Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Impacto do Projecto InovAgro II no Norte de Mozambique

17 Aufrufe

Veröffentlicht am

Hosaena Ghebru and Jenny Smart (Portuguese)
WORKSHOP
Market Systems Development Best Practices Dissemination Workshop
Co-Organized by the CGIAR Research Program on Policies, Institutions, and Markets (PIM), The Swiss Agency for Development and Cooperation (SDC), and Development Alternatives Inc. (DAI)
JUL 18, 2019 - 08:00 AM TO 03:15 PM CAT

  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Impacto do Projecto InovAgro II no Norte de Mozambique

  1. 1. Impacto do Projecto InovAgro II no Norte de Mozambique Hosaena Ghebru*, Jenny Smart* and Helder Zavale^ *Instituto Internacional de Investigação das Politicas Alimentares (IFPRI), Secção de Governanca e Estrategia de Desenvolvimento ^Universidade Eduardo Mondlane (UEM) Maputo, Mocambique | 18 de Julho de 2019
  2. 2. Sequencia da apresentação  Introdução  Resultados esperados do InovAgro II  Abordagem do estudo do IFPRI  Resultados preliminares o Características gerais o Resultados principais: • Campos de demonstração e dias de campo • Acesso a informação de mercado e serviços de extensão • Produção das culturas de destaque (cadeia de valor) • Venda das culturas de destaque (cadeia de valor)  Conclusões e implicações de politicas
  3. 3. Introdução  Nesta secção do workshop, convidamos a audiência para aprender e participar na discussão sobre os resultados preliminares da avaliação de impacto de meio termo, feita pelo IFPRI, da segunda fase do projecto “Innovation for Agribusiness” (InovAgro II) com intervenções no Norte de Moçambique.  Acreditamos que pesquisa de alta qualidade certamente terá um impacto limitado a não ser que seja transmitida aos agentes que possam fazer uso, partilhar, aprender, construir e adaptar a mesma.
  4. 4. Introdução (cont)  InovAgro II é programa de desenvolvimento cujo objectivo é reduzir a pobreza rural através da melhoria da ligação entre os agricultores e os sistemas de mercado  Projecto InovAgro é financiado pela Agência Suíça para o Desenvolvimento e Cooperação (SDC) e implementado pela “Development Alternatives Inc.” (DAI) em parceria com a COWI.  Projecto InovAgro opera em 11 distritos – nomeadamente Mocuba, Ile, Namarroi, Molumbo, Gurúe e Alto Molócue na província da Zambézia; Malema, Ribáuè e Erati na província de Nampula; e Namuno e Chiúre na província de Cabo Delgado.  Instituto Internacional de Investigação sobre Políticas Alimentares (IFPRI), conjuntamente com a Universidade Eduardo Mondlane (UEM), está realizando uma avaliação de impacto quantitativa para avaliar o impacto nos agregados familiares de uma abordagem de desenvolvimento do sistema de mercado nas cadeias de valor do feijão boer e da soja no norte de Moçambique.  Um dos principais resultados previstos do projecto de investigação do IFPRI/UEM é que o governo moçambicano, doadores e outras partes interessadas beneficiem de uma avaliação de impacto cientificamente sólida, demonstrando os benefícios da abordagem de desenvolvimento do sistema de mercado, o que influenciará a concepção das futuras políticas agrarias em Moçambique.
  5. 5. InovAgro II: Resultados esperados  O principal indicador esperado no fim do projecto InovAgro II é o aumento dos lucros líquidos por hectare da produção de soja, feijão bóer, amendoim e gergelim para dos pequenos agricultores (homens e mulheres) pobres com limitada renda e segurança económica.  Para alcançar este objectivo, três principais resultados do projecto foram apresentados no quadro logico do projecto  Resultado 1: Aumento da participação dos pequenos agricultores nas cadeias de valor comercial e a competitividade dos pequenos agricultores. o A estratégia de extensão desenhada pelo projecto e os dias de campo organizados são os principais veículos para alcançar o objectivo de melhorar a capacidade de produção dos agricultores. o Extensionistas ajudam no aumento da demanda para as sementes melhoradas e outros insumos que aumentam o rendimento e na promoção de práticas agrícolas melhoradas, de um modo geral, tais como escolha da correcta data da sementeira e controlo de infestantes, etc. o Projecto InovAgro II tem principalmente tentado aumentar o acesso dos pequenos agricultores aos serviços interrelacionados tais como financiamento e mecanização através de: • Facilitando as relações com as instituições financeiras, • Estabelecendo grupos de poupança através da criação do “fundo de sementes”; • Promovendo a relação entre os pequenos agricultores e os provedores de serviços de mecanização.
