Saudações em cristo

1.106 Aufrufe

Veröffentlicht am

Estudo rápido sobre como os cristãos devem saudar uns aos outros

Veröffentlicht in: Seele & Geist
  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Saudações em cristo

  1. 1. Saudações em Cristo. A saudação típica do Novo Testamento, especialmente dos apóstolos, não é como se acostumou dizer em meios pentecostais, “a paz do Senhor”, que não aparece dessa forma nem ao menos uma vez. Com pelo menos 15 citações diretas, o meio mais usual de saudar as igrejas e as pessoas por cartas é com a frase “graça e paz” ou “graça, misericórdia e paz”. Veja as referências abaixo: A todos os que estais em Roma, amados de Deus, chamados santos: Graça e paz de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. Rm 1:7 ... graça e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. 1Co 1:3 ... graça a vós e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo. 2Co 1:2 ... graça e paz, da parte de Deus Pai e da de nosso Senhor Jesus Cristo, ... Gl 1:3 ... a vós graça e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo. Ef 1:2 ... graça a vós e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo. Fp 1:2 ... aos santos e irmãos fiéis em Cristo que estão em Colossos: graça a vós e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo. Cl 1:2 Paulo, e Silvano, e Timóteo, à igreja dos tessalonicenses, em Deus, o Pai, e no Senhor Jesus Cristo: graça e paz tenhais de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. 1Ts 1:1 ... graça e paz a vós, da parte de Deus, nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo. 2Ts 1:2 ... a Timóteo, meu verdadeiro filho na fé: graça, misericórdia e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e da de Cristo Jesus, nosso Senhor. 1Tm 1:2 ... a Timóteo, meu amado filho: graça, misericórdia e paz, da parte de Deus Pai, e da de Cristo Jesus, Senhor nosso. 2Tm 1:2 ... a Tito, meu verdadeiro filho, segundo a fé comum: graça, misericórdia e paz, da parte de Deus Pai e da do Senhor Jesus Cristo, nosso Salvador. Tt 1:4 ... graça a vós e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo. Fl 1:3
  2. 2. ... eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: graça e paz vos sejam multiplicadas. 1Pd 1:2 ... graça e paz vos sejam multiplicadas, pelo conhecimento de Deus e de Jesus, nosso Senhor. 2Pd 1:2 A graça, a misericórdia, a paz, da parte de Deus Pai e da do Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai, sejam convosco na verdade e caridade. 2Jo 1:3 João, às sete igrejas que estão na Ásia: Graça e paz seja convosco da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete Espíritos que estão diante do seu trono; ... Ap 1:4 Observe que todas as epístolas reconhecidamente paulinas tem essa saudação, além das de Pedro, a segunda Epístola de João e o livro do Apocalipse. As exceções são os Evangelhos, que não são cartas, a Epístola aos Hebreus, a Epístola de Tiago e 1ª Epístola de João que não têm uma saudação inicial, a 3ª Epístola de João que, pelo tamanho, tem uma curtíssima introdução e a Epístola de Judas que tem uma saudação própria nos seguintes termos: “misericórdia, a paz e o amor vos sejam multiplicados” (v 2). Vimos portanto que as saudações feitas por cartas obedeciam a um padrão comum pelo uso das palavras graça e paz, entretanto, quando eram feitas pessoalmente, o padrão parece ser outro: o ósculo (beijo) na face: Não me deste ósculo; ela, entretanto, desde que entrei não cessa de me beijar os pés. Lc 7:45 Saudai-vos uns aos outros com ósculo santo. Todas as igrejas de Cristo vos saúdam. Rm 16:16 Todos os irmãos vos saúdam. Saudai-vos uns aos outros com ósculo santo. 1Co 16:20 Saudai-vos uns aos outros com ósculo santo. 2Co 13: 12 Saudai todos os irmãos com ósculo santo. 1Ts 5:26 Saudai-vos uns aos outros com ósculo de amor. Paz a todos vós que vos achais em Cristo. 1Pe 5:14 O beijo (na face) parece ter sido o modo usual de saudar as pessoas, tanto homens quanto mulheres naqueles tempos. Um dos casos mais conhecidos coloca Judas e Jesus em cena: “Falava ele ainda, quando chegou uma multidão; e um dos doze, o chamado Judas, que vinha à frente deles, aproximou-se de Jesus para o
  3. 3. beijar. Jesus, porém, lhe disse: Judas, com um beijo trais o Filho do Homem?” (Lc 22.47,48) Conhecido como o beijo da traição, esse talvez seja esse o principal motivo pelo qual a prática perdeu força ao longo do tempo, além, é claro, do melindre que pode causar. Hoje em dia, a forma mais usual de cumprimentar em todo o mundo, pelo menos na parte ocidental dele é pelo aperto de mãos. Prática universal, é fundamental para a primeira impressão entre as pessoas. É claro que não é errado desejar sinceramente a um irmão que sinta a paz do Senhor, mas não devemos nunca impor uma forma específica de saudação.

×