Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Die SlideShare-Präsentation wird heruntergeladen. ×

Tipo Carioca - junho 2013

Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Ano 14 • nº 165 • JUNHO 2013 • Barra da Tijuca, Recreio e Vargens • Distribuição mensal e gratuita
DICA DE VINHO
Na coluna...
Junho 2013 Jornal Tipo Carioca02
A
conteceu, dia 18 de
maio, uma das comemo-
rações mais aguardadas
por alunos, seus fami-...
Jornal Tipo Carioca Junho 2013 03
Editorial
C
omeçam a multiplicar-se os
casos de assaltos, roubos e
furtos em nossa regiã...
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Wird geladen in …3
×

Hier ansehen

1 von 16 Anzeige
Anzeige

Weitere Verwandte Inhalte

Diashows für Sie (20)

Andere mochten auch (20)

Anzeige

Ähnlich wie Tipo Carioca - junho 2013 (20)

Weitere von Jornal Tipo Carioca (16)

Anzeige

Tipo Carioca - junho 2013

  1. 1. Ano 14 • nº 165 • JUNHO 2013 • Barra da Tijuca, Recreio e Vargens • Distribuição mensal e gratuita DICA DE VINHO Na coluna Tour, Paulo Sergio Valle dá a dica de uma viagem imperdível para quem aprecia um bom vinho: a cidade de Bordeaux, no sul da França. Pág. 07 CIRCULANDO Sucesso entre o público juvenil, a peça ‘Alice e Gabriel’ é uma das atrações em cartaz no Teatro dos Grandes Atores. No elenco estão Jessika Alves, Land Vieira, Raira Machado e Vitor Thiré. Pág. 10 CONSCIENTIZAR É PRECISO PAISAGISMO Neste mês, Fábio Freitas escreve sobre um ícone do paisagismo nacional: Roberto Burle Marx, um dos mais reconhecidos ao redor do mundo. Pág. 13 BARRA GANHA NOVO MERGULHÃO Os moradores e frequentadores da Barra ganharam um aliado no comba- te ao quase sempre caótico trânsito na região. Em maio, foi inaugurado o novo mergulhão, na Avenida Ayrton Senna, na altura do Hospital Lourenço Jorge. Leia na seção Bairro. Pág. 04 N o início deste mês, a ONG Lagoa Viva promoveu a XIII Semana do Meio Ambiente. Com várias ações, como pa- lestras e uma barqueata pela Lagoa da Tijuca e Canal do Joá, o objetivo principal foi conscientizar a população so- bre a importância de se preservar a natureza.
  2. 2. Junho 2013 Jornal Tipo Carioca02 A conteceu, dia 18 de maio, uma das comemo- rações mais aguardadas por alunos, seus fami- liares e professores do Ciei: a festa pelo Dia das Mães. Nem mesmo o mau tempo esfriou a festividade e a confraternização na escola. Brincadeiras como ‘jogando com a mamãe’, ‘frango fora da panela’, ‘arte pop’, ‘movimentar é bom’, ‘a mensagem está no ar’, ‘imagem e ação’, ‘customizando minha camisa’ e ‘guiando minha mãe’ deram o tom de mais um dia especial no Ciei. Em todas as mães que participaram da festa no dia 18, a felicidade no rosto era explícita. – É muito importante essa intera- ção. Muito bom estar junto, brin- cando. No dia a dia, nem sempre sobra tempo, mas hoje temos essa chance – disse Marcia da Rocha, mãe de Henrique, de 11 anos, aluno Informe Publicitário da 7ª Série. Após as atividades, cada mãe rece- beu uma rosa ao entrar no auditó- rio, onde aconteceu o tradicional coquetel. Antes, porém, Carlos Alves da Silva, o professor Carlito, diretor- -presidente da escola, subiu ao palco. Primeiro, leu uma carta de agradeci- mento escrita pela mãe de um aluno. Em seguida, uma homenagem: – Aqui não tem primeiro, segundo ou terceiro lugares, todas as mães são especiais. E hoje será diferente, vamos homenagear a mãe de qua- tro ex-alunos: a do Gabriel Torres, primeiro a entrar no Jardim de Infância e concluir o Ensino Médio; a do Henrique Bergallo, primeiro co- locado no vestibular para Física da UFRJ; a do Rafael Weidman, que ti- rou a nota mais alta no IB; e a mãe da Anne, primeira aluna nossa a ganhar uma bolsa para estudar no exterior – destacou Carlito. FESTA DO DIA DAS MÃES NO CIEI Estrada do Pontal, no 2.093 - Recreio Tels.: 2490-1673 | 2490-4273 www.ciei.g12.br | E-mail: admin@ciei.g12.br
  3. 3. Jornal Tipo Carioca Junho 2013 03 Editorial C omeçam a multiplicar-se os casos de assaltos, roubos e furtos em nossa região. Armados com pistola, fuzil e uma escopeta calibre 12, um grupo de pelo menos sete homens fez um arrastão, na manhã de 9 de junho, na saída do Túnel da Grota Funda em Guaratiba. Foram registrados roubos de dois carros e duas motos. Segundo o delegado Marcos Cipriano, o fato é atípico na região. Por uma estranha coincidência, ou- tros fatos, por enquanto considerados “atípicos”, começam a se intensificar em nosso bairro. Se não forem toma- das providências preventivas, em bre- ve, não merecerão esta classificação. Tornar-se-ão corriqueiros. Há relatos de assaltos, em pleno dia, na ciclovia perto do Alfabarra, em ponto de ônibus da Glaucio Gil, roubo de bicicleta do bicicletário em frente ao supermercado Zona Sul do Recreio etc. Em Vargem Grande, em menos de um mês, já houve arrastão na Estrada do Sacarrão, assaltos na Cascatinha, a dois bares no Largo, a condomínios e a lojas de materiais de construção, se- gundo informes de moradores. Lideranças comunitárias aler- tam para a falta de efetivo policial no Recreio e Vargens, estranhan- do o fato de as UPPs terem cerca de 800 agentes e, por aqui, uma área de grande extensão, 400, no máxi- mo, sendo que, segundo consta, 200 estão em licença. Os demais traba- lham em escala. Mencionam, ainda, a quantidade de câmaras de vigilância. Enquanto a Rocinha tem 80, Barra/ Recreio/Vargens têm oito, nem todas funcionando. O humorista Castrinho e sua mu- lher, Andréa Guimarães, foram víti- mas de duas tentativas de assalto re- centemente, com diferença de apenas duas horas: a primeira foi na Estrada Benvindo de Novaes, com Av. das Américas, em frente à Video Nacional, feita por dois menores; a segunda, onde ela tomou um tiro de raspão no queixo, foi na agulha que vai da Av. das Américas para a Estrada do Rio Morto, Os textos e artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do jornal, sendo responsabilidade de seus autores. www.tipocarioca.com.br Administração: R. Januário José Pinto de Oliveira, 277 Condomínio Maramar Recreio dos Bandeirantes Rio de Janeiro - RJ CEP: 22790-864 CNPJ: 03.072.362/0001-86 Insc. Municipal: 02.577.631 Tel.: 2490-0328 Cel.: 9124-0185 jornal@tipocarioca.com.br página 10página 07 Ramade Bairro página 04 Gourmet página 15 Social página 14 Tour página 07 Paisagismo página 13 Meio ambiente página 13 Cinema página 14 bem em frente ao Recreio Shopping, local próximo à 42ª DP, aonde se di- rigiam a fim de fazer um boletim de ocorrência. Segundo ele, foi uma tra- gédia anunciada, pois trabalha há 17 anos no Conselho Comunitário de Segurança e vem cobrando mais policiamento na área. Adiantou que planeja fazer uma passeata para pro- testar contra a insegurança na região. Por outro lado, muitos moradores ouvidos disseram que a principal pre- ocupação das blitze é a arrecadação com multas a veículos, como a Lei Seca e a fiscalização do uso do cinto de segurança ou da falta de pagamen- to do IPVA, para onde são deslocados policiais que poderiam estar dando combate aos bandidos. Outro fator que favorece os margi- nais é o excessivo número de lomba- das e quebra-molas, que induzem à re- dução da velocidade dos veículos em locais ermos e de pouco movimento, onde são inteiramente dispensáveis. A tensão