Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Apresentação Multimídia Móveis

2.247 Aufrufe

Veröffentlicht am

Apresentação criada por: Renan A. Marks, Rafael S. Barbosa , Raphael R. Katsuragi1, Rodrigo G. de Branco , Thales F. Duarte e Karen M. Nakazato. Todos eles são alunos da UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Veröffentlicht in: Technologie, Business
  • Als Erste(r) kommentieren

Apresentação Multimídia Móveis

  1. 1. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Multim´ ıdias M´veis o Uma vis˜o geral a Karen M. Nakazato, Rafael B. Saeki, Raphael R. Katsuragi, Rodrigo G. de Branco, Renan A. Marks, Thales F. Duarte Departamento de Computa¸˜o e Estat´ ca ıstica Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Campo Grande - MS 12 de maio de 2009
  2. 2. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Mobilidade Sistemas Computacionais M´veis s˜o sistemas computacionais o a que podem facilmente ser movidos fisicamente ou cujas capacidades podem ser utilizadas enquanto eles est˜o sendo a movidos. Atualmente, consideramos sistemas m´veis os sistemas que o s˜o desenvolvidos para rodar em palmtops, celulares, tablet a pcs e similares. Para efeito de classifica¸˜o para um dispositivo/sistema ser ca realmente m´vel, ele deve oferecer a possibilidade de acesso o imediato e com o usu´rio em movimento. a
  3. 3. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Recursos e Caracter´ ısticas Dos Dispositivos M´veis o Monitoramento do n´ de energia e preven¸˜o de perda de ıvel ca dados em caso de pane de energia. Armazenamento de dados local e/ou remoto, atrav´s de e conex˜o com ou sem fio. a Sincroniza¸˜o de dados com outros sistemas. ca
  4. 4. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Vantagens da Mobilidade A vantagem mais trivial da mobilidade ´ a possibilidade de e acessar dados em qualquer lugar e a qualquer momento. Reduzir custos de comunica¸˜o. ca Reduzir custos de entrada/processamento de dados. Otimizar o tempo. Aumento de faturamento.
  5. 5. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Desvantagens da Mobilidade Custo de hardware. Baixo poder de processamento. Pouca infra-estrutura de comunica¸˜o. ca M˜o-de-obra insuficiente para desenvolvimento de Aplica¸˜es. a co Interoperabilidade. Cultura.
  6. 6. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Hist´ria dos dispositivos m´veis o o Come¸ou em meados de 1992, com a introdu¸˜o no mercado c ca de um handheld chamado Newton, pela Apple. O Newton chegou ao mercado com tela sens´ ao toque, ıvel 1MB de mem´ria total, e capacidade de transmiss˜o de dados o a de 38.5kbps. Em 1996, a U.S. Robotics lan¸ou o (Palm) Pilot 1000 e 5000, c dispositivos que tiveram uma grande aceita¸˜o no mercado e ca lan¸aram as bases de toda uma plataforma de “Palms” que c chegaram a atingir 80% do mercado mundial e existem at´e hoje. .
  7. 7. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Hist´ria dos dispositivos m´veis o o Tamb´m em 1996, come¸aram a surgir dispositivos com o e c Windows CE 1.0. At´ o lan¸amento do Windows CE 3.0 e da plataforma Pocket e c PC, em 2000, a plataforma Windows CE n˜o teve grande a aceita¸˜o do mercado. ca Correndo por fora, a empresa Symbiam foi formada em 1998, e entregou ao mercado o sistema operacional Symbiam.
  8. 8. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Hist´ria dos dispositivos m´veis o o Em 2005 a Google adquiriu uma empresa de software m´velo chamada Android, e em 2007 lan¸ou um sistema operacional c baseado em linux com o mesmo nome Android direcionado a dispositivos m´veis, o que permitiu ` companhia fazer os o a aplicativos m´veis da Google chegarem ao m´ximo de m˜os o a a poss´ıveis. Atualmente o mercado est´ tendendo para a convergˆncia de a e recursos nos dispositivos m´veis, criando equipamentos que o concentram fun¸˜es de palmtops, celular, cˆmera fotogr´fica, co a a gps.
