Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Die SlideShare-Präsentation wird heruntergeladen. ×

Proinfo aula 1_07_05_2013

Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige

Hier ansehen

1 von 33 Anzeige
Anzeige

Weitere Verwandte Inhalte

Diashows für Sie (20)

Anzeige

Ähnlich wie Proinfo aula 1_07_05_2013 (20)

Aktuellste (20)

Anzeige

Proinfo aula 1_07_05_2013

  1. 1. Caros cursistas, Sejam todos bem-vindos. É com muita satisfação que daremos inicio ao nosso curso. Gostaríamos de dar-lhes boas vindas e esperamos que durante esse período possamos construir reconstruir e aprender juntos. Neste inicio tudo pode ser diferente. Os obstáculos podem parecer intransponíveis, mas não se sinta perdido, logo estará dominando as ferramentas desse novo ambiente, e tudo que parecia ruim, ficará excelente.
  2. 2. Você terá alguns dias para explorar, se familiarizar com o mesmo, explorando, assistindo, estudando, enfim... Conhecendo o ambiente do curso. Depois dessa familiarização não terá problemas no desenvolvimento do curso. Nessa nova aventura você não estará sozinho. Terá grandes parceiros pra lhe ajudar a vencer mais essa etapa.
  3. 3. O formador irá orientá-lo nesse novo ambiente e, além disso, irá também provocá-lo e propiciar-lhe momentos de reflexão, (re) construção, numa imensa teia de pessoas, idéias e saberes. Estarei atento a qualquer problema ou dificuldade seja de ordem pessoal, técnica ou profissional entrem em contato comigo, via e-mail, fórum de Dúvidas Pedagógicas ou telefone. Tenho prazer em ajudá-lo.
  4. 4. Sempre às ordens, Abraço! Natanael da Silva Queiroz Formador do Curso
  5. 5. A sociedade passa constantemente por diversas transformações, o setor educacional não é diferente e com isso mudanças acontecem para favorecer os discentes. Nota-se que em determinadas aulas os alunos não absorvem os conhecimentos necessários para serem utilizados em seu cotidiano.
  6. 6. Vivemos em uma sociedade da aprendizagem, na qual aprender constitui uma exigência social crescente que conduz a um paradoxo; cada vez se aprende mais e cada vez se fracassa mais na tentativa de aprender. POZO (2008 p.29)
  7. 7. Os alunos a cada dia que passa estão mais desmotivados para o estudo, as salas de aulas estão monótonas carentes de modernizações, enquanto isso os jovens utilizam as mídias em seu dia a dia com diversas finalidades sendo que as mesmas poderiam está inserida nas práticas em sala de aula.
  8. 8. Enquanto crianças e jovens aderem cada vez mais a esse ritmo de vida, a escola formal, por sua natureza conservadora, não consegue acompanhar a velocidade da mídia e de outros estímulos a que eles estão expostos fora da sala de aula. ÁBILA (2010, p.34)
  9. 9. Para manter o aluno dentro da sala de aula, o professor precisa ser criativo, fazendo da escola também parte da realidade que o educando vive fora dela. Descobrir novos métodos e meios de ensino é uma forma de inovar, a fim de motivar e encantá-lo para a aprendizagem. ÁBILA (2010, p.35)
  10. 10. O universo tecnológico é amplo e pode ser utilizado de diversas formas, na área educacional a motivação é principal fator que leva a sua utilização, porque os alunos aprendem sem perceber.
  11. 11. A partir das diversas transformações tecnológicas o professor ganha novas formas de ensinar chamando a atenção de seus alunos para as informações a serem recebidas. Fazendo com que o professor saiba utilizar as possibilidades disponíveis.
  12. 12. Não dar para se falar em educação e esquecer os avanços tecnológicos que estão inseridos no dia a dia na vida do ser humano. Assim, se faz necessário uma reflexão sobre a nossa prática em sala de aula, que com a utilização das mídias podemos obter uma aprendizagem significativa, fazendo com que os mesmos façam uso dessas ferramentas de maneira que o ajudem em sua formação preparando-o para a vida e para o mercado de trabalho.
  13. 13. A função do professor não é apenas ensinar e sim aprender. O professor deve está em constantes transformações, se atualizando em todos os aspectos que envolvem a educação como um todo. Segundo Perrenoud (2000, p.139) “Mais do que ensinar, trata-se de fazer aprender (...), concentrando-se na criação, na gestão e na regulação das situações de aprendizagem”.
  14. 14. O educador deve ter um espírito de investigação e exteriorizar esse espírito para os alunos criando condições que favoreçam o despertar no conhecimento através das TICs.
  15. 15. O professor que faz uso do computador para preparação e desenvolvimento de suas aulas, obtém melhores resultados, evita o estresse e a ladainha do velho e tradicional método de ensino. Assim, o aprender é mais prazeroso e significativo tanto para o professor quanto para o aluno.
  16. 16. Programa Nacional de Formação Continuada em Tecnologia Educacional (ProInfo Integrado)
