Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Pesquisa explicativa

3.370 Aufrufe

Veröffentlicht am

Pesquisa explicativa, Metodologia da Pesquisa

Veröffentlicht in: Bildung
  • Als Erste(r) kommentieren

Pesquisa explicativa

  1. 1. Pesquisa Explicativa FRANCINY, ISADORA, JÚLIA, SUELEN ERMANI, TAINAN
  2. 2. Definição  A pesquisa explicativa busca identificar os fatores que determinam ou que contribuem para a ocorrência dos fenômenos. É o tipo que mais aprofunda o conhecimento da realidade, porque explica a razão, o porquê das coisas. Por isso, é o tipo mais complexo e delicado.
  3. 3. Este tipo de pesquisa explica o porquê das coisas através dos resultados oferecidos. Segundo Gil (2007, p. 43), uma pesquisa explicativa pode ser a continuação de outra descritiva, posto que a identificação de fatores que determinam um fenômeno exige que este esteja suficientemente descrito e detalhado. Pesquisas desse tipo podem ser classificadas como experimentais.
  4. 4. Etapas  Tema ("o problema") - É considerado assunto que possa ser debatido e solucionado através de pesquisa experimental e explicativa (analisada).  Acompanhamento do processo do problema - É necessária uma segunda pessoa que não está vinculada a situação da realidade, ou seja, não terá a mesma perspectiva e resolução das pessoas que convivem com a situação.  Análise situação - A segunda pessoa irá analisar o espaço ou a situação vivenciando essa análise pela visão de quem observava a irregularidade do tema.  Análise experimental - A partir da análise da situação, a segunda pessoa analisa os fatos que ocorreram experimentando uma suposta solução.  Dados e informações da pesquisa - Mesmo que a margem de erros represente um fator relevante, sua contribuição é bastante significativa, dada a sua aplicação prática.  Solução - É por em prática na realidade as análises experimentadas.
  5. 5. Métodos de Coleta de Materiais Costuma-se fazer uma distinção entre dois grandes métodos de coleta de dados e técnicas próprias de análise de informações: quantitativas e qualitativas.  Quantitativa; espera-se do pesquisador a coleta sistemática de informação numérica, em condições de muito controle, além da análise dessa informação por meio de procedimentos estatísticos.  Qualitativa; coleta e analisa sistematicamente materiais narrativos. Tem caráter mais subjetivos, utilizando procedimentos de coleta de dados com menor controle imposto pelo pesquisador
  6. 6. Técnicas de Pesquisa  Teorização e reflexão a partir do objeto de estudo;  Registrar os fatos, analizar e interpretar;  Identificar os fatores que contribuem para a ocorrência dos fenômenos ou variáveis que afetam o processo. Explica o porquê das coisas;  Nas áreas tecnológicas, há a necessidade da utilização de métodos experimentais de modelagem e simulação para que os fenômenos físico-químicos sejam identificados para posteriormente serem explicados.
  7. 7. Problema em questão  A integração no ateliê de Arquitetura e Urbanismo  Acústica;  Espaço.
  8. 8. REFERÊNCIAS GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007. POSGRADUANDO. As diferenças entre as pesquisas exploratória, descritiva e explicativa. Disponível em: <http://posgraduando.com/blog/as- diferencas-entre-as-pesquisas-exploratoria-descritiva-e-explicativa>. Acesso em: 12 Nov. 2014

×