  6. 6. InovAgro II: Resultados esperados (cont)  Resultado 2: Aumento das transações directas entre as empresas privadas e os pequenos agricultores. o A estrategia de comercialização de produtos agricolas do projecto assim como a estrategia do Mercado de sementes tem sido os principais veiculos para o alcancar o objectivo de criar ligações de mercado entre os compradores dos produtos agrarios, provedores de sementes e pequenos agricultores  Resultado 3: Aumento da transações comerciais, relações orientadas para o Mercado e coordenação eficaz da oferta no sector de sementes. o Estrategia do mercado de sementes do projecto é o principal meio para alcançar o objectivo de aumentar demanda eficaz de semente certificada pelos pequenos agricultores o Projecto InovAgro II também tem como objectivo criar um ambiente de mercado e serviços para a produção e venda da semente certificada através da plataforma nacional de dialogo no sector de sementes (NSDP) no seu plano operacional e através do apoio da Direcção Nacional de Servicos Agrarios (DINAS) na gestão de uma ferramenta na internet para a disseminação da informação ao sector privado e programa de acreditação de semente de qualidade.
  7. 7. Abordagem do Estudo de Avaliação do IFPRI  Inicialmente o IFPRI, SDC e o DAI acordaram usar a abordagem de um ensaio controlado randomizado para avaliação de impacto e a proposta de pesquisa foi feita como esta abordagem;  Contudo, imediatamente apos a realização do estudo de base, foi determinado que o ensaio controlado randomizado no qual os grupos controlo e tratamento seriam selecionados aleatoriamente não seria implementável devido a limitações por parte do DAI;  Alternativamente, DAI selecionou 4 comunidades em cada districto onde o projecto InovAgro seria implementado. Todas as comunidades tratamento estão localizadas no mesmo posto administrativo em cada districto;  As comunidades controlo foram selecionadas dentre comunidades comparáveis provenientes de posto administrativo diferente daquele onde as comunidades tratamento estão localizadas para reduzir contaminação. Districto Posto Administrativo Comunidade Tratamento Comunidades Controlo
  8. 8. Abordagem do estudo (cont)  Listagem dos agregados familiares (AFs) nas comunidades tratamento e controlo permitiu obtenção de informação demográfica e de produção de feijão bóer e soja.  Esta listagem foi usada para seleção do conjunto final de comunidades controlo com base na magnitude do cultivo de feijão bóer e soja.  A amostra final foi selecionada dentre 16 comunidades provenientes de 4 postos administrativos in 2 districtos beneficiários do projecto na provincia da Zambezia: Alto Molócue e Molumbo,  Em cada um dos dois distritos, as áreas de estudo consistem de 4 comunidades beneficiarias (tratamento) e 4 não beneficiarias (controlo), totalizando 8 beneficiarias e 8 não beneficiarias 2015 2017 Districto Posto Administrativo Comunidade N % N % Molumbo Tratamento Molumbo- Sede Benesse 117 6.2 114 6.5 Macolo- cotxo 100 5.3 89 5.1 Mugoliua 120 6.4 105 6.0 Nandie 108 5.7 97 5.6 Controlo Corromana -Sede Bediua 96 5.1 78 4.5 Corromana -Sede 119 6.3 107 6.1 Impindula- Sede 121 6.4 109 6.2 Mucoco 125 6.6 116 6.6 Alto Molócue Tratamento Nauela Mohiua 124 6.6 123 7.0 Namilepe 120 6.4 114 6.5 Carmano 123 6.5 123 7.0 Caperula 125 6.6 124 7.1 Controlo Alto- Molócue Sede Murico 119 6.3 116 6.6 Napalaca 122 6.5 108 6.2 Lugela 125 6.6 124 7.1 Inrule 122 6.5 102 5.8 Total 1,886 100 1,749 100
