Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Die SlideShare-Präsentation wird heruntergeladen. ×

GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, DEZEMBRO 2018

Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Nächste SlideShare
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
Wird geladen in …3
×

Hier ansehen

1 von 8 Anzeige
Anzeige

Weitere Verwandte Inhalte

Diashows für Sie (20)

Ähnlich wie GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, DEZEMBRO 2018 (20)

Anzeige

Weitere von Adilson Moreira (20)

Aktuellste (20)

Anzeige

GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, DEZEMBRO 2018

  1. 1. Mutirões ampliam atendimento à saúde dos cidadãos Página 3
  2. 2. 2 Diretor: Adilson da Costa Moreira - Fones 99894.1462 e 3328-0176 CNPJ 12.698.306/0001-42 Dep. comercial: Sharon Simão Zunino Rua Guilherme Ihlenfelt, 765 - Tingui - Curitiba E-mail: gazetasantacandida@gmail.com Tiragem: 10.000 exemplares www.gazetasantacandida.com / www.gazetasantacandida.blogspot.com As matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião do jornal. EXPEDIENTE O prefeito Rafael Greca recebeu nesta sexta-feira (08/12), no Salão Brasil, da Prefeitura de Curitiba, para um café da manhã, diretores e editores dos jornais de bairros da capital. No encontro, Greca reforçou a parce- ria com os jornais para democratizar o acesso às informações públicas e também apresentou um balanço geral dos resulta- dos obtidos pelo município em 2017. “Vocês (jornais de bairros) são o sus- tentáculo da minha comunicação, pois vocês estão perto do povo. E o prefeito deve estar onde o povo está”, disse. Reconhecimento - O café da manhã reuniu ainda o vice-prefeito, Eduardo Pimentel, o secretário de Comunicação, Marcelo Cattani, o presidente da Ajorb- PR, Adilson da Costa Moreira, o conse- lheiro da Ajorb e proprietário do jornal Água Verde, José Gil, além do presidente da AJBC, Brayan Schellin. Em agradecimento ao apoio aos jornais de bairro, Greca recebeu ainda da direção da Ajorb um diploma para reconhecê-lo como o melhor prefeito do Brasil neste ano. O certificado também posiciona Curitiba como a capital mais democrática do Brasil na área de comunicação e na relação institucional com a imprensa dos bairros. Recuperação econômica - Na análi- se dos resultados deste ano, Greca des- tacou o momento de recuperação eco- nômica de Curitiba, depois de várias ações estruturais estabelecidas pela ad- ministração municipal. “No início do ano, pegamos a pre- feitura com um rombo de R$ 2,1 bi- lhões no orçamento, dívidas de R$ 1,2 Greca reforça parceria com jornais dos bairros em encontro do balanço anual bilhão, bairros abandonados, serviços à beira de fechar, medicamentos em fal- ta, obras e manutenção paradas, forne- cedores insatisfeitos, salários sob ris- co, desleixo com o transporte público, planejamento inexistente. Uma Curitiba quase apagada”, disse. O cenário, segundo Greca, mudou com várias medidas de austeridade adotadas pela gestão municipal. “Neste fim do ano, temos um Natal re- pleto de luzes, que ilustra a superação da capital nos últimos 12 meses. A casa está arrumada, temos manutenção dos bairros de volta, medicamentos em dia, restabelecimento da gestão responsável e com controle dos gastos, obras retoma- das, protagonismo, dívidas sendo pagas, renovação dos ônibus em andamento (450 novos veículos até 2020), investimentos previstos de mais de R$ 240 milhões para 2018”, completou Greca. Relacionamento produtivo - No evento, o secretário de Comunicação Social, Marcelo Cattani, também des- tacou o fortalecimento da parceria com os jornais de bairro da capital pela atual gestão municipal. “Nós temos um excelente relaciona- mento com os jornais (de bairros) que dão sustentação à comunicação da pre- feitura (de Curitiba) em todos os cantos da cidade, sempre apoiando as iniciati- vas, marcando