Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Apresentação metodologia do trabalho científico

49.702 Aufrufe

Veröffentlicht am

Apresentação metodologia do trabalho científico

  1. 1. Metodologia do Trabalho Científico<br />Apresentação dos Capítulos II e III do livro de Antônio Joaquim Severino<br />Outubro de 2010<br />Larissa Almada Neves<br />
  2. 2. Capítulo II<br />O trabalho acadêmico: orientações gerais para o estudo na Universidade.<br />
  3. 3. Os instrumentos de trabalho<br />textos básicos da área específica<br />revistas especializadas<br />textos monográficos<br />
  4. 4. … além de livros especializados da área a ser estudada e de outras áreas relacionadas, afinal: <br />a interdisciplinaridade é um pressuposto básico de toda formação teórica.<br />
  5. 5. Documentação<br />Temática:<br /> determinada área do saber.<br />Bibliográfica:<br /> dados de forma e conteúdo.<br />Geral:<br /> recortes de fontes, apostilas.<br />
  6. 6. Compreensão dos textos teóricos: leitura analítica<br />1 - Delimitação da unidade de leitura:<br /> visando focar com objetividade em um capítulo, seção ou outra subdivisão.<br />
  7. 7. 2 - Análise textual:<br /> busca uma visão geral e esclarecimento de termos e fatos desconhecidos além da esquematização do texto.<br />
  8. 8. 3 - Análise temática:<br /> compreensão da mensagem; tema, problema, tese, raciocínio, ideias secundárias.<br />
  9. 9. 4 - Análise interpretativa:<br /> interpretação da mensagem do autor; pressupostos, associação de ideias, críticas.<br />
  10. 10. 5 - Problematização:<br /> levantamento de problemas e discussões relacionadas com a mensagem do autor.<br />
  11. 11. 6 - Síntese:<br /> nova elaboração da mensagem baseada na reflexão pessoal.<br />
  12. 12. Estrutura lógica de um texto<br />“[…] o trabalho científico assume a forma dissertativa, pois seu objetivo é de demonstrar, mediante argumentos, uma tese, que é uma solução proposta para um problema, relativo a determinado tema.” <br />Antônio Severino, pg.78 ,2007. <br />
  13. 13. Demonstração: <br /> mediante a apresentação de argumentos. <br />Argumentação:<br />articulação de ideias e fatos.<br />Raciocínio: <br /> processo lógico de pensamento (conhecimentos adquiridos podem gerar novos conhecimentos).<br />
  14. 14. tema<br />argumento<br />argumento<br />problema<br />argumento<br />hipótese<br />Tese demonstrada<br />
  15. 15. Processos lógicos de estudo<br />Formação de conceitos: termo ou palavra no nível da expressão linguística.<br />Formação dos juízos: enunciado verbalmente através da proposição .<br />Elaboração dos raciocínios: dedutivo e indutivo.<br />
  16. 16. Capítulo III<br />Teoria e prática científica.<br />
  17. 17. “ A ciência se faz quando o pesquisador aborda os fenômenos aplicando recursos técnicos, seguindo um método e apoiando-se em fundamentos epistemológicos.”<br />Antônio Severino, pg.100 ,2007. <br />
  18. 18. Percepção de situação<br /> problemática<br /> Observação de fatos<br /> Hipótese<br />se confirmada (verificação experimental)<br /> Lei<br /> várias (verificação dedutiva)<br /> Teoria<br />Indução<br />Dedução<br />
  19. 19. Fundamentos teórico - metodológicos da ciência<br />Ciência precisa se apoiar em pressupostos afim do conhecimento produzido ter consistência.<br /> Paradigmas epistemológicos: <br />(relação sujeito/objeto)<br />
  20. 20. Fundamentos teórico - metodológicos da ciência<br />Antigamente: Metafísica<br />Modernidade: Ciência<br /> Ciências Naturais Ciências Humanas<br /> (Positivismo) (Pluralismo paradigmático)<br />
  21. 21. Ciências Humanas<br />Positivista: <br /> - Funcionalismo (instituição/função)<br /> - Estruturalismo (oposições/estrutura/interdependência)<br />Subjetivista: <br /> - Fenomenologia (origem/fato)<br /> - Hermenêutica (interpretação/símbolo)<br /> - Arqueogenealogia(economia do desejo)<br />
  22. 22. Dialética: (interação social)<br /> - Totalidade (indivíduo dentro da sociedade)<br /> - Historicidade (momento dentro da história abrangente)<br />- Complexidade (múltiplas partes/transformações)<br /> - Dialeticidade(mudanças/lógica de contradição)<br /> - Praxidade(prática história e social/tempo/espaço)<br /> - Cientificidade(nexos causais/forças contraditórias)<br /> - Concreticidade (prática real/tempo/espaço/sociedade)<br />
  23. 23. Modalidades e metodologias de pesquisa científica<br />1- Pesquisa quantitativa e qualitativa: são variadas as metodologias de pesquisa que podem ter abordagem quantitativa (experimental matemática) e qualitativa (dados descritivos).<br />
  24. 24. 2 - Pesquisa etnográfica: com o método etnográfico, de abordagem qualitativa, trata-se de um incursão e análise do âmago da sociedade.<br />
  25. 25. 3 - Pesquisa participante:<br /> quando o pesquisador, para observar os fenômenos, compartilha a vivência dos sujeitos. <br />
  26. 26. 4 - Pesquisa ação:<br /> além de compreender uma situação, visa intervir na mesma, com vistas a modificá-la.<br />
  27. 27. 5 - Estudo de caso:<br /> pesquisa que se concentra no estudo de um caso , considerando-o representativo de casos análogos.<br />
  28. 28. 6 - Análise de conteúdo:<br /> a partir da análise das comunicações, trata-se de compreender criticamente o sentido oculto nas mesmas.<br />
  29. 29. 7 - Com referência à natureza das fontes:<br />Pesquisa bibliográfica: documentos impressos.<br />Pesquisa documental: vários tipos de documentos não somente os impressos.<br />Pesquisa experimental: objeto em condições técnicas de observação e manipulação.<br />Pesquisa de campo: a fonte é a abordada em seu ambiente próprio.<br />
  30. 30. 8 - Quanto aos objetivos:<br />Exploratória: apenas levanta informações de um determinado objeto tendo o campo delimitado.<br />Explicativa: além de registrar e analisar os fenômenos estudados, busca suas causas.<br />
  31. 31. 9 - Técnicas de pesquisa:<br />Documentação<br />Entrevista<br />Entrevista não - diretiva<br />Entrevista estruturada<br />História de vida<br />Observação<br />Questionário<br />
  32. 32. “ A ciência, como modalidade de conhecimento, só se processa como resultado de articulação do lógico com o real, do teórico com o empírico.”<br />Antônio Severino, pg.126,2007. <br />
  33. 33. Referências<br /> SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23 São Paulo: Cortez, 2007. 304p.<br />
  34. 34. .obrigada.<br />

×