SlideShare ist ein Scribd-Unternehmen logo
1 von 22
A ti regresso, Mar, ao gosto forte
Do sal que o vento traz à minha boca,
À tua claridade, a esta sorte
Que me foi dada de esquecer a
morte
Sabendo embora como a vida é
pouca.
A ti regresso, Mar, corpo
deitado,
Ao teu poder de paz e
tempestade,
Ao teu clamor de deus
acorrentado,
De terra feminina rodeado,
Prisioneiro da própria
A ti regresso, Mar, como quem
sabe
Dessa tua lição tirar proveito.
E antes que esta vida se me acabe,
De toda a água que na terra cabe
Em vontade tornada, armado o
peito.
A ti regresso, Mar, ao gosto
forte
Do sal que o vento traz à minha
boca,
À tua claridade, a esta sorte
Que me foi dada de esquecer a
morte
Sabendo embora como a vida é
pouca.
A ti regresso, Mar, corpo
deitado,
Ao teu poder de paz e
tempestade,
Ao teu clamor de deus
De terra feminina rodeado,
Prisioneiro da própria liberdade.
A ti regresso, Mar, como quem sabe
Dessa tua lição tirar proveito.
E antes que esta vida se me acabe,
De toda a água que na terra cabe
Em vontade tornada, armado o peito.
A Ti Regresso, Mar
José Saramago
Azinhaga de Ribatejo-Distrito de Santarém
Portugal
Agora menos, que a idade manda
Mas sempre procuro recrear a alma
Olhando o Mar e o que por lá anda
Na mansidão da tarde, que me acalma
Ou se o vento é braveza, que desanda.
Agora menos do que foi outrora
Mas não resisto, Mar, a ver-te a cor;
Umas vezes torquesa promissora
Outras em verde escuro, e és temor
Mas deslumbrante nos alvores da
aurora.
A ti regresso, Mar, sempre
saudoso
Pois esquecer-te jamais poderia
Recordo as ondas que singrei
garboso
Em noites luarentas, ou de dia
Sinto-te a falta, Mar,
esplendoroso.
Agora menos, que a idade manda
Mas sempre procuro recrear a alma
Olhando o Mar e o que por lá anda
Na mansidão da tarde, que me
acalma
Ou se o vento é braveza, que
desanda.
Agora menos do que foi outrora
Mas não resisto, Mar, a ver-te a cor;
Umas vezes torquesa promissora
Outras em verde escuro, e és temor
Mas deslumbrante nos alvores da aurora.
A ti regresso, Mar, sempre saudoso
Pois esquecer-te jamais poderia
Recordo as ondas que singrei garboso
Em noites luarentas, ou de dia
Sinto-te a falta, Mar, esplendoroso.
A Ti Regresso,
Mar
Eugénio de Sá
Sintra – Portugal
03/3/2023
Eugénio de Sá
Sintra – Portugal
03/3/2023
José Saramago
Nasceu em 16-11-1922
Morreu em 18-06-2011
Formatação e Criação: Luzia Gabriele
E-mail: luziagabriele@hotmail.com
Texto: José Saramago & Eugénio de Sá
Imagens: Internet e Arquivo Pessoal
Música: Canção do Mar by Pelageya & Elmira Kalimulina
http://www.slideshare.net/luziagabriele
https://www.youtube.com/channel/UCAdCeCGHGTxtxQskj
l4zkow
Data: 04 de Março de 2023
Fortaleza-Ceará-Brasil

Weitere ähnliche Inhalte

Ähnlich wie Regresso ao Mar: poema de José Saramago

Ähnlich wie Regresso ao Mar: poema de José Saramago (20)

Poemas de vários autores
Poemas de vários autoresPoemas de vários autores
Poemas de vários autores
 
Mar e Poesia
Mar e PoesiaMar e Poesia
Mar e Poesia
 
Semana da leitura 2013 aescd
Semana da leitura 2013 aescdSemana da leitura 2013 aescd
Semana da leitura 2013 aescd
 
Maratona da leitura
Maratona da leituraMaratona da leitura
Maratona da leitura
 
Um mar de poemas !
Um mar de poemas !Um mar de poemas !
Um mar de poemas !
 
