Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Adriano PerroneProf. De GeografiaCiências Humanas e suas Tecnologias
Os pilares da educação, segundo a UNESCONa Conferência Mundial de Educação para Todos,realizada em Jomtien, na Tailândia, ...
EnemO Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)foi criado em 1998 com o objetivo de avaliaro desempenho do estudante ao fim da...
A partir de 2009 passou a ser utilizado tambémcomo mecanismo de seleção para o ingresso noensino superior. Foram implement...
O Enem também é utilizado para o acesso aprogramas oferecidos pelo Governo Federal, taiscomo o Programa Universidade para ...
O que o ENEM certamente propõe: uma provaonde o volume de conteúdo apreendido pelosestudantes não tem destaque, sendo mais...
O exame é realizado em dois dias, com aaplicação de 4 provas, divididas por Áreas doConhecimento:• Ciências da Natureza e ...
Ciências Humanas e suas tecnologias,abrange os conteúdos de Geografia,História, Filosofia, Sociologia econhecimentos gerais.
A montagem da prova baseia-se na nova Matriz de Referência queapontam os chamados Eixos Cognitivos comuns que permeiam apr...
O QUE SÃO COMPETÊNCIAS EO QUE SÃO COMPETÊNCIAS EHABILIDADES?HABILIDADES?Competência é um conjunto de:Competência é um conj...
HABILIDADESHABILIDADES-- Associadas ao saber fazer: ação físicaou mental que indica a capacidadeadquirida. Exemplos:. iden...
AS HABILIDADES DEVEMAS HABILIDADES DEVEMSER DESENVOLVIDAS NASER DESENVOLVIDAS NABUSCA DAS COMPETÊNCIASBUSCA DAS COMPETÊNCIAS
COMPETÊNCIAS pressupõem:COMPETÊNCIAS pressupõem:Operações mentaisCapacidades para usar as HabilidadesEmprego de atitudes -...
UMA COMPETÊNCIAUMA COMPETÊNCIAPERMITE A MOBILIZAÇÃO DEPERMITE A MOBILIZAÇÃO DECONHECIMENTOS PARA QUE SE POSSACONHECIMENTOS...
COMPETÊNCIA IMPLICA:COMPETÊNCIA IMPLICA:MMobilização dos conhecimentose esquemas que se possui paradesenvolver respostas i...
Como trabalhar habilidades eComo trabalhar habilidades ecompetênciascompetênciasMudança de postura didático -pedagógicanão...
IMPORTANTEIMPORTANTE-- Respeitar as identidades e as diferenças-- Utilizar-se das linguagens como meio deexpressão, comuni...
- Compreender os princípios dastecnologias e suas relaçõesintegradoras- Entender e ampliar fundamentoscientíficos e tecnol...
COMPETÊNCIA está ligada à capacidade doestudante de dominar a norma culta daLíngua Portuguesa, compreenderfenômenos natura...
EIXOS COGNITIVOSI. Dominar linguagens (DL):II. Compreender fenômenos (CF):III. Enfrentar situações-problema (SP):IV. Const...
Competência de área 1 – Compreender os elementos culturais queconstituem as identidadesH1 - Interpretar historicamente e/o...
Questão 1O texto abaixo foi extraído de uma crônica de Machado de Assis e refere-seao trabalho de um escravo.“Um dia começ...
Competência de área 2 – Compreender as transformações dosespaços geográficos como produto das relações socioeconômicas ecu...
Gabarito c
Competência de área 3 – Compreender a produção e o papelhistórico das instituições sociais, políticas e econômicas,associa...
Competência de área 4 – Entender as transformações técnicas etecnológicas e seu impacto nos processos de produção, nodesen...
Competência de área 5 – Utilizar os conhecimentos históricos paracompreender e valorizar os fundamentos da cidadania e dad...
Competência de área 6 – Compreender a sociedade e a natureza,reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contexto...
Em um estudo feito pelo Instituto Florestal, foi possível acompanhar a evolução deecossistemas paulistas desde 1962. Desse...
UMA BOA SEMANA!
QUESTÃO 18 (ENEM 2012)Disponível em: http://quadro-a-quadro.blog.br. Acesso em 27 jan. 2012
Com sua entrada no universo dos gibis, o Capitão chegaria paraapaziguar a agonia, o autoritarismo militar e combater a tir...
QUESTÃO 23 (ENEM 2012)Nossa cultura lipofóbica muito contribui para a distorção da imagem corporal,gerando gordos que se v...
