Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Como é a entrevista clínica
de crianças de 2 a 12 anos
em neurociências?
Hewdy Lobo Ribeiro
Médico Psiquiatra da Infância ...
Entrevista clínica na infância
• Os profissionais das neurociências são demandados a
identificar na infância:
• Os mais di...
2 anos
• Capacidade motora: sobe e desce escadas usando os dois
pés a cada degrau; inclina-se e pega objetos sem cair; gir...
3 anos
• Capacidade visual: apresenta acuidade visual normal;
• Capacidade motora: Sobe escadas usando um pé por degrau;
p...
5 anos
• Capacidade motora: salta; amarra os cadarços; copia um
triângulo; fala a própria idade corretamente;
• Funções so...
6 anos a 12 anos
• 6 anos - Linguagem: apresenta vocabulário expressivo
médio de 2.600 palavras; apresenta vocabulário rec...
Referência
• PAULA JJ, COSTA DS. A entrevista clínica em
neuropsicologia. MALLOY-DINIZ LF, MATTOS P, ABREU,N,
FUENTES, D. ...
Pós-graduação
• Profissionais que buscam níveis melhores de
trabalho, reconhecimento e remuneração
• Incomodado, inseguro ...
Contatos
Hewdy Lobo
lobo@vidamental.com.br
(11) 9 9622-8835
Pós-Graduação Vida Mental
cursos@vidamental.com.br
(11) 99901-...
Muito obrigado!
Hewdy Lobo Ribeiro
lobo@vidamental.com.br
11 99622 8835
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Como é a entrevista clínica de crianças de 2 a 12 anos em neurociências?

Apresentação de vídeo aula de Dr. Hewdy Lobo sobre como é a entrevista clínica de crianças de 2 a 12 anos em neurociências.

Ähnliche Bücher

Kostenlos mit einer 30-tägigen Testversion von Scribd

Alle anzeigen
  • Als Erste(r) kommentieren

Como é a entrevista clínica de crianças de 2 a 12 anos em neurociências?

  1. 1. Como é a entrevista clínica de crianças de 2 a 12 anos em neurociências? Hewdy Lobo Ribeiro Médico Psiquiatra da Infância e Adolescência CREMESP 114681
  2. 2. Entrevista clínica na infância • Os profissionais das neurociências são demandados a identificar na infância: • Os mais diversos problemas que afetam o sistema nervoso central em desenvolvimento • A gravidade de suas consequências do ponto de vista cognitivo, comportamental e funcional • Portanto são necessários conhecimentos e treino específicos – são técnicas e conhecimentos diferentes dos adultos • A entrevista clínica é a fase da avaliação em neurociências em que a aplicação desses conhecimentos é máxima
  3. 3. 2 anos • Capacidade motora: sobe e desce escadas usando os dois pés a cada degrau; inclina-se e pega objetos sem cair; gira botões; pode se vestir parcialmente; apresenta resposta flexora do reflexo plantar em 100% dos casos; • Linguagem: presenta vocabulário médio de 200 a 300 palavras; nomeia objetos cotidianos comuns; enuncia aspectos morfossintáticos – os enunciados até os 2 anos são de unidades linguísticas não associadas. • Os 5 a 6 anos seguintes serão dedicados à aquisição de estruturas mais complexas, que compõem os aspectos morfossintáticos da língua.
  4. 4. 3 anos • Capacidade visual: apresenta acuidade visual normal; • Capacidade motora: Sobe escadas usando um pé por degrau; pedala triciclos; veste-se completamente, exceto o uso de cadarços, cintos e botões; • Funções sociais básicas: entre 3 e 4 anos, compreende a relação causa-efeito, e apresenta emergência da consciência, empatia, desenvolvimento moral, e habilidades de interação social, adquiridas ao brincar com os pares; • Linguagem: apresenta vocabulário médio com 900 a 1.000 palavras; constrói sentenças simples com 3 a 4 palavras com sujeito e verbo; pode seguir comandos com dois passos; pragueja, xinga.
  5. 5. 5 anos • Capacidade motora: salta; amarra os cadarços; copia um triângulo; fala a própria idade corretamente; • Funções sociais básicas: de 4 a 7 anos - teoria da mente - entendimento dos sentimentos e desejos dos outros; • Linguagem: apresenta vocabulário com 1.500 a 2.200 palavras; faz inúmeras perguntas aos 4 anos; enuncia sentenças mais complexas; discute sentimentos. • De 5 a 7 anos: adquire de maneira fluida, embora lenta, a capacidade de leitura e escrita; apresenta escrita fonética adequada, o sistema ortográfico utilizado evolui nos anos seguintes.
  6. 6. 6 anos a 12 anos • 6 anos - Linguagem: apresenta vocabulário expressivo médio de 2.600 palavras; apresenta vocabulário receptivo de 20.000 a 24.000 palavras; apresenta discurso completo. • Mais de 12 anos – Liguagem: apresenta vocabulário de 50 mil ou mais palavras; utiliza raciocínio formal, abstrato com insight, julgamento, inferências.
  7. 7. Referência • PAULA JJ, COSTA DS. A entrevista clínica em neuropsicologia. MALLOY-DINIZ LF, MATTOS P, ABREU,N, FUENTES, D. Neuropsicologia: Aplicações Clínicas. ArtMed, 2016.
  8. 8. Pós-graduação • Profissionais que buscam níveis melhores de trabalho, reconhecimento e remuneração • Incomodado, inseguro e insatisfeito • Curso de investimento justo, professores do mercado e conhecimentos práticos • Matrícula na nossa pós-graduação • Neurociências na Infância e Adolescência
  9. 9. Contatos Hewdy Lobo lobo@vidamental.com.br (11) 9 9622-8835 Pós-Graduação Vida Mental cursos@vidamental.com.br (11) 99901-6189 Universidade Paulista-UNIP (11) 2166-1066 / 0800-010-9000
  10. 10. Muito obrigado! Hewdy Lobo Ribeiro lobo@vidamental.com.br 11 99622 8835

×