  9. 9. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Aplica¸oes da mobilidade c˜ Consultas de informa¸˜es e relat´rios diversos – de forma co o online ou offline. Processos de venda (automa¸˜o da equipe de vendas externa). ca Processos de contagem/invent´rio em geral. a Gerenciamento de informa¸˜es em geral. co
  10. 10. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Dispositivos M´veis Mais Comuns o Notebooks; Laptops; Tablet’s PC; handhelds (PDA e Pocket PC); Telefones Celulares; Smartphones;
  11. 11. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Dispositivos M´veis Mais Comuns o V´ ıdeo Games Port´teis; a Mp-x players; Pagers; Navegadores GPS; Carro ???
  12. 12. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Dispositivos M´veis Mais Comuns o S˜o usados para diversas finalidades, tais como a entreterimento, n´gocios, academia, entre outros... e A maioria desses dispositivos citados interagem de alguma forma com sistemas multim´ e/ou hiperm´ ıdia ıdia. A gama de dispositivos diferentes dificultam o desenvolvimento de aplica¸˜es que possam ser executadas em co todos eles (dentro do contexto).
  13. 13. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Dispositivos M´veis Mais Comuns o Agregados, esses dispositivos podem gerar sistemas vers´teis e a muito uteis. ´ Ex: computador de bordo do carro + aparelho de som + celular + GPS. FIAT Punto e outros autom´veis vem com parte dessas o funcionalidades, ou permite a comunica¸˜o dos dispositivos. ca
  14. 14. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Acessibilidade e Usabilidade em Dispositivos M´veis o Dispositivos m´veis ainda s˜o um empecilho para usu´rios o a a com algum tipo de deficiˆncia. e Ex: Teclado braile em celulares, mas a intera¸˜o dos ca comandos ´ feita atrav´s de informa¸˜es visuais na tela. e e co Dispositivos m´veis, por mais que se esforcem, ainda ferem o o conceito de usabilidade. Ex: Teclados QWERTY dos PDA’s.
  15. 15. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Acessibilidade e Usabilidade em Dispositivos M´veis o Algumas pessoas dizem que os celulares n˜o s˜o para a a deficientes visuais, ou n˜o podem se adaptar. a Outras, dizem que se quisesse digitar confortavelmente, faria isso em um desktop. Mas ignorar esses fatores ´ o mesmo que dar as costas ao e potencial mercado, bem como ter seu prest´ em cheque ıgio devido a falta de aten¸˜o dada a essas quest˜es. ca o
  16. 16. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Acessibilidade e Usabilidade em Dispositivos M´veis o Concentrar esfor¸os em acessibilidade, em termos c computacionais, significa confeccionar um software que, dentro dos padr˜es e aliado ao bom senso, tornam o mesmo o acess´ no fim das contas. ıvel Concentrar esfor¸os em usabilidade, nos mesmos termos, c significa confeccionar um software o mais f´cil de usar a poss´ıvel, deixando o usu´rio o mais a vontade e satisfeito. a Em computa¸˜o m´vel, esses esfor¸os s˜o igualmente ca o c a importantes, mas outros fatores n˜o podem ser ignorados. a
  17. 17. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Acessibilidade e Usabilidade em Dispositivos M´veis o Dispositivos m´veis s˜o totalmente dependentes do hardware, o a em quesitos de acessibilidade e usabilidade. N˜o adiantaria usar um software acess´ em um celular, se o a ıvel usu´rio n˜o tivesse no¸˜o da localiza¸˜o das teclas, pela falta a a ca ca de orienta¸˜o espacial. ca
  18. 18. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Acessibilidade e Usabilidade em Dispositivos M´veis o Como o dom´ dos dispositivos m´veis ´ muito grande, ´ ınio o e e dif´ confeccionar softwares para todos os dispositivos, ıcil quanto mais softwares acess´ ıveis e com boa usabilidade. Algo parecido com o dom´ dos navegadores Web. ınio Algumas solu¸˜es existem, onde recebem um c´digo “padr˜o” co o a e enviam o c´digo correto para o aparelho destino. o Ex: WURFL
  19. 19. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Tecnologias de Rede O uso de multim´ ıdias m´veis teve um avan¸o significativo nos o c ultimos anos. Intenso desenvolvimento de tecnologias de ´ transmiss˜o de dados. a Essas tecnologias evolu´ ıram e se especializaram em diferentes nichos: Curto alcance(Bluetooth); M´dio alcance(Wifi); e Longo alcance(r´dio-frequˆncia de telefonia celular). a e Nesta se¸˜o ser˜o abordados os aspectos de tecnologia e usos ca a destes 3 tipos de tecnologias.
