Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Antecedentes<br />Instauração de uma Ditadura Militar em Portugal<br />Golpe Militar de Maio de 1926.<br />Eleição preside...
Características Gerais do Estado Novo<br />Regime:<br />Autoritário<br />Conservador<br />Nacionalista<br />Corporativista...
Salazarismo<br />O equilíbrio financeiro era prioridade no Salazarismo (e para isto os salários mantinham-se baixos e os i...
Objectivos da Revolução<br />Restituição das liberdades democráticas ao povo português;<br />Instauração de um regime demo...
Preparação do Golpe<br />1ª reunião clandestina de capitães foi realizada em Bissau (Agosto de 1973).<br />Uma nova reuniã...
25 de Abril de 1974<br />Revolução dos cravos é o nome dado ao Golpe de Estado Militar, que derrubou o regime ditatorial d...
Consequências do 25 de Abril<br /> Forma-se a Junta de Salvação Nacional<br />Extinção da Polícia Política (PVDE/PIDE) e d...
FIM<br />Trabalho realizado por:<br />Inês Bastos, nº8<br />Patrícia Marques, nº19<br />9ºC<br />
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

25 Abril

6.175 Aufrufe

Veröffentlicht am

Veröffentlicht in: Bildung

25 Abril

  1. 1.
  2. 2. Antecedentes<br />Instauração de uma Ditadura Militar em Portugal<br />Golpe Militar de Maio de 1926.<br />Eleição presidencial de Óscar Carmona (1928)<br />Eleição presidencial de Óscar Carmona, e António de <br /> Oliveira Salazar é nomeado ministro das finanças, em 1928.<br />Foi elaborada a Constituição de 1933<br />Instituiu-se um novo regime autoritário de inspiração fascista, auto-denominando-se Estado Novo<br />Oliveira Salazar passou a controlar o país através de um partido único (União Nacional), até 1968<br />Em 1968, foi retirado o poder a Salazar devido a incapacidade, e foi substituído por Marcelo Caetano, que dirigiu até 25 de Abril de 1974.<br />
  3. 3. Características Gerais do Estado Novo<br />Regime:<br />Autoritário<br />Conservador<br />Nacionalista<br />Corporativista<br />Inspiração Fascista, parcialmente católica e tradicionalista<br />Antiliberal<br />Antiparlamentista<br />Anticomunista<br />Colonialista<br />
  4. 4. Salazarismo<br />O equilíbrio financeiro era prioridade no Salazarismo (e para isto os salários mantinham-se baixos e os impostos elevados);<br />Salazar pretendia tornar o país o mais auto-suficiente possível, o que consequentemente traduziu-se num fraco desenvolvimento económico;<br />Estado Novo recusa a democratização, usando a polícia politica (PVDE;PIDE) impondo a censura, o exílio e a morte para silenciar os opositores (MUD);<br />A informação, a imprensa, o teatro, as artes plásticas, a música e a escrita eram completamente controladas.<br />Não havia liberdade de expressão!<br />
  5. 5. Objectivos da Revolução<br />Restituição das liberdades democráticas ao povo português;<br />Instauração de um regime democrático com o objectivo de substituir o regime ditatorial;<br />Desenvolver económica e culturalmente o país.<br />Mas o principal era acabar com a Guerra do Ultramar.<br />
  6. 6. Preparação do Golpe<br />1ª reunião clandestina de capitães foi realizada em Bissau (Agosto de 1973).<br />Uma nova reunião em Setembro de 1973 no Monte Sobral dá origem ao MFA (Movimento das Forças Armadas)<br />Em Março de 74 é aprovado o primeiro documento do movimento (Os Militares, as Forças Armadas e a Nação)<br />A 14 de Março são demitidos os generais Spínola e Costa Gomes.<br />Em 24 de Março a última reunião clandestina decide o derrube do regime.<br />
  7. 7. 25 de Abril de 1974<br />Revolução dos cravos é o nome dado ao Golpe de Estado Militar, que derrubou o regime ditatorial dirigido por António de Oliveira Salazar (até 1968), e por Marcelo Caetano (1968-1974) em 25 de Abril de 1974.<br />O Movimento das Forças Armadas (MFA), foi responsável por este golpe militar que terminou com o Estado Novo em Portugal.<br />O MFA teve como principal motivação a oposição ao regime e o descontentamento pela política seguida pelo governo em relação à Guerra Colonial. <br />
  8. 8. Consequências do 25 de Abril<br /> Forma-se a Junta de Salvação Nacional<br />Extinção da Polícia Política (PVDE/PIDE) e da Censura<br />Sindicatos livres e os partidos foram legalizados<br />Os líderes políticos da oposição no exílio voltaram para as suas casas<br />1º de Maio foi celebrado legalmente<br />1 ano depois realizaram-se as primeiras eleições livres para a Assembleia Constituinte<br />Acabada a Guerra Colonial, as colónias africanas tornam-se independentes.<br />
  9. 9. FIM<br />Trabalho realizado por:<br />Inês Bastos, nº8<br />Patrícia Marques, nº19<br />9ºC<br />

×