Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Optimização de recursosparadifusãoemRedes de PróximaGeração<br />Diogo Gomes &lt;dgomes@ua.pt&gt;<br />
IPTV<br />Um dos pilares do 3-play<br />Fundamentalmente difusão<br />Operadores 3GPP/TI-SPAN<br />Unicast<br />MBMS (sub-...
MBMS<br />DVB<br />Application<br />Service Platform<br />Transport Networks<br />Optimizações à Comunicação em Grupo por ...
Como evoluir as actuais tecnologias 3G ?<br />Disrupção?<br />DVB-H/MediaFLO (Custos elevados, ausência de Serviços)<br />...
Optimizações à Comunicação em Grupo por camadas<br />
Evolução do MBMS<br />Plano de Serviço Enablers<br />Potencia uma melhor abstracção da rede<br />Disponibiliza Interfaces ...
Optimizações à Comunicação em Grupo por camadas<br />
Sinalização de QdS<br />Como fazer o correcto mapeamento da sinalização<br />Serviços Legacy<br />Como suportar aplicações...
MBMS <br />Mecanismos de QdS mas Largura de banda limitada<br />Cobertura Média<br />Largo espectro de serviços interactiv...
Interface difusão<br />Virtualmente bidireccional<br />Suporte aos mecanismos “tradicionais”<br />Suporte a serviços legac...
Optimizações à Comunicação em Grupo por camadas<br />
Routers Multicast capazes de mapear endereços IP Multicast em portadoras L2 difusão. <br />Algoritmo de mapeamento<br /><u...
Requisitos de potencia de transmissão
Perfil do listener
Feedback do subscriptor</li></ul>Mapeamentodinamico de IP em L2<br />
Stream 1Mbps<br />3 terminais<br />Switch: N = 2<br />Packet Rate de um stream multicast sobre um canal WiFiunicastesobre ...
Packet Loss for a multicast stream over a WiFiunicast channel and multicast channel<br />Avaliação do Protótipo<br />
Packet Inter-arrival de um stream multicast sobre um canal WiFiunicastesobre um canal broadcast<br />Avaliação do Protótip...
O mapeamento dinâmico entre L3/L2 implica custos de processamento na rede<br />Eventuais problemas de escalabilidade<br />...
Número de células com um dado numero de terminais associados em função do numero total de terminais<br />Cenário 3G<br />
Número de oportunidades para mudança<br />Cenário 3G<br />
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Resource Optimizations for Broadcast enabled networks

514 Aufrufe

Veröffentlicht am

Thesis defense on "Resource Optimizations for Broadcast enabled networks"

Veröffentlicht in: Technologie
  • Login to see the comments

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Resource Optimizations for Broadcast enabled networks