aumenta cada vez mais. Cidadãos exigem providências. Dicas de um Tudo página 06 Colunistas: Paulo Sergio Valle, Nelson Barboza, Katia Lancelotti, Rosane Castro Neves, Cleci Meneghel, Adriana Mello, Donato Velloso, Gilvan Nascimento, Fábio Freitas, Dr. José Figueiredo Penteado, Paulinho Barros e Alberto Peribanez Gonzalez. Diretora: Katia Lancelotti | Reg.26340 Reportagem: Gustavo Loio Revisão: Nelson Barboza Distribuição: André Luiz Neto Veículo associado: International Writers Association Premiado com o Troféu AIB de Imprensa 2007, 2009 e 2011 Cabelos página 12 Opinião página 13 Coluna Zen página 06 Espaço aberto página 06 Colaborações: Ramade Martins (Caricaturas), Reinaldo Costa (Enigmas do Rei) e Alessandro Rosalino (Tirinhas do Ale). Distribuição Gratuita: Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Vargem Grande e Vargem Pequena. Tiragem: 20.000 exemplares Publicação: Mensal Fotolito e Impressão: Lance! Projeto Gráfico e Arte Publicitária: Saúde página 12 Cultura da vida página 07 ERA UMA VEZ O SOSSEGO NA GUILHERME DE ALMEIDA Na Rua Guilherme de Almeida, no Recreio, éramos felizes e não sabíamos. Desde que um bendito bar foi inaugurado ali, acabou-se o sossego dos moradores de parte daquela rua e das transversais. O local virou um festival de irregu- laridades, como carros parados no canteiro central, em cima de calça- das, música eletrônica alta até de manhã, inclusive durante a sema- na. Isso sem falar nas constantes brigas. Um verdadeiro caos. Enviado por e-mail por Carla Pellegrini. MERGULHÃO BEM-VINDO Há anos que o trânsito na Barra só faz piorar, mesmo porque a região só cresce e, consequentemente, a tendência é ter cada vez mais veícu- los por aqui. Nesse quesito, merece elogios a iniciativa da prefeitura de construir mergulhões na Avenida Ayrton Senna, uma das principais vias de acesso ao bairro. Abolindo-se os sinais, perdemos menos do nosso precioso tempo no dia a dia do trân- sito. O último mergulhão inaugurado, então, acabou com aquele sinal que existia próximo ao Hospital Lourenço Jorge, melhorando, consideravelmen- te, o trânsito naquele trecho. Que ve- nham outros mergulhões! Enviado por e-mail por Carmen Alves. Rua Januário José Pinto de Oliveira, 277 Maramar - Recreio dos Bandeirantes CEP: 22790-864 - FAX: 2490-0328 e-mail: jornal@tipocarioca.com.br Cartas para esta seção: ESCURIDÃO NA GENARO Não é de hoje que falta iluminação em frente aos números 897 e 901 da Avenida Genaro de Carvalho, no Recreio. Como há muitas árvores, esse local acaba se transformando em perigo ainda mais constante para ataques de criminosos, que, infeliz- mente,nãosãorarosnonossobairro. É sempre um perigo chegar ou sair à noite nesse trecho da via. Agora, é muito difícil entender essa falta de luz, se pagamos em dia a taxa de ilu- minação pública. Enviado por e-mail por Carlos Vilela.
  4. 4. 04 Jornal Tipo CariocaJunho 2013 XII Fórum de Segurança do Recreio O Recreio Shopping foi pal- co, em maio, do XII Fórum de Segurança do bairro. O comandante-geral da PM no estado, coronel Costa Filho, foi homenage- ado com troféu e diploma, entre- gues pelo presidente da Barralerta, Kleber Machado. Além de líderes comunitários e moradores, também participaram do encontro os dele- gados Juarez Knauer, Fábio Costa, da 16ª DP; Carlos Henrique, da 42ª DP; Barbara Lomba, do DPCA; o inspetor Edinei Teixeira, da Guarda Municipal; o tenente-coronel bom- beiro Albucacys; o subprefeito da região, Tiago Mohamed; e Márcio Ribeiro, do Ministério Público. O delegado Juarez Knauer represen- tou a chefe da Polícia Civil no estado, Martha Rocha e, sobre as UPP’s, dis- se que a corporação busca soluções para melhorar cada vez mais o pro- cesso de pacificação. BRT é aprovado por 93% dos usuários I naugurado há um ano, o BRT Transoeste, que liga o Terminal Alvorada, na Barra, a Santa Cruz, passou a fazer parte da vida de mi- lhares de pessoas. E a mais recente pesquisa feita pela Fetranspor, em maio, mostra que 93% dos usuários estão satisfeitos com o serviço. Para 61% dos mil entrevistados, ele me- rece nota de 8 a 10. E para 32% de- les, de 6 a 7. Obras de recuperação na Barra A Ponte Oscar Niemeyer, sobre o Canal de Marapendi, na Barra, teve, em maio, piso e rampas recuperados, além de res- tauração dos guarda-corpos e servi- ços de pintura. Outra recente intervenção da Secretaria de Conservação no bairro foi a revitalização do chafa- riz do Pomar da Barra, no Jardim Oceânico. Cedae começa trabalho de esgotamento na Abelardo Bueno E m 23 de maio, a Cedae co- meçou obra de esgotamento na Avenida Abelardo Bueno, entre o Hospital Sara e o Shopping Metropolitano da Barra, que está em construção. Orçada em R$ 60 milhões, a obra tem como objetivo atingir a marca de 100% de esgoto tratado na Barra da Tijuca até 2016. Atualmente, a cobertura é de 85%. As obras devem terminar no final de 2015. No início de junho, o pre- sidente da Cedae, Wagner Victer, participou de encontro na Câmara Comunitária da Barra, onde falou so- bre essa nova obra. Armando Lombardi terá dois novos retornos S onho antigo dos moradores do bairro, a Avenida Armando Lombardi, na Barra, ganhará dois retornos, em formato de mergu- lhões. O governador Sérgio Cabral já liberou os recursos financeiros para esta obra. Novo mergulhão é inaugurado na Barra E m 11 de maio, foi inaugu- rado, na Avenida Ayrton Senna, mais um mergulhão. Com 480 metros de comprimento e duas pistas, essa obra faz parte do complexo viário Billy Blanco, na altura do Hospital Municipal Lourenço Jorge. O novo mergulhão, juntamente com o futuro retorno sob a ponte estaiada, em constru- ção, substituirá todos os retornos da Avenida Ayrton Senna. - Esse mergulhão é fundamental. Ele faz parte de uma obra muito maior, a Transcarioca, que transforma o transporte da Barra até o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, pas- sando pelo subúrbio carioca. Com isso, vamos fazendo melhorias viá- rias e de pedestres. Esse mergulhão traz muitos benefícios à população e vai facilitar o fluxo de veículos na Avenida Ayrton Senna - disse o pre- feito Eduardo Paes, que participou da inauguração. O subprefeito da região, Tiago Mohamed, também esteve presente à solenidade: - Com esse mergulhão, nós elimi- namos um retorno dos mais car- regados da Avenida Ayrton Senna, onde as pessoas levavam, em mé- dia, cinco minutos em horário de pico para retornar. São cerca de 720 carros fazendo esse retorno. Com o mergulhão, eles não vão mais precisar ficar parados. Em cada etapa cumprida dessa obra o morador sente o benefício. CCBT é contra o prolongamento do BRT E m maio, a CCBT (Câmara Comunitária da Barra) emi- tiu uma nota oficial onde se coloca contrária ao prolongamen- to do BRT Transoeste do Terminal Alvorada até o Jardim Oceânico. De acordo com a entidade, o anseio dos moradores do bairro é a extensão do metrô até o Alvorada. Na nota, a CCBT sugere, ainda, que a prefeitura invista os R$ 100 milhões previstos para o prolongamento do BRT em obras como o Elevado do Joá e a du- plicação da Avenida Niemeyer. Prefeitura reforma mureta em Grumari A Coordenadoria Geral de Conservação, ini- ciou a recomposi- ção de diversos trechos ao longo da mureta da praia de Grumari.