O escudo voz da verdade
O escudo   voz da verdadeO escudo   voz da verdade
O escudo voz da verdade
 
Em algum lugar de mim
Em algum lugar de mimEm algum lugar de mim
Em algum lugar de mim
 
Em algum lugar de mim
Em algum lugar de mimEm algum lugar de mim
Em algum lugar de mim
 
Cardápio DalheMongo
Cardápio DalheMongoCardápio DalheMongo
Cardápio DalheMongo
 
Uma viagem por 800 anos da Poesia Portuguesa
Uma viagem por 800 anos da Poesia PortuguesaUma viagem por 800 anos da Poesia Portuguesa
Uma viagem por 800 anos da Poesia Portuguesa
 
BIBLIOTECA VIRTUAL
BIBLIOTECA VIRTUALBIBLIOTECA VIRTUAL
BIBLIOTECA VIRTUAL
 
Pe sanches
Pe sanchesPe sanches
Pe sanches
 
Navegante
NaveganteNavegante
Navegante
 
Posso clamar - Eyshila
Posso clamar - EyshilaPosso clamar - Eyshila
Posso clamar - Eyshila
 
Porto Côvo Eugénio de Sá Eugénioooo.ppsx
Porto Côvo Eugénio de Sá Eugénioooo.ppsxPorto Côvo Eugénio de Sá Eugénioooo.ppsx
Porto Côvo Eugénio de Sá Eugénioooo.ppsx
 
O mar
O marO mar
O mar
 
Semana da Poesia em Miranda do Corvo
Semana da Poesia  em Miranda do CorvoSemana da Poesia  em Miranda do Corvo
Semana da Poesia em Miranda do Corvo
 
Letras musicas coral
Letras musicas coralLetras musicas coral
Letras musicas coral
 
O barco da vida
O barco da vidaO barco da vida
O barco da vida
 
O barco da vida
O barco da vidaO barco da vida
O barco da vida
 

Mehr von Luzia Gabriele

A Natureza Alfredo Dos Santos Mendes.ppsx
A Natureza Alfredo Dos Santos Mendes.ppsxA Natureza Alfredo Dos Santos Mendes.ppsx
A Natureza Alfredo Dos Santos Mendes.ppsxLuzia Gabriele
 
Borboletas Marilza Pereira Calsavara.ppsx
Borboletas Marilza Pereira Calsavara.ppsxBorboletas Marilza Pereira Calsavara.ppsx
Borboletas Marilza Pereira Calsavara.ppsxLuzia Gabriele
 
Mulher da Noite José Ernesto Ferraresso.ppsx
Mulher da Noite José Ernesto Ferraresso.ppsxMulher da Noite José Ernesto Ferraresso.ppsx
Mulher da Noite José Ernesto Ferraresso.ppsxLuzia Gabriele
 
Vivo O Silêncio de Você...Ciducha Seefelder.ppsx
Vivo O Silêncio de Você...Ciducha Seefelder.ppsxVivo O Silêncio de Você...Ciducha Seefelder.ppsx
Vivo O Silêncio de Você...Ciducha Seefelder.ppsxLuzia Gabriele
 
Amo-Te Alfredo dos Santos Mendessss.ppsx
Amo-Te Alfredo dos Santos Mendessss.ppsxAmo-Te Alfredo dos Santos Mendessss.ppsx
Amo-Te Alfredo dos Santos Mendessss.ppsxLuzia Gabriele
 
Momentos De Inspiração Mário Matta E Silva.ppsx
Momentos De Inspiração Mário Matta E Silva.ppsxMomentos De Inspiração Mário Matta E Silva.ppsx
Momentos De Inspiração Mário Matta E Silva.ppsxLuzia Gabriele
 
Majestade da Lua Gracilene Pinto Grace do Maranhão.ppsx
Majestade da Lua Gracilene Pinto Grace do Maranhão.ppsxMajestade da Lua Gracilene Pinto Grace do Maranhão.ppsx
Majestade da Lua Gracilene Pinto Grace do Maranhão.ppsxLuzia Gabriele
 