presença nos eventos re- gionais, nos mutirões (da Cidadania), nas reconquistas da cidade obtidas ao longo do ano”, disse Cattani. A boa relação da prefeitura de Curitiba foi enaltecida também pelo presidente da Ajorb-PR, Adilson da Costa Moreira. “Nós, em nome dos jornais de bairros, queremos agradecer ao prefeito Rafael Greca e a atual administração pela aten- ção especial aos bairros. Vemos hoje obras em vários locais da cidade que não víamos há mais de quatros anos”, disse. “Então, nós agradecemos ao prefeito, à Comunicação da Prefeitura também por ter colocado na linha de trabalho os jor- nais de bairro de Curitiba”, completou. Diálogo aberto - O diálogo estreito da prefeitura de Curitiba com os jor- nais de bairro também recebeu elogios da diretora do periódico Tribuna do Boqueirão, Emília Schwartz. Segundo Emília, a relação institucional com a atual gestão municipal é fundamental para qualificar a comunicação nos bair- ros da cidade. “Essa parceria com a atual gestão é muito importante porque ficamos, nos últimos quatros anos, sem esse relacionamento”, disse. E completou: “Para os jornais de bairro, se a gente tiver essa parceria, tudo se torna mais fácil, em termos de compreender os anseios da comunida- de, os pedidos, então tudo a gente pode intermediar, pois melhorando nosso bairro e a prefeitura também fica mais próxima da comunidade”. O conselheiro da Ajorb, José Gil, rati- ficou a atual relação positiva da mídia re- gional com a administração municipal ao entregar o diploma de reconhecimento como melhor gestor municipal do Brasil, em 2017, para o prefeito Rafael Greca. “Esta nossa homenagem é justa por- que hoje, graças aos esforços da secre- taria de comunicação social, ao prefei- to Rafael Greca, os jornais de bairro, um grande número de jornais de bair- ros e a imprensa regional está sendo prestigiada. Antes (em outras gestões) a prefeitura não se importava com os jornais de bairro”, destacou José Gil.
  3. 3. 3 O Governo do Estado antecipou do fim de janeiro para o dia 23 de- zembro o pagamento do valor refe- rente ao terço de férias de professo- res da rede estadual de ensino. O GOVERNO ANTECIPA PAGAMENTO DO TERÇO DE FÉRIAS DE PROFESSORES desembolso soma R$ 86,4 milhões para 54.450 pagamentos a servidores. “Este é mais um resultado do equilí- brio nas contas do Estado. Este paga- mento antecipado se soma ao 13o. salário e aos vencimentos de dezembro, que tam- bém foram depositados com antece- dência para os servidores estaduais”, afirmou o governador Beto Richa ao autorizar a liberação dos recursos. O secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, confirma que o ajuste fiscal permitiu que o Estado anteci- passe todo décimo terceiro para o dia 8 de dezembro e os salários do mês para o dia 20. Em menos de um mês, desde o fim de novembro, o governo já pagou mais de R$ 5,1 bilhões rela- tivos à folha de pessoal. “Agora também pudemos adiantar em mais de um mês o pagamento das férias dos professores, que normal- mente é feito apenas em janeiro”, co- mentou Costa. “Assim começaremos 2018 focados na ampliação dos in- vestimentos que faremos no exercí- cio”, acrescentou o secretário da Fa- zenda. Para a secretária da Educação, professora Ana Seres, o pagamento antecipado das férias do magistério é um reconhecimento ao trabalho feito pelos profissionais da educação do Estado.