Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Biblioteca integradora 2019 dione

Projeto Biblioteca Integradora

  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Biblioteca integradora 2019 dione

  1. 1. ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL PRESIDENTE MÉDICI PROJETO BIBLIOTECA INTEGRADORA Trabalho Pedagógico Interdisciplinar - 2019 EQUIPE GESTORA: Presidente do CDCE: Tiago Wesley Jesus Diretora: Elina Padilha Fernandes Secretária: Alessandra de Sousa Lima Fonseca. Coordenação pedagógica Ensinos Fundamenta e Médio: Marce Cacho Kátia Regina Pinheiro Zubiolo Maria Aparecida Souza Fernandes Hugo Loriano
  2. 2. Cuiabá, dezembro/2018 INDENTIFICAÇÃO Denominação: Escola Estadual Presidente Médici. Endereço: Av. Mato Grosso, s/nº - Bairro Araés, CEP: 78005-030 – Cuiabá/MT Mantenedora: SEDUC - Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso. PERFIL DE FUNCIONAMENTO DA ESCOLA Nome da diretora: Elina Padilha Fernandes E-mail: cba.ee.presidentemédici@educacao.mt.gov.br Fone: (65) 3622 01 45 Localização: Urbana Categoria: Ensino Regular Fundamenta e Médio - diurno. Ensino Médio Técnico – Diurno. Quantidade de alunos: Aproximadamente 1.600 alunos matriculados nos dois turnos – MATUTINO e VESPERTINO.
  3. 3. INTRODUÇÃO A construção de uma proposta de Projeto Integrador na Escola Estadual Presidente Médici nos leva a uma reflexão sobre a função e a necessidade dos ambientes educacionais dentro da nossa unidade escolar, pois as bibliotecas têm como finalidades preservar o legado cultural, base para estudos, mediação da cultura, favorecendo acesso a conhecimentos políticos, técnicos, científicos e a outras ciências, lazer; fomentar a leitura; oferecer espaço de encontros de leitores e outros diversos eventos. Porém, na contemporaneidade apenas ser um espaço não é mais suficiente, pois, a tecnologia proporcionou e potencializou todo o processo de construção do conhecimento, por isso este projeto tem a intenção de propor a integração entre a biblioteca e o laboratório de informática da Escola Estadual Presidente Médici. Entendemos que o laboratório de Informática e a biblioteca nas escolas são essenciais para o desenvolvimento das capacidades cognitivas dos nossos alunos, assim como para os professores e aqueles que tenham o interesse em realizar pesquisas. A integração desses dois ambientes proporcionará o acesso completo às pesquisas e informações, notícias e também jogos lúdicos voltados para a construção de conhecimento, proporcionando diferentes formas de acesso às informações. Em um mundo globalizado e conectado com a rede de alcance mundial de informações – Internet, o interesse dos alunos poderá ser potencializado, já que os mesmos estão inseridos nessa realidade. Em alguns casos este projeto proporcionará para muitos alunos o primeiro contato com uma realidade virtual, já que o nosso público de alunos apresentam vários perfis, por isso, podemos afirmar que, esse primeiro contato com computadores e seus recursos, proporciona a inclusão digital dos estudantes que não poderiam ter acesso a tecnologia de outra forma. Junto, estará a biblioteca que propicia a leitura, figura essencial para ampliar o vocabulário do aluno e desenvolver habilidades de argumentação tanto oral quanto escrita. Por meio da leitura o aluno terá o contato com um vasto contexto de ideias e informações que irão aprimorar seu desempenho enquanto cidadão melhorando o seu convívio social, possibilitando o crescimento e aprendizado contínuo. Ficará sob responsabilidade da Coordenação Pedagógica e ao Técnico responsável pelo projeto em orientar os professores sobre o projeto Biblioteca Integradora para que os mesmos incentivem os alunos a participarem, dando condições da prática de leitura, da escrita e tendo como consequência a capacidade de interpretação de textos verbais e não verbais, desenvolvendo em todos os contextos relacionados aos estudos, em qualquer disciplina e nível de escolaridade.
  4. 4. OBJETIVOS A Biblioteca Integradora tem como objetivos que se destacam: ● Apoiar os projetos propostos pela Gestão Escolar e garantir o apoio bibliográfico para as pesquisas em que os alunos realizarão para os projetos, como feiras culturais, científicas e pesquisas em geral; ● Propiciar um ambiente de descobertas e favorável ao desenvolvimento de pesquisas e estudo das obras disponibilizadas pela biblioteca, controle do acervo da biblioteca, ambiente silencioso para leitura e ponderações.; ● Manter o acervo atualizado através da catalogação, monitorar a entrada dos livros adquiridos e/ou recebidos via doação, disponibilizando-os para a consulta local ou empréstimos devidamente controlados; ● Criar estratégias diferenciadas e metodologias de pesquisa e estudo para a efetiva produção de resultados, tanto os professores quanto os alunos; ● Instigar os profissionais da educação ao uso da biblioteca e todos os seus recursos como espaço pedagógico de construção de conhecimento e como mais uma estratégia da educação continuada; ● Proporcionar aos alunos a noção de respeito pelo patrimônio público e sua importância para seu próprio crescimento como cidadão; ● Motivar o acesso ao acervo bibliográfico através da realização de feiras, exposição de livros e outras atividades culturais; ● Dinamizar atividades/projetos diversos (exposições, palestras, concursos, clubes de leituras, dramatizações, jogos, passatempos, entre outros), com vista ao desenvolvimento da sensibilidade estética, do gosto pela arte e ciência, de acordo com os interesses e necessidades dos alunos; ● Colaborar para a inclusão digital dos alunos através de palestras, mini cursos, seminários e orientações sobre o acesso à Internet e seus recursos; ● Construir estratégias para que o aluno desenvolva capacidades cognitivas em suas pesquisas, não fazendo apenas cópias dos textos da internet sem uma contextualização do assunto pesquisado e consequentemente a não obtenção do conhecimento. ● Aprender a fazer uso de softwares de criação e edição de imagens, vídeos e arquivos sonoros a partir de imagens gravadas em celulares, para assim, produzirem trabalhos mais elaborados e organizados;