ENEM 2012 QUESTÃO 38Composição da população residente urbana por sexo, segundo os grupos de idade -Brasil - 1991/2010..
BRASIL. IBGE. Censo demográfico 1991-2010.Composição da população residente rural por sexo, segundo os grupos de idade - B...
A interpretação e a correlação das figuras sobre adinâmica demográfica brasileira demonstram um(a)A) menor proporção de fe...
ENEM 2012 QUESTÃO 45OH, TRANSGÊNICO...DIZEM QUEESTÁ FALTANDOALIMENTO NO MUNDO.MAS NÃO TINHAMINVENTADO UM TIPO DEPLANTA QUE...
Na charge faz-se referência a uma modificação produtivaocorrida na agricultura. Uma contradição presente noespaço rural br...
Oficina enem
Oficina enem
Oficina enem
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Oficina enem

2.093 Aufrufe

Veröffentlicht am

Gerencia de Formação - SEDU ES

Veröffentlicht in: Bildung, Technologie

Oficina enem

  1. 1. Adriano PerroneProf. De GeografiaCiências Humanas e suas Tecnologias
  2. 2. Os pilares da educação, segundo a UNESCONa Conferência Mundial de Educação para Todos,realizada em Jomtien, na Tailândia, em1990, foramdefinidos quatro pilares da educação, que deveriamser a meta para o desenvolvimento educacional emtodos os países signatários de seus documentos.Esses pilaressão:Aprender a conhecer;Aprender a fazer;Aprender a viver com os outros;Aprender a ser.
  3. 3. EnemO Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)foi criado em 1998 com o objetivo de avaliaro desempenho do estudante ao fim daeducação básica, buscando contribuir para amelhoria da qualidade desse nível deescolaridade.
  4. 4. A partir de 2009 passou a ser utilizado tambémcomo mecanismo de seleção para o ingresso noensino superior. Foram implementadas mudançasno Exame que contribuem para a democratizaçãodas oportunidades de acesso às vagas oferecidaspor Instituições Federais de Ensino Superior (IFES),para a mobilidade acadêmica e para induzir areestruturação dos currículos do ensino médio.Respeitando a autonomia das universidades, autilização dos resultados do Enem para acesso aoensino superior pode ocorrer como fase única deseleção ou combinado com seus processos seletivospróprios.
  5. 5. O Enem também é utilizado para o acesso aprogramas oferecidos pelo Governo Federal, taiscomo o Programa Universidade para Todos –ProUni, como também a certificação do EnsinoMédio.
  6. 6. O que o ENEM certamente propõe: uma provaonde o volume de conteúdo apreendido pelosestudantes não tem destaque, sendo maisimportante a capacidade de leitura, interpretação,elaboração de propostas para a solução deproblemas, inter-relação de conhecimentos entreas disciplinas, mostrando, mesmo que nasentrelinhas, que as disciplinas escolares (História,Geografia, Química, Biologia, Física, LínguaPortuguesa, Matemática, etc) são apenas visõesparciais do conhecimento humano nainterpretação do mundo que nos rodeia e da nossainteração com ele.
  7. 7. O exame é realizado em dois dias, com aaplicação de 4 provas, divididas por Áreas doConhecimento:• Ciências da Natureza e suas Tecnologias:45 questões;• Matemática e suas Tecnologias:45 questões;• Ciências Humanas e suas Tecnologias:45 questões;• Linguagens e Códigos e suas Tecnologias:45 questões mais uma redação.
  8. 8. Ciências Humanas e suas tecnologias,abrange os conteúdos de Geografia,História, Filosofia, Sociologia econhecimentos gerais.
  9. 9. A montagem da prova baseia-se na nova Matriz de Referência queapontam os chamados Eixos Cognitivos comuns que permeiam aprova dentro de suas quatro grandes áreas:EIXOS COGNITIVOS (comuns a todas as áreas de conhecimento)Os Eixos cognitivos cobrados no exame são as capacidades dosalunos de mobilizarem o conhecimento que possuem ou queconseguem acumular depois que efetivamente ‘aprenderam aaprender’, para compreender o mundo, resolver problemas e atuarde forma cidadã, ética e responsável em sua comunidade e nasociedade. Eles são resultado da associação de várias competênciase habilidades que adquirimos durante nossa vida escolar, familiar eem sociedade.
