Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
TD - thedeveloper’s conference2010
  C
TrilhadeTestes




      ww
       w .testadores.com
AgilidadecomFerramentasdeAutomação
Com eporquê?(EliasNogueira&JorgeDiz)
   o
Fórm paraauto ação:
    ula      m
Oqueé Auto açãode T
                     m        este
"Opropósitodaauto a detestespodeser resu ida en descritocom
       ...
Auto açãode T é...
            m        este

Usodeferramentasparaajudar/suportaroteste

Autom emam
         ação      b...
Falsas expectativas

U aferra entadetestesauto atizadoséasoluçãode
  m     m                m
todososproblem dequalidade.
...
Falsas expectativas

Testabili-oquê?
V querdizerqueparacriartestesautom
 ocê                              atizadosserá
nec...
Falsas expectativas

Testesauto atizadosém
          m          oleza. Bastagravaradigitaçãoe
oscliquesdom  ouseedepoisexe...
Possíveis a auto ação
                       m

 Tarefas repetitivas                Testesderegressão




                ...
Nãoreco endadoparaauto ação
       m              m

Funcionalidades poucousadas   Funcionalidadesqueexigem
              ...
Principais ferra entasopensource
                m
     Seleniu  m–T  estesAutomatizadosparaW porm Funcionais
            ...
Testabilidade




                (Wanderlei Souza)
Testabilidade

           Capacidadede
           Testar
Testabilidade
AtributosdeQualidade-Norm ISO9126
                         a
Testabilidade

•FatoresdaTestabilidade
•TestesEmbutidos

•Centrabilidade
•SuporteaosTestes

•Observabilidade
Testabilidade
Tudo tem teste
Testabilidade
 Análisedeperfomance

 Análisedelogsclustering
Perfil doprofissional
Detalhista
Perfeccionista
Crítico
Organizado
Aprendizadocontínuo
M Redonda
                    esa

Precisaterconhecimentos
Ferramentasdeautomação
Com o códigotestando
    eçar
Conhec...
Problem emnãotestar osiste a
               as                 m

        Ana m G
           c ulta olemR$2 milhõespor atr...
Referências:
ww .freefoto.org
   w
ww .iterasys.com
   w             .br
ww .sem
   w bugs.blogspot.com
ww .globalcode.com...
Trilha de testes 2010 - Bluesoft Labs
Trilha de testes 2010 - Bluesoft Labs
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Trilha de testes 2010 - Bluesoft Labs

798 Aufrufe

Veröffentlicht am

Nesta apresentação mostrei um pouco do que achei interessante no que aconteceu na trilha de testes do TDC 2010.

Veröffentlicht in: Technologie
  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Trilha de testes 2010 - Bluesoft Labs

  1. 1. TD - thedeveloper’s conference2010 C
  2. 2. TrilhadeTestes ww w .testadores.com
  3. 3. AgilidadecomFerramentasdeAutomação Com eporquê?(EliasNogueira&JorgeDiz) o
  4. 4. Fórm paraauto ação: ula m
  5. 5. Oqueé Auto açãode T m este "Opropósitodaauto a detestespodeser resu ida en descritocom m ção m m te o a aplicaçãodeestratégiase ferra entastendoemvistaa reduçãodo m envolvim hu anoemativida m uaisrepetitivas." ento m des an CemKaner Autordolivro"LessonsLearnedInSoftw T , are esting"
  6. 6. Auto açãode T é... m este Usodeferramentasparaajudar/suportaroteste Autom emam ação bienteágil é aplicaçãodos princípioságeisparaautom atizaroteste
  7. 7. Falsas expectativas U aferra entadetestesauto atizadoséasoluçãode m m m todososproblem dequalidade. as
  8. 8. Falsas expectativas Testabili-oquê? V querdizerqueparacriartestesautom ocê atizadosserá necessáriom odificarosiste a? m
  9. 9. Falsas expectativas Testesauto atizadosém m oleza. Bastagravaradigitaçãoe oscliquesdom ouseedepoisexecutaroscript.
  10. 10. Possíveis a auto ação m Tarefas repetitivas Testesderegressão Sm T oke ests Funcionalidades Cálculos matem ticos á críticas
  11. 11. Nãoreco endadoparaauto ação m m Funcionalidades poucousadas Funcionalidadesqueexigem inspeçãovisual Funcionalidadesnovas Protótipos
  12. 12. Principais ferra entasopensource m Seleniu m–T estesAutomatizadosparaW porm Funcionais eb eios edeAceitação. http://seleniumhq.org JM –T eter estesdeperform emaplicaçõesdediferentestipo ance deservidores(HTTP/HT , SO , JM etc..). TPS AP S, http://jakarta.apache.org/jmeter W –T atir estesAutom atizadosparaW escritosnalinguagemRuby. eb Existemderivaçõesem.Net (W eJava(W atN) atJ) http://watir.com FitNesse–W server, W eferram deT Autom eb iki enta este atizado parasuportarT estesdeAceitação http://jakarta.apache.org/jm eter/
  13. 13. Testabilidade (Wanderlei Souza)
  14. 14. Testabilidade Capacidadede Testar
  15. 15. Testabilidade AtributosdeQualidade-Norm ISO9126 a
  16. 16. Testabilidade •FatoresdaTestabilidade •TestesEmbutidos •Centrabilidade •SuporteaosTestes •Observabilidade
  17. 17. Testabilidade Tudo tem teste
  18. 18. Testabilidade Análisedeperfomance Análisedelogsclustering
  19. 19. Perfil doprofissional Detalhista Perfeccionista Crítico Organizado Aprendizadocontínuo
  20. 20. M Redonda esa Precisaterconhecimentos Ferramentasdeautomação Com o códigotestando eçar Conhecim denegócio ento
  21. 21. Problem emnãotestar osiste a as m Ana m G c ulta olemR$2 milhõespor atra emvôos sos “AGol afirm queum falhanaescaladetrabalhodostripulantes a a provocouosproblem Osistem teriadeixadodecom o as. a putar excessodehorasnajornadanom dejulho.Aoajustaraescala, ês houvefaltadefuncionários. Nestaquarta, 18%dosvôosdaem presa partiramforadohorário.” http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2010/08/anac-aplica-multa-gol-por-atrasos-em-aeroportos.html
  22. 22. Referências: ww .freefoto.org w ww .iterasys.com w .br ww .sem w bugs.blogspot.com ww .globalcode.com w .br ww .nissan.com w perf4j.codehaus.org ww .splunk.com w pagseguro.uol.com .br http://ww .vilarom oveis.com oveisflm w anam .br/m a.htm http://ww .flickr.com w /photos/chaoticserenity/4946508498/

×