Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

3 flor

9.934 Aufrufe

Veröffentlicht am

  • Login to see the comments

3 flor

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA<br />CENTRO DE TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO REGIONAL<br />CURSO DE TECNOLOGIA EM PRODUÇÃO SUCROALCOOLEIRA<br />CULTiVODA CANA-DE-AÇÚCAR<br />INTRODUÇÃO À MORFOLOGIA: FLOR<br /> PROF. MARCELO LEITE<br />
  2. 2. Morfologia: Flor<br />A flor ou o conjunto delas, a inflorescência, é órgão especializado responsável pela reprodução da planta.<br /> A flor é formada por um pedúnculo (ou eixo floral) e pelos elementos florais (ou verticilos florais).<br />
  3. 3. Morfologia: Flor<br />O pedúnculo é a haste da flor, preso ao caule, que sustenta em seu ápice, denominado receptáculo, os elementos florais.<br />
  4. 4.
  5. 5. Morfologia: Flor<br />Os elementos florais, também conhecidos como verticilos ou órgãos florais, são folhas modificadas inseridas no receptáculo. <br />Uma flor é considerada completa quando apresenta todos os elementos florais: cálice, corola, androceu e gineceu.<br /> Caso falte algum desses elementos, a flor é incompleta. <br />
  6. 6. Morfologia: Flor<br />Cálice – formado por sépalas.<br />As sépalas geralmente são verdes, e nos estágios iniciais do desenvolvimento da flor envolvem as outras estruturas do botão floral.<br />
  7. 7.
  8. 8. Morfologia: Flor<br />Pétalas - folhas modificadas, geralmente coloridas, cuja função é proteger os órgãos reprodutores e atrair pássaros ou insetos, que irão transportar os grãos de pólen de uma flor a outra. <br /> Seu conjunto forma a corola.<br />
  9. 9. Morfologia: Flor<br />Perianto – conjunto formado pelo cálice e pela corola.<br />Flores que apresentam perianto são classificadas como diclamídeas.<br />Flores que apresentam somente cálice ou somente corola são monoclamídeas. <br />Flores sem perianto são denominadas aclamídeas.<br />
  10. 10. Morfologia: Flor<br />Quando as sépalas e as pétalas são iguais em cor e tamanho, elas são chamadas de tépalas, e o conjunto sépalas + pétalas é o perigônio.<br />
  11. 11. Morfologia: Flor<br />Estames - folhas modificadas que são os órgãos reprodutores masculinos do vegetal e cuja função é produzir os grãos de pólen. <br />O conjunto dos estames é chamado de androceu.<br />
  12. 12.
  13. 13. Morfologia: Flor<br />O estame se divide em:<br />Antera- parte superior do estame com forma globulosa e cuja função é de produzir os grãos de pólen.<br />Conectivo- local por onde o filete se fixa na parte superior do estame que é a antera.<br />Filete- é a haste que liga o estame ao receptáculo da flor.<br />
  14. 14.
  15. 15. Morfologia: Flor<br />Carpelos - órgãos reprodutores femininos que formam um ovário onde serão produzidos os óvulos.<br />O conjunto dos carpelos forma o gineceu ou pistilo.<br />
  16. 16.
  17. 17. Morfologia: Flor<br />Estigma - parte superior do carpelo, rugosa, por onde deve entrar o grão de pólen.<br />Estilete - tubo que liga o estigma ao ovário.<br />Ovário - parte basal, dilatada, onde são produzidos os óvulos, que formarão sementes.<br />
  18. 18.
  19. 19. Morfologia: Flor<br />Tipos de gineceu<br />Simples - formado por um só carpelo.<br />Apocárpico- formado por diversos carpelos não fundidos. Dá origem a diversos frutos em uma mesma flor.<br />Sincárpico- formado por diversos carpelos fundidos que vão formar um único fruto.<br />
  20. 20.
  21. 21. Morfologia: Flor<br />Posição do estame em relação ao gineceu<br />Hipóginos - estames inseridos abaixo do ovário. Ex.: flores do cacaueiro e da laranjeira.<br />Períginos - estames inseridos na região basal ou mediana do ovário. Ex.: cajueiro, roseira.<br /> Epíginos - os estames estão acima do ovário. Ex.: cafeeiro, goiabeira.<br />