  5. 5. 05Junho 2013Jornal Tipo Carioca
  6. 6. 06 Jornal Tipo CariocaJunho 2013 ADVOGADO NO CARIBE Um advogado e um engenheiro estão pescando no Caribe. O advogado comenta: – Estou aqui porque minha casa foi destruídanumincêndio,comtudoque estava dentro. O seguro pagou tudo. – Que coincidência! – diz o engenheiro. – Minha casa também foi destruída num terremoto. A perda foi total e o seguro também pagou tudo. O advogado olha intrigado para o engenheiro e pergunta: – Como você faz para provocar um terremoto? EXTERMINADOR DE POLÍTICOS Numa noite escura, voltando de uma carreata pelo interior, um dos ônibus, lotado de políticos sai da pista, capota duas vezes e cai numa fazenda. O fazendeiro acorda assustado e vai ver o que aconteceu. Ao se deparar com aquela terrível visão, rapidamente começa a cavar um buraco, onde enterra os corpos. Alguns dias depois, um investigador bate à sua porta e faz várias perguntas sobre o acidente. – E onde estão os políticos? – Eu os enterrei naquela cova ali! – Mas estavam todos mortos? – espanta-se o policial. – Bem... alguns diziam que não... mas o senhor sabe como os políticos são mentirosos! SEM INCOMODAR O médico pergunta à mulher: – Você costuma ter relações durante o dia? – Pelo menos duas vezes ao dia. –Eduranteoato,falacomseumarido? – Não. Ele não gosta que eu ligue para o serviço dele. OUTRO TRAGO O cara vai procurar um médico, pois não está se sentindo bem. Quando o doutor diz que o problema é que ele está bebendo demais, ele explica: – Que é isso, doutor? Eu não bebo quase nada. Só bebo um trago. – Um trago, mas o senhor é um alcoólatra! – Eu só bebo um traguinho. Acontece que quando eu bebo um trago viro outro homem. E o outro, doutor, é um tremendo pinguço! A MORTE DO ÚLTIMO A SABER Um casal tinha quatro filhos homens. Os três mais velhos eram altos, ruivos e de pele clara, enquanto o mais novo tinha cabelo preto, olhos escuros e era baixo. Após uma longa doença, o pai estava em seu leito de morte. Virando-se para a mulher, perguntou, num sussurro: – Querida, antes de eu morrer, seja sincera comigo. Nosso caçula é mesmo meu filho? A m u l h e r r e s p o n d e u carinhosamente: – Juro por tudo que há de mais sagrado que ele é seu filho. Com isso, o homem morreu em paz. A mulher fechou-lhe os olhos e murmurou: – Graças a Deus ele não perguntou sobre os outros! Rua Januário José Pinto de Oliveira, 277 Maramar - Recreio dos Bandeirantes CEP: 22790-864 - FAX: 2490-0328 e-mail: jornal@tipocarioca.com.br Cartas para esta seção: COMO CONFIGURAR O IPHONE 5 1 . No seu aparelho, acesse Ajustes. 2. Entre as opções de ajus- te, selecione Mail, Contatos, Calendários. 3. Selecione Adicionar conta... 4. Selecione Conta do Mail. 5. Selecione a opção Outra. 6. Na tela que abrir, preencha os campos da seguinte forma: Nome: insira o nome de exibição desejado; Endereço: coloque seu endereço de e-mail Terra; em seguida, digite a senha do e-mail. Descrição: serve para você digitar o nome da conta configurada; desta forma, você pode diferenciá-la de outras contas confi- guradas. Após preencher os dados, toque em Seguinte para continuar. 7. Selecione a opção IMAP para sincronizar todas as pastas de seu e-mail no seu iphone ou selecione POP para baixar as mensagens da caixa de entrada. 8. Mais abaixo na tela do seu iphone, insira os dados do Servidor de Correio de Entrada; se você optou por confi- gurar IMAP, insira em Nome do host o endereço imap.terra.com.br. Se você optou pelo servidor POP, ponha pop. provedor.com.br. Coloque seu nome de usuário (sem @provedor.com.br) e a respectiva senha logo abaixo. 9. Mais abaixo da tela, escreva os da- dos do Servidor de Correio de Saída: em Nome do host o endereço smtp. provedor.com.br. Bote seu nome de usuário (sem @provedor.com.br) e a respectiva senha logo abaixo. Toque em Seguinte. 10. Aparecerá duas vezes a men- sagem de confirmação abaixo. Selecione Sim nas duas vezes. 11. Aguarde o sistema realizar a ve- rificação necessária. Após, selecio- ne Salvar. 12. Na tela seguinte, selecione Salvar para concluir. 13. Ao concluir, toque sobre a conta configurada. 14. Na tela do seu iphone, desça até localizar as informações do Servidor de Correio de Saída e cli- que em smtp.provedor.com.br. 15. Na próxima tela, toque em Ativado. 16. Confira a configuração e confir- me se em Porta do servidor consta a porta 587 que é a porta de envio correta. Caso esteja aparecendo ou- tra porta, clique sobre ela e apague- -a, após digite 587. Aperte OK. 17. Toque no nome da conta, para vol- taràtelacomasinformaçõesdaconta. 18. Para finalizar as configurações, dê OK. TELEFONES DE EMERGÊNCIA DE ALGUMAS DAS PRINCIPAIS VIAS DO RIO S abia que, se o seu carro en- guiçar em determinadas vias do Rio de Janeiro, você não pode chamar rebo- que particular? Em locais como a Linha Amarela, a Linha Vermelha e a Autoestrada Lagoa-Barra, os reboques das seguradoras não são autorizados a socorrer. Veja os telefones de emergência de algumas das principais vias do Rio: LINHA AMARELA: 0800-024-2355; LINHA VERMELHA: 0800-282-8664; AVENIDA BRASIL: 0800-282-8664 E 3852-0382; TÚNEL REBOUÇAS: 0800-282- 8664 E 3852-0382; TÚNEL SANTA BÁRBARA: 0800- 282-8664 E 3852-0382; VIA DUTRA: 0800-017-3536; PONTE RIO-NITERÓI: 2620-9333; VIA LAGOS: 08007020124. Mapa Astral • Tel.: 8834-7412 adrianafmello@ig.com.br | www.contatoscom.blig.ig.com.br S egundo a mitologia chi- nesa, foi um dos quatros animais sagrados convoca- dos para participarem na criação do mundo. Um combinado de vários animais místicos, tendo nove características que são facil- mente observáveis: cabeça seme- lhante à de um camelo, chifres de cervo, olhos de coelho, orelhas de touro, barriga de sapo, escamas de carpa, patas de tigre e garras de águia. Ele possui, ainda, um par de dentes caninos longos, feitos para tatear o fundo dos lagos que frequenta. Os antigos acredita- vam ser o dragão um descendente dos céus, com poder para gover- nar o cosmo em sua totalidade, céu e terra. O dragão, represen- tando vida longa e prosperidade, foi geralmente associado ao poder de um imperador. Criatura mítica e divina relacionada à abundância, prosperidade e fortu- na. Em muitas culturas, templos são DRAGÃO A ENERGIA DO FOGO construídos em honra aos Dragões e para eles são queimados incensos e feitas orações. Um dos animais do ciclo de 12 anos que aparece no Zodíaco da astrologia chinesa. Diz- se que algumas de suas qualidades mágicas, ilusórias ou não, estão contidas naqueles que nascem sob o seu signo. EFEITOS DOS ESTÁGIOS DO DRAGÃO ESPIRITUAL NA VIDA DAS PESSOAS: Primeiro estágio (inicial): Dragão oculto nas águas – O poder espiritual está oculto nas paixões, representa- das pelas águas seminais e pelo in- consciente. Nesse estágio, a pessoa não sente o ímpeto de sair de seus vícios, pois está em completo esque- cimento de sua verdadeira natureza. Segundo estágio: Dragão no arro- zal – O início do despertar espiritual. O dragão (nossa verdadeira essên- cia) consegue colocar a cabeça para fora das águas, porém se movimenta ainda em meio ao lamaçal. Caminha com dificuldade, porém começa a perceber que existe um outro mun- do de possibilidades, uma nova rea- lidade, distinta do mundo aquático. Terceiro estágio: Dragão visível – É o momento em que o dragão começa a perceber que pode sair e se lança por alguns instantes para fora das águas, para logo voltar a elas. Porém, nesse ponto, a mesma água, que o segurava, agora é a que o permite planar, e ele nada pela superfície, ao invés de permanecer nas profunde- zas aquáticas. Quarto estágio: Dragão saltitan- te – O dragão descobre que exis- te terra firme e aprende a ficar sobre ela, fora das águas, em pé. Nesse ponto, o contraste entre a antiga realidade e o novo campo de possibilidades o colocam dian- te da necessidade de optar por viver fora da água ou retornar a ela, ou seja, abdicar da conquista interior ou abdicar de ser domi- nado pelos instintos. Quinto estágio: Dragão voador – Se o dragão decide desenvolver seu po- tencial criativo e encontrar sua ver- dadeira natureza, chega à etapa em que aprende a voar pelos céus, que significa o encontro com sua natu- reza espiritual, antes oculta. Porém, nesse voo, vez que outra sente a ne- cessidade de retornar à terra firme, pois ainda não consegue sustentar- -se nos ares por muito tempo. Sexto estágio: Dragão planador – É a etapa em que o dragão aprendeu a sustentar o estado de lucidez contí- nua e por isso não cai de volta à ter- ra. Isso significa que entrou em har- monia com a verdade e com a vida e agora é um sábio, que necessita baixar apenas para ajudar os demais nessa mesma trajetória. Que nossa natureza se renove, e, então, a sabedoria que existe em cada um se revele...
