Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Marketing Digital Eleitoral ESPM - maio 2010

Marketing Digital Eleitoral ESPM - maio 2010

  1. 1. agenda • Introdução • Um pouco de conceito • Um pouco de história • Dados da web • Estratégias de Marketing digital • Cases
  2. 2. Introdução Com o crescimento da web como plataforma de debate democrático, políticos do mundo tem- todo tem-se voltado para esse meio em busca de uma atuação impactante e diferenciada.
  3. 3. Casos bem- bem- sucedidos como de Obama demonstram a eficiência da web tanto na mobilização com o na geração de buzz. buzz.
  4. 4. A expectativa não deve ser obter grandes doações, como nos EUA, mas influenciar indecisos, conquistar eleitores jovens. jovens.
  5. 5. Para isso utilizamos os mesmos recursos do marketing tradicional, como planejamento da comunicação, definição do público- público-alvo, adequação da linguagem, imagens, sons, cores, etc.
  6. 6. http://migre.me/DC3X
  7. 7. Deve contemplar, além das ferramentas digitais: •Discursos • Cobertura da imprensa • Debates • Materiais impressos • Mídia paga
  8. 8. Propaganda nazista A grande mentira “Se vc contar uma mentira 1000 vezes as pessoas passam a acreditar nela”. (Joseph Goebbels) Goebbels)
  9. 9. A eleição de 1960, com a disputa entre Nixxon e Kennedy, iniciou esse conceito de “vender” as qualidades do candidato. http://www.youtube.com/watch?v=C6Xn4ipHiwE&feature=fvw
  10. 10. Se percebeu, naquela eleição, como Kennedy era uma personalidade muito mais atrativa para as câmeras. X
  11. 11. Na década de 80 / 90 os meios áudio- áudio- visuais foram os principais métodos de impacto. Evoluindo para os dias de hoje, quando verificamos a importância da web para as campanhas .
  12. 12. Perfil do usuário online É um produtor de conteúdo on-line Está bem informado, e ajuda a informar o resto do mercado, dissemina informações Troca experiências sobre assuntos de seu interesse
  13. 13. PRINCIPAIS PAÍSES Brasil é o 5º. país em número de usuários, atrás de: •China •EUA •Japão 76,8% •Índia 23,2% Os primeiros 20 países detém 77% de todos os usuários do planeta
  14. 14. Usuários 97.524 69.660 49.757 33.146 2007 2008 Estim. 2009 2010 Fonte: Ibope/Nielsen NetRatings, 2009 e DataFolha, 2008
  15. 15. + de 38 milhões acessam de suas casas Banda larga é um fator determinante – 50% dos domicílios
  16. 16. Fonte: BBDO e Proximity - 2009
  17. 17. As classes C, D e E no Brasil já supera as classes A e B Quem está em número de pessoas com acesso à internet internet. na internet? CDE somam 51,6% e AB somam 48,4% .
  18. 18. Penetração por tipo de mídia TV por assinatura 12% Revista 40% Internet 40% Jornal 50% Rádio 87% TV Aberta 97% Fonte (BrasilI: Comitê Gestor de Internet – Governo Federal, 2007 Fontes (Internacional): Internet World Stats, 2008 / Folha de São Paulo, 2009
  19. 19. Faixa etária - População Online Acima de 65 anos 1.55% 50 a 64 anos 11.81% 35 a 49 anos 22.43% 25 a 34 anos 17.49% 18 a 24 anos 16.63% 12 a 17 anos 19.35% 2 a 11 anos 10.73% 0% 10% 20% 30%
  20. 20. Atividades on-line Comércio Eletrônico 13% Serviços Financeiros 18% Treinamento e Educação 73% Busca de Informação 87% Lazer 88% Comunicação 89% 0% 20% 40% 60% 80% 100%
  21. 21. As novas tecnologias são muito mais econômicas e não suplantaram as técnicas anteriores.
  22. 22. Fonte: Anatel (out/2009)
  23. 23. 1G
  24. 24. 2G 2,5G
  25. 25. 3G
  26. 26. 3G
  27. 27. Fonte: Anatel, Teleco, Nielsen, operadoras.