  10. 10. O QUE SÃO COMPETÊNCIAS EO QUE SÃO COMPETÊNCIAS EHABILIDADES?HABILIDADES?Competência é um conjunto de:Competência é um conjunto de:CONHECIMENTOSCONHECIMENTOS (saberes)HABILIDADESHABILIDADES(saber-fazer relacionado àprática do trabalho mental)ATITUDES(saber- ser- aspectos éticos,cooperação, solidariedade, participação)
  11. 11. HABILIDADESHABILIDADES-- Associadas ao saber fazer: ação físicaou mental que indica a capacidadeadquirida. Exemplos:. identificar variáveis. compreender fenômenos. relacionar informações. analisar situações- problema. sintetizar. julgar. correlacionar
  12. 12. AS HABILIDADES DEVEMAS HABILIDADES DEVEMSER DESENVOLVIDAS NASER DESENVOLVIDAS NABUSCA DAS COMPETÊNCIASBUSCA DAS COMPETÊNCIAS
  13. 13. COMPETÊNCIAS pressupõem:COMPETÊNCIAS pressupõem:Operações mentaisCapacidades para usar as HabilidadesEmprego de atitudes -adequadas à realização de tarefas.
  14. 14. UMA COMPETÊNCIAUMA COMPETÊNCIAPERMITE A MOBILIZAÇÃO DEPERMITE A MOBILIZAÇÃO DECONHECIMENTOS PARA QUE SE POSSACONHECIMENTOS PARA QUE SE POSSAENFRENTAR UMA DETERMINADAENFRENTAR UMA DETERMINADASITUAÇÃO, UMA CAPACIDADE DESITUAÇÃO, UMA CAPACIDADE DEENCONTRAR VÁRIOS RECURSOS, NOENCONTRAR VÁRIOS RECURSOS, NOMOMENTO E NA FORMA ADEQUADASMOMENTO E NA FORMA ADEQUADAS..
  15. 15. COMPETÊNCIA IMPLICA:COMPETÊNCIA IMPLICA:MMobilização dos conhecimentose esquemas que se possui paradesenvolver respostas inéditas,criativas, eficazes para problemasnovos.
  16. 16. Como trabalhar habilidades eComo trabalhar habilidades ecompetênciascompetênciasMudança de postura didático -pedagógicanão mais o tradicional transmissor deinformaçõesalguns caminhos: contextualização,postura interdisciplinar, foco naaprendizagem do aluno, conceito deconteúdo ampliado.
  17. 17. IMPORTANTEIMPORTANTE-- Respeitar as identidades e as diferenças-- Utilizar-se das linguagens como meio deexpressão, comunicação e informação-- Inter-relacionar pensamentos, idéias econceitos-- Desenvolver o pensamento crítico eflexível e a autonomia intelectualadquirir, avaliar e transmitir informações
  18. 18. - Compreender os princípios dastecnologias e suas relaçõesintegradoras- Entender e ampliar fundamentoscientíficos e tecnológicos- Desenvolver a criatividade- Saber conviver em grupo- Aprender a aprender
  19. 19. COMPETÊNCIA está ligada à capacidade doestudante de dominar a norma culta daLíngua Portuguesa, compreenderfenômenos naturais, enfrentar situações-problema, construir argumentaçõesconsistentes e elaborar propostas queatentem para as questões sociais. A cadacompetência corresponde um conjunto de“habilidades”, que seriam a demonstraçãoprática dessas competências.
  20. 20. EIXOS COGNITIVOSI. Dominar linguagens (DL):II. Compreender fenômenos (CF):III. Enfrentar situações-problema (SP):IV. Construir argumentação (CA):V. Elaborar propostas (EP):
  21. 21. Competência de área 1 – Compreender os elementos culturais queconstituem as identidadesH1 - Interpretar historicamente e/ou geograficamente fontesdocumentais acerca de aspectos da cultura.H2 - Analisar a produção da memória pelas sociedades humanas.H3 - Associar as manifestações culturais do presente aos seusprocessos históricos.H4 - Comparar pontos de vista expressos em diferentes fontes sobredeterminado aspecto da cultura.H5 - Identificar as manifestações ou representações da diversidadedo patrimônio cultural e artístico em diferentes sociedades.