  20. 20. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Tecnologias de Rede O uso de multim´ ıdias m´veis teve um avan¸o significativo nos o c ultimos anos. Intenso desenvolvimento de tecnologias de ´ transmiss˜o de dados. a Essas tecnologias evolu´ ıram e se especializaram em diferentes nichos: Curto alcance(Bluetooth); M´dio alcance(Wifi); e Longo alcance(r´dio-frequˆncia de telefonia celular). a e Nesta se¸˜o ser˜o abordados os aspectos de tecnologia e usos ca a destes 3 tipos de tecnologias.
  21. 21. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Tecnologias de Rede O uso de multim´ ıdias m´veis teve um avan¸o significativo nos o c ultimos anos. Intenso desenvolvimento de tecnologias de ´ transmiss˜o de dados. a Essas tecnologias evolu´ ıram e se especializaram em diferentes nichos: Curto alcance(Bluetooth); M´dio alcance(Wifi); e Longo alcance(r´dio-frequˆncia de telefonia celular). a e Nesta se¸˜o ser˜o abordados os aspectos de tecnologia e usos ca a destes 3 tipos de tecnologias.
  22. 22. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Bluetooth Bluetooth ´ um protocolo aberto utilizado em redes sem fio; e Transmiss˜o de dados em distˆncias curtas de dispositivos a a fixos e m´veis, criando redes locais pessoais (PAN’s, em o inglˆs); e Concebido originalmente como uma alternativa para os cabos seriais RS232; Pode conectar diversos dispositivos resolvendo problemas de sincroniza¸˜o. ca
  23. 23. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Bluetooth Ele utiliza uma tecnologia de radio chamada “Salto de Frequˆncia”(ou Frequency-Hopping Spread Spectrum) que divide e os dados sendo enviados em partes atrav´s de at´ 79 frequˆncias. e e e Dessa forma, obt´m uma taxa de transmiss˜o de at´ 1 Mbit/s. e a e Figura: Gr´fico do Salto de Frequˆncia a e
  24. 24. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Bluetooth Padr˜o de comunica¸˜o desenvolvido com objetivo de ter baixo a ca consumo de energia em distˆncias pequenas. As distˆncias s˜o a a a dependentes das classes de energia utilizada: 1 metro ( 1 mW ); 10 metros ( 25 mW ); 100 metros ( 100 mW ). ´ utilizado para transmiss˜o de dados entre: telefones celulares, E a telefones, notebooks, PCs, impressoras, GPS, cˆmeras digitais, a consoles de video-game, entre outros.
  25. 25. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Bluetooth Padr˜o de comunica¸˜o desenvolvido com objetivo de ter baixo a ca consumo de energia em distˆncias pequenas. As distˆncias s˜o a a a dependentes das classes de energia utilizada: 1 metro ( 1 mW ); 10 metros ( 25 mW ); 100 metros ( 100 mW ). ´ utilizado para transmiss˜o de dados entre: telefones celulares, E a telefones, notebooks, PCs, impressoras, GPS, cˆmeras digitais, a consoles de video-game, entre outros.
