Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

3. gênesis

7.571 Aufrufe

Veröffentlicht am

BLOGSPOT
Estudando.combiblia

Veröffentlicht in: Seele & Geist, Unterhaltung & Humor
  • Als Erste(r) kommentieren

3. gênesis

  1. 1. GÊNESISA obra de Deus na criação e na Origem da Salvação
  2. 2. " GênesisIntrodução •Título 1. Os hebreus deram-lhe o nome de “Bereshith” devido à sua primeira frase, “No princípio”. 2. Os tradutores da Septuaginta chamaram- no de “Gênesis” (Origem) em virtude de ele relatar a origem do Universo e do homem na obra criativa de Deus.
  3. 3. " Autoria  Cristo e os escritores do Novo Testamento afirmam ser Moisés o autor dos cinco livros conhecidos como “A Lei” - João 1.17; 5.47; 7.19; Rm. 10.5,19.  Todas as tradições pagãs e judaicas o reconhecem como autor, inclusive Maomé. Js. 1.7-8; II Rs. 14.6; Ne. 13.1;  A unidade de estilo, de lingüística e de arrumação entre os cinco livros, aponta para um único autor. Nm. 13.22; Gn. 13.10  O estilo de cada livro corresponde às circunstâncias ocasionais da vida de Moisés
  4. 4. " 5. Evidências arqueológicas dignas de total credibilidade confirmam hoje que houve uma atividade literária intensa antes de Moisés, pelo menos a partir da época de Abraão. 6. Quase todas as tradições judaicas reconhecem, até os tempos modernos, a autoria de Moisés. 9. O reconhecimento de que Moisés usou no processo seletivo vários documentos antigos disponíveis é compatível com a inspiração divina, pois muitos outros escritores bíblicos admitiram essa prática (Lucas 1.1-3).
  5. 5. " Cenário Histórico •DATA DA ESCRITA – 1443 A.C., APROXIDAMENTE. •EXTENSÃO HISTÓRICA DE GÊNESIS – 2369 ANOS. •EXTENSÃO GEOGRÁFICA 1. A Ação do livro é a do vale da Mesopotâmia, atual Oriente Médio (nome grego que significa "entre (meso) rios (potâmia)), conhecido como o “berço” da raça humana, até o vale do rio Nilo no Egito, o berço da terra hebraica. 2. Essa área, com uma configuração crescente, é chamada de “Fértil Crescente”. Três continentes convergem para o seu centro, tornando-a de muitas maneiras o “centro da terra”.
  6. 6. " Tema: Princípios Seu nome em grego e hebraico, bem como seu verso-chave, antecipa o tema de Gênesis. Princípios dos céus, da terra, do homem, do pecado, do evangelho (3.15), dos povos, línguas, nações, Israel, etc.
  7. 7. " Histórico: é proporcionar uma narrativa Verso-Chave autêntica da origem nobre do homem ao Objetivo do livro Gn 1.1 – “No ser criado por Deus, sua queda no princípio criou Deus o céus e a terra”. pecado, com as devidas conseqüências de corrupção e julgamento, e a introdução do reino de Deus e dos programas redentores na terra. Teológico: Salientar a soberania de Deus sobre toda a criação e enfatizar a responsabilidade do homem para com o Deus soberano. Reação positiva de obediência traz a graça e a livramento de deus, sendo que a reação negativa de rejeição e rebeldia acarreta o julgamento divino.
  8. 8. "A obra de Deus na criação e na origem da salvação A. A história primitiva da raça humana........................ (1-11) 1. A narrativa da criação................................................. 1-2 2. A narrativa da queda (Adão, Caim e Abel)................... 3-6 3. A narrativa do dilúvio.................................................. 7-8 4. A narrativa da nova geração....................................... 9-11 B. A história patriarcal da raça humana.......................... (12-50) 1. A vida de Abraão – Aliança Prometida....................... 12-24 2. A vida de Isaque – Aliança transmitida....................... 21-26 3. A vida de Jacó – Aliança prosseguida.......................... 27-36 4. A vida de José – Aliança exercida................................ 37-50
  9. 9. " Cristologia em Gênesis Profecias Específicas • O “descendente” da mulher no protótipo do evangelho (3.15). Um filho de Eva (ou Maria) viria fatalmente ferir e ser temporariamente ferido pela “serpente” ou Satanás (Gl. 4.4). • A “semente” de Abraão na aliança abraâmica (12.3). Um descendente de Abraão viria abençoar todas as nações com a oferta da justificação pela fé (At. 3.25; Gl. 3.7-9). • Um “leão” da tribo de Judá seria levantado como o Soberano do mundo (Gn. 49.9-10; Ap. 5.5).
  10. 10. " Tipos Velados I Coríntios 10.6,11 •Adão tipificou Cristo como o cabeça da raça; um só dos seus atos afetou toda a raça humana. Como “em Adão” todos morreram, também “todos serão vivificados em Cristo” (Rm. 5.12; 1 Cor. 15.21-22). •Abel tipificou Cristo pelo seu “mais excelente sacrifício” de sangue (Gn. 4.4; Hb. 11.4). •Melquisedeque tipificou Cristo como Sumo Sacerdote especialmente designado por Deus, sendo também um Sacerdote-Rei (Gn. 14.18-20; Hb. 7.1).
  11. 11. • Isaque tipificou Cristo como a longa esperada “semente”, na sua submissão no altar do sacrifício e no recebimento da noiva de um país distante (Gn. 21, 22,24).• José tipificou Cristo de muitas maneiras: resistindo ao mal, sendo traído pelos irmãos, e amado pelo pai, sofrendo pelos pecados dos outros, tomando uma esposa gentia quando estava no exílio, e finalmente tornando-se soberano do mundo depois de redimir os seus irmãos (At. 7.9-13).

×