  28. 28. Fonte: IAB
  29. 29. 12,000 Voice Data 9,000 6,000 3,000 0 99 00 01 02 03 04 05 06 07 08
  30. 30. Mundo Digital
  31. 31. . VANTAGENS: Imersão Total
  32. 32. Cria “laços” entre as empresas e os consumidores.
  33. 33. Três principais fabricantes de consoles: Nintendo (Wii), Sony e Microsoft
  34. 34. Filme Burger king
  35. 35. Alcançar US$ 13 bilhões de investimentos até 2012, metade virá dos EUA.
  36. 36. Mundo Digital
  37. 37. Buscadores SM- Search Marketing SM-
  38. 38. O mkt de busca se tornou o principal foco para captar novos adeptos, adeptos, consu midores, midores, etc. É a corrida do ouro digital.
  39. 39. Vivemos a era das buscas… buscas… Decisões 87% - encontram o que estão buscando 17 milhões americanos escolhem a escola dos filhos 21 milhões americanos escolhem cursos de especialização Busca é a 2a. atividade mais popular na web. (Martha Gabriel)
  40. 40. Por que é importante estar no topo? topo? • 50% abandonam após a 2a. página • 75% confiam nos resultados obtidos • 82% raramente lêem após a 3a. Página (Profa. Martha Gabriel)
  41. 41. SEO – Search Engine Optimization: Optimization: Envolve técnicas para elevar o posicionamento de um website nas buscas.
  42. 42. Redes Sociais (SMM-Social Media Marketing)
  43. 43. "Boca a Boca" sempre foi a forma mais eficaz de marketing.
  44. 44. Mídia Tradicional
  45. 45. Surge a internet ... Mídia Tradicional
  46. 46. ... e com a internet, surgiram novas ferramentas para as pessoas se comunicarem, o “Boca a Boca” se potencializou. + Mídia Tradicional Mídia Social
  47. 47. Público online As pessoas falam sobre seus interesses Marcas, produtos e serviços e POLÍTICOS !
  48. 48. O poder das Redes Sociais http://www.youtube.com/watch?v=zosapfdd-5k http://migre.me/DC3X
  49. 49. Mas a adesão política ainda é baixa. baixa. Ex. Transp. Brasil = 4.568 seguidores! http://migre.me/DC3X
  50. 50. …e no Congresso em Foco = só 4.667 seguidores ! http://migre.me/DC3X
  51. 51. Experiência interessante Museu da Corrupção www.muco.com.br
  52. 52. Presença digital dos políticos Twit Blog Flic Ork Faceb You Outr ter kr ut ook Tube os Serra Dilma Marina Alckmin Mercada nte........ ............. ............. ............. .......
  53. 53. A evoluçao do Twitter http://migre.me/DC3X
  54. 54. Twitter e Blog são as redes mais utilizadas pelos políticos. Flickr e YouTube aparecem em segundo lugar. Fonte: Mapadigital (out/09)
  55. 55. Twitter e Blog são ferramentas que permitem comunicação direta na forma de textos curtos ou longos, ideal para manifestar opiniões, emitir comunicados e estabelecer conversas com o público. Vimeo Flickr Orkut Ning Twitter Linkedin Facebook Blog You Tube Gabeira Pimentel Serra Slideshare Cristovam Mercadante Fonte: Mapadigital (out/09)
  56. 56. No cenário nacional, o Twitter é uma das ferramentas mais utilizadas pelos políticos. A sua importância está principalmente na facilidade de atualização e a capacidade de atingir um público vasto. Retrato atual: 24 senadores 80 deputados federais 30 deputados estaduais 65 vereadores 3 governadores 10 prefeitos 212 total Partidos PT – 40 (18%) PSDB – 37 PMDB – 35 Principais Estados SP, PR e RJ Grupo mais presente Senadores – 24 / 81 (23%) (out/09)
  57. 57. Presença digital dos políticos
  58. 58. Os blogs são espaços utilizados principalmente para a disponibilização de textos mais aprofundados e opinativos. Nos blogs: Principal plataforma Blogspot Estrutura - Parte interna do site oficial - Plataforma à parte e Sen. Pedro Simon independente. Conteúdo Crítica, manifestações, respostas, comentários.