  26. 26. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Bluetooth - Origem do Logotipo e Nome O nome Bluetooth ´ uma homenagem ao rei da Dinamarca e e Noruega Harald Bl˚tand — em inglˆs Harold Bluetooth (traduzido a e como dente azul, embora em dinamarquˆs signifique de tez escura). e Bl˚tand ´ conhecido por unificar as tribos norueguesas, suecas e a e dinamarquesas. Da mesma forma, o protocolo procura unir diferentes tecnologias, como telefones m´veis e computadores. o O logotipo do Bluetooth ´ a uni˜o das runas n´rdicas (Hagall) e e a o (Berkanan) correspondentes `s letras H e B no alfabeto latino. a
  27. 27. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Wifi (IEEE 802.11) IEEE 802.11 ´ um conjunto de padr˜es que definem a e o comunica¸˜o de computadores em uma Rede Local sem ca Fios(WLAN) nas frequˆncias de 2,4Ghz, 3,6Ghz e 5Ghz. e As vers˜es mais utilizadas atualmente s˜o: o a 802.11b(1999), que trabalha a 2,4 Ghz, transferˆncia de at´ e e 11 Mbit/s e alcance de aproximadamente 30m; 802.11g(2003), que tamb´m opera em 2,4 Ghz, transferˆncia e e de at´ 54 Mbit/s e alcance de at´ 100m. e e
  28. 28. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Wifi (IEEE 802.11) IEEE 802.11 ´ um conjunto de padr˜es que definem a e o comunica¸˜o de computadores em uma Rede Local sem ca Fios(WLAN) nas frequˆncias de 2,4Ghz, 3,6Ghz e 5Ghz. e As vers˜es mais utilizadas atualmente s˜o: o a 802.11b(1999), que trabalha a 2,4 Ghz, transferˆncia de at´ e e 11 Mbit/s e alcance de aproximadamente 30m; 802.11g(2003), que tamb´m opera em 2,4 Ghz, transferˆncia e e de at´ 54 Mbit/s e alcance de at´ 100m. e e
  29. 29. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Wifi (IEEE 802.11) Com rela¸˜o `s placas, ´ poss´ encontrar tanto placas PC Card, ca a e ıvel Express Mini ou mini-PCI, para notebooks, quanto placas PCI e USB para micros desktop. Existem inclusive placas ultracompactas, que podem ser instaladas em um slot SD, destinadas a palmtops. Figura: Placa no formato SD para uso em palmtops
  30. 30. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Wifi (IEEE 802.11) Notebooks ` venda atualmente, al´m de muitos modelos de a e palmtops e at´ mesmo smartphones incluem transmissores wireless e integrados. Hoje em dia, parece inconceb´ comprar um ıvel notebook sem wireless, da mesma forma que ningu´m mais e imagina a id´ia de um PC sem disco r´ e ıgido, como os modelos vendidos no in´ da d´cada de 1980. ıcio e
  31. 31. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O GPRS (considerado uma tecnologia 2.5G) foi a primeira op¸˜o ca de acesso ` web atrav´s da rede celular realmente utiliz´vel. a e a ´ E um sistema inteiramente digital, baseado na transmiss˜o de a pacotes. ´ E uma tecnologia na qual s˜o usados slots de dados, com de 8 a a 20 kbits cada um, de acordo com o sistema de modula¸˜o usado. ca O CS-4 oferece 20 kbits completos; O CS-3 oferece 14.4 kbits; O CS-2 oferece 12 kbits; O CS-1 oferece 8 kbits.
  32. 32. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O GPRS (considerado uma tecnologia 2.5G) foi a primeira op¸˜o ca de acesso ` web atrav´s da rede celular realmente utiliz´vel. a e a ´ E um sistema inteiramente digital, baseado na transmiss˜o de a pacotes. ´ E uma tecnologia na qual s˜o usados slots de dados, com de 8 a a 20 kbits cada um, de acordo com o sistema de modula¸˜o usado. ca O CS-4 oferece 20 kbits completos; O CS-3 oferece 14.4 kbits; O CS-2 oferece 12 kbits; O CS-1 oferece 8 kbits.
  33. 33. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O GPRS (considerado uma tecnologia 2.5G) foi a primeira op¸˜o ca de acesso ` web atrav´s da rede celular realmente utiliz´vel. a e a ´ E um sistema inteiramente digital, baseado na transmiss˜o de a pacotes. ´ E uma tecnologia na qual s˜o usados slots de dados, com de 8 a a 20 kbits cada um, de acordo com o sistema de modula¸˜o usado. ca O CS-4 oferece 20 kbits completos; O CS-3 oferece 14.4 kbits; O CS-2 oferece 12 kbits; O CS-1 oferece 8 kbits.
  34. 34. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O GPRS (considerado uma tecnologia 2.5G) foi a primeira op¸˜o ca de acesso ` web atrav´s da rede celular realmente utiliz´vel. a e a ´ E um sistema inteiramente digital, baseado na transmiss˜o de a pacotes. ´ E uma tecnologia na qual s˜o usados slots de dados, com de 8 a a 20 kbits cada um, de acordo com o sistema de modula¸˜o usado. ca O CS-4 oferece 20 kbits completos; O CS-3 oferece 14.4 kbits; O CS-2 oferece 12 kbits; O CS-1 oferece 8 kbits.