  22. 22. Questão 1O texto abaixo foi extraído de uma crônica de Machado de Assis e refere-seao trabalho de um escravo.“Um dia começou a guerra do Paraguai e durou cinco anos, João repicava edobrava, dobrava e repicava pelos mortos e pelas vitórias. Quando sedecretou o ventre livre dos escravos, João é que repicou. Quando se fez aabolição completa, quem repicou foi João. Um dia proclamou-se a República.João repicou por ela, repicaria pelo Império, se o Império retornasse.”(MACHADO, Assis de. Crônica sobre a morte do escravo João, 1897).A leitura do texto permite afi rmar que o sineiro João:a) por ser escravo tocava os sinos, às escondidas, quando ocorriam fatosligados à Abolição.b) não poderia tocar os sinos pelo retorno do Império, visto que era escravo.c) tocou os sinos pela República, proclamada pelos abolicionistas que vieramlibertá-lo.d) tocava os sinos quando ocorriam fatos marcantes porque era costumefazê-lo.e) tocou os sinos pelo retorno do Império, comemorando a volta da PrincesaIsabel.
  23. 23. Competência de área 2 – Compreender as transformações dosespaços geográficos como produto das relações socioeconômicas eculturais de poder.H6 - Interpretar diferentes representações gráficas e cartográficasdos espaços geográficos.H7 - Identificar os significados histórico-geográficos das relações depoder entre as nações.H8 - Analisar a ação dos estados nacionais no que se refere àdinâmica dos fluxos populacionais e no enfrentamento de problemasde ordem econômico-social.H9 - Comparar o significado histórico-geográfico das organizaçõespolíticas e socioeconômicas em escala local, regional ou mundial.H10 - Reconhecer a dinâmica da organização dos movimentos sociaise a importância da participação da coletividade na transformação darealidade histórico-geográfica.
  24. 24. Gabarito c
  25. 25. Competência de área 3 – Compreender a produção e o papelhistórico das instituições sociais, políticas e econômicas,associando-as aos diferentes grupos, conflitos e movimentossociais.H11 - Identificar registros de práticas de grupos sociais no tempo eno espaço.H12 - Analisar o papel da justiça como instituição na organização dassociedades.H13 - Analisar a atuação dos movimentos sociais que contribuírampara mudanças ou rupturas em processos de disputa pelo poder.H14 - Comparar diferentes pontos de vista, presentes em textosanalíticos e interpretativos, sobre situação ou fatos de naturezahistórico-geográfica acerca das instituições sociais, políticas eeconômicas.H15 - Avaliar criticamente conflitos culturais, sociais, políticos,econômicos ou ambientais ao longo da história.
  26. 26. Competência de área 4 – Entender as transformações técnicas etecnológicas e seu impacto nos processos de produção, nodesenvolvimento do conhecimento e na vida social.H16 - Identificar registros sobre o papel das técnicas e tecnologiasna organização do trabalho e/ou da vida social.H17 - Analisar fatores que explicam o impacto das novas tecnologiasno processo de territorialização da produção.H18 - Analisar diferentes processos de produção ou circulação deriquezas e suas implicações sócio-espaciais.H19 - Reconhecer as transformações técnicas e tecnológicas quedeterminam as várias formas de uso e apropriação dos espaços rurale urbano.H20 - Selecionar argumentos favoráveis ou contrários àsmodificações impostas pelas novas tecnologias à vida social e aomundo do trabalho.
  27. 27. Competência de área 5 – Utilizar os conhecimentos históricos paracompreender e valorizar os fundamentos da cidadania e dademocracia, favorecendo uma atuação consciente do indivíduo nasociedade.H21 - Identificar o papel dos meios de comunicação na construçãoda vida social.H22 - Analisar as lutas sociais e conquistas obtidas no que se refereàs mudanças nas legislações ou nas políticas públicas.H23 - Analisar a importância dos valores éticos na estruturaçãopolítica das sociedades.H24 - Relacionar cidadania e democracia na organização dassociedades.H25 – Identificar estratégias que promovam formas de inclusãosocial.
  28. 28. Competência de área 6 – Compreender a sociedade e a natureza,reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contextoshistóricos e geográficos.H26 - Identificar em fontes diversas o processo de ocupação dosmeios físicos e as relações da vida humana com a paisagem.H27 - Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com omeio físico, levando em consideração aspectos históricos e(ou)geográficos.H28 - Relacionar o uso das tecnologias com os impactos sócio-ambientais em diferentes contextos histórico-geográficos.H29 - Reconhecer a função dos recursos naturais na produção doespaço geográfico, relacionando-os com as mudanças provocadaspelas ações humanas.H30 - Avaliar as relações entre preservação e degradação da vida noplaneta nas diferentes escalas.