  9. 9. Abordagem do estudo (cont) 2015 2017 Districto Posto Administrativo Comunidade N % N % Molumbo Tratamento Molumbo- Sede Benesse 117 6.2 114 6.5 Macolo- cotxo 100 5.3 89 5.1 Mugoliua 120 6.4 105 6.0 Nandie 108 5.7 97 5.6 Controlo Corromana -Sede Bediua 96 5.1 78 4.5 Corromana -Sede 119 6.3 107 6.1 Impindula- Sede 121 6.4 109 6.2 Mucoco 125 6.6 116 6.6 Alto Molócue Tratamento Nauela Mohiua 124 6.6 123 7.0 Namilepe 120 6.4 114 6.5 Carmano 123 6.5 123 7.0 Caperula 125 6.6 124 7.1 Controlo Alto- Molócue Sede Murico 119 6.3 116 6.6 Napalaca 122 6.5 108 6.2 Lugela 125 6.6 124 7.1 Inrule 122 6.5 102 5.8 Total 1,886 100 1,749 100  Calculos de power durante a fase de planificação do projecto – que foram baseados numa abordagem mais exigente do ensaio controlado randomizado , ao invés da abordagem quasi-experimental – indicam que seriam necessários 2000 AFs, que o numero aproximado gerado quando feito o ajuste para o efeito do desenho e taxa de atrito.  Durante o estudo de base (2015), foram entrevistados 1886 AFs pois alguns casos foram identificados como duplicados e outros problemas encontrados durante o processo de analise dos dados.  Devido ao atrito, um total de 1749 AFs dos 1886 originais voltaram a ser entrevistados na avaliação de medio termo (2017): o 889 AFs das comunidades beneficiarias do projecto (405 em Molumbo e 484 em Alto Molócue) e o 860 AFs das comunidades não beneficiarias (410 em Molumbo e 450 em Alto Molócue).
  10. 10. Abordagem do estudo (cont)  Inquiridores usaram Tablets para a recolha de dados;  Instrumento de recolha de dados foi desenhado no CSPro e cada entrevista levou em media 45 minutos;  A equipa de campo era composta por 16 inquiridores supervisionados por 2 supervisores de campo e geridos por 2 coordenadores do trabalho de campo;  Listagem e recolha de dados para o estudo de base foi realizada entre Agosto e Setembro de 2015;  Recolha de dados para a avaliação de medio termo foi realizada entre Outubro e Novembro de 2017;  E a recolha de dados para avaliação final esta começando neste momento e terminara antes do final de Agosto de 2019.
  11. 11. Abordagem do estudo (cont)  Instrumento de recolha de dados cobria o Produção agraria (uso de insumos, culturas mais frequentemente cultivadas, rendimento e produção); o Acesso a informção de mercado e serviços agrários (tais como serviços de extensão e dias de campo); o Acesso ao mercado e venda de todas as culturas com maior destaque para as culturas da cadeia de valor do projecto – soja, feijão bóer e milho enquanto o projecto focaliza em 5 culturas de cadeia de valor (nomeadamente milho, soja, feijão bóer, gergelim e amendoim).  Foram usadas as abordagem de diferenca-em-diferenca (DID) e “propensity score matching” (PSM) para avaliar o impacto do projecto InovAgro.
