Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014

Project Coordinator @ Fluxus Design Ecológico um Fluxus Design Ecológico
27. Jul 2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014
1 von 43

Más contenido relacionado

Was ist angesagt?

Adaptação, resiliência e regeneração - A importância e urgência da adoção de ...Adaptação, resiliência e regeneração - A importância e urgência da adoção de ...
Adaptação, resiliência e regeneração - A importância e urgência da adoção de ...Fluxus Design Ecológico
Uso Racional da águaUso Racional da água
Uso Racional da águaBruno Maia Alves
Live com @SustentarquiLive com @Sustentarqui
Live com @SustentarquiFluxus Design Ecológico
WIL Brasil 2020WIL Brasil 2020
WIL Brasil 2020Fluxus Design Ecológico
Água e CidadaniaÁgua e Cidadania
Água e CidadaniaBibliotecaEscolar6
Informativo insp   12Informativo insp   12
Informativo insp 12Douglas Siqueira

Destacado

Palestra no Escritório Piloto da Escola Politécnica da USPPalestra no Escritório Piloto da Escola Politécnica da USP
Palestra no Escritório Piloto da Escola Politécnica da USPFluxus Design Ecológico
Palestra Expo Green Building Council 2014 - PAISAGISMO SUSTENTÁVEL E MANEJO D...Palestra Expo Green Building Council 2014 - PAISAGISMO SUSTENTÁVEL E MANEJO D...
Palestra Expo Green Building Council 2014 - PAISAGISMO SUSTENTÁVEL E MANEJO D...Fluxus Design Ecológico
Condomínio Vale dos Cristais - Seminário Soluções em Drenagem para CidadesCondomínio Vale dos Cristais - Seminário Soluções em Drenagem para Cidades
Condomínio Vale dos Cristais - Seminário Soluções em Drenagem para CidadesFluxus Design Ecológico
Expo GBC 2012 - Design para abundancia - Design ecologico aplicado ao manejo ...Expo GBC 2012 - Design para abundancia - Design ecologico aplicado ao manejo ...
Expo GBC 2012 - Design para abundancia - Design ecologico aplicado ao manejo ...Fluxus Design Ecológico
Simpósio Agua Sustentável para Alto ParaísoSimpósio Agua Sustentável para Alto Paraíso
Simpósio Agua Sustentável para Alto ParaísoFluxus Design Ecológico
TEDxJardins City 2.0 - Cidades SustentáveisTEDxJardins City 2.0 - Cidades Sustentáveis
TEDxJardins City 2.0 - Cidades SustentáveisFluxus Design Ecológico

Similar a Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014

6º ano água6º ano água
6º ano águaCarlos Magno Braga
ÁGUA seu fim em 2070? ÁGUA seu fim em 2070?
ÁGUA seu fim em 2070? Sueli Dib
AguaAgua
Aguaelsamariana
Biologia ecologia ciclos_biogeoquimicos_exerciciosBiologia ecologia ciclos_biogeoquimicos_exercicios
Biologia ecologia ciclos_biogeoquimicos_exerciciosGrunTag
Apresentação Banco CyanApresentação Banco Cyan
Apresentação Banco Cyanambev
Banco CyanBanco Cyan
Banco CyanMovimento

Más de Fluxus Design Ecológico

Jardim de Chuva Jundiaí - Aula 1Jardim de Chuva Jundiaí - Aula 1
Jardim de Chuva Jundiaí - Aula 1Fluxus Design Ecológico
Sustainable Human Settlements that Regenerate Water and Generate Abundance Sustainable Human Settlements that Regenerate Water and Generate Abundance
Sustainable Human Settlements that Regenerate Water and Generate Abundance Fluxus Design Ecológico
Saneamento ecológico - Experiências com sistemas unifamiliaresSaneamento ecológico - Experiências com sistemas unifamiliares
Saneamento ecológico - Experiências com sistemas unifamiliaresFluxus Design Ecológico
Biodigestores construídos com materiais alternativos - Márcio AndradeBiodigestores construídos com materiais alternativos - Márcio Andrade
Biodigestores construídos com materiais alternativos - Márcio AndradeFluxus Design Ecológico
Reservatórios Construídos com Materiais Alternativos - Márcio AndradeReservatórios Construídos com Materiais Alternativos - Márcio Andrade
Reservatórios Construídos com Materiais Alternativos - Márcio AndradeFluxus Design Ecológico
O papel da iniciativa privada nas SbN´s para água - FluxusO papel da iniciativa privada nas SbN´s para água - Fluxus
O papel da iniciativa privada nas SbN´s para água - FluxusFluxus Design Ecológico