  7. 7. Jornal Tipo Carioca Junho 2013 07 PERSISTÊNCIA É a mesma voz de sempre insinuando Que não é mais possível ser feliz; É o mesmo adversário te privando Das bênçãos debaixo do teu nariz; É a vida repetindo a melodia Do cântico de angústia e depressão; É a mesma batalha de todo dia De acordar e encontrar motivação; É a chance novamente de escolher: Calar vendo o silêncio te vencer? Cantar, mesmo que em meio à escuridão? Viver? Sobreviver? Filosofar? Desistir antes mesmo de tentar? A escolha estará sempre em tuas mãos... Ederson Peka PERDAS Perder algo é uma sensação Que nos incomoda muito... As lembranças insistem em se fazer presentes Avivando a saudade, abrindo feridas e sangrando a alma... É importante passarmos por todas as fases, Não ignorando uma sequer... Não se maquia a dor É como um alimento... Temos que mastigar bem, engolir, Esperar a digestão e a completa eliminação. Assim, ficamos limpos e famintos novamente... Rua Januário José Pinto de Oliveira, 277 Maramar - Recreio dos Bandeirantes CEP: 22790-864 - FAX: 2490-0328 e-mail: jornal@tipocarioca.com.br Cartas para esta seção: Com fome de viver e ser feliz!!!! Não pule etapas da sua vida. Não finja que está tudo bem... Não deixe que situações mal resolvidas Atrapalhem o seu caminhar... Tenha um encontro com você E termine esse capítulo da sua vida Para que assim, Consiga escrever sua história. Não queira nada menos Que a sua FELICIDADE!!!! Chore apenas para lavar a alma! Qua a dor seja apenas para romper barreiras! E que a perda finalize, No início da sua vitória! Rose Felliciano AS DORES DE SER Trevas de mim, por onde andam minhas luzes? Lume oculto, por que não lhe desvendo? Verdade de mim, por que não se revela? Mentira de mim, por que tem o poder de enganar-me? Que fazer quando se sente apenas como migalhas, os restos de tristeza que são mais potentes que as frágeis felicidades? Dor de mim, por que insiste tanto a ponto de afugentar o prazer de ser? De tudo que eu sempre quis, por tanto que tanto lutei, e então descobrir que todas batalhas já estão vencidas ou perdidas. Migalhas de mim, como podem ser maiores que o todo de mim? Guerra de mim, que se apoderou da minha paz, a verdadeira paz. A paz que não é dos mortos, mas aquela que reluz em vida. Pecado de mim, culpa de mim, até onde sou perseguido, até onde persigo a mim mesmo, sendo meu próprio carrasco? Demônio de mim, por que se cala ante o anjo que nada diz? Anjo de mim, por que não vence o demônio que lhe desafia em silêncio? Quietude da alma, solidão do ego, ninguém pode socorrer o de fato sozinho. Nem mesmo as lágrimas são válidas, pois apenas choram sem objeto definido. Prisão de meu ser, até onde o corpo há de ser chave de minha liberdade? Até onde criarei um espírito débil para salvaguardar minhas desilusões? Orgulho de mim, grande tolice de mim mesmo, totem caído em batalha. Os inimigos estão a postos, não se crê em amigos no fio da navalha. Até os enganos podem guiar um destino? Até onde se pode ser iludido? Médico Alberto P. Gonzalez www.doutoralberto.com O dr. Gabriel Cousens – um marco na medicina do século XXI – apresentará, pela primeira vez no Brasil, os cursos “Alimentação Consciente” e “Despertando Seu Potencial”, de 17 a 21 de setembro, no Parque Intervales, no interior do estado de São Paulo. Ele é o autor dos livros A Dieta do Arco-iris, A Cura do Diabetes pela Alimentação Viva e Nutrição Evolutiva, que já têm edições em português, além de outros memoráveis livros: Conscious Eating (Alimentação Consciente), Rainbow Green Life Food Cuisine, Tachyon Energy, a New Paradigm in Holistic Healing, Depression Free for Life e Torah as a Source for Enlightment, ainda não traduzidos, entre muitas outras publicações de menor porte. Quem vier terá a chance de conhecer este mestre da medicina natural em um ambiente de belezas e recursos incalculáveis: a região de chapada paulista (mil metros acima do nível do mar) que coroa a maior reserva de mata atlântica do Brasil: o Parque Estadual Intervales. O curso será dentro do Festival Culture of Life, em sua primeira edição, com as oficinas culinárias de Marcela Tobal Benson, da Argentina, mestre em culinária viva pela Tree of Life Foundation, todas as manhãs; alongamentos matinais, meditações coletivas e shaktipat com o mestre Gabriel Cousens, todos os dias. Teremos ainda a música espiritual de Daniel Namkhay e Marcus Santurys. As apresentações serão em momentos especiais do dia, na forma de meditação coletiva. Para satisfazer os paladares mais exigentes, teremos um festival de culinária orgânica vegana pelos mais conceituadoschefsdestamodalidade do Brasil, Argentina, Estados Unidos e Alemanha (a confirmar). Será oferecida culinária desde feirinhas, “self-service por peso” ou “a la carte”. Na sexta, celebramos uma cerimônia de Shabatt Essênio, seguida de um sábado de música e práticas espirituais no Sítio Nirvananda, todos conduzidos pelo nosso querido médico, que é também mestre e rabino essênio da Ordem Essênia da Luz (a mesma tradição espiritual de João Batista, Jesus e a Família Sagrada). O mestre americano deixará o país na noite de sábado, mas no domingo “extra” estaremos discutindo o ProgramadePrevençãoeTratamento do Diabetes a Nível Nacional e o Modelo Biogênico. Vamos ter todos os dias tradução simultânea de todas as aulas, antes e após as meditações. Se você se interessar, já temos um blog muito especial, feito para atender ao público em geral: www.despertandoseupotencial.com. br, ainda fale com a Maya: maya. oficinadasemente@gmail.com Ou entre em contato conosco pelos telefones: (015) 3542-3878, (015) 9639-3071 (Vivo), (015) 8117- 6084 (Tim) Um mergulho na natureza e na comunhão com os céus, junto a um mestre vivo contemporâneo! FESTIVAL CULTURE OF LIFE P ra quem gosta de bons vinhos, a região de Bordeaux, no sul da França, é o paraíso. E eu gosto, mas como gosto de pe- dalar também, aceitei o convite de minha mulher, e percorremos boa parte das vinícolas de bicicleta. Foram seis dias, aproximadamente trezentos quilômetros, provando alguns dos melhores vinhos do mundo. Depois de uma rápida estada na própria cidade de Bordeaux, parti- mos para Dordogne, passando por belíssimos castelos, em cujos solos são cultivadas as uvas e produzi- dos os vinhos. Em seguida, fomos para a cidade medieval de St Emilion, cujo nome é familiar aos apreciadores da bebida. Provamos três diferentes vinhos, cada um mais saboroso que o ou- tro e, sem perder o equilíbrio so- bre duas rodas, seguimos por uma pequena estrada até o Chateau de Candale, magnífico castelo onde são produzidos os chamados “Gran Cru Classe”, como são denomina- dos os vinhos de grande qualidade. Na manhã seguinte, montamos nas bikes e rumamos para Pomerol. Como ninguém é de ferro, para- mos diversas vezes para testar os OS VINHOS vinhos da região, que são gentil- mente oferecidos pelos produtores locais. Sinceramente, depois de provar os vinhos do Chateau Figeac, foi difí- cil voltar à bicicleta. Mas tínhamos que continuar. Chegamos a Bordelais, terra dos Mèdoc e Cabernet Sauvignon. Acho que provamos de tudo: Margaux, Latour, Paulliac, Beychevelle, e sei lá quantos mais. Só sei que esses nomes deixarão os leitores, apreciadores de vinhos, com água na boca. Agora, uma coisa que não se pode deixar de constatar é a competên- cia do agricultor francês. O negócio do vinho, um dos maio- res produtos de exportação da França, é tratado com extrema seriedade. Se a safra da uva não for boa, pre- ferem perdê-la do que colocar no mercado um vinho sem qualidade. Quando há necessidade de mistu- rar uvas, fazem-no criteriosamen- te, para não adulterar o sabor. Como disse um parisiense, a França depende dos seus vinhos. Tim-tim! Saúde! Dos muitos porquês, por tanto que se faz de nada... Gilberto Brandão Marcon ACONCHEGO Deitar no colo Provar seu ventre Esquentar meu frio Viajar minha mente Embriagar a alma Beber do chão Provar sua calma Descansar meu coração Sentir seu cheiro Tomar seu banho Libertar desejo Aconchegar eu mesmo Fitar seu olho Esperar por vir Amar seu gosto Cuidar de mim Apertar a mão Olhar seu rosto Suar tesão Guardar o gozo Quietar a pele Liberar tensão Aguardar meu pouso Explodir paixão. Fábio Pirajá
