SlideShare ist ein Scribd-Unternehmen logo
1 von 7
Downloaden Sie, um offline zu lesen
INSTITUTO VOLUNTÁRIOS EM AÇÃO – IVA/SC




    Oficina para Elaboração
         de Projetos Sociais
Manual para Organizações Sem Fins Lucrativos




                                               2011


             Módulo 4
      Cronograma e Orçamento



           WWW.VOLUNTARIOSONLINECURSOS.ORG.BR
Módulo 4
                   Cronograma e Orçamento

Neste quarto Módulo, iremos apresentar os importantes pontos presentes na
Comunicação, Cronograma e Orçamento do seu Projeto. Esses itens são obrigatórios
no preenchimento do Formulário de Apresentação de Projeto Social e merece muita
atenção da sua Organização.


1. Comunicação

O projeto deverá prever recursos para ações de comunicação que visem a promoção
das ações implementadas patrocinadas pela Eletrosul.


Neste item, a Organização deve colocar de que forma será realizada a divulgação da
marca da Eletrosul junto à divulgação do projeto. Destaque as estratégias e materiais a
serem utilizados para esse fim, assim como os mecanismos de vinculação do projeto à
Eletrosul.


Veja um Exemplo:


A Eletrosul terá sua logomarca afixada em todas as peças impressas do projeto e será
mencionada como patrocinadora, em entrevistas, artigos e outras peças de difusão,
bem como em materiais como: folders, panfletos, banners e outros impressos, mala
direta, bonés, uniformes, etc.
2. Cronograma

Repare que o Cronograma do projeto é um quadro complementar ao quadro dos
objetivos, ações e resultados, que nos permite saber quando cada ação será realizada.


As atividades que serão desenvolvidas devem se inserir neste espaço de tempo. O
cronograma é a disposição gráfica das épocas em que as atividades vão acontecer e
permite uma rápida visualização da seqüência em que devem acontecer.


Sendo assim, o cronograma constitui instrumento essencial de gestão e, por isso, deve
ser elaborado com critério. Relacione, em um Quadro, as principais atividades do
projeto indicando os prazos de realização de cada uma, distribuindo-as mês a mês.


Importante: A duração do seu projeto é de 12 meses. Porém, a prestação de contas
total dos recursos deve ser feita até o último dia útil do ano corrente, ou seja: mesmo
o término do Projeto ocorrendo em meados do ano de 2012, a prestação de contas
total do recurso gasto deverá ser enviada à Eletrosul até 31.12.2011.


Além disso, é importante saber que a Organização proponente poderá participar do
Edital por 2 (dois) anos consecutivos. Após, terá que ficar 24 meses sem participar do
Edital.


Veja um Modelo de Cronograma:


 Objetivos Específicos               Atividades                 Jan     Fev   Mar    Abr
1. Instalar sala de aula 1.1 Escrever o projeto e negociar       X             X      X
na escola municipal do proposta de financiamento;
bairro                   1.2. Aquisição de material;                    X                 X
                        1.3. Implantação da sala de aula                X      X          X
2.    Capacitação     e 2.1. Elaboração e planejamento do               X
treinamento de       25 curso;
educadores              2.2. Realização de aulas.                                         X
3. Orçamento do Projeto
Após um planejamento detalhado das atividades, pode-se perguntar quanto custará o
projeto!


Essa Etapa enfoca a descrição dos recursos necessários para colocar em prática o seu
Projeto, no qual se indica com o que e quando serão gastos os recursos e de que
fontes virão os recursos. Com essas informações bem claras, você poderá estimar
quanto dinheiro é preciso, de onde ele poderá vir e como ele será gasto ao longo do
tempo.


Não há muita redação a fazer, apenas alguns comentários sobre itens específicos, se
julgar interessante. Este deve ser um item conciso, prático e esclarecedor a qualquer
um que o ler: desde sua equipe até um estranho financiador.


