Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Organização da Informação e do Conhecimento nas empresas: desenvolvimento e uso das taxonomias . Camila Ribeiro
Introdução <ul><li>Crescimento informacional. </li></ul><ul><ul><ul><li>Brasil 8º no Ranking mundial de público “ on line ...
 
Do grego: verbo  tassein  = “arranjo, ordem&quot; e  nomos  = “lei, ciência, administrar” “ Teoria das Classificações” Int...
Carlan (2010).
“ Teoria das Classificações” Campo da Ciência que classifica a vida Linguagem controlada Lista organizada de palavras e fr...
<ul><li>Facilitar o acesso à informação </li></ul><ul><ul><li>Representar conceitos através de termos; </li></ul></ul><ul>...
<ul><li>No mundo dos negócios </li></ul><ul><ul><li>Taxonomias são regras de alto nível para organizar e classificar infor...
<ul><li>No mundo dos negócios </li></ul><ul><ul><li>As boas taxonomias devem facilitar a busca por documentos, permitindo ...
<ul><li>Aspectos da Taxonomia </li></ul><ul><ul><li>Comunicabilidade : os termos utilizados devem transparecer os conceito...
Figura 2: Metodologia de Desenvolvimento de Taxonomia: Visão Geral Fonte: VOGEL (20--)
<ul><li>A maior parte das informações em uma empresa estão sob a forma de textos, seu tratamento é um assunto essencial, e...
 
<ul><li>CARLAN, E.  Sistemas de Organização do Conhecimento:  uma reflexao no contexto da ciência da informação. 2010. 195...
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Organização da Informação e do Conhecimento nas empresas: desenvolvimento e uso da taonomia

1.414 Aufrufe

Veröffentlicht am

Trabalho final da disciplina de Gestão do Conhecimento.

Veröffentlicht in: Technologie, Business
  • Als Erste(r) kommentieren

Organização da Informação e do Conhecimento nas empresas: desenvolvimento e uso da taonomia