  12. 12. Dados e estratégica empírica  Para o projecto InovAgro, foram usados dados provenientes de 2 distritos beneficiários na província da Zambezia: Alto Molócue e Molumbo,  Em cada um dos dois distritos, as áreas de estudo consistem de 4 comunidades beneficiarias (tratamento) e 4 não beneficiarias (controlo), totalizando 8 beneficiarias e 8 não beneficiarias;  Comunidades tratamento incluem Benesse, Macolocotxo, Mugoliua, e Nandie em Molumbo, e Mohiua, Namilepe, Carmano e Caperula em Alto Molócue, enquanto as comunidades controlo incluem Bediua, Corromana-Sede, Impidula-Sede e Mucoco em Molumbo, e Murico, Napalaca, Lugela e Inrule em Alto Molócue;  Um total de 1749 AFs foram entrevistados durante o estuo de base (2014/15) e voltados a serem entrevistados durante a avaliação de medio termo (2016/17): o 889 AFs das comunidades beneficiarias do projecto (405 em Molumbo e 484 em Alto Molócue) e o 860 AFs das comunidades não beneficiarias (410 em Molumbo e 450 em Alto Molócue).
  13. 13. Resultados preliminares: Características gerais  Com base na avaliação de medio termo, agricultura é a principal actividade económica para 90% dos chefes dos AFs enquanto que 19% dos AFs são chefiados por mulheres. Em media, AFs tem acesso a 2.3 hectares de terra dividida em 1.6 machambas.  Maioria das machambas estão localizadas nos mesmos bairros onde os AFs entrevistados residem, e três quartos dos AFs avaliam a qualidade da terra cultivada como “boa”.  De um modo geral, feijão bóer e mandioca são as culturas mais praticadas nas áreas de estudo durante a campanha agrícola 2016/17 – 82%, 79%, e 53% dos AFs cultivaram a cultura, respectivamente. A segunda época, que cobre entre Marco e Julho, é menos productiva do que a primeira época. Cerca de 30.4% dos AFs cultivou culturas na segunda época, durante a qual, mandioca benéfica a cultura mais cultivada.
  14. 14. Caracteristicas gerais (cont)  Uso de insumos melhorados nas áreas de estudo é relativamente baixo: 46% dos AFs entrevistados no Molumbo e 22% dos entrevistados em Alto Molocue em 2017 reportaram terem usado algum insumo melhorado – fertilizante químico, semente melhorada, pesticida/herbicida e inoculante – nos dois anos anteriores ao da entrevista.  95% dos AFs tem mais do que um membro do AFs que trabalha na agricultura, enquanto somente um quarto dos AFs entrevistados reportaram ter contractado mao de obra durante a campanha agricola 2016/17.  Uma maior proporção de AFs tem acesso a informação de mercado em Molumbo comparativamente a Alto Molocue – 78% dos AFs em Molumbo recebeu informação sobre mercados de insumos e produtos, enquanto que 50% tem acesso a essa informação em Alto Molocue. Ao mesmo tempo, cerca de um quarto dos AFs tem pelo menos um membro do AF que seja membro de uma associação de agricultores em Molumbo e 29% no Alto Molocue.
  15. 15. PARTE II METODOLOGIA, RESULTADOS E CONCLUSÕES
  16. 16. Programa MSD e desafios da avaliação de impacto quantitativa Falta de intensidade de participação no grupo tratamento e obtenção de grupo controlo comparável? o Early beneficiary & late beneficiary; propensity score matching. Externalidade (politica, choques económicos e ambientais); oDifference-in-difference method Efeitos indirectos (bens públicos) o Geographically contagious communities; geographic discontinuity design.
  17. 17. Arranjos metodológicos: Estrategia de Avaliação de Impacto (AI) Falta de intensidade de participação no grupo tratamento e obtenção de grupo controlo comparável? o Beneficiarios precoces e beneficiários tardios; “propensity score matching”. Externalidade (politica, choques económicos e ambientais); o Metodo de Diferenca-em-Diferenca Efeitos indirectos (bens públicos) o Comunidades geograficamente contiguas e desenho de descontinuidade geográfica (analise espacial).