“Éumaótimanotícia,quecer- tamente vai animar ainda mais os nos- sos professores para o próximo ano letivo”, avaliou ela. DATA DO CRÉDITO Professores que têm conta no Ban- co do Brasil vão receber o crédito do terço de férias neste sábado (23). Os que possuem conta em outro banco receberão no próximo dia útil, terça- feira, 26 de dezembro. Michele Caputo Neto* A ampliação da oferta de servi- ços de saúde à população é um dos desafios da saúde pública. A res- ponsabilidade compartilhada entre Estados, Municípios e União de- manda um grande esforço de ges- tão para potencializar resultados às pessoas. No Paraná, estado que detém um grande número de serviços de saúde de reconhecida competência e qualidade, a oferta de mutirões de cirurgias e de entrega de órteses e próteses tem se mostrado uma so- lução para reduzir filas e atender com rapidez e qualidade às neces- sidades dos cidadãos. O objetivo é simples: potencializar os recursos existen- tes para ampliar acesso. Entre 2015 e 2016, o Governo do Es- tado destinou R$ 60 milhões para a realização de mutirões de cirur- gias eletivas – procedimentos não emergenciais, mas que muitas ve- zes determinam a qualidade de vida de quem aguarda o atendi- Mutirões ampliam atendimento à saúde dos cidadãos mento. Em pouco mais de 17 meses, a secretaria de Estado da Saúde con- seguiu realizar, em parceria com mu- nicípios e prestadores de serviços, mais de 66 mil cirurgias, feitas ex- clusivamente com recursos do Te- souro Estadual. O grande destaque foram as 35 mil cirurgias de catara- ta realizadas, além de procedimen- tos ortopédicos, ginecológicos, vasculares, entre outros. Em 2017, estamos conduzindo os mutirões com recursos próprios e fe- derais, reduzindo as filas de cirurgi- as gratuitas e a entrega de aparelhos de surdez, próteses ortopédicas, ca- deiras de rodas, entre outros instru- mentos necessários para atender às demandas específicas da saúde dos paranaenses. Entre julho e setembro deste ano, foram aplicados R$ 2,5 milhões em mais de 3 mil procedi- mentos cirúrgicos. É gratificante acompanhar o efei- to dessa estratégia na vida das pes- soas. Idosos com grande dificulda- des de enxergar puderam recuperar a visão e a qualidade de vida. Pes- soas que conviviam com dores e li- mitações ganharam mais liberdade nas tarefas do dia a dia. Cabe aos municípios a organiza- ção das demandas e a classifica- ção das prioridades. A Secretaria de Estado da Saúde faz o chama- mento público para prestadores de serviços que desejam participar dos mutirões, além de gerenciar os recursos disponíveis para esse fim, tanto estaduais quanto federais. Tudo isso sem deixar de atender às prioridades cotidianas, como pro- moção da saúde, prevenção de do- enças e o atendimento das situa- ções de urgência e emergência. Uma das áreas mais complexas da gestão pública, a saúde exige compromisso e prioridade dos go- vernos. Isso, no Paraná, é realida- de e pode ser verificado no volume de recursos destinados à área: R$ 18 bilhões aplicados em saúde ao longo dos últimos sete anos, o que equivale a 273% a mais do investi- do nos oito anos anteriores. No Paraná, saúde é prioridade sempre! * Michele Caputo Neto Secretário de Estado da SaúdeTel: 3357-3601, Celular 8462-3354 - 99105354 Rua Ilda C. Manasczuk, 444 - Jd Aliança - Santa Cândida Contador: Sandro da Silva Constituição e Encerramento de Empresas Imposto de Renda Assessoria Contábil, Empresarial, Financeira, RH
  4. 4. 4 A Rua da Cidadania do Boa Vista ficoumaisiluminadaequemestavalá, mais feliz, na noite do dia 08 de com a apresentação especial de Natal da re- gional.OprefeitoRafaelGrecavisitou as dez barracas da Feira de Natal, que fica aberta até o dia 22, das 10h às 19h, no vão central da Rua da Cidadania. Elefoirecepcionadopelapopulaçãoao somdorepertóriodemúsicasnatalinas interpretadas pela Banda Lyra Curitibana. Grecaacompanhouumaapresenta- ção teatral sobre a história de São Nicolau,figuraorigináriadoPapaiNoel, ao lado de dezenas de crianças e mo- radores da região que também viram o acendimento da gruta cênica com a SagradaFamília,representadaporfun- cionáriosdaRuadaCidadaniacomum bebê em seus braços, apreciaram o Coral Nosso Canto Boa Vista, regido pelo tenor da Camerata Antiqua de Curitiba, Alexandre Mousquer, com músicas natalinas, e o coral das filhas de funcionárias da Saúde, que na pró- xima semana estará alegrando as uni- dades de saúde