Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

territorios especiais das coronarias

  • Loggen Sie sich ein, um Kommentare anzuzeigen.

territorios especiais das coronarias

  1. 1. Territórios Especiais do Sistema Circulatório- Coronárias Lilian Gomes Carla Drielle Suzana Rosa Laura Marcon UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE QUIRINÓPOLIS
  2. 2. INTRODUÇÃO  O coração humano é irrigado pelas coronárias direita e esquerda;  Origem: 0,7 - 1 cm acima das cúspides aórticas;  Situam-se na superfície epicárdica e dão ramos para o interior do miocárdio; www.manuaisdecardiologia.med.br
  3. 3. Há 4.000 capilares/mm2; Os esfíncteres exercem função reguladora; www.manuaisdecardiologia.med.br
  4. 4. ANATOMIA CORONARIANA CASS E BARI 9,8 cm 9,3 cm 14,7 cm 9,5 - 13,5 mm www.manuaisdecardiologia.med.br
  5. 5. Territórios Vasculares das Coronárias  Em geral podemos considerar que:  A Coronária Esquerda distribui-se pelo coração esquerdo e 2/3 Anteriores do Septo;  A Coronária Direita distribui-se pelo coração direito e 1/3 Posterior do Septo;  Cada uma das 2 Coronárias contribui para a irrigação da outra metade do coração.
  6. 6. Artérias Coronárias  O coração, como todos os outros músculos do corpo, necessita de fluxo sanguíneo nutridor; esse fluxo é suprido pelos vasos sanguíneos coronarianos.  Cerca de 85% do fluxo coronariano passam para o ventrículo esquerdo, visto que músculo desse ventrículo e bem mais volumoso necessitando de muito mais nutrição do que músculo do ventrículo direito
  7. 7. Irrigação  A artéria coronária esquerda irriga principalmente a parte anterior do ventrículo esquerdo, enquanto a artéria coronária direita irriga a maior parte do ventrículo direito, assim como a parte posterior do ventrículo esquerdo em 80 a 90% das pessoas .  Em 50% de todos os seres humanos o fluxo de sangue através da artéria coronária direita é maior que através da esquerda; porém, em 30% dos casos elas são quase iguais, e em apenas 20% a artéria esquerda predomina.
  8. 8.  Origem: a. aorta, atrás da a. pulmonar e à frente da aurícula direita  Percorre o sulco auriculo- ventricular direito e o sulco interventricular posterior. CORONÁRIA DIREITA
  9. 9. CORONÁRIA DIREITA Ao longo do seu trajeto tem 2 segmentos: a) Artéria marginal direita: segue a margem do V. D. até o ápice do coração; - circula pelo lado direito  ápice do coração; - irriga o V. D. b) Artéria interventricular posterior (prolongamento final da artéria); - desce pelo sulco interventricular posterior, não chegando ao ápice; - irriga a porção posterior do septo ventricular e a porção adjacente do V. E.
  10. 10. www.manuaisdecardiologia.med.br
  11. 11.  3 - 4 ramos colaterais  Os ramos colaterais da coronária direita são de 2 tipos: a) Ascendentes ou auriculares; b)Descendentes ou ventriculares. CORONÁRIA DIREITA www.manuaisdecardiologia.med.br
  12. 12.  Os ramos colaterais são responsáveis maioritariamente pela irrigação da aurícula direita; dos quais 2 são principais:  a) a Artéria Auricular Direita Anterior, responsável pela irrigação do nódulo sinusal  b) a Artéria Auricular do Bordo Direito. CORONÁRIA DIREITA
  13. 13. CORONÁRIA ESQUERDA  Constituída por um curto segmento (tronco), que depois se divide em DA e CX;  Irriga todo o átrio esquerdo, os 2/3 anteriores do septo, a margem esquerda da parede livre do VD e a parede anterior e lateral do VE; www.manuaisdecardiologia.med.br
  14. 14. CORONÁRIA CIRCUNFLEXA  Nasce na porção distal do TCE;  Forma um ângulo de 90° com DA;  Pode dar origem a DP;  Ramos atriais;  Ramos póstero-laterais;  Ramos pósteros-inferiores; www.manuaisdecardiologia.med.br
  15. 15. CORONÁRIA DESCENDENTE ANTERIOR  Percorre todo o sulco interventricular anterior até o ápice;  Ramos perfurantes septais (3 a 6);  Ramos diagonais (1 a 5 ) irrigando a parede ântero-lateral do VE;  Pode apresentar ramos mais desenvolvidos que confundem-se com a DA; www.manuaisdecardiologia.med.br
  16. 16. Doenças Coronarianas  As doenças arteriais coronarianas (DAC) são distúrbios que envolvem a circulação das artérias coronarianas, portanto afetam a irrigação do miocárdio.  Esse distúrbio é caracterizado pela diminuição do diâmetro interno da artéria coronária e ocorre principalmente devido ao acúmulo de lipídeos, componentes do sangue, células e material intercelular.  No ponto onde as placas gordurosas se acumulam, há a formação de placas e o endurecimento destas, logo a parede da artéria interna engrossa, o vaso sanguíneo estreita- se e o fluxo sanguíneo fica mais lento.  O depósito de gordura pode ser lento e gradativo, sendo que em algumas pessoas não se torna ameaçador.
  17. 17. Artérias Coronárias Obstruídas

×