O que você precisa saber antes de começar a elaborar o Orçamento:



                                  As Categorias de
         Os Recursos                                              O Orçamento
                                      Despesas
 • São todos os bens,          • Podemos utilizar             • Orçamento é o
  insumos e serviços            varias categorias ou           planejamento
  utilizados na                 grupos de despesas.            financeiro do seu
  realização das               • Confira o exemplo             Projeto.
  atividades do                 na planilha abaixo,           • É uma estimativa,
  Projeto.                      porém, coloque as              que expressa em
 • Quais os recursos            categorias ou items            dinheiro o
  necessários e onde            que você considere             desenvolvimento
  encontrá-los?                 necessários para o             das atividades.
 • Identificar fontes           seu projeto.
  possíveis de
  captação;
Importante: Como o orçamento é uma estimativa, ele tem uma margem de erro. Por
isso mesmo é que, quanto mais claro for o quadro de orçamento, mais transparência
terá e mais chance terá seu Projeto de ser selecionado em Editais.


O que você precisa fazer:


Passo 1: Fazer a lista de todas as atividades e os recursos necessários para cada uma
delas.


Passo 2: Definir os parâmetros de cálculo para os valores financeiros.
Exemplos:
        Consultoria: R$ 100,00 /dia
        Material didático: R$ 200,00 /curso
        Transporte: R$ 30,00 /pessoa


Passo 3: Discriminar os recursos, dividindo-os nas diferentes categorias de despesas.
Por exemplo: recursos humanos, investimentos e despesas operacionais.


Veja um Modelo de Orçamento:


CATEGORIAS                                             Valor previsto
Recursos Humanos                                            R$
Valor total das despesas relativas a
salários brutos, encargos e
benefícios.
Consultoria                                                 R$
Todas as despesas relacionadas à
contratação de consultores.
Alimentação                                                 R$
Despesas de alimentação
relacionadas ao projeto.
Materiais Didáticos                                    R$
Despesas dos materiais
necessários para a realização das
atividades do projeto.
Seminários, Eventos, Reuniões                          R$
Todas as despesas relativas aos
seminários, eventos, reuniões e
workshops promovidos no âmbito
do projeto, incluindo o transporte.
Despesas Operacionais (Mensais)                        R$
Material de escritório, contas de
luz, tarifas bancárias, etc.
Divulgação                                             R$
Publicações e divulgação do
projeto.
Equipamentos                                           R$
Aquisições de todo e qualquer
equipamento e mobiliário para o
desenvolvimento do projeto.
Outros                                                 R$
TOTAL DO PROJETO                                       R$



 Lembre-se: o TOTAL do seu Projeto apresentado à Eletrosul não pode ultrapassar o
 valor máximo de R$50.000,00 (cinqüenta mil reais).
Considerações Finais


Que bom que você chegou até aqui! Isso significa que você completou o Quarto
Módulo da Oficina para Elaboração de Projetos Sociais!


Neste quarto Módulo, apresentamos os importantes pontos presentes na
Comunicação, Cronograma e Orçamento do seu Projeto.


Temos apenas mais 1 (Um) Módulo para estudar!




      Obrigada pela sua participação e nos vemos em breve!

Weitere ähnliche Inhalte

Was ist angesagt?

Apresentação Métricas
Apresentação MétricasApresentação Métricas
Apresentação MétricasGabriel Ishida
 
MODELOS de Briefing - by André Félix
MODELOS de Briefing - by André FélixMODELOS de Briefing - by André Félix
MODELOS de Briefing - by André FélixNeca Boullosa
 
Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)
Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)
Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)Adriano Alves de Aquino
 
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPBTCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPBRilva Lopes de Sousa Muñoz
 
Ficha de avaliação de seminário
Ficha de avaliação de seminárioFicha de avaliação de seminário
Ficha de avaliação de seminárioRoberto Rorras Moura
 
Modelo trabalho na ABNT
Modelo trabalho na ABNTModelo trabalho na ABNT
Modelo trabalho na ABNTMicheli Wink
 
Pesquisa Qualitativa e Quantitativa
Pesquisa Qualitativa e QuantitativaPesquisa Qualitativa e Quantitativa
Pesquisa Qualitativa e Quantitativajlpaesjr
 