  8. 8. 09Junho 2013Jornal Tipo Carioca
  9. 9. 10 Jornal Tipo CariocaJunho 2013 T ermina dia 20 de julho a tem- porada da peça Alice e Gabriel, no Teatro dos Grandes Atores, na Barra. Vencedor do prêmio Funarte de dramaturgia juvenil em 2005, com poemas de Ulisses Tavares e texto de Jaime Celiberto, esse espetáculo é um ma- nifesto contra a violência urbana, tendo como pano de fundo uma divertida histó- ria de amor que começa na praia. No elen- co, estão Jessika Alves, Land Vieira, Raira Machado e Vitor Thiré. Às sextas e sába- dos, às 19h. Foto 01: o elenco da peça. Crédito: Popó Gonçalves. Grande talento da nova geração, a canto- ra e atriz Clarice Falcão – que faz parte do projeto Porta dos Fundos – é a princi- pal estrela da nova campanha do Pão de Açúcar. Foto 02: a artista Clarice Falcão. O subprefeito da região, Tiago Mohamed, participou recentemente da gravação do programa Deles e delas, apresentado por Leleco Barbosa, na CNT. Também participaram o radialista Clóvis Monteiro, Alda Soares e a jorna- lista Claudia Cataldi. Foto 03: Tiago, nos bastidores do programa. Com nada menos que 65 anos de ma- gistério, a professora Ignezita Dantas Monteiro foi homenageada, em maio, por escolas e creches da região. Durante mais de 20 anos, ela ficou à frente da 7ª Coordenadoria Regional de Educação, órgão que coordena todas as escolas e creches do município na região da Barra e Jacarepaguá. Ignezita foi a primeira co- ordenadora da Barra, nomeada para o an- tigo DEC. Foto 04: parabéns, Ignezita! A Unidos das Vargens comemorou, mês passado, a vitória que obteve entre os blocos do Rio no último carnaval, o que lhe dará o direito de desfilar ano que vem como escola de samba. A festa aconteceu na Estrada dos Bandeirantes 23.045, ao lado do Sítio das Zitas. Em ju- nho, a agremiação promove o Quintal do Pagodinho, na Estrada do Mineiríssimo. Foto 05: o presidente Ronaldo Fernandes; Foto 06: Fernandes, com a eficiente diretoria. O judô foi a modalidade em disputa na segunda etapa do Desafio Esportivo do Cidade Jardim, na Barra. A principal atra- ção ficou por conta da apresentação de instrutores e atletas do Instituto Reação, criado pelo ex-judoca Flávio Canto. O campeão olímpico Geraldo Bernardes e as irmãs Rafaela e Raquel Silva, atle- tas olímpicas e campeãs mundiais, fize- ram demonstrações. Foto 07: Geraldo Bernardes, um dos maiores nomes do judô nacional. Foi uma noite de muito glamour a en- trega de mais uma edição do Troféu Responsabilidade Social Carvalho Hosken. Dessa vez, a festança aconteceu no chiquérrimo Espaço Lamartine, no Itanhangá. Cinco ONG’s foram as ven- cedoras, por seus respectivos trabalhos na área social: Apajocum, Casa de Santa Ana, Curumim, Instituto Novo Ser e Lar de Daniel Cristóvão. Como é tradição no evento, ao final foi comemorado o aniver- sário do empresário Carlos Fernando de Carvalho, presidente da Carvalho Hosken. Foto 08: Carlos de Carvalho e a espo- sa, Heliana Lustman ; Foto 09: o pre- sidente da AIB, Manuel Lopes, na entre- ga da premiação; Foto 10: presidente da CCBT, Delair Dumbosck, sua esposa, Denise Bauerfeldt, e o diretor da Carvalho Hosken, Ricardo Corrêa; Foto 11: a apresentadora do evento, a jornalista Leticia Levy; Foto 12: Edson e Márcia Reis, do Lions; Alexandre Fontes, presi- dente da Acir; e Alfredo Lopes, presidente da Protel; Foto 13: as socialites lidera- das por Vera Loyola, ao centro. Crédito: Vicente Rodrigues. Em maio, a Orquestra Sinfônica Brasileira deu início à série de concertos Jade, no Teatro Bradesco, no Shopping VillageMall, na Barra. Nas duas primei- ras apresentações, o convidado foi o violinista alemão Augustin Hadelich. Outros três nomes se apresentarão ao longo do ano: o coro Pacific Boychoir e os pianistas Linda Bustani e Daniil Trifonov. Foto 14: o maestro Roberto Minczuk. O divertidíssimo grupo Comédia em Pé está de volta ao Teatro dos Grandes Atores. O quarteto, formado por Claudio Torres Gonzaga, Fernando Caruso, Smigol e Victor Sarro, certamente vai arrancar muitas risadas do público. Em cartaz até o dia 28 de julho, de sexta a do- mingo. Foto 15: Caruso, Sarro, Smigol e Gonzaga. com Katia Lancelotti 01 02 03 14 15 16 20 19 18 17
  10. 10. Jornal Tipo Carioca Junho 2013 11 11 12 13 04 06 07 08 09 10 Muita saúde, paz, amor e felicidade aos aniversariantes do mês: Shirley Mangoni, Rosane Castro Neves, Fernanda Pedrosa, Ivonete Lema, Bruno Ribeiro, Brenno Be, Maurício Mendes, Anderson Pardal, Angela Maria Pelito Ormond, Alexandre Amaro, Gilda Raso, Alane Rodrigues, Thadeu Vidal, Geisa de Castejá, Angelo Ribeiro, Eliana Drummond, Heloísa Raso, Letícia Aranha, Larissa Canízio, Ivan Abadesso, Regina Portugal, Célia Mattos, Cláudia Oliveira Machado, nosso cartu- nista Ramade Martins, Evandro Neves e Monica Maravalhas. Foto 16: Shirley Mangoni recebendo o carinho de sua fi- lha; Foto 17: a amiga Regina Portugal; Foto 18: a aniversariante – e minha sobrinha – Letícia e sua mãe, Marcia Aranha; Foto 19: nossa querida colu- nista Rosane Castro Neves, Marcia Pozas e Fernanda Pedrosa Foto 20: as aniver- sariantes Rosane e Fernanda, na hora do brinde com as amigas. Sil Esteves, atriz da websérie Jeitinho Carioca, testou uma das novas sen- sações do momento: as unhas de fi- bra. O serviço pode ser encontrado no Recreio e na Barra da Tijuca, na Depillah Instituto de Depilação. Inaugurada oficialmente no dia 16 de maio, a Cidade das Artes, na Barra, ofere- ce uma variada programação ao público. O local apresenta espetáculos de dança, teatro, música, artes visuais e literatura. A OAB-Barra promoveu, em maio, o deba- te A Mídia, Poder Judiciário e Advocacia, no Shopping Marapendi. E, este mês, em comemoração à Semana Mundial do Meio Ambiente, a entidade realizou um workshop sobre o tema. Os pales- trantes foram Tânia Braga, gerente de Sustentabilidade do Comitê Rio 2016, e o economista Sérgio Besserman. A galera que pega onda há alguns anos conta com um grande aliado nas praias cariocas: o Surf Bus. Todos os dias, o ôni- bus faz o trajeto do Largo do Machado à Prainha, passando também pelas praias de Botafogo, Copacabana, Ipanema, Leblon, São Conrado, Barra da Tijuca, Reserva, Recreio e Macumba. Para pegar o ônibus basta ligar para 9799-5039 e combinar com o atendente, ou ficar em qualquer esquina do trajeto ou em fren- te a qualquer hotel da orla e fazer sinal quando ele passar. Para maiores informa- ções ligue para o escritório 3546-1860 ou entre no site www.surfbus.com.br. Desde o início deste mês, aos sábados, a Praça das Rosas, no Parque das Rosas, recebe a PRosa Cult. Trata-se de uma feira de artesanato, que, só no primei- ro dia, reuniu mais de 30 expositores, entre artistas plásticos, escultores, ar- tesãos, brechós e antiquários. Em para- lelo à feira, haverá adoção de animais de estimação resgatados do abandono por voluntários. Os cães e gatos, adultos ou filhotes, estão devidamente vacinados, vermifugados e castrados. Já no Downtown, aos sábados e domin- gos, acontece a Feira de Antiguidades. O evento vai das 10h às 18h, na praça cen- tral do shopping. A Brasil Corporation está patrocinando a Orquestra Tabajara, que foi fundada em 1933 e é inspirada nas big bands ameri- canas. Contatos para shows: 3116-1911, 9821-5644 e 7886-2159. Dona de uma voz inconfundível, Diana Ross, a eterna diva da soul music, subirá ao palco da HSBC Arena, na Barra, no dia 29 de junho. Conhecida por interpretar sucessos como All for one, Why do fools fall in love, Upside down e Missing you, a cantora americana recebeu, ano passado, o Life Achievement Awards, premiação mais importante do Grammy, que reco- nhece a importância dos artistas mais re- levantes da música mundial. Vale demais a dica. Vai de 8 a 21 de junho a campanha nacional de vacinação contra a paralisia infantil. Anote na agenda: de 5 a 7 de julho acon- tece, no Clube dos Bombeiros, na Barra, o Arraiá do Axé. Entre as atrações estarão Mr. Catra, Mc Koringa, Taty Princesa, Trio Pé de Serra e DJ Robotronic. O endereço é: Av. Prefeito Dulcidio Cardoso, sem nú- mero, atrás do Rio Design. A entrada é um pacote de fralda geriátrica. 05
