br />SEXTA: DIA E NOITE<br />SÁBADO: DIA E NOITE<br />Mt 12:40<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  13. 13. O julgamento de Cristo<br />LEI MOSAICA<br />Traição<br />1) A traição era banida.<br /> 2) Pela traição de Judas o acusado foi apresentado.<br />Prisão<br />1) Não era prevista a Prisão Preventiva, somente a Prisão em Flagrante Delito.<br /> 2) Jesus foi procurado e preso ilegalmente a noite, sem qualquer mandado de prisão.<br />Investigação<br />1) Previa investigação e acusação, sendo necessário ter conhecimento do crime que lhe era atribuído.<br /> 2) Não existiu qualquer investigação.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  14. 14. O julgamento de Cristo<br />LEI MOSAICA<br />Interrogatório<br />1) O interrogatório era previsto no Tribunal.<br /> 2) Houve interrogatório ilegal por Anás.<br />Confissão<br />1) A confissão era proibida, porém se associada a duas testemunhas formavam as provas.<br /> 2) Não houve confissão.<br />Testemunhas<br />1) Imprescindível, no mínimo, duas testemunhas desde que não houvesse contradição.<br /> 2) Foram aliciadas 08 testemunhas, porém tão contraditórias que os membros do Tribunal as dispensaram, sendo convocadas mais duas que também não foram concordes.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  15. 15. O julgamento de Cristo<br />LEI MOSAICA<br />Julgadores<br />1) Os membros do Tribunal tinham que ser notificados oficialmente.<br /> 2) Foram convocados com urgência no meio da noite, e somente os que haviam se reunido par a prisão de Jesus.<br />Impedimentos<br />1) Havia proibição de que qualquer parente, amigo ou inimigo do acusado o julgasse.<br /> 2) Os membros do Tribunal eram inimigos.<br />Julgamento<br />1) Nos dias anteriores a festas era proibido qualquer prisão ou julgamento.<br /> 2) A prisão e julgamento de Cristo foram na véspera da sábado de Páscoa.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  16. 16. O julgamento de Cristo<br />LEI MOSAICA<br />Rito<br />1) As assembléias e Comissões dos Tribunais tinham datas oficiais para julgar, sempre segundas e quintas.<br /> 2) No julgamento de Cristo foi desrespeitado as exigências legais ocorrendo na terça e quarta.<br />Competência<br />1) Para o tipo de crime (BLASFÊMIA) atribuído a Jesus o Tribunal dos Setenta (Sinédrio) era o competente. <br /> 2) Pilatos julgou-se incompetente para julgar Cristo pelo tipo de crime e pela localidade, passando para Herodes.<br />Prazo<br />1) Em crimes de pena capital o julgamento que condenasse não poderia ser concluído no mesmo dia.<br /> 2) O Julgamento de Jesus durou menos de 24 horas.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  17. 17. O julgamento de Cristo<br />LEI MOSAICA<br />Tipificação<br />1) Era preciso para caracterizar a Blasfêmia que Cristo pronunciasse a palavra DEUS.<br /> 2) Caifás pergunta: És o Cristo, o Filho de Deus? <br /> Jesus responde: doravante vereis o filho do homem sentado à direita do Todo Poderoso.<br />Veredicto<br />1) Quando o veredicto é unânime pela condenação resulta em absolvição.<br /> 2) Concluído esse interrogatório por unanimidade proferiram o veredicto: É réu de morte.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  18. 18. O julgamento de Cristo<br />LEI MOSAICA<br />Pena<br />1) Para os crimes capitais o Tribunal poderia infligir quatro tipos de pena de morte: lapidação, abrasamento, decapitação e estrangulamento.<br /> 2) A pena foi de morte, porém o Sinédrio não tinha competência para executá-la. Somente o Governador – Procurador Pôncio Pilatos é quem tinha o poder, porque queriam que fosse por crucificação.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  19. 19. O martírio de Cristo<br />Açoitamento (flagelamento)<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  20. 20. O martírio de Cristo<br />Coroa de espinhos<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  21. 21. O martírio de Cristo<br />O “Patibulum”<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  22. 22. O martírio de Cristo<br />Traspassamentos<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  23. 23. A morte na Cruz<br />Respiração na Cruz<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  24. 24. A Morte na Cruz<br />Rupturas e Efeitos internos<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  25. 25. A morte na Cruz<br />JEOVÁ (IHWH) na Cruz<br />Ex 3:14<br />Jo 12:32-34<br />Jo 8:58<br />Mt 27:37<br />Mc 15:26<br />Lc 23:38<br />Jo 19:19<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  26. 26. A morte na Cruz<br />“E, clamando Jesus com grande voz, disse: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito. E, havendo dito isto, expirou”<br />(Lc 23:46)<br />“Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para tornar a tomá-la. Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para a dar, e poder para tornar a tomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai”<br />(Jo 10:17)<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  27. 27. LIÇÕES BÍBLICAS<br />1. A Cruz não é símbolo de maldição;<br />2. Jesus assumiu o nosso lugar na Cruz;<br />3. A dor e o sofrimento de Jesus foram indescritíveis;<br />4. Jesus, sendo Deus, abriu mão de Sua glória, mas não de Sua divindade;<br />5. O único meio de ser salvo é através de Cristo.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  28. 28. Revista CALEBE<br />Blog do CALEBE<br />caleberobson.blogspot.com<br />

×