Último

"A energia necessária para sobrevivermos provém da degradação da molécula de ..."A energia necessária para sobrevivermos provém da degradação da molécula de ...
"A energia necessária para sobrevivermos provém da degradação da molécula de ...AcademiaDlassessoria
Em nossos estudos, sobre os princípios da formação humana de acordo com Platã...Em nossos estudos, sobre os princípios da formação humana de acordo com Platã...
Em nossos estudos, sobre os princípios da formação humana de acordo com Platã...DlAssessoriaacadmica1
Em nossos estudos, sobre os princípios da formação humana de acordo com Platã...Em nossos estudos, sobre os princípios da formação humana de acordo com Platã...
Em nossos estudos, sobre os princípios da formação humana de acordo com Platã...DlAssessoriaacadmica1
DETAIL.pdfDETAIL.pdf
DETAIL.pdfSofiaHernandezdeAlba
É incontestável que a formação de professores sempre esteve atrelada à organi...É incontestável que a formação de professores sempre esteve atrelada à organi...
É incontestável que a formação de professores sempre esteve atrelada à organi...DassessoriaAa
Catálogo Cuidados Outdoor 2023_s.pdfCatálogo Cuidados Outdoor 2023_s.pdf
Catálogo Cuidados Outdoor 2023_s.pdfLuizaAmattiFerrari