  22. 22.
  23. 23. Morfologia: Flor<br />Verticilos florais<br />1. Monocotiledôneas - prevalece o número de três ou seus múltiplos para sépalas, pétalas, estames e carpelos. Estas flores são chamadas trímeras.<br />
  24. 24. Morfologia: Flor<br />Verticilos florais<br />2. Dicotiledôneas - prevalece o número de dois, cinco ou seus múltiplos para sépalas, pétalas, estames e carpelos. Estas flores são chamadas dímeras (2), tetrâmeras (4) ou pentâmeras (5).<br />
  25. 25. Morfologia: Flor<br />
  26. 26. Morfologia: Flor<br />Flores Monóclinas ou Díclinas<br />Conforme possuam um ou os dois sexos, as flores podem ser<br />Monóclinas(hermafroditas) - quando possuem os dois sexos.<br />Díclinas - quando os sexos são encontrados em flores diferentes.<br />
  27. 27. Morfologia: Flor<br />
  28. 28. Morfologia: Flor<br />Vegetais Monóicos e Dióicos<br />
  29. 29. Morfologia: Flor<br />Inflorescência<br />Na maioria das angiospermas as flores estão dispostas em agrupamentos denominados inflorescências. Uma inflorescência é um ramo ou sistema de ramos caulinares que possuem flores.<br />
  30. 30. Morfologia: Flor<br />Inflorescência<br />As inflorescências são classificadas de acordo com o desenvolvimento em duas grandes categorias: racemosa e cimosa.<br />
  31. 31. Morfologia: Flor<br />Inflorescência racemosa ou monopodial: <br />São aquelas em que o eixo principal cresce mais que os ramos laterais e termina com uma gema. Esta gema apical está sempre produzindo novas flores.<br />As flores se desenvolvem de baixo para cima ou de fora para dentro. As inflorescências racemosa ou monopodial podem ser classificadas em:<br />
  32. 32. Morfologia: Flor<br />Inflorescência racemosa ou monopodial <br />Racemo: são flores pediceladas dispostas em um único eixo e localizadas em diferentes posições do ramo principal. <br />
  33. 33. Morfologia: Flor<br />Racemo<br />Lupinus hybridus<br />
  34. 34. Morfologia: Flor<br />Inflorescência racemosa ou monopodial <br />Corimbo: é um tipo especial de racemo na qual as flores pediceladas estão inseridas em diferentes alturas no eixo principal, mas que atingem todas a mesma altura. <br />
  35. 35. Morfologia: Flor<br />Corimbo<br />Trachelium caeruleum<br />
  36. 36. Morfologia: Flor<br />Inflorescência racemosa ou monopodial <br />Espiga: é semelhante à anterior, mas com flores sésseis saindo em toda a extensão do eixo principal.<br />
  37. 37. Morfologia: Flor<br />Espiga<br />Milho<br />
  38. 38. Morfologia: Flor<br />Inflorescência racemosa ou monopodial <br />Espádice: é um tipo especial de espiga com o eixo principal espesso, protegido na base por uma bráctea vistosa e bem desenvolvida, denominada espata.<br />
  39. 39. Morfologia: Flor<br />Espádice<br />
  40. 40. Morfologia: Flor<br />Inflorescência racemosa ou monopodial <br />Umbela: flores pediceladas inseridas na mesma altura do eixo principal único e curto.<br />
  41. 41. Morfologia: Flor<br />Umbela<br />Cenoura<br />
  42. 42. Morfologia: Flor<br />Inflorescência racemosa ou monopodial <br />Panícula: é um racemo composto (flores dispostas em vários eixos), onde um eixo racemoso principal sustenta dois ou mais eixos racemosos laterais, no qual as partes, bem como o conjunto, são racemos.<br />
  43. 43. Morfologia: Flor<br />
  44. 44. Morfologia: Flor<br />Inflorescência cimosa ou simpodial - quando cada eixo termina em uma flor. Escorpióide, helicóide, ripídio, dicásio, espigueta.<br />
  45. 45. Morfologia: Flor<br />Reprodução sexuada nas angiospermas: polinização.<br />Reprodução assexuada nas angiospermas: propagação vegetativa.<br />
  46. 46. Exercício <br />

×