“O DRAMA É O ÓPIO DO POVO”
David Abelevich Kaufman nasceu a 2 de janeiro
de 1896 (Império Russo) e faleceu a 12 de
fevereiro 1954 (Moscovo).
 Dziga ...
Retrato da vida quotidiana, demonstrar a vida
como realmente ela é, com criatividade e planos
pensados ao promenor.
 Expr...
Tentou criar uma
linguagem única
do cinema, livre
da influência
teatral e
encenação
artificial.
Captou a vida
quotidiana, ...
1926

Evidencia a populção soviética e
sua riqueza por toda a
URSS. Concentra-se na
diversidade económica e cultural
Inici...
1929

Demonstra que o Homem e
máquina trabalham
harmoniosamente dentro do
contexto espaço – tempo.

Pioneiro em técnicas
c...
1934

Filme documental que em em
conta 3 canções populares
isnpiradas por Lenin , aborda a
sua vida, carreira política e a...
1931
É o primeiro filme falado de
Vertov.
Demonstra a ruptura do antigo
regime, destacando a destruição
de uma Igreja por ...
A Semana no Cinema - 1919
 Aniversário da Revolução - 1919
 História da Guerra Civil - 1922
 Brinquedos Soviéticos - 19...
 http://translate.google.pt/translate?hl=pt-

PT&sl=en&u=http://www.britannica.com/EB
checked/topic/626737/&prev=/search%...
 Vânia

Alexandra Fernandes de Carvalho –
5836
 História das Artes Visuais Contemporâneas
 Pedro Colaço Rosário
 Comun...
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Dziga vertov

300 Aufrufe

Veröffentlicht am

Trabalho do Construtivismo

Veröffentlicht in: Bildung
  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Dziga vertov

  1. 1. “O DRAMA É O ÓPIO DO POVO”
  2. 2. David Abelevich Kaufman nasceu a 2 de janeiro de 1896 (Império Russo) e faleceu a 12 de fevereiro 1954 (Moscovo).  Dziga foi um cineasta, jornalista e documentarista soviético do século XX, no nascimento do Estado Soviético Moderno.  Em 1916 estudou no Instituto de Psiconeurologia em São Pretesburgo (percepção humana).  Em 1918 alterou o seu nome para Dzia Vertov e tornou-se realizador de filmes.  Juntamente com a sua esposa e jovens cineastas criaram o Kino-eye em 1919, defendendo o conceito do mundo real,organizando o caos visual em um objetivo coerente de fotos, o futuro seria a gravação de notícias da realidade. 
  3. 3. Retrato da vida quotidiana, demonstrar a vida como realmente ela é, com criatividade e planos pensados ao promenor.  Expressão de um ideal humanista que se dinamiza na construção de uma sociedade justa.  Para este , a montagem é a alma do filme, o motor da sua estética e seu sentido, por isso brinca com as edições para obter um efeito “poético” que prende os espectadores, através da dupla exposição, “fast/slow motion”, “closeup”e cortes.  Os filmes representam uma mistura complexa da arte retórica, política e poética.  Vertov utiliza a própria experiência como cineasta para descrever o seu papel social. 
  4. 4. Tentou criar uma linguagem única do cinema, livre da influência teatral e encenação artificial. Captou a vida quotidiana, os moviementos e sons através da montagem. http://www.yo utube.com/wat ch?v=pCoq6HzpuQ 1924
  5. 5. 1926 Evidencia a populção soviética e sua riqueza por toda a URSS. Concentra-se na diversidade económica e cultural Inicia-se com a escravidão e termina com a revolução. . A intenção do filme é a unificação por uma sociedade socialista. http://www.youtube.com/watc h?v=xsFT7D7spBQ
  6. 6. 1929 Demonstra que o Homem e máquina trabalham harmoniosamente dentro do contexto espaço – tempo. Pioneiro em técnicas como: “slow motion”, “freeze frame”, “split screen” e “dissolves”. http://www. youtube.com /watch?v=iNC oM6xoOXA
  7. 7. 1934 Filme documental que em em conta 3 canções populares isnpiradas por Lenin , aborda a sua vida, carreira política e a importância da sua figura na História. Vertov demonstra assim a sua admiração por Lenin. http://www.youtube.co m/watch?v=hOKrJdIiYw A
  8. 8. 1931 É o primeiro filme falado de Vertov. Demonstra a ruptura do antigo regime, destacando a destruição de uma Igreja por uma enorme fábrica, em que o proletariado construirá uma nova sociedade. O filme resume o projeto russo e a infuência do construtivismo. Concluindo, é um filme que apresenta um olhar atento de um investigador de laboratório que está a criar o cinema sonoro. http://www.youtube.com/ watch?v=xI6oFB2AsFY
  9. 9. A Semana no Cinema - 1919  Aniversário da Revolução - 1919  História da Guerra Civil - 1922  Brinquedos Soviéticos - 1924  Kino-Pravda - 1925  O Onézimo - 1928  Memórias de Sergo Ordjonikidze – 1937  Três Heroínas - 1938  Nas Montanhas de Ala-Tau - 1944  Notícias - 1954 
  10. 10.  http://translate.google.pt/translate?hl=pt- PT&sl=en&u=http://www.britannica.com/EB checked/topic/626737/&prev=/search%3Fq% 3Ddziga%2Bvertov%2Btechniques%2Band%2Bli fe%26espv%3D210%26es_sm%3D93%26biw%3D1 092%26bih%3D468  http://pt.wikipedia.org/wiki/Dziga_Vertov  http://translate.google.pt/translate?hl=ptPT&sl=en&u=http://en.wikipedia.org/wiki/D ziga_Vertov&prev=/search%3Fq%3DDZIGA%2B vertov%2Bbiography%26biw%3D1092%26bih%3 D498
  11. 11.  Vânia Alexandra Fernandes de Carvalho – 5836  História das Artes Visuais Contemporâneas  Pedro Colaço Rosário  Comunicção e Multimédia  ECT/UTAD  1º ANO

×