Elaboração de relato de experiência
Elaboração de relato de experiênciaElaboração de relato de experiência
Elaboração de relato de experiênciaAna Paula Menezes
 
Modelo slide para apresentação do artigo
Modelo   slide para apresentação do artigoModelo   slide para apresentação do artigo
Modelo slide para apresentação do artigoAdelmo Bicalho
 
Iso 9000 e séries
Iso  9000 e sériesIso  9000 e séries
Iso 9000 e sériesR Gómez
 

Was ist angesagt? (20)

Apresentação Métricas
Apresentação MétricasApresentação Métricas
Apresentação Métricas
 
5W2H
5W2H5W2H
5W2H
 
MODELOS de Briefing - by André Félix
MODELOS de Briefing - by André FélixMODELOS de Briefing - by André Félix
MODELOS de Briefing - by André Félix
 
Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)
Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)
Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)
 
Modelo de artigo cientifico
Modelo de artigo cientificoModelo de artigo cientifico
Modelo de artigo cientifico
 
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPBTCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
 
Indicadores de Desempenho
Indicadores de Desempenho Indicadores de Desempenho
Indicadores de Desempenho
 
Ficha de avaliação de seminário
Ficha de avaliação de seminárioFicha de avaliação de seminário
Ficha de avaliação de seminário
 
Modelo trabalho na ABNT
Modelo trabalho na ABNTModelo trabalho na ABNT
Modelo trabalho na ABNT
 
Plano de Marketing
Plano de MarketingPlano de Marketing
Plano de Marketing
 
Pesquisa Qualitativa e Quantitativa
Pesquisa Qualitativa e QuantitativaPesquisa Qualitativa e Quantitativa
Pesquisa Qualitativa e Quantitativa
 
Elaboração de relato de experiência
Elaboração de relato de experiênciaElaboração de relato de experiência
Elaboração de relato de experiência
 
Apresentação TCC
Apresentação TCCApresentação TCC
Apresentação TCC
 
Projeto de Pesquisa - Profa. Rilva Muñoz
Projeto de Pesquisa - Profa. Rilva MuñozProjeto de Pesquisa - Profa. Rilva Muñoz
Projeto de Pesquisa - Profa. Rilva Muñoz
 
Manual de marketing mix
Manual de marketing mixManual de marketing mix
Manual de marketing mix
 
061 relatorio modelo
061 relatorio modelo061 relatorio modelo
061 relatorio modelo
 
PDCA - Treinamento completo
PDCA - Treinamento completoPDCA - Treinamento completo
PDCA - Treinamento completo
 
Modelo slide para apresentação do artigo
Modelo   slide para apresentação do artigoModelo   slide para apresentação do artigo
Modelo slide para apresentação do artigo
 
Mix Marketing - 4Ps
Mix Marketing - 4PsMix Marketing - 4Ps
Mix Marketing - 4Ps
 
Iso 9000 e séries
Iso  9000 e sériesIso  9000 e séries
Iso 9000 e séries
 

Ähnlich wie Módulo 4 - Cronograma e Orçamento

MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                  .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                  .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdfHELLEN CRISTINA
 
MANUAL DE EXTENSÃ O.pdf
MANUAL DE EXTENSÃ                        O.pdfMANUAL DE EXTENSÃ                        O.pdf
MANUAL DE EXTENSÃ O.pdfHELLEN CRISTINA
 
MANUAL DE EXTENSÃ O.pdf
MANUAL DE EXTENSÃ                   O.pdfMANUAL DE EXTENSÃ                   O.pdf
MANUAL DE EXTENSÃ O.pdfHELLEN CRISTINA
 
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                   .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                   .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdfHELLEN CRISTINA
 
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                         .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                         .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdfHELLEN CRISTINA
 
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                       .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                       .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdfHELLEN CRISTINA
 
MANUAL DE EXTENSÃ O.pdf
MANUAL DE EXTENSÃ                           O.pdfMANUAL DE EXTENSÃ                           O.pdf
MANUAL DE EXTENSÃ O.pdfHELLEN CRISTINA
 
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                  .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                  .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdfHELLEN CRISTINA
 