O Milagre Das Rosas Eugénio de Sáaa.ppsx
O Milagre Das Rosas Eugénio de Sáaa.ppsxO Milagre Das Rosas Eugénio de Sáaa.ppsx
O Milagre Das Rosas Eugénio de Sáaa.ppsxLuzia Gabriele
 
A Vida Marilza Pereira Calsavaraaaa.pptx
A Vida Marilza Pereira Calsavaraaaa.pptxA Vida Marilza Pereira Calsavaraaaa.pptx
A Vida Marilza Pereira Calsavaraaaa.pptxLuzia Gabriele
 
Você Ciduchaaaaaaaaaa Seefelderrrrr.ppsx
Você Ciduchaaaaaaaaaa Seefelderrrrr.ppsxVocê Ciduchaaaaaaaaaa Seefelderrrrr.ppsx
Você Ciduchaaaaaaaaaa Seefelderrrrr.ppsxLuzia Gabriele
 
Assim Ele Veio Nos Iluminar Marcial Salaverry.ppsx
Assim Ele Veio Nos Iluminar Marcial Salaverry.ppsxAssim Ele Veio Nos Iluminar Marcial Salaverry.ppsx
Assim Ele Veio Nos Iluminar Marcial Salaverry.ppsxLuzia Gabriele
 
Sou Poema Alfredo Dos Santos Mendes.ppsx
Sou Poema Alfredo Dos Santos Mendes.ppsxSou Poema Alfredo Dos Santos Mendes.ppsx
Sou Poema Alfredo Dos Santos Mendes.ppsxLuzia Gabriele
 
Depende De Nós! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Depende De Nós! José Ernesto Ferraresso.ppsxDepende De Nós! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Depende De Nós! José Ernesto Ferraresso.ppsxLuzia Gabriele
 
Ai Formosa Mário Matta E Silvaaaaaa.ppsx
Ai Formosa Mário Matta E Silvaaaaaa.ppsxAi Formosa Mário Matta E Silvaaaaaa.ppsx
Ai Formosa Mário Matta E Silvaaaaaa.ppsxLuzia Gabriele
 
Sonho Emprestado Eugénio de Sá soneto.ppsx
Sonho Emprestado Eugénio de Sá soneto.ppsxSonho Emprestado Eugénio de Sá soneto.ppsx
Sonho Emprestado Eugénio de Sá soneto.ppsxLuzia Gabriele
 
Por Causa de Você Ciducha Seefelder.ppsx
Por Causa de Você Ciducha Seefelder.ppsxPor Causa de Você Ciducha Seefelder.ppsx
Por Causa de Você Ciducha Seefelder.ppsxLuzia Gabriele
 
A Lenda Das Amendoeiras Alfredo Mendes.ppsx
A Lenda Das Amendoeiras Alfredo Mendes.ppsxA Lenda Das Amendoeiras Alfredo Mendes.ppsx
A Lenda Das Amendoeiras Alfredo Mendes.ppsxLuzia Gabriele
 
Estar Vivo... Cema Raizeeeeeeeeerrr.ppsx
Estar Vivo... Cema Raizeeeeeeeeerrr.ppsxEstar Vivo... Cema Raizeeeeeeeeerrr.ppsx
Estar Vivo... Cema Raizeeeeeeeeerrr.ppsxLuzia Gabriele
 
Juramos! José Ernesto Ferraressoooo.ppsx
Juramos! José Ernesto Ferraressoooo.ppsxJuramos! José Ernesto Ferraressoooo.ppsx
Juramos! José Ernesto Ferraressoooo.ppsxLuzia Gabriele
 
Poema Azul Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Poema Azul Maria Inês Aroeira Braga.ppsxPoema Azul Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Poema Azul Maria Inês Aroeira Braga.ppsxLuzia Gabriele
 

Mehr von Luzia Gabriele (20)

A Natureza Alfredo Dos Santos Mendes.ppsx
A Natureza Alfredo Dos Santos Mendes.ppsxA Natureza Alfredo Dos Santos Mendes.ppsx
A Natureza Alfredo Dos Santos Mendes.ppsx
 
Borboletas Marilza Pereira Calsavara.ppsx
Borboletas Marilza Pereira Calsavara.ppsxBorboletas Marilza Pereira Calsavara.ppsx
Borboletas Marilza Pereira Calsavara.ppsx
 