  1. 1. Organização da Informação e do Conhecimento nas empresas: desenvolvimento e uso das taxonomias . Camila Ribeiro
  2. 2. Introdução <ul><li>Crescimento informacional. </li></ul><ul><ul><ul><li>Brasil 8º no Ranking mundial de público “ on line ” (COMSCORE, 2011; NIELSEN COMPANY, 2010). </li></ul></ul></ul><ul><li>Principais desafios para as pessoas e para as organizações </li></ul><ul><ul><li>Saber detectar e gerenciar a informação eficaz, em busca de melhor posicionamento no espaço competitivos no qual atua (LIRA et al , 2008). </li></ul></ul>
  3. 4. Do grego: verbo tassein = “arranjo, ordem&quot; e nomos = “lei, ciência, administrar” “ Teoria das Classificações” Introduzida em 1813 por Candolle.
  4. 5. Carlan (2010).
  5. 6. “ Teoria das Classificações” Campo da Ciência que classifica a vida Linguagem controlada Lista organizada de palavras e frases, ou sistemas de notação que se usam para iniciar um processo de indexação e recuperação de informação. Se organiza em níveis controlados Esquema de navegação ordenado hierarquicamente Estruturas conceituais adequadas para seu uso na Web semântica O que organiza de forma temática variada, criando níveis taxonômicos apropriados para o processamento informático O que cria ordem no caos de unidades conceituais, advindas de documentos extremamente variados Tipo de vocabulário controlado
  6. 7. <ul><li>Facilitar o acesso à informação </li></ul><ul><ul><li>Representar conceitos através de termos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Agilizar a comunicação entre especialistas e entre especialistas e outros públicos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Encontrar o consenso; </li></ul></ul><ul><ul><li>Propor formas de controle da diversidade de significação; e </li></ul></ul><ul><ul><li>Oferecer um mapa de área que servirá como guia em processos de conhecimento. </li></ul></ul>
  7. 8. <ul><li>No mundo dos negócios </li></ul><ul><ul><li>Taxonomias são regras de alto nível para organizar e classificar informação e conhecimento. </li></ul></ul><ul><ul><li>Organizações que não conseguem fazer isto acabam não compreendendo as atividades agregadoras de valor dentro delas mesmas; atividades estas que crescentemente estão baseadas na produção e uso de informação e conhecimento (TERRA et al , 20--) . </li></ul></ul>
  8. 9. <ul><li>No mundo dos negócios </li></ul><ul><ul><li>As boas taxonomias devem facilitar a busca por documentos, permitindo que as pesquisas possam ser conduzidas por diferentes critérios (ex: autor, data, formato de arquivo, domínio de conhecimento, etc.). </li></ul></ul><ul><ul><li>A taxonomia deve ajudar a criar caminhos (categorias) múltiplos para encontrar a mesma informação, de acordo com o ponto de vista adotado (TERRA et al , 20--). </li></ul></ul>
  9. 10. <ul><li>Aspectos da Taxonomia </li></ul><ul><ul><li>Comunicabilidade : os termos utilizados devem transparecer os conceitos carregados, de acordo com a linguagem utilizada pelos usuários do sistema. </li></ul></ul><ul><ul><li>Utilidade : deve apresentar somente os termos necessários. </li></ul></ul><ul><ul><li>Estimulação : apresentar termos que induzem o usuário a continuar a navegação pelo sistema. </li></ul></ul><ul><ul><li>Compatibilidade : deve conter somente estruturas do campo que se está ordenando e que façam parte das atividades ou funções da organização. </li></ul></ul>
  10. 11. Figura 2: Metodologia de Desenvolvimento de Taxonomia: Visão Geral Fonte: VOGEL (20--)
  11. 12. <ul><li>A maior parte das informações em uma empresa estão sob a forma de textos, seu tratamento é um assunto essencial, e seu uso correto no dia-a-dia deverá favorecer o desempenho de outras atividades corporativas. </li></ul><ul><li>A taxonomia do conhecimento nas organizações favorece a criação de novos conhecimentos por seus colaboradores. </li></ul>
  12. 14. <ul><li>CARLAN, E. Sistemas de Organização do Conhecimento: uma reflexao no contexto da ciência da informação. 2010. 195 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Programa de Pos-Graduacao em Ciencia da Informação, UNB, Brasília, 2010. </li></ul><ul><li>COMSCORE. The Brazilian online audience . Fevereiro, 2011. Disponível em: < http://www.comscore.com/por/Press_Events/Presentations_Whitepapers/2011/State_of_the_Internet_in_Brazil >. Acesso em: 15 fev. 2011. </li></ul><ul><li>CURRÁS, E. Ontologías, taxonomía y tesauros : manual de construcción y uso. Gijón: Ediciones TREA, 2005. </li></ul><ul><li>LIRA, W.S.; et al. A busca e o uso da informação nas organizações. Perspectivas... , v. 13, n. 1, p.166-183, jan./ abr. 2008. </li></ul><ul><li>NIELSEN COMPANY. Social networks/blogs now account for one in every four and a half minutes online. Nielsenwire . Junho, 2010. Disponível em: < http://blog.nielsen.com/nielsenwire/global/social-media-accounts-for-22-percent-of-time-online/ >. Acesso em: 10 fev. 2011. </li></ul><ul><li>SOUZA, G.M. Taxonomia: do planejamento à implantação. Belo Horizonte: Experiência Semântica, 2011. </li></ul><ul><li>TERRA, J.C.C.; et al . Taxonomia: elemento fundamental para a gestão do conhecimento. São Paulo: TerraFórum Consultora, [20--]. Disponível em: < http://biblioteca.terraforum.com.br/Paginas/Taxonomia-elementofundamentalparaaGC.aspx >. Acesso em: 30 maio 2011. </li></ul><ul><li>VOGEL, M.J.M. Taxonomia: produto ou processo? São Paulo: Terrafórum consultores, [20--]. Disponível em: < http://www.terraforum.com.br/biblioteca/Documents/libdoc00000192v001taxonomia_%20produto_ou_processo.pdf >. Acesso em: 30 maio 2011. </li></ul>

×