  11. 11. Junho 2013 Jornal Tipo Carioca12 T odo o manejo do funcio- namento do aparelho di- gestivo está sendo dire- cionado para o estudo da flora intestinal, representada por milhões de micro-organismos que povoam nosso intestino delgado e grosso. Sabe-se que existem duas floras básicas que estão alojadas em seg- mentos diferentes e isoladas, que são: flora fermentativa e putre- fativa, que, como o nome indica, são produtos mantidos e estimu- lados pelos hidratos de carbono (carboidratos) e a segunda pelas proteínas. O problema está na dificuldade de estudá-las, tanto pelo difícil acesso, como também pela falta de estabe- lecer os padrões de comportamen- to delas. O estudo da dinâmica da digestão e da eliminação vem sendo enrique- cido pelo uso dos pré e probióticos, que, como o nome diz, significam preparo para a vida. Os pré-bióticos são representados pelas FIBRAS que podem ser ali- mentares ou terapêuticas, solúveis e insolúveis. A diferença entre elas é que as insolúveis são a base do bolo fecal e as solúveis, por puxa- rem água, são expansíveis e capa- zes de abrir as zonas intestinais angustiadas e são os verdadeiros PRÉ-BIÓTICOS. Elas são capazes de estimular o crescimento das bactérias não patogênicas, proteto- ras. Nessa ordem de ideias, quase todos devem usar as fibras insolú- PRÉ-BIÓTICOS E PROBIÓTICOS (iogurtes) veis, com exceção dos indivíduos que tenham trânsito intestinal acelerado. Já as solúveis ou terapêuticas devem ser de indicação médica e têm uso nos constipados crônicos na forma especial do cólon espástico. Os PROBIÓTICOS são alimentos fun- cionais que são a própria bactéria viva já desenvolvida e fornecida para aproveitamento. Eles são capazes de promover uma vida saudável, com manutenção da ação protetora da flora intestinal e repercussão signi- ficativa no nosso sistema defensivo. FIBRAS INSOLÚVEIS – Aveia, linha- ça, fibra de trigo, granola, gergelim. FIBRAS SOLÚVEIS – Goma guar, inu- lina, psílio, plantago, dextrina, sene. (PRÉ-BIÓTICOS). PROBIÓTICOS – Bifidobacterium animalis e lactobacillus. Pela gama de ações benéficas desses probióticos, os estudos agora se diri- gem para isolar cada um deles e ver a sua ação especifica. Já temos isolados a BIFIDOBACTERIUM ANIMALIS, estimulante do trânsito (Activia), LACTOBACILLUS DEFENSIS, au- mentando as defesas (Actimel) e LACTOBACILLUS CASEI, que recom- põe a flora intestinal (Yakult). Além desse desafio, agora a meta é impedir que esses bacilos vivos se- jam destruídos em cerca de 75% na sua passagem pelo tubo digestivo. Concluímos que esse é um capitulo apaixonante e de grande importân- cia para a manutenção da vida e para uma longevidade saudável. V ocê quer se manter bela e com saúde na gravi- dez? Então, não pode se descuidar da pele e dos cabelos, pois vários fatores aliados à produção de hormônios afetam bastante essas partes do corpo. A gravidez causa uma maior quanti- dade de progesterona no organismo, o que pode ocasionar aumento das pintas, manchas escuras (melasma), manchas vermelhas (telangectasias) e acne. Além disso, você poderá notar também um aumento do suor. Neste período, um dos cuidados mais básicos consiste em lavar a face com sabonete neutro e utilizar um filtro solar potente. Preste muita atenção em tudo o que você for passar na sua pele e consulte sempre antes o seu médico ou dermatologista, pois a absorção de determinados produtos pode prejudicar a saúde do bebê. Cabelos – Os cabelos são um caso à parte, pois geralmente são muito beneficiados na gravidez. Nesse perí- odo, a progesterona diminui a queda do cabelo e ele costuma ficar mais bo- nito e volumoso. Mas isso não significa que você pode relaxar o cuidado, pois cerca de três meses após o parto costuma ocorrer uma queda intensa, que só vai voltar a se normalizar em quase todas as mulheres após um ano. O uso de tinturas do cabelo na gra- videz também não é aconselhável. Ainda está em discussão no meio científico a relação entre uma prová- vel associação entre abortos espon- tâneos e certas substâncias contidas em tinturas e alisantes de cabelo. Portanto, é melhor evitar o uso, prin- cipalmente nos três primeiros meses de gravidez. Após este período, me- diante prévia consulta ao médico, podem ser usados os tonalizantes e a hena, que são eliminados após pou- cas lavagens. Também aconselho um bom corte; assim, diminui a sensação de perda na queda, os fios são fortalecidos, e fica mais fácil cuidar tanto do bebê como do cabelo! Boa sorte! Tel: 2487-3778 2487-3909 PELE E CABELOS NA GRAVIDEZ
  12. 12. Jornal Tipo Carioca Junho 2013 13 F az-se urgente que sejamos ambientalistas todos os dias, não de profissão, mas por amor a nós mesmos, à posteridade, à Mãe Terra, nossa única morada, da qual apenas fa- zemos parte, dádiva de Deus, que permitiu nossa existência. Que inte- ligência é essa, em que não estamos percebendo os recados que ela nos manda, inviabilizando e extinguin- do formas de vida? Quem hoje percebe a realidade deve ser atuante e convicto, habituar-se ao cuidado ambiental, pois nossa qualidade de vida, nossa saúde e nosso futuro dependem, essencial- mente, de não deixar para amanhã o que deve ser feito hoje. O planeta necessita de millhares de ambien- talistas, cidadãos de coragem moral dispostos a se unir e lutar por co- munidades solidárias e sustentáveis, para viver mais e garantir seus ter- ritórios promissores e mais huma- nos. Transcrevo, para conhecimen- to, alguns princípios da CARTA DA TERRA: I. Respeitar e cuidar da comunidade de vida - Respeitar a Terra e a vida, com to- das as suas diversidades; - Cuidar da comunidade de vida, com compreensão, compaixão e amor; - Construir sociedades democráti- cas, justas, sustentáveis, participató- rias e pacíficas; - Assegurar a riqueza e a beleza da Terra para as gerações presentes e futuras. II. Integridade ecológica - Proteger e restaurar a integridade dos sistemas ecológicos da Terra, com especial preocupação pela di- versidade biológica e pelos proces- sos naturais que sustentam a vida; - Como o melhor método de prote- ção ambiental, prevenir o dano ao ambiente e, diante dos limites de nosso conhecimento, impor o cami- nho da prudência; - Adotar padrões de produção, con- sumo e reprodução que protejam as capacidades regenerativas da Terra, os direitos humanos e o bem-estar comunitário; - Aprofundar o estudo da sustentabi- lidade ecológica e promover a troca aberta e uma ampla aplicação do co- nhecimento adquirido. III. Justiça social e econômica - Erradicar a pobreza, como um im- perativo ético, social, econômico e ambiental; - Garantir que as atividades eco- nômicas e instituições em todos os níveis promovam o desenvolvime- to humano de forma equitativa e Por um território sustentável donato@pactoderesgateambiental.org Tel.: (21) 8728-0430 Ambientalista; graduado em Comunicação Social; Presidente do Lagoa Viva, diretor da AIB e Acibarra, Consultor de Ecodesenvolvimento da Acibarra e Coordenador do Movimento Evolutivo Pacto de Resgate Ambiental. PACTO DE RESGATE AMBIENTAL - Buscando um território sustentável sustentável; - Afirmar a igualdade e a equidade de gênero como pré-requisitos para o desenvolvimento sustentável e as- segurar o acesso universal à educa- ção, ao cuidado da saúde e às opor- tunidades econômicas; - Apoiar, sem discriminação, os di- reitos de todas as pessoas a um ambiente natural e social, capaz de assegurar a dignidade humana, a saúde corporal e o bem-estar espi- ritual, dando especial atenção aos povos indígenas e minorias. IV. Democracia, não violência e paz - Reforçar as instituições democrá- ticas em todos os níveis e garantir- -lhes transparência e credibilidade no exercício do governo, participa- ção inclusive na tomada de decisões e no acesso à justiça; - Integrar, na educação formal e na aprendizagem ao longo da vida, os conhecimentos, valores e habilida- des necessárias para um modo de vida sustentável; - Tratar todos os seres vivos com res- peito e consideração; - Promover uma cultura de tolerân- cia, de não violência e de paz. Junte- se a nós, sem medo; faça a sua parte. O lá, leitor. No