Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
NEUROANATOMIA
MACROSCÓPICA – LOBOS
CEREBRAIS
ÁREAS DE BROADMAN E
HOMÚNCULOS DE
PENFIELD
Marcelino de Paula
Prof.: eugenio ...
10/11/2010
2
MarcelinodePaula
CITOAQUITETURA
 Forma de divisão cerebral com base na arquitetura
neuronal;
 Os neurônios são organizados quanto a sua
m...
 Brodmann dividiu o córtex cerebral
em, aproximadamente, 52 regiões
distintas, numeradas quanto a sua
morfologia e organi...
10/11/2010
5
MarcelinodePaula
10/11/2010
6
MarcelinodePaula
HOMÚNCULOS SENSITIVOS E
MOTORES
 Na década de 1940 Wilder Penfield, um
neurocirurgião, inicia estudos sobre a epilepsia;
...
10/11/2010
8
MarcelinodePaula
 O homúnculo sensitivo reforça a grandeza das áreas
corticais a que correspondem os lábios, bochechas, as
mãos e os dedos...
 O homúnculo motor destaca as áreas destinadas à
boca, língua e mãos – com ênfase na ponta dos
dedos;
10/11/2010
10
Marce...
Com esses modelos podemos ter
uma ideia de como nosso cérebro
funciona em relação à sensibilidade
e motricidade do corpo;...
RETOMANDO
 Divisão citoarquitetônica do córtex, por Korbinian
Brodmann, na virada do século XX;
 Início dos estudos de W...
REFERÊNCIAS
 GAZZANIGA, M. S.; IVRY, B.; MANGUN, R.
Neurociência cognitiva: a biologia da mente. 2ª
ed. Porto Alegre: Art...
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Brodmann e penfield

2.762 Aufrufe

Veröffentlicht am

Aula sobre Broadman e Penfield.

Veröffentlicht in: Gesundheitswesen
  • Loggen Sie sich ein, um Kommentare anzuzeigen.

Brodmann e penfield

  1. 1. NEUROANATOMIA MACROSCÓPICA – LOBOS CEREBRAIS ÁREAS DE BROADMAN E HOMÚNCULOS DE PENFIELD Marcelino de Paula Prof.: eugenio Pereira de Paula Junior aula 27-28
  2. 2. 10/11/2010 2 MarcelinodePaula
  3. 3. CITOAQUITETURA  Forma de divisão cerebral com base na arquitetura neuronal;  Os neurônios são organizados quanto a sua morfologia e organização;  Embasada na análise histológica dos tecidos cerebrais;  A homogeneidade das células PODE representar uma área funcional;  O pioneirismo desse trabalho, iniciado na virada do século XX, é atribuído à Korbinian Brodmann, um neuroanatomista alemão; 10/11/2010 3 MarcelinodePaula
  4. 4.  Brodmann dividiu o córtex cerebral em, aproximadamente, 52 regiões distintas, numeradas quanto a sua morfologia e organização;  Esses estudos prosseguem até hoje e já chegaram ao número de quase 200 áreas distintas, porém a divisão de Brodmann ainda é a mais aceita;  A divisão de Brodmann não é sistemática e corresponde mais a ordem da investigação realizada;  Isso quer dizer que as correlações numéricas praticamente inexistem; 10/11/2010 4 MarcelinodePaula
  5. 5. 10/11/2010 5 MarcelinodePaula
  6. 6. 10/11/2010 6 MarcelinodePaula
  7. 7. HOMÚNCULOS SENSITIVOS E MOTORES  Na década de 1940 Wilder Penfield, um neurocirurgião, inicia estudos sobre a epilepsia;  Com base nesses estudos descobre as partes corporais, a que correspondem a sensação e a motricidade, nas áreas do córtex;  Esquematiza pequenas figuras humanas – homúnculos – em que as partes do corpo são desproporcionais ao seu tamanho real;  Entretanto são correspondentemente proporcionais ao tamanho da área que ocupam no cérebro;  Dividem-se em: homúnculo motor e homúnculo sensitivo; 10/11/2010 7 MarcelinodePaula
  8. 8. 10/11/2010 8 MarcelinodePaula
  9. 9.  O homúnculo sensitivo reforça a grandeza das áreas corticais a que correspondem os lábios, bochechas, as mãos e os dedos (Principalmente o indicador); 10/11/2010 9 MarcelinodePaula
  10. 10.  O homúnculo motor destaca as áreas destinadas à boca, língua e mãos – com ênfase na ponta dos dedos; 10/11/2010 10 MarcelinodePaula
  11. 11. Com esses modelos podemos ter uma ideia de como nosso cérebro funciona em relação à sensibilidade e motricidade do corpo; 10/11/2010 11 MarcelinodePaula
  12. 12. RETOMANDO  Divisão citoarquitetônica do córtex, por Korbinian Brodmann, na virada do século XX;  Início dos estudos de Wilder Penfield na década de 1940;  Importante ligação desses modelos explicativos na compreensão do funcionamento das áreas corticais. 10/11/2010 12 MarcelinodePaula
  13. 13. REFERÊNCIAS  GAZZANIGA, M. S.; IVRY, B.; MANGUN, R. Neurociência cognitiva: a biologia da mente. 2ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2006. p. 90 – 91;  MACHADO, Angelo B. M. Neuroanatomia funcional. 2ª ed. São Paulo: Atheneu, 2006. p. 264 – 266. 10/11/2010 13 MarcelinodePaula

×