  35. 35. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o EDGE, uma evolu¸˜o do GPRS, que mant´m a mesma estrutura ca e GSM, mas implementa um novo sistema de modula¸˜o, que ca multiplica por trˆs a velocidade de conex˜o. e a O EDGE n˜o ´ considerado uma tecnologia 3G. a e Nele s˜o utilizados nove sistemas de modula¸˜o, que v˜o do a ca a MCS-9 (59.2 kbits por slot) at´ o MCS-1 (8.8 kbits), passando por e est´gios intermedi´rios, de acordo com a qualidade do sinal. a a
  36. 36. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o EDGE, uma evolu¸˜o do GPRS, que mant´m a mesma estrutura ca e GSM, mas implementa um novo sistema de modula¸˜o, que ca multiplica por trˆs a velocidade de conex˜o. e a O EDGE n˜o ´ considerado uma tecnologia 3G. a e Nele s˜o utilizados nove sistemas de modula¸˜o, que v˜o do a ca a MCS-9 (59.2 kbits por slot) at´ o MCS-1 (8.8 kbits), passando por e est´gios intermedi´rios, de acordo com a qualidade do sinal. a a
  37. 37. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o EDGE, uma evolu¸˜o do GPRS, que mant´m a mesma estrutura ca e GSM, mas implementa um novo sistema de modula¸˜o, que ca multiplica por trˆs a velocidade de conex˜o. e a O EDGE n˜o ´ considerado uma tecnologia 3G. a e Nele s˜o utilizados nove sistemas de modula¸˜o, que v˜o do a ca a MCS-9 (59.2 kbits por slot) at´ o MCS-1 (8.8 kbits), passando por e est´gios intermedi´rios, de acordo com a qualidade do sinal. a a
  38. 38. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O UMTS ´ considerado uma tecnologia 3G. e Ele oferece dois modos de acesso(WCDMA e HSDPA), que s˜o a usados de acordo com a disponibilidade, qualidade da recep¸˜o e ca do modo suportado pelo aparelho. O mais b´sico ´ o WCDMA, que oferece taxas de transmiss˜o de a e a at´ 384 kbits, tanto para download quanto para upload. e
  39. 39. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O UMTS ´ considerado uma tecnologia 3G. e Ele oferece dois modos de acesso(WCDMA e HSDPA), que s˜o a usados de acordo com a disponibilidade, qualidade da recep¸˜o e ca do modo suportado pelo aparelho. O mais b´sico ´ o WCDMA, que oferece taxas de transmiss˜o de a e a at´ 384 kbits, tanto para download quanto para upload. e
  40. 40. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O UMTS ´ considerado uma tecnologia 3G. e Ele oferece dois modos de acesso(WCDMA e HSDPA), que s˜o a usados de acordo com a disponibilidade, qualidade da recep¸˜o e ca do modo suportado pelo aparelho. O mais b´sico ´ o WCDMA, que oferece taxas de transmiss˜o de a e a at´ 384 kbits, tanto para download quanto para upload. e
  41. 41. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O WCDMA oferece tempos de latˆncia muito melhores que o e EDGE e uma conex˜o muito mais utiliz´vel. a a O mais avan¸ado ´ o HSDPA que reduz a latˆncia e aumenta a c e e taxa de download da rede de forma expressiva. Suporta taxas de 1.8 at´ 14.4 megabits. e
  42. 42. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Telefonia m´vel (GSM) o O WCDMA oferece tempos de latˆncia muito melhores que o e EDGE e uma conex˜o muito mais utiliz´vel. a a O mais avan¸ado ´ o HSDPA que reduz a latˆncia e aumenta a c e e taxa de download da rede de forma expressiva. Suporta taxas de 1.8 at´ 14.4 megabits. e
  43. 43. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Desenvolvimento O desenvolvimento de aplica¸˜es m´veis necessita de alguns co o fatores: Ambiente; Energia; Interface com os Dispositivos M´veis; o Capacidade de Processamento; e Seguran¸a. c Existem muitos ambientes e ferramentas para o desenvolvimento de aplica¸˜es e servi¸os. co c Podemos separar em dois segmentos principais: Celulares e PDA.
