Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Regulamento 2018

Regulamento "Histórias da Ajudaris"

  • Loggen Sie sich ein, um Kommentare anzuzeigen.

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Regulamento 2018

  1. 1. O que dizem do projeto? “Crianças, escolas, ilustrações, estórias que se declinam em gestos de solidariedade e cidadania. As “Histórias da Ajudaris” são estórias de vida e de vidas, reais e imaginadas, de gente entrelaçada que aprende a construir-se a cada dia, a projetar-se no seu mundo e no mundo do outro, a construir a cidade dos homens, em igualdade, liberdade e fraternidade. Para que todos possamos dizer no final – e viveram felizes para sempre.” Rui Pedroto – Fundação Manuel António da Mota “Este livro respira o talento e o entusiasmo dos que contribuíram para o concretizar. E faz-me desejar que venham a ser mais os que apoiam a Ajudaris do que aqueles que precisam da sua ajuda. Aqui, a bondade, a maior riqueza do ser humano, não se desperdiça. ” Isabel Zambujal - Escritora “Desenvolver a criatividade e o imaginário, estimular o gosto pela leitura, envolver jovens escritores, artistas e leitores, promover a cidadania e a inclusão social parece-nos claramente ser o caminho certo. O futuro depende de apostas que fazemos no presente. “Uma criança que lê, será um adulto que pensa”. Parabéns à Ajudaris.” António Valente Marques – CEO da Valente Marques, SGPS, S.A. “Consideramos que o projeto tem uma vertente literária em que cada turma põe à prova os seus dotes no domínio da escrita, da criatividade e do espírito crítico e outra vertente, não menos importante, a da educação para a cidadania em que as crianças partilham as suas emoções, aprendem a ser solidários e tomam consciência de realidades diferentes das que estão habituados a vivenciar. Por tudo isto, o projeto Histórias da Ajudaris continuará a ter prioridade nas nossas escolhas.” Professora Solidária Laura Ferreira – AE Arcozelo “Este projecto maravilhoso dá-nos asas e faz-nos voar por entre sonhos de magia. E ilustrar estas histórias é fazer parte deles, contribuindo para dias coloridos, repletos de esperança para aqueles que mais precisam.” Tânia Bailão Lopes – Ilustradora Solidária “ PROJETO DE EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO SOCIAL 10ª EDIÇÃO NATUREZA
  2. 2. R REGULAMENTO O projeto pioneiro e inovador nascido em 2008 “Historias da Ajudaris” desafia anualmente crianças de todo o país a escreverem histórias para ajudarem outras crianças. OBJETIVOS 1. Despertar e fortalecer os hábitos de leitura e da escrita; 2. Estimular a prática da cidadania e da solidariedade; 3. Aproximar os contextos Escola - Família e Comunidade; 4. Impulsionar a rede de voluntariado na comunidade. PÚBLICO-ALVO Crianças e jovens que frequentam o ensino pré-escolar, o 1.º e o 2.º Ciclos do Ensino Básico. PROCEDIMENTOS A inscrição no projeto é voluntária, gratuita e deve ser realizada através do preenchimento de um formulário disponível on-line em: https://goo.gl/LWZtn2. A inscrição deverá ser realizada até 31 de Janeiro de 2018. As histórias devem ser escritas coletivamente pelas crianças sob orientação dos seus educadores /professores; As histórias podem assumir qualquer género literário (canção, poema, texto narrativo…); As histórias devem ser enviadas em formato digital (editáveis) e devidamente identificadas, até 31 de março para o seguinte email: historiasdaajudaris@ajudaris.org; Aquando da submissão da história coletiva é obrigatório o preenchimento do formulário “Boas Práticas”, partilhado após a confirmação de receção das histórias. FORMATAÇÃO A- Limite de Caracteres: 1700 caracteres, incluindo caracteres (exemplo: Folha A4 – FRENTE) B- Margens; 2,5 cm (superior, inferior, esquerda e direita); C- Tipo de Letra: Arial; D- Tamanho: 12; E- Espaçamento: 1,5; SELEÇÃO As histórias serão posteriormente selecionadas por um júri independente, de 5 elementos, nomeados pela Ajudaris, que pontuará cada texto numa escala de 1 a 5 com base nos seguintes critérios; A – Enquadramento estético da temática escolhida B – Qualidade da narrativa* (ver documento complementar). C – Imaginação e Criatividade D – Cumprimento das normas de formatação. As histórias coletivas selecionadas serão representadas nos livros, bem como em qualquer outra atividade, no âmbito do projeto, sempre em associação com referência aos autores coletivos e estabelecimentos de ensino solidários; Em junho prevemos enviar a todos os participantes a lista das histórias selecionadas. As histórias plagiadas são automaticamente excluídas do projeto. A Ajudaris reserva-se ao direito de não publicar histórias que não obedeçam ao regulamento. A decisão do júri não é passível de recurso. As festas de lançamento dos livros e a exposição itinerante estão previstas para outubro de 2018.

×