  18. 18. Áreas de intervenção centrais do InovAgro Acesso a insumos Acesso ao financiamento Mercado dos produtos Posse de terra
  19. 19. Áreas de intervenção centrais do InovAgro Acesso a insumos Acesso ao financiamento Mercado dos produtos Posse de terra
  20. 20. Caminho de impacto do InovAgro  Acesso aos insumos  Acesso ao financiamento  Mercados de produtos  Posse de terra Percepções de Mercado práticas agricolas melhoradas Productividade aumentada Renda aumentada Bem-estar e segurança alimentar dos AFs
  21. 21. Caminho de impacto do InovAgro  Acesso aos insumos  Acesso ao financiamento  Mercados de produtos  Posse de terra Percepções de Mercado práticas agricolas melhoradas Productividade aumentada Renda aumentada Bem-estar e segurança alimentar dos AFs Resultados de curto prazo Resultados de longo prazo
  22. 22. Caminho de impacto do InovAgro  Acesso aos insumos  Acesso ao financiamento  Mercados de produtos  Posse de terra Percepções de Mercado práticas agricolas melhoradas Productividade aumentada Renda aumentada Bem-estar e segurança alimentar dos AFs Resultados de curto prazo Resultados de longo prazo Midline 2016/17 Baseline 2014/15 Resultado de curto prazo Resultado de longo prazo Endline 2018/19
  23. 23. Estrategia de AI do InovAgro: Impacto de Curto prazo  Acesso a informação de mercados dos insumos  Acesso a informação de mercados dos produtos  Participação em dias de campo  Adopção de sementes melhoradas Percepções de Mercado práticas agricolas melhoradas Productividade aumentada Renda aumentada Bem-estar e segurança alimentar dos AFs Resultados de curto prazo Resultados de longo prazo
  24. 24. Estrategia de AI do InovAgro: Impacto de Curto prazo  Contractação de mao de obra  Venda de produção  Volume de produção  Actividade fora da machamba  Indice de bem estar Percepções de Mercado práticas agricolas melhoradas Productividade aumentada Renda aumentada Bem-estar e segurança alimentar dos AFs Resultados de curto prazo Resultados de longo prazo
  25. 25. Estimativas Biased Positivo e significativo
  26. 26. Estimativas Biased (tendenciosas) ? Permanecem insignificantes mesmo após o controle de questões de endogeneidade
  27. 27. Conclusão  Em conclusão, constatou-se que o projecto InovAgro está associado a aumentos significativos no acesso à informação sobre os mercados de produtos agrícolas de fontes formais (5%) e à contratação de mão-de-obra para as actividades agrícolas (8%).  Esta avaliação também constatou que a exposição ao projecto InovAgro aumenta a produção dos agregados familiares que vendem a soja e o feijão bóer por cerca de 5% e 16%, respectivamente  A exposição ao projecto InovAgro também resulta em maiores proporções de pequenos agricultores que usam a semente melhorada para a soja e o feijão bóer (um aumento de 6% para soja e 2% para o feijão bóer).  Apesar dos impactos significativos nas variáveis de resultados a curto prazo, os resultados mostram que a exposição ao projecto InovAgro tem um impacto limitado nas variáveis de resultados a longo prazo (tais como a produtividade agrária, rendimentos familiares e resultados de bem-estar geral).  Esta constatação não é surpreendente na medida que a avaliação intermédia de impacto abrange apenas um período de dois anos – que é relativamente curto demais para produzir os impactos esperados a longo prazo para finalmente emanar de um projecto de Desenvolvimento dos Sistemas de Mercados (DSM).
  28. 28. Implicações para a Definição de Políticas  Espera-se que o endline survey em curso (Julho a Agosto de 2019 - quatro anos depois do lançamento da intervenção) venha a sanar tal lacuna e a ajudar a esclarecer a potencial implicação do programa nos resultados do projecto a longo prazo.  Participação em días de campo, visitas às machambas de demonstração, e recepção de serviços de extensão são encontrados como as principais canais para o impacto do projecto InovAgro II.  Além disso, o impacto do programa em influenciar as atitudes e comportamentos dos pequenos produtores em relação ao mercado resultou em implicações positivas na produtividade agrícola.  No geral, os resultados intermediários de nossa avaliação mostram que a metodologia de desenvolvimento de sistemas de mercado é apropriada e ajuda a manter a sustentabilidade das entregas de serviços aos pequenos produtores.
  29. 29. Obrigado!

×