  44. 44. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Celulares Baseado em linguagens de marca¸˜o com as aplica¸˜es ca co disponibilizadas em um servidor remoto, possuindo um acesso semelhante `s aplica¸˜es web. a co Uso de XML, linguagem de marca¸˜o extens´ com ˆnfase de ca ıvel e semˆntica nos dados. a Os principais padr˜es existentes s˜o: o WML e o XHTML-MP. o a
  45. 45. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Celulares Alguns outros padr˜es existentes s˜o: o a HDML - HandHeld Markup Language, baseada no HTML; CHTML - Compact HTML; VoiceXML - Para aplica¸˜es baseadas em voz; co
  46. 46. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final PDAs Desenvolvidos com o auxilio de SDKs, disponibilizados pelos fabricantes e especificos para cada plataforma. Existem tamb´m ferramentas desenvolvidas por terceiros. e Algumas delas s˜o: a Java 2 Micro Edition (J2ME) - Java para pequenos dispositivos; Waba e SuperWaba Desenvolvimento - Java para Palms e Pockets Pcs; Microsoft Mobile Internet Toolkit (MMIT); e WURFL.
  47. 47. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final PDAs Tanto o MMIT, o WURFL e o SuperWaba possuem destaque por apresentar caracter´ ısticas semelhantes como reuso de c´digo, o portabilidade da aplicac˜o, e ampla plataformas de dispositivos a compat´ ıveis.
  48. 48. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final SmartPhones Se enquadram em ambos os esquemas de desenvolvimento descritos anteriormente e possuem suas pr´prias ”plataformas” de o desenvolvimento, entre as principais temos: Symbian; Windows Mobile; iPhone; Android.
  49. 49. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final J2ME - Java 2 Micro Edition J2ME ´ uma plataforma Java para dispositivos m´veis, ajudando a e o diminuir as dificuldades para o desenvolvimento de aplica¸˜es co m´veis como a variedade de plataformas, variedade de ferramentas o e incompatibilidade entre dispositivos.
  50. 50. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final J2ME - Java 2 Micro Edition Dividade em trˆs camadas: a m´quina virtual, a configura¸˜o e o e a ca perfil. A MV consiste de poucas fun¸˜es e serve de intermedi´rio entre o co a dispositivo f´ ısico e a aplica¸˜o. ca A configura¸˜o refere-se ` defini¸˜o de uma plataforma m´ ca a ca ınima para uma categoria de dispositivos, estando logo acima da m´quina virtual. a O perfil complementa a configura¸˜o e se at´m a detalhes ca e espec´ıficos de determinados dispositivos.
  51. 51. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final SuperWaba Plataforma de desenvolvimento de aplica¸˜es para dispositivos co como PDA e ”smartphones”. Semelhante ao J2ME, em que o desenvolvimento ´ baseado em e uma estrutura composta de uma m´quina virtual e bibliotecas a b´sicas e de extens˜o. a a Entre suas principais vantagens est˜o: a plataforma aberta, os a baixos custos de manuten¸˜o e a possibilidade de aproveitar a ca maioria dos editores e ferramentas constru´ ıdos para o Java.
  52. 52. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final MMIT MMIT ´ o framework .Net para dispositivos m´veis, tamb´m e o e conhecido como ASP.NET Mobile Controls. ´ E uma extens˜o do ASP.NET e do Visual Studio. a O desenvolvimento pode ser realizado na ferramenta Visual Studio dotNet ou C#. A vantagem do MMIT est´ na abstra¸˜o proposta que elimina a a ca preocupa¸˜o do programador em rela¸˜o `s caracter´ ca ca a ısticas dos dispositivos durante o desenvolvimento.
  53. 53. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final WURFL O WURFL ´ um projeto de c´digo aberto e utiliza¸˜o livre. e o ca Tem objetivo permitir o desenvolvimento de aplica¸˜es compat´ co ıveis com as diversas linguagens de visualiza¸˜o desenvolvidas para o ca WAP. Utiliza uma base de arquivos XML com as especifica¸˜es de co dispositivos separados pelas caracter´ ısticas semelhantes. Possui implementa¸˜es em v´rias linguagens de programa¸˜o como co a ca PHP, Java, Perl, Python, Ruby e .Net.
