Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Die SlideShare-Präsentation wird heruntergeladen. ×

Proinfo segurança na_internet_04_06

Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Wird geladen in …3
×

Hier ansehen

1 von 36 Anzeige

Weitere Verwandte Inhalte

Diashows für Sie (19)

Anzeige

Ähnlich wie Proinfo segurança na_internet_04_06 (20)

Aktuellste (20)

Anzeige

Proinfo segurança na_internet_04_06

  1. 1. SEGURANÇA NA INTERNET Formador: Prof. Natanael da Silva Queiroz NTM / SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE - PE Unidade 2
  2. 2. A Internet já está presente no cotidiano de grande parte da população e, provavelmente para estas pessoas, seria muito difícil imaginar como seria a vida sem poder usufruir das diversas facilidades e oportunidades trazidas por esta tecnologia. Por meio da Internet você pode:
  3. 3. •encontrar antigos amigos, fazer novas amizades, encontrar pessoas que compartilham seus gostos e manter contato com amigos e familiares distantes; •acessar sites de notícias e de esportes, participar de cursos à distância, pesquisar assuntos de interesse e tirar dúvidas em listas de discussão;
  4. 4. •efetuar serviços bancários, como transferências, pagamentos de contas e verificação de extratos; •fazer compras em supermercados e em lojas de comércio eletrônico, pesquisar preços e verificar a opinião de outras pessoas sobre os produtos ou serviços ofertados por uma determinada loja; •acessar sites dedicados a brincadeiras, passatempos e histórias em quadrinhos, além de grande variedade de jogos, para as mais diversas faixas etárias;
  5. 5. •enviar a sua declaração de Imposto de Renda, emitir boletim de ocorrência, consultar os pontos em sua carteira de habilitação e agendar a emissão de passaporte; •consultar a programação das salas de cinema, verificar a agenda de espetáculos teatrais, exposições e shows e adquirir seus ingressos antecipadamente; •consultar acervos de museus e sites dedicados à obra de grandes artistas, onde é possível conhecer a biografia e as técnicas empregadas por cada um.
  6. 6. Estes são apenas alguns exemplos de como você pode utilizar a Internet para facilitar e melhorar a sua vida. Aproveitar esses benefícios de forma segura, entretanto, requer que alguns cuidados sejam tomados e, para isto, é importante que você esteja informado dos riscos aos quais está exposto para que possa tomar as medidas preventivas necessárias. Alguns destes riscos são:
  7. 7. Acesso a conteúdos impróprios ou ofensivos: ao navegar você pode se deparar com páginas que contenham pornografia, que atentem contra a honra ou que incitem o ódio e o racismo. Contato com pessoas mal-intencionadas: existem pessoas que se aproveitam da falsa sensação de anonimato da Internet para aplicar golpes, tentar se passar por outras pessoas e cometer crimes como, por exemplo, estelionato, pornografia infantil e sequestro.
  8. 8. Furto de identidade: assim como você pode ter contato direto com impostores, também pode ocorrer de alguém tentar se passar por você e executar ações em seu nome, levando outras pessoas a acreditarem que estão se relacionando com você, e colocando em risco a sua imagem ou reputação. Furto e perda de dados: os dados presentes em seus equipamentos conectados à Internet podem ser furtados e apagados, pela ação de ladrões, atacantes e códigos maliciosos.
  9. 9. Invasão de privacidade: a divulgação de informações pessoais pode comprometer a sua privacidade, de seus amigos e familiares e, mesmo que você restrinja o acesso, não há como controlar que elas não serão repassadas. Além disto, os sites costumam ter políticas próprias de privacidade e podem alterá-las sem aviso prévio, tornando público aquilo que antes era privado. Divulgação de boatos: as informações na Internet podem se propagar rapidamente e atingir um grande número de pessoas em curto período de tempo. Enquanto isto pode ser desejável em certos casos, também pode ser usado para a divulgação de informações falsas, que podem gerar pânico e prejudicar pessoas e empresas.