  59. 59. Formas de atuação Há três formas de atuação. A opção está ligada diretamente ao objetivo que se pretende alcançar e a proporção dos resultados esperados. É o próprio político que atualiza diretamente o canal. 1 Autoral Isso agrega um grau maior de pessoalidade e informalidade. O político está envolvido na atualização, mas conta com uma 2 equipe responsável. Apesar de não possuir a pessoalidade Equipe oficial do Perfil 1, contar com uma equipe dedicada garante uma frequência de atualização e atuação maior em diferentes canais. Eleitores simpáticos ao político ou partido criam canais e 3 Equipe perfis em redes sociais para divulgar informações. Não há não-oficial relação oficial. Essa é uma indicação de que há potencial e necessidade da presença do político em redes sociais. Fonte: Mapadigital
  60. 60. A forma ideal de atuação é com participação direta do político e uma equipe digital. Essa opção alia a confiabilidade e pessoalidade no conteúdo divulgado à possibilidade de maior difusão e alcance do mesmo. José Serra, Mercadante, Gabeira. 1 Autoral Lula, Cristovam Buarque, Mercadante, Gabeira, Equipe Pimentel. 2 oficial Equipe Marina Silva, Aécio Neves. 3 não-oficial
  61. 61. ...nas mídias Sociais:
  62. 62. Mídias sociais Vídeos Agregado Fotos r conteúdo Plataformas de Mídias Fórum Redes Sociais Sociais Microblogs Blogs Wikis
  63. 63. Tenha um plano Posicionamento, objetivo, temas/assuntos, Recursos, ferramentas e indicadores, comunicação processo Estratégia Execução Manutenção Acompanhar, monitorar e adaptar
  64. 64. Seja transparente Fale a verdade MUDANÇA Admita os seus erros Dê uma explicação e busque uma solução
  65. 65. Compartilhe conteúdo Compartilhe informação relevante ao seu público para obter valor na mídia social Torne seu conteúdo fácil de compartilhar Use ferramentas que promovam o seu conteúdo, multiplique !!
  66. 66. Seja pessoal Personifique sua marca Fale do seu jeito, seja você Responda, reconheça e agradeça
  67. 67. Adicione valor à conversa Pense como um colaborador, alguém que quer contribuir MUDANÇA Considere o que é relevante para a comunidade Não promova o seu produto a cada mensagem As pessoas promovem o conteúdo se este for interessante Encorage a discussão e participação
  68. 68. Mensure Mensurar VISIBILIDADE INFLUÊNCIA ENGAJAMENTO • páginas vistas • ratings/rankings • comentários • visitante únicos • referências • perfis preenchidos • posts / threads • membros • membros ativos • quantidade de • conexões • médias por período grupos • tempo de visitação • freqüência de • novos visitantes publicação • visitantes que • favoritos retornam • feedback • fonte do tráfego • conversões • palavras chaves
  69. 69. Seja pró-ativo Acompanhe o que estão falando de você, responda, participe ... Comece já a construir sua presença na mídia social Relacione-se !!
  70. 70. Conte Histórias e Converse !
  71. 71. Utilize o canal como uma forma de dialogar. Seja com o público ou mesmo com outros políticos.
  72. 72. Entenda o potencial e as formas de comunicação apropriadas para cada canal.
  73. 73. Interaja. Converse. Participe diretamente.
  74. 74. Conecte seu público. Facilite o acesso aos seus canais.
  75. 75. Conecte as redes. Crie relação entre elas.
  76. 76. Utilize o canal como uma forma de dialogar com o público. Utilize os canais para entregar conteúdo diferenciado.
  77. 77. Incentive a participação Incentive a participação
  78. 78. Atualização é fundamental
  79. 79. Ocupe os espaços Perfis não- oficiais A lentidão em criar canais oficiais abre espaço para manifestações não- oficiais. A mobilização pode ser positiva, indicando que há espaço e demanda pela atuação oficial.
  80. 80. Pois nem sempre os perfis criados pelo público são positivos.
  81. 81. Não comece tarde Com menos de 12 meses para o 1º turno... CASO de DILMA... Alguns nomes importantes ainda não marcaram presença. Outros entenderam a importância de estar presente e participar.
