Pesquisa explicativa

2.275 Aufrufe

Veröffentlicht am

Pesquisa explicativa, Metodologia da Pesquisa

Veröffentlicht in: Bildung
0 Kommentare
2 Gefällt mir
Statistik
Notizen
  • Als Erste(r) kommentieren

Keine Downloads
Aufrufe
Aufrufe insgesamt
2.275
Auf SlideShare
0
Aus Einbettungen
0
Anzahl an Einbettungen
3
Aktionen
Geteilt
0
Downloads
15
Kommentare
0
Gefällt mir
2
Einbettungen 0
Keine Einbettungen

Keine Notizen für die Folie

Pesquisa explicativa

  1. 1. Pesquisa Explicativa FRANCINY, ISADORA, JÚLIA, SUELEN ERMANI, TAINAN
  2. 2. Definição  A pesquisa explicativa busca identificar os fatores que determinam ou que contribuem para a ocorrência dos fenômenos. É o tipo que mais aprofunda o conhecimento da realidade, porque explica a razão, o porquê das coisas. Por isso, é o tipo mais complexo e delicado.
  3. 3. Este tipo de pesquisa explica o porquê das coisas através dos resultados oferecidos. Segundo Gil (2007, p. 43), uma pesquisa explicativa pode ser a continuação de outra descritiva, posto que a identificação de fatores que determinam um fenômeno exige que este esteja suficientemente descrito e detalhado. Pesquisas desse tipo podem ser classificadas como experimentais.
  4. 4. Etapas  Tema ("o problema") - É considerado assunto que possa ser debatido e solucionado através de pesquisa experimental e explicativa (analisada).  Acompanhamento do processo do problema - É necessária uma segunda pessoa que não está vinculada a situação da realidade, ou seja, não terá a mesma perspectiva e resolução das pessoas que convivem com a situação.  Análise situação - A segunda pessoa irá analisar o espaço ou a situação vivenciando essa análise pela visão de quem observava a irregularidade do tema.  Análise experimental - A partir da análise da situação, a segunda pessoa analisa os fatos que ocorreram experimentando uma suposta solução.  Dados e informações da pesquisa - Mesmo que a margem de erros represente um fator relevante, sua contribuição é bastante significativa, dada a sua aplicação prática.  Solução - É por em prática na realidade as análises experimentadas.
  5. 5. Métodos de Coleta de Materiais Costuma-se fazer uma distinção entre dois grandes métodos de coleta de dados e técnicas próprias de análise de informações: quantitativas e qualitativas.  Quantitativa; espera-se do pesquisador a coleta sistemática de informação numérica, em condições de muito controle, além da análise dessa informação por meio de procedimentos estatísticos.  Qualitativa; coleta e analisa sistematicamente materiais narrativos. Tem caráter mais subjetivos, utilizando procedimentos de coleta de dados com menor controle imposto pelo pesquisador
  6. 6. Técnicas de Pesquisa  Teorização e reflexão a partir do objeto de estudo;  Registrar os fatos, analizar e interpretar;  Identificar os fatores que contribuem para a ocorrência dos fenômenos ou variáveis que afetam o processo. Explica o porquê das coisas;  Nas áreas tecnológicas, há a necessidade da utilização de métodos experimentais de modelagem e simulação para que os fenômenos físico-químicos sejam identificados para posteriormente serem explicados.
  7. 7. Problema em questão  A integração no ateliê de Arquitetura e Urbanismo  Acústica;  Espaço.
  8. 8. REFERÊNCIAS GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007. POSGRADUANDO. As diferenças entre as pesquisas exploratória, descritiva e explicativa. Disponível em: <http://posgraduando.com/blog/as- diferencas-entre-as-pesquisas-exploratoria-descritiva-e-explicativa>. Acesso em: 12 Nov. 2014

×