  29. 29. Em um estudo feito pelo Instituto Florestal, foi possível acompanhar a evolução deecossistemas paulistas desde 1962. Desse estudo publicou-se o Inventário Florestalde São Paulo, que mostrou resultados de décadas de transformações da MataAtlântica.Examinando o gráfico da área de vegetação natural remanescente (em mil km£)pode-se inferir quea) a Mata Atlântica teve sua área devastada em 50% entre 1963 e 1973.b) a vegetação natural da Mata Atlântica aumentou antes da década de 60, masreduziu nas décadas posteriores.c) a devastação da Mata Atlântica remanescente vem sendo contida desde adécada de 60.d) em 2000-2001, a área de Mata Atlântica preservada em relação ao período de1990-1992 foi de 34,6%.e) a área preservada da Mata Atlântica nos anos 2000 e 2001 é maior do que aregistrada no período de 1990-1992.
  30. 30. UMA BOA SEMANA!
  31. 31. QUESTÃO 18 (ENEM 2012)Disponível em: http://quadro-a-quadro.blog.br. Acesso em 27 jan. 2012
  32. 32. Com sua entrada no universo dos gibis, o Capitão chegaria paraapaziguar a agonia, o autoritarismo militar e combater a tirania.Claro que, em tempos de guerra, um gibi de um herói com umabandeira americana no peito aplicando um sopapo no Fürer sópoderia ganhar destaque, e o sucesso não demoraria muito achegar.COSTA, C. Capitão América, o primeiro vingador: critica.Disponível em: www.revistastartcom.br.Acesso em: 27 jan. 2012 (adaptado).A capa da primeira edição norte-americana da revista do CapitãoAmérica demonstra sua associação com a participação dosEstados Unidos na luta contraA) a Tríplice Aliança, na Primeira Guerra Mundial.B) os regimes totalitários, na Segunda Guerra Mundial.C) o poder soviético, durante a Guerra Fria.D) o movimento comunista, na Guerra do Vietnã.E) o terrorismo internacional, após 11 de setembro de 2001.
  33. 33. QUESTÃO 23 (ENEM 2012)Nossa cultura lipofóbica muito contribui para a distorção da imagem corporal,gerando gordos que se veem magros e magros que se veem gordos, numa quaseunanimidade de que todos se sentem ou se veem “distorcidos”.Engordamos quando somos gulosos. É pecado da gula que controla a relação dohomem com a balança. Todo obeso declarou, um dia, guerra à balança. Paraemagrecer é preciso fazer as pazes com a dita cuja, visando adequar-se àsnecessidades para as quais ela aponta.FREIRE. D. S. Obesidade não pode ser pré-requisito. Disponível em:httpllgnt.globo.com.Acesso em: 3 abr. 2012 (adaptado).O texto apresenta um discurso de disciplinarização dos corpos, que tem comoconsequênciaA) a ampliação dos tratamentos médicos alternativos, reduzindo os gastos comremédios.B) a democratização do padrão de beleza, tornando-o acessível pelo esforçoindividual.C) o controle do consumo, impulsionando uma crise econômica na indústria dealimentos.D) a culpabilização individual, associando obesidade à fraqueza de caráter.E) o aumento da longevidade, resultando no crescimento populacional.
  34. 34. ENEM 2012 QUESTÃO 38Composição da população residente urbana por sexo, segundo os grupos de idade -Brasil - 1991/2010..
  35. 35. BRASIL. IBGE. Censo demográfico 1991-2010.Composição da população residente rural por sexo, segundo os grupos de idade - Brasil -1991/2010.
  36. 36. A interpretação e a correlação das figuras sobre adinâmica demográfica brasileira demonstram um(a)A) menor proporção de fecundidade na área urbana.B) menor proporção de homens na área rural.C) aumento da proporção de fecundidade na área rural.D) queda da longevidade na área rural.E) queda do número de idosos na área urbana
  37. 37. ENEM 2012 QUESTÃO 45OH, TRANSGÊNICO...DIZEM QUEESTÁ FALTANDOALIMENTO NO MUNDO.MAS NÃO TINHAMINVENTADO UM TIPO DEPLANTA QUE IA ACABARCOM A FOME?AHN... NÃOTÔ SABENDO...
  38. 38. Na charge faz-se referência a uma modificação produtivaocorrida na agricultura. Uma contradição presente noespaço rural brasileiro derivada dessa modificaçãoprodutiva está presente em:A) Expansão das terras agricultáveis, com manutenção dedesigualdades sociais.B) Modernização técnica do território, com redução donível de emprego formal.C) Valorização de atividades de subsistência, com reduçãoda produtividade da terra.D) Desenvolvimento de núcleos policultores, comampliação da concentração fundiária.E) Melhora da qualidade dos produtos, com retração naexportação de produtos primários.

×