acompanhado do mas- cote Zé Gotinha. OprefeitoRafaelGrecaagradeceua presença de todos e ressaltou o clima familiar de mais um evento da progra- mação de Natal da cidade: “O Natal da BoaVistafoiemumclimafamiliar,gente daBoaVista,doPilarzinho,BairroAlto, do Santa Cândida, do JardimAliança, todomundosereuniunoentornodaár- voredeNataldaRuadaCidadania,teve presépiovivo,oMarcosfoiSãoJosé,a Vanessa foi aVirgem Maria, os nossos funcionáriosencenaramonascimentode Jesus. E São Nicolau apareceu para eu poder ensinar ao povo que ele deu ori- gem à lenda do Papai Noel. O Natal da Boa Vista me deu a certeza que nós estamos no caminho certo, com Jesus nocoraçãoecomvontadedefazerdes- Regional Boa Vista tem feira de artesanato de Natal na Rua da Cidadania sa cidade a verdadeira luz dos pinhais deCuritiba”,disse. Na Feira de Natal da Rua da Cida- dania está a barraca das empreende- doras Rosa Maria Guedes, 64, e da sua filha Débora Guedes, 40. Moradoras doPilarzinho,mãeefilhacomeçarama costurar as primeiras bonecas de pano no ano de 2002 e de lá pra cá o negó- cio tem prosperado.Além da Feira de Natal, já vendem pela internet e em aplicativos.“AFeiradeNatalestámui- to boa as pessoas gostam muito dessas atividades de Natal aqui na região. Foi muitobomteremretomadoosfestejos, a cidade ano passado não teve nada, estava caída, parada”, comentou Rosa Maria. Quem arrastou o avô de casa para ver a feira de Natal da Rua da Cidada- nia do Boa Vista foi o Emanuel de 6 anos, animado com o primeiro dia de férias escolares. Vizinhos da Rua da Cidadania, fazia tempo que não viam movimento de Natal no espaço: “Nes- se primeiro dia de férias do meu neto, játemosumdiacomgrandefestanata- lina. Fazia tempo que o bairro e a cida- de não tinham essa atenção com o Na- tal, isso anima o comércio e a gente mesmo”, comenta Paulo Cardoso, 59, avôdoEmanuel. A administradora da Regional do Boa Vista, Janaína Lopes Gehr, agra- deceu a iniciativa do prefeito de reto- mar o Natal da cidade com atividades em todas as regionais, em especial na BoaVista:“ARuadaCidadaniavoltou aterbrilhocomaprogramaçãodeNatal pensadapeloprefeitoRafaelGreca.As Telefones 3357-9272 e 99740-0669 RUA MACAPÁ, 878, TINGUÍ MOACIR RADIADORES famíliasvoltaramaconvivernoespaço e estão muito contentes com a progra- mação de Natal e as atividades desen- volvidas”, comenta Janaína, responsá- vel pela regional com o maior número de habitantes englobando os bairros: Abranches,Atuba, Bacacheri, Bairro Alto, Barreirinha, Boa vista, Cachoei- ra,Pilarzinho,SantaCândida,SãoLou- renço,Taboão,TarumãeTingui. Participaramdoeventoosvereado- res Serginho do Posto e Julieta Reis, a superintendente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Castro, o diretor de AçãoCultural,BetoLanza. Os melhores jornais de bairros do Paraná se encontram aqui. PAPELARIA COLORIR LAN HOUSE Xerox, Impressão, Plastificação, A3 Encadernação,Plastificação FONE: (41) 3030.3513 - papelariaanjoazul@gmail.com INFORMÁTICA - MOUSE, TECLADO, FONE DE OUVIDO, CD e DVD VIRGEM, ANUNCIEAQUI 99894.1462
  5. 5. 5 EmsolenidadenoPalácioIguaçuna segunda-feira,dia11,foramassinadosos convênioscomas17prefeiturasquees- tãosendobeneficiadascomviaturaspoli- ciaisdescaracterizadasporindicaçãodo deputado Delegado Rubens Recalcatti (PSD).Sãoaotodo18veículosqueco- meçaramaserentreguesàsDelegacias dePolícianaquelemesmodiapelaSub- divisãodeManutençãoeTransporte,do DepartamentodePolíciaCivil. Os recursos são da Secretaria de SegurançaPúblicaeAdministraçãoPe- nitenciária e foram direcionados a es- ses municípios a pedido de Recalcatti. Curitiba e Região Metropolitana rece- beramoitoviaturas,sendocincoveícu- los Gol descaracterizados para Quatro Barras, Bocaiúva do Sul, CerroAzul, Delegacias de Furtos e Roubos deVe- ículos (DRFV) e 13º Distrito Policial, no bairro doTatuquara, na capital. OutrostrêsveículosDuster,também Recalcatti conquista