  5. 5. ● Utilizar de aprendizagens colaborativas, redes sociais e Multimeios para fazer trabalhos por vídeo conferência na Internet com professores e colegas; METODOLOGIA Trabalhar as habilidades informacionais que, segundo Campello (2010, p. 132) ― são capacidades que permitem às pessoas utilizar informações com competência, possibilitando que aprendam com autonomia. E hoje, numa sociedade que oferece muitas informações, precisamos orientar os alunos a trabalhar com elas. Saber onde encontrar, selecionar, utilizar e compartilhar essas informações. Isso requer do professor em conjunto com o bibliotecário trabalhar a leitura contextualizando-a para interagir com a realidade sociocultural, por tais motivos a integração entre a Biblioteca e o Laboratório de Informática propõe desenvolver e melhorar o processo de ensino e aprendizagem, organizando, capacitando, orientando e desenvolvendo estratégias para a melhoria ao acesso a informações e pesquisas. De acordo com o Orientativo Projeto Biblioteca Integradora – Trabalho Pedagógico Interdisciplinar – 2019/Seduc-MT “que almeja implementar nas Unidades Escolares um espaço articulador de atividades pedagógico interdisciplinares em consonância com as Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC)”, todo o acervo disponível que a escola já possui e os equipamentos de informática serão utilizados de forma integrada, enriquecendo as pesquisas dos alunos e colaborando para a ampliação de seu conhecimento em várias áreas de conhecimento e seus contextos. A organização e empenho em desenvolver este projeto por parte do profissional que será atribuído para esta função, deverá atender aos requisitos básicos exigidos no Orientativo do projeto. Para facilitar e dinamizar o uso do espaço deve-se seguir algumas regras pré-estabelecidas e outras que poderão ser criadas de acordo com as necessidades que forem surgindo.  O aluno em realização de pesquisa ou leitura deverá ter uma postura de organização e silêncio para não causar desconforto ou atrapalhar os demais usuários;  Somente serão retirados os livros autorizados pelo (a) bibliotecário (a) responsável e mediante o registro da saída, com data de entrada e devidamente identificado em livro próprio para empréstimo;
  6. 6.  O acesso virtual à rede mundial (internet) estará restrito nos sites de pesquisa e outros similares, estando proibida a visita aos sites de relacionamento ou materiais pornográficos e similares;  Não retirar nenhum material bibliográfico das prateleiras sem a orientação do(a) bibliotecário(a). Após a visita, deixá-lo sobre a mesa e avisar o(a) bibliotecário(a).  Qualquer dano ao acervo literário e aos mobiliários da biblioteca pelo usuário deve ser ressarcido pelo mesmo. O valor a ser pago deve cobrir as despesas para o conserto e/ou reposição quando houver.  Não comer ou beber dentro da biblioteca.  Evitar o uso do aparelho celular ou outro aparelho eletrônico que possa causar incomodo aos outros usuários.  Acomodar as mochilas no balcão de atendimento (recepção da biblioteca).  Utilizar o espaço de forma respeitosa, não escrevendo nas carteiras, janelas e nos livros que serão utilizados nas pesquisas, além de não arrancar as páginas dos livros. PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DAS AÇÕES Discentes: Os alunos serão avaliados de acordo com a proposta de ensino realizada pelos professores e os mesmos apresentarão ao final do processo um resultado que demonstre sua efetiva realizado dos trabalhos propostos pelos professores. Docentes: Os professores apresentarão as propostas para o Coordenador Pedagógico no início das aulas (2019), demonstrando os objetivos e métodos, assim como o método de avaliação, obedecendo aos critérios estabelecidos por este projeto.
  7. 7. CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES PROPOSTAS Ações/Meses Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov LevantamentodoAcervoBibliográfico X X X Organizaçãoe adequaçãoda Bibliotecaintegradora X X X Projetosdisciplinaresdiscussãode trabalhose critérios. X X Atividadespráticasdentroda biblioteca/Pordisciplinae turma. X X X X IdentificarosProjetospropostospela Gestão. Data a confirmar. X X X X X Apresentaçãodostrabalhos desenvolvidospelosalunosemtodas as disciplinas. X Finalizaçãoe socializaçãode resultados. X
  8. 8. REFERÊNCIAS CAMPELLO, B. S. A biblioteca escolar como espaço de aprendizagem. In: PAIVA, Aparecida; MACIEL, Francisca; COSSON, Rildo (Coord.). Literatura: ensino fundamental. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2010. pp. 127-142 (Coleção Explorando o Ensino, v. 20). Orientativo da SEDUC para o Projeto Biblioteca Integrada. ALMEIDA, Fernando José de, FONSECA JÚNIOR, Fernando Moraes. Projetos e ambientes inovadores Brasília: MEC / SEED, 2000. GONZAGA, Maria Marismene. Biblioteca escolar e projeto político-pedagógico: um estudo de caso / Presidente Prudente, 2017. Acesso em 29 de Jan, https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/150624/gonzaga_mm_me_prud.pdf;jsessionid=A4A E3C5D22FD697BC854B4FFD0C550CE?sequence=3

×