Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Alcoolismo

29.138 Aufrufe

Veröffentlicht am

Veröffentlicht in: Bildung, Technologie

Alcoolismo

  1. 1. Trabalho realizado por:<br /> Maria G.<br /> Marlene 9º B<br />
  2. 2. Álcool<br /> É uma droga psicoativa, depressora do sistema nervoso central, desinibidora e euforizante.<br /> A bebida alcoólica é a droga mais vendida em todo o mundo.<br /> É uma substância extremamente calórica, por exemplo, apenas 5% de uma cerveja contém 1000 Kcal, o absinto contém 10103 kcal.<br />
  3. 3. Alcoolismo<br />É entendido como o vício de ingestão excessiva e/ou regular de bebidas alcoólicas.<br />O alcoolismo é um sério problema de saúde pública mundial.<br />
  4. 4. Alcoolismo agudo<br />Conjunto de perturbações físicas e mentais que o indivíduo pode apresentar quando bebe ocasionalmente. Caracteriza-se por sobriedade ou mesmo abstinência alcoólica, nos dias posteriores.<br />
  5. 5. Alcoolismo crónico<br />Ingestão excessiva habitual de bebidas alcoólicas, muitas vezes em pequenas doses, mas repetidas ao longo do dia, não permitindo ao organismo a sua eliminação, podendo perdurar durante anos na circulação.<br />O estado de embriaguez pode ou não ser evidente. <br />O alcoolismo crónico pode levar a malformações corporais.<br />Aparecimento de manchas e nódulos no fígado<br />
  6. 6. Álcool no organismo<br />Órgãos afectados após a ingestão de álcool<br />Órgãos onde o álcool é absorvido<br />
  7. 7.
  8. 8. Consequências do álcool<br /><ul><li> gastrites
  9. 9. úlceras
  10. 10. falta de apetite
  11. 11. vómitos
  12. 12. cirrose hepática
  13. 13. sintomas neuro - musculares
  14. 14. doenças cardiovasculares e do aparelho respiratório
  15. 15. alterações mentais e psicológicas</li></li></ul><li>Consequências do álcool<br />Nos homens, pode afectar o desejo sexual e levar a impotência por danos causados nos nervos ligados à erecção.<br />Nas mulheres, pode afectar o produção hormonal feminina levando à diminuição da menstruação e da fertilidade.<br />
  16. 16. Os efeitos do álcool durante a gravidez<br />As crianças severamente afectadas e que conseguem <br /> sobreviver aos primeiros momentos de vida, podem apresentar<br />problemas físicos e mentais que variam de intensidade de<br /> acordo com a gravidade do caso.<br />Os recém-nascidos apresentam sinais de <br />irritação, mamam e dormem pouco.<br />
  17. 17. Consequências provenientes do consumo frequente de álcool na gravidez<br />
  18. 18. Os efeitos do álcool na condução<br />Reduz a perspicácia visual.<br />A visão estereoscopia é prejudicada.<br />A visão nocturna fica reduzida.<br />Estreitamento do campo visual.<br />Estado de euforia, com consequente tendência para sobrevalorizar as próprias capacidades.<br />
  19. 19. Abuso precoce de álcool<br /> O consumo exagerado de álcool na adolescência afecta o sistema nervoso, nomeadamente, as regiões responsáveis por habilidades como a memória, aprendizagem, autocontrolo e principalmente a motivação.<br />
  20. 20. Alcoolemia<br />É a quantidade de álcool existente no sangue e no corpo de um indivíduo em determinado momento e expressa-se em gramas de álcool por litro de sangue. <br /><ul><li> A taxa de alcoolemia </li></li></ul><li>Sintomas / quantidade de álcool no sangue<br />Doses até 99ml/dl - sensação de calor/rubor facial, diminuição da inibição, coordenação reduzida e euforia.<br /> Doses entre 100 e 199ml/dl – humor instável, diminuição de atenção, diminuição dos reflexos, e incoordenaçao motora.<br /> Doses entre 200 e 299ml/dl – fala arrastada, visão dupla, diminuição de memoria e capacidade de concentração, vómitos.<br /> Doses entre 300 e 399ml/dl – anestesia, lapsos de memoria, sonolência. <br /> Doses maiores de 400ml/dl – insuficiência respiratória, coma, morte.<br />
  21. 21. Características mais aparentes num indivíduo embriagado <br />Excitação psíquica<br />Euforia<br />Ansiedade<br />Tremores e sudorese<br />Falta de valor crítico<br />Falta de coordenação motora e equilíbrio <br />Confusão mental<br />Náuseas<br />Vómitos<br />Taquicardia (aumento da frequência cardíaca)<br />SONO PROFUNDO<br />COMA<br />MORTE<br />
  22. 22. Quais são os motivos que levam alguém a consumir bebidas alcoólicas? <br />- Dificuldade para aceitar a realidade.- Tendência a fugir às responsabilidades.- Sofrer de angústia.<br /> - Resistir mal às frustrações e às tensões.- Frequentes perdas de emprego.- Problemas financeiros.- Agressividade perante a sociedade.<br />
  23. 23. TRATAMENTO<br />Não existe cura para o alcoolismo, como qualquer outro caso de dependência química, o que existe é o tratamento.<br />Na grande maioria dos casos o próprio paciente não consegue perceber o quanto está envolvido com o álcool, tendendo a negar a sua dependência pelo mesmo. <br />
  24. 24. Tipos de tratamento:<br />Tratamento psicossocial;<br />Terapia comportamental;<br />Terapia conjugal e familiar;<br />Terapia comportamental cognitiva;<br />Terapia psicodinâmica/interpessoal;<br />
  25. 25. BEBER MODERADAMENTE<br />Segundo a OMS, consideram-se consumidores moderados os homens que consomem menos do que 21 unidades de álcool por semana e as mulheres que consomem até 14 unidades por semana.<br /> Isto quer dizer que os homens podem consumir no máximo por volta de 2 latas de cerveja por dia e as mulheres 1 lata.<br />
  26. 26. Centros de Tratamento / Alcoólicos Anónimos<br />Existem alguns centros de tratamento ou sites informativos para aqueles doentes que se querem tratar. O mais importante é terem força de vontade…<br />S.A.E. – Serviços de aconselhamento do Espinho:<br />Telefone: 227321529 <br />Morada: Rua 22, Nº 429 4500-273 Espinho <br />Fax: 227318734   <br />E-mail:geral@saespinho.pt<br />Alcoólicos Anónimos<br />Telefone: 217162969<br />Email: ajuda@aaportugal.org <br />
  27. 27. Cartazes de sensibilização<br />
  28. 28. Cartazes de sensibilização<br />

×