  54. 54. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final WURFL/WALL Uma das implementa¸˜es ´ o WALL. co e Uma linguagem de marca¸˜o intermedi´ria que permiti a abstra¸˜o ca a ca entre as linguagens de marca¸˜o WAP e a programa¸˜o. ca ca Semelhante ao MMIT, onde a linguagem WALL ´ convertida e dinamicamente na linguagem mais adequada ao dispositivo que efetuou o acesso. Possui alto reuso do c´digo, licen¸a livre e alta compatibilidade da o c aplica¸˜o. ca
  55. 55. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Symbian Utiliza o Symbian C++, uma varia¸˜o do padr˜o C++. ca a Apesar de ser baseado em C++, sua programa¸˜o ´ mais ca e complicada, dificuldado o desenvolvimento at´ de aplica¸˜es mais e co simples. Muitos dispositivos do Symbian podem tamb´m ser programados e em Python, FlashLite, Ruby, e Perl - junto com o Java ME.
  56. 56. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Windows Mobile Plataforma da Microsoft, uma evolu¸˜o do Windows CE, utilizado ca em PDAs. Pode ser desenvolvido em C´digo Nativo (C++), em Managed o Code (C#, Visual Basic .NET e C++/CLI) que funcionam em frameworks .NET Compact, ou c´digos Server-Side. o
  57. 57. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final iPhone Mais recente que os anteriores, utiliza uma vers˜o reduzida do a MacOS X. Inicialmente fechado, teve a libera¸˜o de seu SDK recentemente, ca possibilitando o desenvolvimento da plataforma. Utiliza principalmente o Objective-C, uma linguagem orientada `a objeto que adiciona o estilo de mensagens do Smalltalk ao C.
  58. 58. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Android Inicialmente desenvolvida pela Google e posteriormente pela Open Handset Alliance. ´ ´ E a unica plataforma open-source, baseada em Linux. Permite os desenvolvedores escreverem Managed Code em Java. Aplicativos feitos em C e outras linguagens podem ser compilado para o C´digo Nativo ARM, mas n˜o s˜o apoiados pela Google. o a a
  59. 59. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Kindle Um produto da Amazon para leitura que utiliza uma tecnologia chamada e-Ink (Eletronico Paper Display). Possui as mesmas propriedades e conforto de leitura visual do papel. Kinlde 1, Kindle2 e o Kindle DX.
  60. 60. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Kindle 1 Foi lan¸ado em abril de 2008. c Tamanho da tela de 6 polegadas. Armazena cerca de 200 t´ ıtulos n˜o ilustrados. a Cart˜o de mem´ria SD. a o O pre¸o inicial foi de $399, mas atualmente custa $359 no c pr´prio site da Amazon (amazon.com). o
  61. 61. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Kindle 2 Segunda vers˜o do Kindle. a Foi lan¸ado em fevereiro de 2009. c Tamanho de tela de 6 polegadas. 20% mais r´pido que o Kindle 1. a Mem´ria de 2GB (1,4GB para o usu´rio). o a Pre¸o: $359. c
  62. 62. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Kindle DX Anunciado em maio de 2009. Tamanho de tela de 9,7 polegadas. Mem´ria de 4GB de mem´ria embarcados (3,3 GB para o uso o o do usu´rio). a
  63. 63. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Kindle DX Bateria dura 4 dias com wireless ligado, ou 2 semanas com ele desligado. Carrega em 4 horas, via cabo USB. Pre¸o: $490 c Previs˜o de lan¸amento: terceiro trimestre de 2009. a c
  64. 64. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Kindle DX Figura: Kindle Dx
  65. 65. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Compara¸˜o Kindle e Kindle DX ca
  66. 66. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Voz sobre IP O Skype j´ pode ser usado em celulares. a Pacotes n˜o atraentes, a pre¸o n˜o fixo, para acesso a redes a c a de banda larga. No in´ de 2008, programa oferecido em PSP 2000, Mylo da ıcio Sony. Comunica¸˜o com a Internet ´ feita via Wi-Fi ou WiMax, ca e tecnologia de transmiss˜o sem fio em banda larga. a Uso da rede 3G. O programa j´ aparece em aparelhos da inglesa Hutchison 3 a ıses a ´ UK e em outros pa´ (Austr´lia, Austria, Dinamarca, Irlanda, It´lia, Su´cia, Brasil (Rio de Janeiro). a e
  67. 67. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Voz sobre IP Jajah Inc.: permite aos usu´rios de smartphones fazerem chamadas a a custos mais baixos e liga¸˜es internacionais gratuitas. co Clientes acessam o portal da empresa atrav´s do navegador e dos aparelhos e registram nome e senha. Fring Inc.: exige que os clientes baixem um software e o instalem em seus aparelhos habilitados ` Internet. Semelhantes ao Skype e a ao Google Talk.