  10. 10. Dificuldade de exclusão: aquilo que é divulgado na Internet nem sempre pode ser totalmente excluído ou ter o acesso controlado. Uma opinião dada em um momento de impulso pode ficar acessível por tempo indeterminado e pode, de alguma forma, ser usada contra você e acessada por diferentes pessoas, desde seus familiares até seus chefes. Dificuldade de detectar e expressar sentimentos: quando você se comunica via Internet não há como observar as expressões faciais ou o tom da voz das outras pessoas, assim como elas não podem observar você (a não ser que vocês estejam utilizando webcams e microfones). Isto pode dificultar a percepção do risco, gerar mal-entendido e interpretação dúbia.
  11. 11. Dificuldade de manter sigilo: no seu dia a dia é possível ter uma conversa confidencial com alguém e tomar cuidados para que ninguém mais tenha acesso ao que está sendo dito. Na Internet, caso não sejam tomados os devidos cuidados, as informações podem trafegar ou ficar armazenadas de forma que outras pessoas tenham acesso ao conteúdo. Uso excessivo: o uso desmedido da Internet, assim como de outras tecnologias, pode colocar em risco a sua saúde física, diminuir a sua produtividade e afetar a sua vida social ou profissional.
  12. 12. Plágio e violação de direitos autorais: a cópia, alteração ou distribuição não autorizada de conteúdos e materiais protegidos pode contrariar a lei de direitos autorais e resultar em problemas jurídicos e em perdas financeiras.
  13. 13. Mecanismos de segurança: Agora que você já está ciente de alguns dos riscos relacionados ao uso de computadores e da Internet e que, apesar disso, reconhece que não é possível deixar de usar estes recursos, está no momento de aprender detalhadamente a se proteger.
  14. 14. Cuidados gerais: mantenha seu computador atualizado, com as versões mais recentes e com todas as atualizações aplicadas; utilize e mantenha atualizados mecanismos de segurança, como programa antimalware e firewall pessoal detalhes no Capítulo ;
  15. 15. Os navegadores (browsers) são os programas usados para navegar pela internet. É através deles que o usuário interage com os documentos HTML hospedados em um servidor web, ou seja, é a partir deles que podemos visualizar os documentos na rede.
  16. 16. Há dezenas de browsers diferentes, alguns gratuitos como o Mozilla Firefox, o Opera, o Netscape Navigator e o Konqueror; outros shareware como o Internet Explorer. Mas aqui falaremos dos mais usados, que são o Mozilla Firefox e o Opera. Todos eles têm algumas funções básicas em seu menu, como: botões para retroceder e avançar páginas carregadas, um para atualizar, outro que pára o carregamento do site acessado, um botão que nos permite ir diretamente à página inicial.
  17. 17. Há também mecanismos de busca, pasta para alocarmos os sites de que mais gostamos (Bookmarks ou Favoritos) e a possibilidade de guardarmos esses links em listas na web, o que nos permite ter acesso aos nossos links preferidos de qualquer computador conectado à rede, dentre outros.
  18. 18. Menu principal do Firefox, o navegador open-source (código aberto) mais utilizado da internet.
  19. 19. Essas e outras características serão abordadas mais detalhadamente a seguir, quando navegaremos por esse universo procurando trilhar caminhos e não naufragar no imenso mar de informações da web. Embarque conosco nessa viagem.
  20. 20. Para imprimir, salvar, enviar um atalho da página carregada para sua área de trabalho ou a página inteira por e- mail, basta clicar no menu “Arquivo” e selecionar na lista exibida uma dessas operações, de acordo com a sua necessidade. O Mozilla Firefox conta também com um campo de busca bem versátil, no qual você pode selecionar em qual dos sites de busca deseja realizar a sua pesquisa.
  21. 21. O campo está situado no canto superior direito do navegador e é uma ferramenta fundamental para quem faz pesquisas na internet.