Mulher da Noite José Ernesto Ferraresso.ppsx
Mulher da Noite José Ernesto Ferraresso.ppsxMulher da Noite José Ernesto Ferraresso.ppsx
Mulher da Noite José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Vivo O Silêncio de Você...Ciducha Seefelder.ppsx
Vivo O Silêncio de Você...Ciducha Seefelder.ppsxVivo O Silêncio de Você...Ciducha Seefelder.ppsx
Vivo O Silêncio de Você...Ciducha Seefelder.ppsx
 
Amo-Te Alfredo dos Santos Mendessss.ppsx
Amo-Te Alfredo dos Santos Mendessss.ppsxAmo-Te Alfredo dos Santos Mendessss.ppsx
Amo-Te Alfredo dos Santos Mendessss.ppsx
 
Momentos De Inspiração Mário Matta E Silva.ppsx
Momentos De Inspiração Mário Matta E Silva.ppsxMomentos De Inspiração Mário Matta E Silva.ppsx
Momentos De Inspiração Mário Matta E Silva.ppsx
 
Majestade da Lua Gracilene Pinto Grace do Maranhão.ppsx
Majestade da Lua Gracilene Pinto Grace do Maranhão.ppsxMajestade da Lua Gracilene Pinto Grace do Maranhão.ppsx
Majestade da Lua Gracilene Pinto Grace do Maranhão.ppsx
 
O Milagre Das Rosas Eugénio de Sáaa.ppsx
O Milagre Das Rosas Eugénio de Sáaa.ppsxO Milagre Das Rosas Eugénio de Sáaa.ppsx
O Milagre Das Rosas Eugénio de Sáaa.ppsx
 
A Vida Marilza Pereira Calsavaraaaa.pptx
A Vida Marilza Pereira Calsavaraaaa.pptxA Vida Marilza Pereira Calsavaraaaa.pptx
A Vida Marilza Pereira Calsavaraaaa.pptx
 
Você Ciduchaaaaaaaaaa Seefelderrrrr.ppsx
Você Ciduchaaaaaaaaaa Seefelderrrrr.ppsxVocê Ciduchaaaaaaaaaa Seefelderrrrr.ppsx
Você Ciduchaaaaaaaaaa Seefelderrrrr.ppsx
 
Assim Ele Veio Nos Iluminar Marcial Salaverry.ppsx
Assim Ele Veio Nos Iluminar Marcial Salaverry.ppsxAssim Ele Veio Nos Iluminar Marcial Salaverry.ppsx
Assim Ele Veio Nos Iluminar Marcial Salaverry.ppsx
 
Sou Poema Alfredo Dos Santos Mendes.ppsx
Sou Poema Alfredo Dos Santos Mendes.ppsxSou Poema Alfredo Dos Santos Mendes.ppsx
Sou Poema Alfredo Dos Santos Mendes.ppsx
 
Depende De Nós! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Depende De Nós! José Ernesto Ferraresso.ppsxDepende De Nós! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Depende De Nós! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Ai Formosa Mário Matta E Silvaaaaaa.ppsx
Ai Formosa Mário Matta E Silvaaaaaa.ppsxAi Formosa Mário Matta E Silvaaaaaa.ppsx
Ai Formosa Mário Matta E Silvaaaaaa.ppsx
 
Sonho Emprestado Eugénio de Sá soneto.ppsx
Sonho Emprestado Eugénio de Sá soneto.ppsxSonho Emprestado Eugénio de Sá soneto.ppsx
Sonho Emprestado Eugénio de Sá soneto.ppsx
 
Por Causa de Você Ciducha Seefelder.ppsx
Por Causa de Você Ciducha Seefelder.ppsxPor Causa de Você Ciducha Seefelder.ppsx
Por Causa de Você Ciducha Seefelder.ppsx
 
A Lenda Das Amendoeiras Alfredo Mendes.ppsx
A Lenda Das Amendoeiras Alfredo Mendes.ppsxA Lenda Das Amendoeiras Alfredo Mendes.ppsx
A Lenda Das Amendoeiras Alfredo Mendes.ppsx
 