  17. 17. ProInfo Integrado Decreto nº 6.300, de 12 de dezembro de 2007 Dispõe Sobre o Programa Nacional de Tecnologia Educacional - Proinfo. Art. 1o O Programa Nacional de Tecnologia Educacional - ProInfo, executado no âmbito do Ministério da Educação, promoverá o uso pedagógico das tecnologias de informação e comunicação nas redes públicas de educação básica.
  18. 18. Objetivos  I - promover o uso pedagógico das tecnologias de informação e comunicação nas escolas de educação básica das redes públicas de ensino urbanas e rurais;  II - fomentar a melhoria do processo de ensino e aprendizagem com o uso das tecnologias de informação e comunicação;  III - promover a capacitação dos agentes educacionais envolvidos nas ações do Programa;
  19. 19. Objetivos  IV - contribuir com a inclusão digital por meio da ampliação do acesso a computadores, da conexão à rede mundial de computadores e de outras tecnologias digitais, beneficiando a comunidade escolar e a população próxima às escolas;  V - contribuir para a preparação dos jovens e adultos para o mercado de trabalho por meio do uso das tecnologias de informação e comunicação; e  VI - fomentar a produção nacional de conteúdos digitais educacionais.
  20. 20. ProInfo - Componentes a. Instalação de ambientes tecnológicos nas escolas (laboratórios de informática com computadores, impressoras e outros equipamentos e acesso à Internet banda larga); b. formação continuada dos professores e outros agentes educacionais para o uso pedagógico das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC);
  21. 21. ProInfo - Componentes c. disponibilização de conteúdos e recursos educacionais multimídia e digitais, soluções e sistemas de informação disponibilizados pelo MEC nos próprios computadores, por meio do Portal do Professor, da TV/DVD Escola etc.
  22. 22. Cursos Oferecidos 1. Introdução à Educação Digital (60h).  Unidade 1: Tecnologias na sociedade e na escola.  Unidade 2: Navegação, pesquisa na internet e segurança na rede .  Unidade 3: Blogs: o quê? por quê? como?  Unidade 4: Elaboração e edição de textos.
  23. 23. Cursos Oferecidos 1. Introdução à Educação Digital (60h).  Unidade 5: Cooperação (ou interação?) na rede.  Unidade 6: Cooperação pressupõe diálogo.  Unidade 7: Projeção na sala de aula.  Unidade 8: Resolução de problemas com planilhas eletrônicas.
  24. 24. Cursos Oferecidos 2. Tecnologias na Educação: Ensinando e Aprendendo com as TIC (60h); 3. Elaboração de Projetos (60h); 4. Redes de Aprendizagem (60h);
  25. 25. Introdução à Educação Digital Objetivos  conceituar tecnologias e mídias digitais, analisando e reconhecendo o impacto, o potencial e a complexidade da sua inserção na prática pedagógica, na vida privada e em sociedade;
  26. 26. Introdução à Educação Digital Objetivos  analisar o papel das redes digitais na promoção dos processos cooperativos de trabalho e aprendizagem;
  27. 27. Introdução à Educação Digital Objetivos  adquirir competências básicas para o manejo dos recursos mais usuais dos computadores.
  28. 28. Proposta pedagógica do curso  Este curso tem como objetivo geral contribuir para a inclusão digital de profissionais da educação, buscando familiarizá-los, motivá-los e prepará-los para a utilização dos recursos e serviços mais usuais dos computadores (sistema operacional Linux Educacional e softwares livres) e da Internet, levando-os a refletir sobre o impacto do uso das tecnologias digitais nos diversos aspectos da vida, da sociedade e da sua prática pedagógica.
  29. 29. Proposta pedagógica do curso  objetivos específicos, deste curso conceituar tecnologias e mídias digitais, analisando e reconhecendo o impacto, o potencial e a complexidade da sua inserção na prática pedagógica, na vida privada e em sociedade;
  30. 30. Proposta pedagógica do curso  analisar o papel das redes digitais na promoção dos processos cooperativos de trabalho e aprendizagem;  adquirir competências básicas para o manejo dos recursos mais usuais dos computadores.
  31. 31. Materiais didático-pedagógicos e de apoio  · Orientações ao(à) cursista, contendo informações gerais sobre o Curso;  · Unidades de Estudo e Prática (impressos), contendo as unidades de estudo do curso;
  32. 32. Materiais didático-pedagógicos e de apoio  ·CD-ROM, contendo vídeos, simulações de ambiente Web, textos e outros, relacionados às unidades de Estudo e Prática;  · Guia do Formador (acompanhado de CD- ROM), contendo orientações aos formadores para o desenvolvimento do curso.
  33. 33. Certificação  Serão consideradas, para fins de certificação, a freqüência nos encontros presenciais de formação e as atividades produzidas pelo cursista ao longo do curso, segundo as orientações e os critérios fornecidos em cada Unidade de Estudo e pelos formadores. Cada cursista criará uma pasta de usuário no computador, onde armazenará os textos produzidos em cada unidade, que serão avaliados e comentados pelos formadores.

×