viaturas policiais para 18 Delegacias Delegada Helen, de Bocaiúva do Sul, recebe chaves de viatura Prefeito Gerson Colodel e deputado Recalcatti assinam convênio descaracterizados,foramentreguespara São José dos Pinhais,Araucária eAl- mirante Tamandaré. Para o interior, o deputadoRecalcattiindicoudezmuni- cípios: Foz do Iguaçu, Ponta Grossa, Umuarama Iretama, Itaipulândia, Re- serva, Tomazina/Pinhalão, Cornélio Procópio,Toledo e Maringá. “Este é apenas o primeiro passo de uma grande parceria com as prefeitu- ras, com o apoio fundamental do go- verno estadual”, afirmou Recalcatti. Segundo o deputado, a escolha das Delegaciasfoifeitacombaseemcrité- rios de “extrema necessidade”. “As delegaciasqueindiqueiparareceberas viaturas estão em condições extremas detrabalho”,explicouele. “Nos últimos meses, estive cinco vezes percorrendo o interior e visito as cidades da Região Metropolitana toda semana,ouvindosempreasmesmasre- clamações: a falta de pessoal e de es- trutura na Polícia Civil”, lembrou. “A situação é grave, mas tive que fazer a opção de encaminhar os veículos para aslocalidadesquemaisprecisam”. A assinatura dos convênios entre governoeprefeiturasparaaentregadas viaturasocorreunoPalácioIguaçu,com a presença da governadora em exercí- cio, Cida Borghetti, dezenas de prefei- tos e deputados estaduais. No ato, fo- ram liberados mais de R$ 200 milhões pelogovernoestadual. Jornais de bairros festejam mais um ano de atividades com churrasco e homenagens Adilson da Costa Moreira, presidente da Associação dos Jornais de Bairros do Paraná e diretor da Gazeta do Santa Cândida AAssociação dos Jornais de Bair- ros do Paraná realizou ontem na petis- cariaBallBull,naavenidaÁguaVerde, em Curitiba, mais uma festa para co- memorarmaisumanodeatividadesea unidade entre a maioria dos jornais de bairros do nosso Estado. Na oportuni- dade os organizadores do evento ho- menagearamalgumasautoridadescom a entrega do Troféu Melhores doAno 2017,asaber:GovernadorBetoRicha; Prefeito Rafael Greca; Vice prefeito e Secretário Municipal de Obras Públi- cas Eduardo Pimentel; Secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto;Vereador Mauro Ignácio;Admi- nistrador Regional do Portão Ricardo Dias; Presidente da OngVigilantes da Gestão Pública Sir Carvalho; proprie- táriodoBallBullHamiltonGanho;Grá- ficaPressAlternativa, entre outros. OpresidentedaAssociação,Adilson da Costa Moreira (Gazeta do Santa Cândida), agradeceu a presença de to- dososparticipantesefalouqueaspers- pectivas dos jornais de bairros para 2018 são as melhores possíveis, com investimentos em plataformas digitais para fortalecer o trabalho dos jornais impressos. O diretor dos jornais Água Verde e Rua XV, José Gil, falou que “os jor- nais de bairros são os jornais mais democráticos. Eles não pertencem a uma família ou a um grupo econômi- co, mas aos moradores dos bair ros onde atuam, e como tal praticam a democracia direta como porta-vozes da população, e isso explica porque grandes jornais estão falindo e peque- nos jornais estão crescendo e ocu- pando espaço da mídia tradicional”. Após a solenidade os diretores de jornaisdebairrosparticiparamdabrin- cadeiraAmigo Secreto, com trocas de presentes. Adilson: “Imprensa comu- nitária valoriza o bairro” EmseudiscursoopresidentedaAs- sociação dos Jornais de Bairros do Paraná,Adilson da Costa Moreira, fa- lou que “os jornais de bairros valori- zam os bairros onde estão localizados. Por muitas decadas havia apenas um grande jornal no centro da cidade que ignorava o que se passava e acontecia nos bairros da cidade.Apenas depois do surgimento dos jornais de bairros é que o grande jornal passou a divul- gar notícias dos bairros. Coincidente- mente, o grande jornal quebrou e dei- xou de circular de forma impressa, en- quanto os jornais de bairros cresce- ram e prosperaram. Hoje somos 38 jornais de bairros”.
  6. 6. 6
  7. 7. 8

×