  68. 68. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Check-in de viagens a´reas e Air France em agosto de 2007 lan¸ou um servi¸o de check-in c c pelo celular. Vˆos de curtas e m´dias distˆncias. o e a Aeroportos da Europa. Entre 30 horas e 30 minutos antes da ultima chamada. ´
  69. 69. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Check-in de viagens a´reas e Clientes fazem check-in e escolhem o assento acessando os endere¸os do seu aparelho celular. c Confirma¸˜o via SMS. ca Quando chegam ao aeroporto, imprimem a passagem no auto-atendimento ou no balc˜o da companhia antes do ultimo a ´ prazo de check-in.
  70. 70. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Check-in de viagens a´reas e Em junho de 2008 a Oi lan¸ou check-in m´vel em parceria c o com a Gol. Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Permite ao usu´rio optar por receber o cart˜o de embarque no a a celular, na hora da compra da passagem.
  71. 71. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Check-in de viagens a´reas e Acelera o embarque e a opera¸˜o da companhia a´rea. ca e Os usu´rios de planos pr´ e p´s-pagos da operadora, que a e o voam na ponte a´rea Rio-S˜o Paulo, recebem as informa¸˜es e a co do check-in no telefone m´vel. o
  72. 72. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Conclus˜o a ´ Area da computa¸˜o e comunica¸˜o m´veis est´ em plena ca ca o a expans˜o; a ´ Areas como da Computa¸˜o Ub´ ca ıqua ser˜o importantes focos de a pesquisa, assim como Redes, o campo te´rico e de seguran¸a. o c
  73. 73. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final AndroidTeam. Android development resources. Internet. http://developer.android.com/guide/index.html. Apple. iphone development resources. Internet. http://developer.apple.com/iphone/. Bluetooth (1998). Bluetooth technical specifications. Internet. http://www.bluetooth.com/Bluetooth/Technology/Building/Specifica de Lima, L. A. T. (2000). Computa¸˜o m´vel. ca o Internet. http://www.dimap.ufrn.br/˜old/CMovel.html. g
  74. 74. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Figueireido, C. M. S. (2003). Computa¸˜o m´vel: novas oportunidades e novos desafios. ca o IEEE-802.11 (1999). Ieee 802.11 protocol specifications. Internet. http://standards.ieee.org/getieee802/802.11.html. Junior, C. F. C. and da Rocha Fernandes, A. M. (2006). Recursos limitados x ampla aplicabilidade: Aplica¸˜o de pep ca para dispositivos m´veis. o (3). MeioBit. Kindle. Internet. http://meiobit.pop.com.br/meio-bit/hardware/amazon-kindle- dx-quero-um-de-natal. Mendon¸a, A. (2006). c
  75. 75. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Mobilidade em an´lise. a Internet. http://www.amsyst.com.br/artigos 20061106.shtml. Microsoft. Windows mobile development resources. Internet. http://developer.windowsmobile.com. Morimoto, C. E. (2008a). Redes, Guia Pr´tico. a GDH Press e Sul Editores. Morimoto, C. E. (2008b). Smartphones, Guia Pr´tico. a GDH Press e Sul Editores. Symbian. Symbian development resources. Internet. http://developer.symbian.com/main/index.jsp.
  76. 76. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Wikipedia. Android operating system. Internet. http://en.wikipedia.org/wiki/Android (operating system). Wikipedia. iphone operating system. Internet. http://en.wikipedia.org/wiki/Iphone os. Wikipedia. Objetive-c. Internet. http://en.wikipedia.org/wiki/Objective-C. Wikipedia. Symbian operating system. Internet. http://en.wikipedia.org/wiki/Symbian OS.
  77. 77. Mobilidade Dispositivos M´veis o Tecnologias de Rede Desenvolvimento Aplica¸˜es co Final Wikipedia. Windows mobile operating system. Internet. http://en.wikipedia.org/wiki/Windows mobile.

×