  22. 22. O Firefox, assim como o Opera, pode abrir várias abas ao mesmo tempo, possibilitando organizar a navegação, otimizando o trabalho de pesquisa, a leitura de jornais, etc. Essa característica não consome mais memória de trabalho do sistema operacional, de maneira que o computador fica mais veloz. Quando adicionamos novas janelas em navegadores como o Internet Explorer, o sistema se torna mais lento e exige que o computador utilize mais Memória RAM.
  23. 23. Além da velocidade, a outra vantagem é que você poderá ver, na mesma tela, todos os links acessados e para visualizar um deles basta clicar sobre a respectiva aba. Para abrir uma nova aba no Mozilla, aperte a tecla “Ctrl” e, com a mesma ainda pressionada, aperte a tecla “t”. Você verá a aba surgir no alto da tela, identificada como “[nova aba]”. Digite a URL que deseja acessar na barra ou faça uma nova pesquisa pelo campo de busca.
  24. 24. Além da velocidade, a outra vantagem é que você poderá ver, na mesma tela, todos os links acessados e para visualizar um deles basta clicar sobre a respectiva aba. Para abrir uma nova aba no Mozilla, aperte a tecla “Ctrl” e, com a mesma ainda pressionada, aperte a tecla “t”. Você verá a aba surgir no alto da tela, identificada como “[nova aba]”. Digite a URL que deseja acessar na barra ou faça uma nova pesquisa pelo campo de busca.
  25. 25. Você está navegando na internet, fazendo uma pesquisa sobre determinado tema. Em sua busca se depara com uma página superinteressante. Mas não há tempo de explorá- la, pois precisa terminar seu trabalho. Para não perder a URL e ter acesso facilmente a esse site quantas vezes desejar, salve-a nos “Favoritos”, também chamados “Marcadores”.
  26. 26. Abra o site em seu navegador. Na barra de menu clique em “Favoritos”, “Adicionar favoritos” e uma nova janela se abrirá para que você preencha os campos com o nome do site a ser salvo e para selecionar em qual pasta ele será guardado.
  27. 27. Mas que posturas devemos adotar para aproveitar da melhor forma possível o conteúdo da rede? Afinal, que providências são úteis para efetuarmos uma boa pesquisa, separando somente o que é significativo, e não nos perdemos nas infinitas encruzilhadas da web?
  28. 28. Assim como os navegadores utilizam as cartas de navegação, mapas, bússolas para não se perderem nos oceanos, devemos conhecer as ferramentas do nosso browser, utilizando-as para que possam nos nortear, orientando a navegação na rede. Como você viu, há comandos que nos permitem salvar e organizar endereços encontrados para serem retomados,
  29. 29. há teclas de atalho que possibilitam acessar o histórico e descobrir os caminhos pelos quais já passamos, outras que permitem localizar palavras e expressões na página que estamos navegando.
  30. 30. Boas pesquisas também necessitam de uma postura investigativa consciente. Você deve traçar um caminho e não se desviar dele porque, durante uma busca na rede, muitos sites interessantes, mas distantes dos nossos propósitos, vão aparecer, assim como a tentação de navegar por eles.
  31. 31. E um último cuidado: na rede há informações de todo o tipo, desde violência e conteúdos destrutivos até cursos interessantes, informações valiosas. Há textos cuja autoria é atribuída a um determinado autor e foram escritos por outro, há informações equivocadas, às vezes com erros primários.
  32. 32. Prefira sempre os sites institucionais como fontes principais. Se estiver fazendo uma pesquisa sobre animais em extinção, consulte a homepage do Ibama; se sua pesquisa for sobre a poesia de Cecília Meireles, visite o site oficial da poetisa ou sites de universidades, e assim por diante.
  33. 33. Dependendo do tipo de pesquisa que desejamos efetuar, devemos escolher sites de busca que ofereçam um ou outro dos mecanismos descritos no tópico anterior. Imagine que você deseja encontrar sites que tratem do tema “governo eletrônico”, no Brasil.
  34. 34. Se consultar um mecanismo do tipo catálogo como o AEIOU, você terá que começar pelo diretório “Internacional”, pois é lá que se encontram os sites brasileiros catalogados. Dentro dele, escolha a pasta “Brasil”.

×