Estar Vivo... Cema Raizeeeeeeeeerrr.ppsx
Estar Vivo... Cema Raizeeeeeeeeerrr.ppsxEstar Vivo... Cema Raizeeeeeeeeerrr.ppsx
Estar Vivo... Cema Raizeeeeeeeeerrr.ppsx
 
Juramos! José Ernesto Ferraressoooo.ppsx
Juramos! José Ernesto Ferraressoooo.ppsxJuramos! José Ernesto Ferraressoooo.ppsx
Juramos! José Ernesto Ferraressoooo.ppsx
 
Poema Azul Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Poema Azul Maria Inês Aroeira Braga.ppsxPoema Azul Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Poema Azul Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 

Kürzlich hochgeladen

Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Kürzlich hochgeladen (20)

Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 

Regresso ao Mar: poema de José Saramago

  • 1.
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5. A ti regresso, Mar, ao gosto forte Do sal que o vento traz à minha boca, À tua claridade, a esta sorte Que me foi dada de esquecer a morte Sabendo embora como a vida é pouca.
  • 6.
  • 7. A ti regresso, Mar, corpo deitado, Ao teu poder de paz e tempestade, Ao teu clamor de deus acorrentado, De terra feminina rodeado, Prisioneiro da própria
  • 8.
  • 9. A ti regresso, Mar, como quem sabe Dessa tua lição tirar proveito. E antes que esta vida se me acabe, De toda a água que na terra cabe Em vontade tornada, armado o peito.
  • 10.
  • 11. A ti regresso, Mar, ao gosto forte Do sal que o vento traz à minha boca, À tua claridade, a esta sorte Que me foi dada de esquecer a morte Sabendo embora como a vida é pouca. A ti regresso, Mar, corpo deitado, Ao teu poder de paz e tempestade, Ao teu clamor de deus De terra feminina rodeado, Prisioneiro da própria liberdade. A ti regresso, Mar, como quem sabe Dessa tua lição tirar proveito. E antes que esta vida se me acabe, De toda a água que na terra cabe Em vontade tornada, armado o peito. A Ti Regresso, Mar José Saramago Azinhaga de Ribatejo-Distrito de Santarém Portugal
  • 12.
  • 13.
  • 14. Agora menos, que a idade manda Mas sempre procuro recrear a alma Olhando o Mar e o que por lá anda Na mansidão da tarde, que me acalma Ou se o vento é braveza, que desanda.
  • 15.
  • 16. Agora menos do que foi outrora Mas não resisto, Mar, a ver-te a cor; Umas vezes torquesa promissora Outras em verde escuro, e és temor Mas deslumbrante nos alvores da aurora.
  • 17.
  • 18. A ti regresso, Mar, sempre saudoso Pois esquecer-te jamais poderia Recordo as ondas que singrei garboso Em noites luarentas, ou de dia Sinto-te a falta, Mar, esplendoroso.
  • 19.
  • 20. Agora menos, que a idade manda Mas sempre procuro recrear a alma Olhando o Mar e o que por lá anda Na mansidão da tarde, que me acalma Ou se o vento é braveza, que desanda. Agora menos do que foi outrora Mas não resisto, Mar, a ver-te a cor; Umas vezes torquesa promissora Outras em verde escuro, e és temor Mas deslumbrante nos alvores da aurora. A ti regresso, Mar, sempre saudoso Pois esquecer-te jamais poderia Recordo as ondas que singrei garboso Em noites luarentas, ou de dia Sinto-te a falta, Mar, esplendoroso. A Ti Regresso, Mar Eugénio de Sá Sintra – Portugal 03/3/2023
  • 21. Eugénio de Sá Sintra – Portugal 03/3/2023 José Saramago Nasceu em 16-11-1922 Morreu em 18-06-2011
  • 22. Formatação e Criação: Luzia Gabriele E-mail: luziagabriele@hotmail.com Texto: José Saramago & Eugénio de Sá Imagens: Internet e Arquivo Pessoal Música: Canção do Mar by Pelageya & Elmira Kalimulina http://www.slideshare.net/luziagabriele https://www.youtube.com/channel/UCAdCeCGHGTxtxQskj l4zkow Data: 04 de Março de 2023 Fortaleza-Ceará-Brasil