último artigo, escrevi aqui sobre os fato- res inerentes à criação de projetos de paisagismo. E, como prometido, essa coluna agora vai falar de um criador de projetos. De um dos mais renomados paisa- gistas que esse país já teve. Um dos brasileiros mais reconhecidos no mundo. Um gênio da arte em suas várias formas: Roberto Burle Marx. O criador do Aterro do Flamengo, para ficar somente nesse exemplo de grandiosidade em termos de projeto de paisagismo. Você conhece o Sítio Burle Marx? Não? O que está esperando? Ele fica ali, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, mais precisamente no caminho que leva a uma das praias mais espeta- culares dessa cidade, a de Grumari. O local? Barra de Guaratiba. Ali, no Sítio de Santo Antônio da Bica – como era originalmente chamado – Burle Marx morou por muitos anos e pôde deixar para os cariocas, bra- sileiros e outros cidadãos do mundo um pouco do seu pensamento, de suas ideias, de sua maneira de ver o mundo, a arte, as plantas, o paisa- gismo. Pintor, escultor, excelente co- zinheiro, poliglota e um apaixonado por plantas, Burle Marx colecionou centenas de milhares delas. Foi um apaixonado por bromélias e res- ponsável pela introdução dessas no paisagismo brasileiro, aliás, o grande responsável pelo modo/estilo tropi- cal de se criar jardins, combinando cores, texturas e plantas tropicais de uma forma nunca antes vista em lugar algum. Burle Marx é responsável por pro- jetos grandiosos em três das maio- res cidades do Brasil: o Parque da Pampulha, em Belo Horizonte; o Parque Ibirapuera, em São Paulo; e o já falado Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro. E precisa mais dizer o quê sobre esse mestre do paisagis- mo brasileiro que influenciou uma geração de outros excelentes profis- sionais do ramo no Brasil? É necessário dizer que Burle Marx doou tudo, todo o seu acervo para o governo brasileiro, para que tudo fosse preservado e cuidado, mesmo após a sua morte. Não deixe de conhecer o sítio. Faça uma visita, conheça a capela que re- cebe missas regulares todos os do- mingos. Ouça as histórias dos guias muito bem treinados e descubra o universo e um pouco da cabeça desse gênio chamado Roberto Burle Marx. Até a próxima coluna. Fábio Cardoso de Freitas Engenheiro Agrônomo fcarfreitas@yahoo.com ROBERTO BURLE MARX O Estatuto da Criança e do Adolescente, é um instru- mento incontestável de grande avanço, criado com o objetivo de proteger as crianças e os adolescentes brasileiros que não ti- nham um rico “guarda-chuva” que os abrigassem das tempestades da vida. Mas os bandidos descobriram que usando os “de menor”, à frente de cri- mes leves e hediondos, ficariam livres de responder às penalizações constan- tes de uma lei que mais parece uma luva de pelica do que uma punição merecida pelo mal praticado. Sim, a pessoa é livre para plantar o que qui- ser, mas, com certeza, vai colher exata- mente o que plantou. Deus, deu o livre arbítrio para o homem, mas deu-lhe uma dose boa de consciência. O maior bandido, com a maior ficha criminal, não quer morrer sem confessar sua culpa. Por que será? Atualmente, o Brasil, está vivendo uma onda de crimes bárbaros, prati- cados por menores, como se fossem adultos já graduados na escola da maldade. Queimar uma pessoa, por- que ela não tinha dinheiro dentro da expectativa do menor assassino im- buído de uma maldade sórdida, causa náuseas. Parece que esta criatura não saiu de uma mulher e sim de um ser sem alma e coração. Muito triste escrever sobre este as- sunto, mas lembrar que a cada ato de- sumano está uma família a chorar seu ente querido, retirado de seu convívio abruptamente, faz com que nosso pensamento se dirija para os políticos legisladores responsáveis em criar as leis brasileiras e pedir-lhes que se preocupem em buscar a solução para esses problemas sociais. E só pode ser pela educação! Olhem para o futuro do Brasil! ***************** Viver é estar numa constante atenção. Vivemos de escolhas e de consequên- cias. Tudo que semeamos é do nosso gosto, da nossa vontade. Parece ser prazeroso, e muitas vezes o é. À medi- da que o tempo vai maturando a esco- lha, ou seja, a semente plantada, bre- vemente chega o tempo da colheita. Oh! Quantas plantinhas que não vinga- ram e nada produziram. Outras cres- ceram viçosas e exuberantes, trazendo alegrias e sorrisos para serem desfru- tados com os amigos e familiares. Ouvi dizer, pelas pessoas com mais idade que eu, que quando vamos se- mear, sabemos que tudo que plantar- mos vamos colher, rapidamente ou não. Mas a verdade é que a semeadu- ra é livre, a colheita é obrigatória. Isso me leva a crer que precisamos buscar um equilíbrio na hora da escolha, para que o arrependimento não apa- reça junto com o prêmio. VIDA var.imagens@hotmail.com magodaslentes@gmail.com Telefones: (021) 2459-0117 / 3406-1804 Celulares: (021) 9395-2000 / 7614-7188 Vicente Rodrigues fotógrafo var.imagens Av. Lúcio Costa, 16.580 - Tel.: 2490-1684 / 9987-6022 Serviços gráficos e web • 6973-2229
  13. 13. 14 Jornal Tipo CariocaJunho 2013 Nelson Barboza Rosane Castro Neves A inda no ano de 1941, destacamos: – Como era verde o meu vale (John Ford), ganha- dor de cinco Oscar: filme, diretor, ator coadjuvante (Donald Crisp), fotografia e direção de arte. Com um belo cenário e excelente dire- ção, mostra as alegrias e tristezas de uma família de mineradores de carvão no País de Gales; – Relíquia macabra (John Huston), cult movie do gênero noir, baseada na novela policial “O falcão maltês”, de Dashiell Hammett (1894-1961), conta a his- tória de um grupo de pessoas ganan- ciosas em busca da valiosa estatue- ta de um falcão negro, que conteria em seu interior um tesouro fabu- loso. Excepcional performance de Humphrey Bogart como o duro dete- tive particular Sam Spade e excelen- tes atuações de Peter Lorre (como o ambíguo Joel Cairo), Mary Astor (a cliente) e Elisha Cook Jr. (a neuróti- ca Wilmer); – Contrastes humanos (Preston Sturges): bem-sucedido diretor de cinema, cansado de fazer comédias leves durante a Depressão, resolve realizar um drama preten- sioso sobre a questão social; um fil- me sério, retratando a dura realida- de da vida. Vai à luta, com dez cents no bolso, em busca do que considera “o mundo real”, mas é assaltado, acu- sado de homicídio e preso. Na pri- são, descobre que, na realidade, al- gumas pessoas preferem a diversão à política, pois isso é tudo que elas possuem na vida. Mais profundo do que parece, esta mistura de comédia pastelão e drama é considerada um marco na história de Hollywood; – Que espere o céu (Alexander Hall): ótima comédia fantástica. Lutador (Robert Montgomery) é vítima de acidente de avião e enviado para o céu antes da hora. Deve retornar à Terra, mas descobre que seu corpo já estava cremado, sendo forçado a encarnar em outro. Elenco perfeito e atuações de primeira. Refilmado em 1978, por Warren Beatty, com o títu- lo O céu pode esperar, inferior ao ori- ginal, mas bem divertido; – Dumbo (Ben Sharpsteen): indicado para crianças e adultos, este clássico de- senho animado dos Estúdios Disney é uma de suas mais belas obras. Cenas maravilhosas e sentimentais, mostrando a história do elefantinho que é humilhado no circo por causa de suas orelhas enormes. Ganhou o Oscar de melhor trilha sonora, que contém ótimas canções como Pink elephants on parade e Baby mine. Outros bons filmes de 1941 que me- recem ser vistos são: As três noites de Eva (Preston Sturges), Pérfida (William Wyler), Sargento York (Howard Hawks), Adorável vaga- bundo (Frank Capra), O lobisomem (George Waggner), O homem que vendeu a alma (William Dieterle), Adivinhe quem vem para jantar? (William Keighley), O diabo e a mu- lher (Sam Wood) e O homem que quis matar Hitler (Fritz Lang). Em 1942, os filmes acima da média foram: – Casablanca (Michael Curtiz) – Obra-prima.Sériocandidatoamelhor filme hollywoodiano de todos os tem- pos. Tem de tudo: romance, suspense, intriga, aventura etc. Dono de bar em Casablanca (Humphrey Bogart) reen- contra, durante a II Guerra Mundial, mulher com quem manteve intenso romance (Ingrid Bergman), mas ela está casada com um