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                     .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                     .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdfHELLEN CRISTINA
 
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                           .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                           .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdfHELLEN CRISTINA
 
Projeto Social - Estrutura
Projeto Social - EstruturaProjeto Social - Estrutura
Projeto Social - EstruturaDaniel Santos
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (19/09/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (19/09/2013)Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (19/09/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (19/09/2013)Alessandro Almeida
 
Projeto Social - Modelo
Projeto Social - ModeloProjeto Social - Modelo
Projeto Social - ModeloDaniel Santos
 
Planejamento e Gerenciamento de projetos
Planejamento e Gerenciamento de projetos Planejamento e Gerenciamento de projetos
Planejamento e Gerenciamento de projetos Vinicius Carossini
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (24/09/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (24/09/2013)Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (24/09/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (24/09/2013)Alessandro Almeida
 

Ähnlich wie Módulo 4 - Cronograma e Orçamento (20)

Módulo 4 - 2012
Módulo 4 - 2012Módulo 4 - 2012
Módulo 4 - 2012
 
Módulo 4 - Elaboração de Projetos 2012
Módulo 4 - Elaboração de Projetos 2012Módulo 4 - Elaboração de Projetos 2012
Módulo 4 - Elaboração de Projetos 2012
 
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                  .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                  .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
 
MANUAL DE EXTENSÃ O.pdf
MANUAL DE EXTENSÃ                        O.pdfMANUAL DE EXTENSÃ                        O.pdf
MANUAL DE EXTENSÃ O.pdf
 
MANUAL DE EXTENSÃ O.pdf
MANUAL DE EXTENSÃ                   O.pdfMANUAL DE EXTENSÃ                   O.pdf
MANUAL DE EXTENSÃ O.pdf
 
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                   .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                   .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
 
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                         .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                         .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
 
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                       .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                       .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
 
MANUAL DE EXTENSÃ O.pdf
MANUAL DE EXTENSÃ                           O.pdfMANUAL DE EXTENSÃ                           O.pdf
MANUAL DE EXTENSÃ O.pdf
 
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                  .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                  .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
 
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                     .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                     .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
 
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO                           .pdfMANUAL DE EXTENSÃO                           .pdf
MANUAL DE EXTENSÃO .pdf
 
Elaboração de projetos orçamento
Elaboração de projetos orçamentoElaboração de projetos orçamento
Elaboração de projetos orçamento
 
Projeto Social - Estrutura
Projeto Social - EstruturaProjeto Social - Estrutura
Projeto Social - Estrutura
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (19/09/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (19/09/2013)Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (19/09/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (19/09/2013)
 
Elaboração de projetos sociais
Elaboração de projetos sociaisElaboração de projetos sociais
Elaboração de projetos sociais
 
Projeto Social - Modelo
Projeto Social - ModeloProjeto Social - Modelo
Projeto Social - Modelo
 
Planejamento e Gerenciamento de projetos
Planejamento e Gerenciamento de projetos Planejamento e Gerenciamento de projetos
Planejamento e Gerenciamento de projetos
 
Como montar um projeto
Como montar um projetoComo montar um projeto
Como montar um projeto
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (24/09/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (24/09/2013)Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (24/09/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (24/09/2013)
 

Mehr von Portal Voluntários Online

Campanha de transição Portal Voluntários Online - Social Good Brasil
Campanha de transição Portal Voluntários Online - Social Good BrasilCampanha de transição Portal Voluntários Online - Social Good Brasil
Campanha de transição Portal Voluntários Online - Social Good BrasilPortal Voluntários Online
 
Programação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civil
Programação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civilProgramação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civil
Programação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civilPortal Voluntários Online
 
Programação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civil
Programação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civilProgramação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civil
Programação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civilPortal Voluntários Online
 
Fontes de Recursos de Novembro - Terceiro Setor
Fontes de Recursos de Novembro - Terceiro SetorFontes de Recursos de Novembro - Terceiro Setor
Fontes de Recursos de Novembro - Terceiro SetorPortal Voluntários Online
 