  82. 82. A web é comunicação instantânea
  83. 83. Nos dois sentidos...
  84. 84. Pois os erros são difíceis de serem apagados...
  85. 85. Não deixe de contextualizar os conteúdos de acordo com a natureza do meio. Twitter NÃO deve ser utilizado para mensagens longas.
  86. 86. NÃO adote exclusivamente a linguagem de comunicados oficiais.
  87. 87. Obama
  88. 88. Obama começou cedo a atuar em redes sociais. Cerca de 1,5 anos antes das eleições, ele estava presente nas principais redes. Montou uma equipe de planejamento digital altamente capacitada e conhecedora do meio. Soube em quais redes atuar. Mais importante do que estar presente em todas elas é saber escolher quais são as mais relevantes. Incentivou a participação e a geração de conteúdo por usuários relacionados a campanha. Criou ferramentas q permitiam envolvimento e participação direta do eleitor na campanha.
  89. 89. Lembra-se daquela história de repetir 1000 vezes a mesma coisa? Obama se apoderou da palavra “Change”, e os outros candidatos?
  90. 90. Se apoderou de 3 quesitos básicos: • Simplicidade • Consistência e • Relevância
  91. 91. F A Era do Petabytes C E B O K Concorrência
  92. 92. Obama em Redes Mais populares: sociais Facebook MySpace Twitter Youtube Total: 15 Resultados engajamento: 5 milhões de contatos 3 milhões apenas no Facebook (5x mais do que seu concorrente) 130 mil seguidores no Twitter 14 milhões views Rede de em 1 vídeo no doação e youtube mobilização
  93. 93. Where’s The Money? A internet foi responsável por 87% das doações feitas (R$ 900 milhões).
  94. 94. Realidade análogica x realidade virtual Uma vida contém a outra Um e-mail é tão real quanto o fax O bar é tão real quanto o hojo 3D Não existe velha e nova economia VIRTUAL É REAL
  95. 95. Conteúdo Gerado pelo Usuário YouTube 644 mil 143mil Flickr 700 mil 65mil Blogs 55 milhões 9 milhões Facebook 57mil (grupos) 13mil MySpace 1.3 milhão 290mil
  96. 96. Era do Petabytes Concorrência
  97. 97. Era do Petabytes Concorrência
  98. 98. Era do Petabytes Concorrência
  99. 99. Era do Petabytes Concorrência
  100. 100. Era do Petabytes
  101. 101. Era do Petabytes
  102. 102. Era do Petabytes Concorrência
  103. 103. Calcula-se que a campanha de Obama tenha disparado 1 bilhão de mensagens para 13 milhões de emails cadastrados. Torpedos enviados a mais de 1 milhão de assinantes. 1800 vídeos postados no Youtube.
  104. 104. Novas regras: • A propaganda eleitoral na web está liberada a partir de 6/7/2010; •O que for “ato de vontade” não tem prazo de início. Sites de órgãos do governo não podem exibir propaganda; •Não há limite temporal para veiculação de propaganda eleitoral gratuita na web.
  105. 105. Novas regras: • Debates estão permitidos – não é considerado propaganda antecipada; • Existe direito de resposta na web. Sua solicitação tramitará com prioridade na justiça eleitoral;
  106. 106. Novas regras: •Email mkt e SMS também estão autorizados. O receptor poderá solicitar o fim do envio desse material. O prazo para isso é de 48 h, sob pena de multa de R$ 100,00/msg. 100,00/msg. •A boca de urna digital pode ficar no ar mesmo no dia da votação.
  107. 107. Novas regras: As técnicas utilizadas em um país não necessariamente serão as mais bem sucedidas em outro, pois muitas podem não ser bem vistas. Além disso, obviamente, o sucesso depende também do “produto”!
  108. 108. Além disso o brasileiro encara as eleições de forma diferente, como uma obrigação. O engajamento é outro. Sempre houve a possibilidade de doações individuais... Porém...
  109. 109. Isso nos leva a pensar na transferência dos feitos de Obama para os candidatos brasileiros... Será ?!!

×