líder da resis- tência (Paul Henreid). Num gesto nobre, sacrifica seu amor pela causa, ajudando o casal a escapar do local. Dooley Wilson interpreta o pianista Sam, que toca a inesquecível As time goes by. Oscar de filme, roteiro adap- tado e diretor; – Soberba (Orson Welles): brilhante drama, baseado em um romance de Newton Booth Tarkington (1869-1946), “Os magní- ficos Ambersons”, de 1918, ganhador do Prêmio Pulitzer. Embora remon- tado pelos produtores à revelia de Welles (quando ele estava no Brasil para filmar dois episódios de É tudo verdade), o filme mantém o notável plano técnico de Cidadão Kane, com utilização de planos-sequência e profundidade de campo (foco total – sem desfocar o fundo para mostrar o primeiro plano, ou vice-versa). A obra, outro aspecto do modo de vida americano, mostra o declínio finan- ceiro e a desintegração de orgulhosa e rica família de uma pequena cidade, no início do século XX, com os confli- tos daí resultantes; – Ídolo, amante e herói (Sam Wood): considerado o melhor filme de beisebol, uma ótima biografia do astro dos Yankees, Lou Gehrig (Gary Cooper em excelente atuação). Símbolo de saúde, energia e constância – Lou jamais esteve au- sente de um jogo –, sucumbe, entre- tanto, a uma atroz doença dos mús- culos. Sequência final emocionante onde, moribundo, se despede com um discurso no Yankee Stadium e é Capítulo 1 – Estados Unidos da América – Parte 10 O aniversário de 92 anos de Enid Sauer foi supercome- morado, na casa da neta Pat Sauer. Uma alegria conta- giante, Enid muito feliz! Quitutes de- liciosos! Parabéns! A apresentação da Cia. Nós da Dança está sendo maravilhosa! A temporada no Centro Cultural Banco do Brasil foi um sucesso. Regina Sauer soube fazer, com muita classe, elegância e com seus bailarinos de primeira, uma tempora- da maravilhosa! Entre no site www. sauerdancas.com.br e veja as datas e os teatros onde está a apresentação! Ângela Alhante, uma defensora dos animais, foi eleita a mais chique da Turma Extra by Elena Sauer e Maria Paula Cavalcanti! O aniversário de Tina Nunes vai ser o máximo. Aguarde fotos mês que vem. Para arrasar no seu festão de 50 anos, Xuxa vai usar um vestido inspirado nas grandes estrelas do Oscar, com direito a uma fenda generosa; é feito em ce- tim, renda francesa e cristais bordados à mão. A peça é assinada pelo estilista Samuel Cirnansck. Paraíso dos Focinhos arrebentou a boca do balão, com uma feijoada be- neficente e maravilhosa na Nuth, para ajudar os bichinhos! Isabela Lage, Virginia e Flavia Renha, Márcia Albuquerque, Mauro/Fernanda/Maria peczek, Cristina Magrassi, Cecília e Carol Braga, entre muitos que aju- dam e protegem os animais carentes. Hanriette Soares e equipe, parabéns! Todos na torcida pela Gegê Marinho Nunes, uma queridíssima que fez uma operação séria, mas que agora está muito bem! Comemorar a vida sempre com ela é a coisa mais bacana da face da terra! VIVA A GEGÊ! O churrasco dia 8 de Junho prome- te! A organização de Rafaella Renha Braga está cuidando de todos os de- talhes! Fotos no mês que vem. Este mês todas as fotos são do Niver da colunista aqui! Comemorei no Restaurante Victória-Jóquei, com duas grandes amigas: Márcia Pozas e Fernanda Peczek. Foi uma noite bastante alegre com 60 amigos pre- sentes. Sou muito feliz por ter esta riqueza: AMIGOS!!!! Aniversariantes do mês: Rafaella Renha Braga, Eliane Marques, Tânia Aquino Rose Carvalho, Regis, Luana David, Eliane Tinoco, Bia Sauer, Tina Nunes, Ângela Alhante, Lea Kogut, Helio Belleza, Flavia Messa, Meri, Eliane Ovalle, Victoria Resende, Ana Elisa Nadruz, Sandra Valente, Marly Tavares, Lulu Niemeyer, Cris Biazzo, Carol França, Demar, Vera Loyola, Maninha Mariza Albuquerque, Eduardo Marinho e Andréia Baltazar. A todos, mil feli- cidades e parabéns! BREVE HISTÓRIA DO CINEMA MUNDIAL ovacionado. Destaque, ainda, para Teresa Wright, no papel da devota- da esposa de Lou; – Bambi (David Hand, supervisor): clássico desenho dos Estúdios Disney, com tudo para agradar crianças e adultos. A trama é cheia de aventura, drama, comédia, tragédia, ternura e humor. O cervo Bambi, órfão de mãe, suas amizades com outros animais, os perigos da flo- resta (como o aterrorizante incêndio) e seu aprendizado sobre as coisas da vida, ao longo das quatro estações do ano. Uma lição para as crianças (e adultos), com uma mensagem em fa- vor dos animais, no sentido de serem tratados de uma forma mais carinho- sa e humana; – Rosa da esperança (William Wyler): feito em plena II Guerra Mundial, um filme que teve o poder de levantar o brio do público americano. Dona de casa de família de classe média inglesa que aprende a lutar com a guerra, parando seus afazeres apenas para capturar um piloto nazista enquanto o marido resgata a BEF (Força Expedicionária Britânica), em Dunquerque, onde também estavam encurraladas dez divisões do I exército francês e o exér- cito belga. Oscar de filme, diretor e atriz (Greer Garson), entre outros. As meninas do balé! Turma ONE! As mulheres da família Renha, com as aniversariantes, Rô, Fernanda e Marcia. Lia e Rô, com Noêmia e Rosana, chiques de doer! Rô, entre as queridas Monicas: Calainho e Portocarrero. Celina, a super cake designer, entre a aniversariante Rosane e Pat Comber. Muito felizes, as aniversariantes Fernanda, Rosane e Marcia! OS GRANDES FILMES NORTE-AMERICANOS DA DÉCADA DE 1940
  14. 14. 15Junho 2013Jornal Tipo Carioca continue mexendo até a mistura ficar sequinha, adicione a páprica (opcional) e a salsa picada. Misture bem, apague o fogo e reserve. Preparando a massa: leve o lei- te ao fogo médio, em uma panela com os cubos de caldo de galinha, e mexa bem até o caldo dissolver- -se; se for em pó, o processo é bem mais rápido. Coloque a margarina, e deixe o leite ferver. Em seguida, coloque toda a farinha e misture bastante, até a mesma soltar do fundo da panela. Retire a massa da panela, coloque- -a sobre uma tábua e sove-a um pouco. Abra a massa com a ajuda de um rolo e deixe com meio centímetro de altura. Recorte em círculos de aproxima- damente oito centímetros. Recheando, empanando e fri- tando - Finalização: coloque o recheio de carne-seca e feche, dei- xando-o com o formato de pastel. Molhe a massa com água e passe-a na farinha de rosca. Em uma frigideira, frite aos pou- cos, em óleo bem quente. Se sobrar, pode congelar. Rendimento aproximado: 50 unidades. I ngredientes: Recheio: meio quilo de car- ne-seca; duas cebolas mé- dias, picadas; dois tomates, sem pele e sem sementes, picados; dois dentes de alho, bem picados; meia xícara de salsa bem picada; uma colher, de chá, de páprica picante (opcional) e azeite, para refogar. Massa: duas xícaras, de chá, de farinha de trigo; duas xícaras, de chá, de leite integral; dois cubos de caldo de galinha (pode ser em pó); três colheres de margarina e fari- nha de rosca, para empanar. Modo de preparo: Dessalgando e desfiando a car- ne-seca: corte a carne-seca em cubos e coloque-a de molho, de um dia para o outro, trocando a água uma ou duas vezes. No dia seguinte, troque a água e coloque a carne-seca no fogo, até levantar fervura. Repita essa ope- ração três ou quatro vezes para que seja retirado o excesso de sal e a carne cozinhe. Após cozimento, desfie a carne- -seca com as mãos. Preparando o recheio: em uma frigideira grande, refogue o alho e as cebolas no azeite. Em seguida, coloque a carne-seca, mexa de vez em quando. Acrescente os tomates, RISOLE DE CARNE SECA DO GILVAN Bom apetite!!! Conheça mais receitas no Blog do Gilvan: http://gilvannascimento.blogspot.com Gilvan Nascimento Av.SalvadorAllende Av. Alfredo Baltazar da Silveira BRT SALVADOR ALLENDE Av. das Américas Conheça também nossos cursos de: MBACASTELO & GRADUAÇÃO GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA GRADUAÇÃO TRADICIONAL Av. Salvador Allende, 6.700 (Shopping Bandeirantes) 3216 7700 | www.castelobranco.br Curta /universidadecastelobranco •Administração •Gestão de RH •Gestão Empresarial •Logística •Marketing Unidade Recreio BRT Salvador Allende. vestibular 2013.2 Faça sua empresa APARECER. Anuncie conosco: 2490-0328 / 9124-0185
  15. 15. Junho 2013 Jornal Tipo Carioca16

×