Resultado de uma pesquisa sobre voluntariado feita pelo IBOPE
Resultado de uma pesquisa sobre voluntariado feita pelo IBOPEResultado de uma pesquisa sobre voluntariado feita pelo IBOPE
Resultado de uma pesquisa sobre voluntariado feita pelo IBOPEPortal Voluntários Online
 
001 ibope painel 1 palestraseminário redes e parcerias 29nov2013
001   ibope  painel 1 palestraseminário redes e parcerias 29nov2013001   ibope  painel 1 palestraseminário redes e parcerias 29nov2013
001 ibope painel 1 palestraseminário redes e parcerias 29nov2013Portal Voluntários Online
 
Fontes de Recurso do Terceiro Setor - Novembro
Fontes de Recurso do Terceiro Setor - NovembroFontes de Recurso do Terceiro Setor - Novembro
Fontes de Recurso do Terceiro Setor - NovembroPortal Voluntários Online
 
Chamada Pública para Famílias Anfitriãs - Global Citizen Year 2013
Chamada Pública para Famílias Anfitriãs - Global Citizen Year 2013 Chamada Pública para Famílias Anfitriãs - Global Citizen Year 2013
Chamada Pública para Famílias Anfitriãs - Global Citizen Year 2013 Portal Voluntários Online
 
Relatório Portal Voluntários Online - 5 anos
Relatório Portal Voluntários Online - 5 anosRelatório Portal Voluntários Online - 5 anos
Relatório Portal Voluntários Online - 5 anosPortal Voluntários Online
 
Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013
Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013
Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013Portal Voluntários Online
 

Mehr von Portal Voluntários Online (20)

Relatório Portal Voluntários Online 2015
Relatório Portal Voluntários Online 2015Relatório Portal Voluntários Online 2015
Relatório Portal Voluntários Online 2015
 
Campanha de transição Portal Voluntários Online - Social Good Brasil
Campanha de transição Portal Voluntários Online - Social Good BrasilCampanha de transição Portal Voluntários Online - Social Good Brasil
Campanha de transição Portal Voluntários Online - Social Good Brasil
 
Capacitação VOLDigital FT 2014
Capacitação VOLDigital FT 2014Capacitação VOLDigital FT 2014
Capacitação VOLDigital FT 2014
 
Relatório VOL 6 anos
Relatório VOL 6 anosRelatório VOL 6 anos
Relatório VOL 6 anos
 
Capacitação - Voluntariado Digital FT 2014
Capacitação - Voluntariado Digital FT 2014Capacitação - Voluntariado Digital FT 2014
Capacitação - Voluntariado Digital FT 2014
 
Fontes de Recursos I Março - Terceiro Setor
Fontes de Recursos I Março - Terceiro SetorFontes de Recursos I Março - Terceiro Setor
Fontes de Recursos I Março - Terceiro Setor
 
Programação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civil
Programação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civilProgramação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civil
Programação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civil
 
Programação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civil
Programação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civilProgramação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civil
Programação 2ª conferência intermunicipal de proteção e defesa civil
 
Fontes de Recursos Terceiro Setor - Dezembro
Fontes de Recursos Terceiro Setor - DezembroFontes de Recursos Terceiro Setor - Dezembro
Fontes de Recursos Terceiro Setor - Dezembro
 
Fontes de Recursos de Novembro - Terceiro Setor
Fontes de Recursos de Novembro - Terceiro SetorFontes de Recursos de Novembro - Terceiro Setor
Fontes de Recursos de Novembro - Terceiro Setor
 
Resultado de uma pesquisa sobre voluntariado feita pelo IBOPE
Resultado de uma pesquisa sobre voluntariado feita pelo IBOPEResultado de uma pesquisa sobre voluntariado feita pelo IBOPE
Resultado de uma pesquisa sobre voluntariado feita pelo IBOPE
 
001 ibope painel 1 palestraseminário redes e parcerias 29nov2013
001   ibope  painel 1 palestraseminário redes e parcerias 29nov2013001   ibope  painel 1 palestraseminário redes e parcerias 29nov2013
001 ibope painel 1 palestraseminário redes e parcerias 29nov2013
 