  1. 1. Optimização de recursosparadifusãoemRedes de PróximaGeração<br />Diogo Gomes &lt;dgomes@ua.pt&gt;<br />
  2. 2. IPTV<br />Um dos pilares do 3-play<br />Fundamentalmente difusão<br />Operadores 3GPP/TI-SPAN<br />Unicast<br />MBMS (sub-sistema)<br />Redes de difusão de próxima geração<br />DVB (standard europeu)<br />MBMS<br />WiMax<br />WiFi<br />Como integrar os serviços de difusão nas redes de nova geração?<br />(optimizando os recursos usados)<br />Difusão de serviçosnas RNG<br />
  3. 3. MBMS<br />DVB<br />Application<br />Service Platform<br />Transport Networks<br />Optimizações à Comunicação em Grupo por camadas<br />
  4. 4. Como evoluir as actuais tecnologias 3G ?<br />Disrupção?<br />DVB-H/MediaFLO (Custos elevados, ausência de Serviços)<br />Utilizar mecanismos de distribuição ponto a ponto<br />Custos elevados, não escala<br />Optimizar as soluções existentes (MBMS) ?<br />Não se encontra integrado com a restante plataforma...<br />Solução<br />Melhorar a integração dos serviços de difusão na restante plataforma de serviços<br />Melhorar as interfaces entre aplicação e a plataforma de serviços.<br />Melhorar o suporte para redes heterogéneas<br />Evolução não disruptiva<br />
  5. 5. Optimizações à Comunicação em Grupo por camadas<br />
  6. 6. Evolução do MBMS<br />Plano de Serviço Enablers<br />Potencia uma melhor abstracção da rede<br />Disponibiliza Interfaces baseadas em API<br />Distribuição das funcionalidades por entidades IMS<br />Plano de Entrega de Media<br />Não só Multicast/Broadcast mas também Unicast<br />
  7. 7. Optimizações à Comunicação em Grupo por camadas<br />
  8. 8. Sinalização de QdS<br />Como fazer o correcto mapeamento da sinalização<br />Serviços Legacy<br />Como suportar aplicações não IMS<br />Internet Movel (Best-Effort) representa a maioria do mercado<br />Tecnologias Unidireccionais<br />Como tirar partido das bases instaladas<br />Como potenciar novos serviços (interactividade)<br />Comunicações IP sobre redes heterogénias<br />
  9. 9. MBMS <br />Mecanismos de QdS mas Largura de banda limitada<br />Cobertura Média<br />Largo espectro de serviços interactivos<br />Wifi<br />Ausência de mecanismos de QdS e largura de banda limitada (802.11b = 1Mbps)<br />Baixa Cobertura<br />Largo espectro de serviços interactivos<br />DVB <br />Bons níveis de QdS e largura de banda (4mbps por canal)<br />Grande Cobertura<br />Ausência de interactividade<br />Difusão de serviçosem 4G<br />
  10. 10. Interface difusão<br />Virtualmente bidireccional<br />Suporte aos mecanismos “tradicionais”<br />Suporte a serviços legacy<br />AR<br />Traça perfil da aplicação<br />Sinaliza em nome da aplicação<br />QoSBroker<br />Aplica a politica apropriada para a aplicação<br />Optimiza a distribuição<br />Abstraçãodaunidireccionalidadetecnologicaatravés do IP<br />
  11. 11. Optimizações à Comunicação em Grupo por camadas<br />
  12. 12. Routers Multicast capazes de mapear endereços IP Multicast em portadoras L2 difusão. <br />Algoritmo de mapeamento<br /><ul><li># de listeners
  13. 13. Requisitos de potencia de transmissão
  14. 14. Perfil do listener
  15. 15. Feedback do subscriptor</li></ul>Mapeamentodinamico de IP em L2<br />
  16. 16. Stream 1Mbps<br />3 terminais<br />Switch: N = 2<br />Packet Rate de um stream multicast sobre um canal WiFiunicastesobre um canal broadcast<br />Avaliação do Protótipo<br />
  17. 17. Packet Loss for a multicast stream over a WiFiunicast channel and multicast channel<br />Avaliação do Protótipo<br />
  18. 18. Packet Inter-arrival de um stream multicast sobre um canal WiFiunicastesobre um canal broadcast<br />Avaliação do Protótipo<br />
  19. 19. O mapeamento dinâmico entre L3/L2 implica custos de processamento na rede<br />Eventuais problemas de escalabilidade<br />Qual o impacto em células de pequenas dimensões?<br />Algoritmo baseado no numero de subscritores<br />Semelhante a solução adoptada pelo 3GPP<br />Simulação de um use-case para Mobile TV<br />Ambiente Urbano<br />3G vs WiFi<br />4 Serviços<br />Analise do impactodasoluçãopropostaemserviços Mobile TV<br />
  20. 20. Número de células com um dado numero de terminais associados em função do numero total de terminais<br />Cenário 3G<br />
  21. 21. Número de oportunidades para mudança<br />Cenário 3G<br />
  22. 22. Número de células com um dado numero de terminais associados em função do numero total de terminais<br />CenárioWiFi<br />
  23. 23. Número de oportunidades para mudança<br />CenárioWiFi<br />
  24. 24. Este trabalho abordou optimizações em 3 interfaces arquitecturais:<br />Aplicações &lt;&gt; Plataforma de Serviços<br />Plataforma de Serviços &lt;&gt; Rede IP<br />IP &lt;&gt; L2<br />É proposto um caminho evolutivo das redes 3G para as redes de nova geração all-IP<br />As propostas foram avaliadas através da implementação de protótipos e simulações<br />ARM: Advanced Router Mechanisms<br />Projectos: IST-Daidalos e IST-C-Mobile<br />Diversas publicações em conferências e revistas<br />Várias destas propostas estão a ser melhoradas no âmbito de novos projectos<br />Conclusões<br />
  25. 25. Obrigado pela vossa atenção<br />Fim<br />

×