Partilha oferecida à Comunidade Figueira, em 21/Jul/2014

Hinweis der Redaktion

  1. A busca pelo prazer com a Água: banhos de rio, cachoeira, mar, lago, banheira, etc... O que nos impede de ter cidades que mantenham seus recurso hidricos integros, mesmo abrigando milhares ou milhoes de habitantes?
  2. Para o próximo: qual a população em cada slide? Mancha urbana e mananciais Formação dos núcleos e impacto nas águas locais Afastamento vs tratamento O MODELO
  3. Nessa época, São Paulo era abastecida por poucos chafarizes, muitos poços e nascentes e fossas, mas sempre distante dos rios, assim, o impacto não era visível, e os rios ainda eram fonte de água, alimento, lazer, e bem estar.
  4. A saúde de nossos rios é a maior mostra de como vivemos na Terra.
  5. O volume de agua gerado pela floresta e’ tao grande (20 bilhões de toneladas) que e’ maior que o volume disponivel nos maiores rios da Amazonia (17 bilhões de toneladas). Com a rotacao do planeta sao gerados ventos alisios, que entram no continente atraves da planicie Amazonica e se carregam de umidade ao longo do caminho ate’ que chegam a Cordilheira dos Andes, que os direcionam para o Centro-Oeste, e depois para o sudeste. Como se nao bastassem as ilhas de calor criadas nas grandes areas urbanas, as grandes areas de monocultivo tambem geram zonas de ar quente, que criam barreiras para a chegada de ar umido, assim, as chuvas deixam de cair em nossa regiao, criando um potencial para a formacao de desertos tipicos dessa latitude (Sahara, Atacama). A unica razao para a formacao da Mata Atlantica na nossa regiao e’ justamente a existencia dos rios voadores, direcionados ate’ aqui pelos Andes. Sem a chegada dos rios, caminhamos a largos passos para a formacao de regioes deserticas. Fonte: Prof. Antonio Nobre, INPE
  6. Nosso planejamento de ocupação de espaços desconsidera a presença de água, ou a importância de sua presença para geração de ambientes saudáveis e duradouros. Planejar para Água, é planejar para sobrevivência. Nossa ocupação hoje gera desertos, mas ainda assim, se permitirmos, esses desertos voltam a se regenerar em altíssimos graus de complexidade. Existe uma inteligência essencial na natureza, que é a da restauração, da regeneração. Todo ambiente natural após sofrer algum grave impacto, começa a se reestabelecer, se regenerar. Assim, a cura é uma característica desse planeta. A cura começa em passos simples, lentos, aumentando a diversidade e a complexidade dos elementos presentes no meio. Em terra firme, por exemplo, toda a restauração inicia com processos naturais que permitam que a Água possa se estabelecer no local. Pelo crescimento de plantas pioneiras (“daninhas”?!?) que ajudam a descompactar o solo, e a reter água para espécies mais exigentes
  7. A base está em sair da lógica do lucro a qualquer custo, do desperdício, produção de lixo e poluição, da extração gananciosa, e rumar para CICLOS VIRTUOSOS. Porque os ciclos são a raíz fundamental do fluxo de recursos na natureza. QUASE MÁGICA! O planeta é finito, os recursos são finitos, mas os ciclos permitem que os recursos estejam permanentemente disponíveis. Água, energia, nutrientes. Dar e receber. Retornar ‘agua limpa, para receber agua limpa Como se inserir nos ciclos da água?
  8. A permanencia e continuidade da disponibilidade de agua em otima qualidade no interior dos continentes em funcao da existencia do ciclo da agua. Notar a limitacao de “entrada” de água nos aquiferos profundos (recarga), e a extração predatória atual desses volumes para abastecimento humano. Nossa herança consumida para pagar as contas mensais de “cartão de crédito”! Uma hora vai acabar!
  9. O sol como Astro principal na dinâmica da vida na Terra, e no fornecimento de energia básica para reações de macro a micro-organismos.
  10. Para mim a melhor forma de repensar a nossa forma de se reinserir nos ciclos na natureza é falando sobre nossos resíduos, ou melhor, sobre os RECURSOS produzidos pelo nosso corpo. Estamos tão habituados à essa lógica de sentar sobre o vaso, dar descarga e dar bye-bye, que não pensamos sequer POR QUÊ usamos água no vaso? Na essência A água então é usada para AFASTAR os nossos recursos. Levar cocô e xixi para LONGE! Na pequena escala, é fácil de lidar, mas quando lidamos com sistemas centralizados de grande porte, passa a exigir sistemas complexo, caros, tecnicamente limitados e pouco funcionais. Na melhor das hipóteses ele é MAL tratado, mas na maior parte das vezes é mesmo DESCARTADO com toda espécie
  11. Na essência Estudar a essência do problema: Precisa de água pra transportar o coco? Banheiro seco O que dá pra fazer com xixi? Diluido e usado como fertilizante Experiências de retenção do fósforo e produção de fertilizante Além do coco e xixi? Produtos de limpeza (?!?), antibióticos, hormônios, fármacos, derivados de plástico Reduzir o consumo Valvulas de acionamento duplo Mictórios sem água Reduzir o consumo de água potável Água de chuva Reuso de água O caso dos edifícios O que acontece com a água quando há deposição de nutrientes? Águas servidas Água cinza (75%): zona de raízes (wetlands construidos) + frutíferas (toma banho e rega pé de fruta) Água preta ou esgoto (25%): fossa séptica + wetlands construídos, bacia de evapotranspiração
  12. Na essência Nosso corpo é fruto da evolução, ocorrida ao longo de bilhões de anos no planeta. Somos teoricamente os seres mais inteligentes do planeta, mas somos aparentemente incapazes de perceber que nosso aparelho excretor separa nossos recursos em duas partes distintas: sólidos e líquidos, e ainda assim reunimos TUDO em agua potavel?!? Banheiro seco O que dá pra fazer com coco? Compostagem Minhocario O que dá pra fazer com xixi? Diluido e usado como fertilizante Experiências de retenção do fósforo e produção de fertilizante Além do coco e xixi? Produtos de limpeza (?!?), antibióticos, hormônios, fármacos, derivados de plástico
  13. Na essência Nosso corpo é fruto da evolução, ocorrida ao longo de bilhões de anos no planeta. Somos teoricamente os seres mais inteligentes do planeta, mas somos aparentemente incapazes de perceber que nosso aparelho excretor separa nossos recursos em duas partes distintas: sólidos e líquidos, e ainda assim reunimos TUDO em agua potavel?!? Banheiro seco O que dá pra fazer com coco? Compostagem Minhocario O que dá pra fazer com xixi? Diluido e usado como fertilizante Experiências de retenção do fósforo e produção de fertilizante Além do coco e xixi? Produtos de limpeza (?!?), antibióticos, hormônios, fármacos, derivados de plástico
  14. Hoje tudo é rotulado como sustentavel. Se sustentar é basicamente produzir mais do que se consome. O que queremos através do nosso trabalho é favorecer a regeneração, a cura, além de se sustentar. Para isso é preciso começar mensurando, quanto realmente consumimos? Veja sua conta de agua uai! Se nao tiver, instale um hidrometro! Faca suas contas e compare: Africa: 15l/pessoa/dia India: 30l/pessoa/dia Brasil: 150l/pessoa/dia Sao Paulo: 220l/pessoa/dia Higienopolis, 550l/pessoa/dia Quanta agua voce realmente precisa?
  15. Reduzir o consumo Valvulas de acionamento duplo Mictórios sem água Reduzir o consumo de água potável Água de chuva Reuso de água O caso dos edifícios
  16. DINÂMICA DA ÁGUA Manual de instruções: Ciclo d’agua local Serrapilheira - quantidade e qualidade Manutenção da vazão dos córregos Escoamento natural vs. urbano
  17. Retenção e melhoria de qualidade na fonte Telhados verdes em edifícios – custo compartilhado
  18. Lago como nucleo central Bacia de sedimentação, wetlands, lago Recirculação, polimento Irradiação de umidade levada pela corrente de vento Complemento de aproveitamento interno: 100% do uso
  19. O importante é começar Movimento é fonte e causa de toda vida