Fontes de Recurso do Terceiro Setor - Novembro
Fontes de Recurso do Terceiro Setor - NovembroFontes de Recurso do Terceiro Setor - Novembro
Fontes de Recurso do Terceiro Setor - Novembro
 
Fontes de Recurso do Terceiro Setor
Fontes de Recurso do Terceiro SetorFontes de Recurso do Terceiro Setor
Fontes de Recurso do Terceiro Setor
 
Fontes de Recursos II
Fontes de Recursos IIFontes de Recursos II
Fontes de Recursos II
 
Relatório VOL 5 Anos
Relatório VOL 5 AnosRelatório VOL 5 Anos
Relatório VOL 5 Anos
 
Fontes de Recursos em Aberto PMO ESAG
Fontes de Recursos em Aberto PMO ESAGFontes de Recursos em Aberto PMO ESAG
Fontes de Recursos em Aberto PMO ESAG
 
Chamada Pública para Famílias Anfitriãs - Global Citizen Year 2013
Chamada Pública para Famílias Anfitriãs - Global Citizen Year 2013 Chamada Pública para Famílias Anfitriãs - Global Citizen Year 2013
Chamada Pública para Famílias Anfitriãs - Global Citizen Year 2013
 
Relatório Portal Voluntários Online - 5 anos
Relatório Portal Voluntários Online - 5 anosRelatório Portal Voluntários Online - 5 anos
Relatório Portal Voluntários Online - 5 anos
 
Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013
Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013
Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013
 

Kürzlich hochgeladen

Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 

Kürzlich hochgeladen (20)

Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 

Módulo 4 - Cronograma e Orçamento

  • 1. INSTITUTO VOLUNTÁRIOS EM AÇÃO – IVA/SC Oficina para Elaboração de Projetos Sociais Manual para Organizações Sem Fins Lucrativos 2011 Módulo 4 Cronograma e Orçamento WWW.VOLUNTARIOSONLINECURSOS.ORG.BR
  • 2. Módulo 4 Cronograma e Orçamento Neste quarto Módulo, iremos apresentar os importantes pontos presentes na Comunicação, Cronograma e Orçamento do seu Projeto. Esses itens são obrigatórios no preenchimento do Formulário de Apresentação de Projeto Social e merece muita atenção da sua Organização. 1. Comunicação O projeto deverá prever recursos para ações de comunicação que visem a promoção das ações implementadas patrocinadas pela Eletrosul. Neste item, a Organização deve colocar de que forma será realizada a divulgação da marca da Eletrosul junto à divulgação do projeto. Destaque as estratégias e materiais a serem utilizados para esse fim, assim como os mecanismos de vinculação do projeto à Eletrosul. Veja um Exemplo: A Eletrosul terá sua logomarca afixada em todas as peças impressas do projeto e será mencionada como patrocinadora, em entrevistas, artigos e outras peças de difusão, bem como em materiais como: folders, panfletos, banners e outros impressos, mala direta, bonés, uniformes, etc.
  • 3. 2. Cronograma Repare que o Cronograma do projeto é um quadro complementar ao quadro dos objetivos, ações e resultados, que nos permite saber quando cada ação será realizada. As atividades que serão desenvolvidas devem se inserir neste espaço de tempo. O cronograma é a disposição gráfica das épocas em que as atividades vão acontecer e permite uma rápida visualização da seqüência em que devem acontecer. Sendo assim, o cronograma constitui instrumento essencial de gestão e, por isso, deve ser elaborado com critério. Relacione, em um Quadro, as principais atividades do projeto indicando os prazos de realização de cada uma, distribuindo-as mês a mês. Importante: A duração do seu projeto é de 12 meses. Porém, a prestação de contas total dos recursos deve ser feita até o último dia útil do ano corrente, ou seja: mesmo o término do Projeto ocorrendo em meados do ano de 2012, a prestação de contas total do recurso gasto deverá ser enviada à Eletrosul até 31.12.2011. Além disso, é importante saber que a Organização proponente poderá participar do Edital por 2 (dois) anos consecutivos. Após, terá que ficar 24 meses sem participar do Edital. Veja um Modelo de Cronograma: Objetivos Específicos Atividades Jan Fev Mar Abr 1. Instalar sala de aula 1.1 Escrever o projeto e negociar X X X na escola municipal do proposta de financiamento; bairro 1.2. Aquisição de material; X X 1.3. Implantação da sala de aula X X X 2. Capacitação e 2.1. Elaboração e planejamento do X treinamento de 25 curso; educadores 2.2. Realização de aulas. X
  • 4. 3. Orçamento do Projeto Após um planejamento detalhado das atividades, pode-se perguntar quanto custará o projeto! Essa Etapa enfoca a descrição dos recursos necessários para colocar em prática o seu Projeto, no qual se indica com o que e quando serão gastos os recursos e de que fontes virão os recursos. Com essas informações bem claras, você poderá estimar quanto dinheiro é preciso, de onde ele poderá vir e como ele será gasto ao longo do tempo. Não há muita redação a fazer, apenas alguns comentários sobre itens específicos, se julgar interessante. Este deve ser um item conciso, prático e esclarecedor a qualquer um que o ler: desde sua equipe até um estranho financiador. O que você precisa saber antes de começar a elaborar o Orçamento: As Categorias de Os Recursos O Orçamento Despesas • São todos os bens, • Podemos utilizar • Orçamento é o insumos e serviços varias categorias ou planejamento utilizados na grupos de despesas. financeiro do seu realização das • Confira o exemplo Projeto. atividades do na planilha abaixo, • É uma estimativa, Projeto. porém, coloque as que expressa em • Quais os recursos categorias ou items dinheiro o necessários e onde que você considere desenvolvimento encontrá-los? necessários para o das atividades. • Identificar fontes seu projeto. possíveis de captação;
  • 5. Importante: Como o orçamento é uma estimativa, ele tem uma margem de erro. Por isso mesmo é que, quanto mais claro for o quadro de orçamento, mais transparência terá e mais chance terá seu Projeto de ser selecionado em Editais. O que você precisa fazer: Passo 1: Fazer a lista de todas as atividades e os recursos necessários para cada uma delas. Passo 2: Definir os parâmetros de cálculo para os valores financeiros. Exemplos:  Consultoria: R$ 100,00 /dia  Material didático: R$ 200,00 /curso  Transporte: R$ 30,00 /pessoa Passo 3: Discriminar os recursos, dividindo-os nas diferentes categorias de despesas. Por exemplo: recursos humanos, investimentos e despesas operacionais. Veja um Modelo de Orçamento: CATEGORIAS Valor previsto Recursos Humanos R$ Valor total das despesas relativas a salários brutos, encargos e benefícios. Consultoria R$ Todas as despesas relacionadas à contratação de consultores. Alimentação R$ Despesas de alimentação relacionadas ao projeto.
  • 6. Materiais Didáticos R$ Despesas dos materiais necessários para a realização das atividades do projeto. Seminários, Eventos, Reuniões R$ Todas as despesas relativas aos seminários, eventos, reuniões e workshops promovidos no âmbito do projeto, incluindo o transporte. Despesas Operacionais (Mensais) R$ Material de escritório, contas de luz, tarifas bancárias, etc. Divulgação R$ Publicações e divulgação do projeto. Equipamentos R$ Aquisições de todo e qualquer equipamento e mobiliário para o desenvolvimento do projeto. Outros R$ TOTAL DO PROJETO R$ Lembre-se: o TOTAL do seu Projeto apresentado à Eletrosul não pode ultrapassar o valor máximo de R$50.000,00 (cinqüenta mil reais).
  • 7. Considerações Finais Que bom que você chegou até aqui! Isso significa que você completou o Quarto Módulo da Oficina para Elaboração de Projetos Sociais! Neste quarto Módulo, apresentamos os importantes pontos presentes na Comunicação, Cronograma e Orçamento do seu Projeto. Temos apenas mais 1 (Um) Módulo para estudar! Obrigada pela sua participação e nos vemos em breve!