Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Genealogia da internet (a cultura p2p)

1.631 Aufrufe

Veröffentlicht am

Veröffentlicht in: Bildung
  • Als Erste(r) kommentieren

Genealogia da internet (a cultura p2p)

  1. 1. genealogia da internet #4 (da web 1.0 ao movimento p2p 1999) Protestos agitam a cidade de Seattle, 1999. Surge lá a cultura p2p.
  2. 2. A web 1.0, hegemonia do hipertexto. ou a economia do link.
  3. 3. Críticas à web 1.0
  4. 4. "a web é um aplicativo assassino da internet".
  5. 5. A web torna a relação cliente / servidor o paradigma da arquitetura das redes.
  6. 6. mídia ponto com e o desejo fordista pela totalidade.
  7. 7. A popularização da web funda um novo tipo de ideologia, a californiana. (richard barbrook)
  8. 8. A ideologia californiana crença utópica na liberdade individual do mercado. ativismos do comunitarismo virtual leva a um novo regime democrático.
  9. 9. Até 1999 a internet tornou-se um laboratório publicitário de um mundo felicista.
  10. 10. Seattle, 1999 consolida-se, no interior dos conflitos globais, uma nova paisagem midiática pós web.
  11. 11. O que aconteceu nas ruas de Seattle?
  12. 12. Cidade é tomada por militantes globais, que buscam bloquear a Rodada do Milênio da OMC.
  13. 13. Manifestações ocupam a rua a partir de técnicas de swarming (enxameamento)
  14. 14. O papel da Rede de Ação Direta: coordenar centenas de pequenos grupos de afinidades, que se auto organizam e bloqueavam os cruzamentos das principais ruas da cidade.
  15. 15. “ os manifestantes de rua que levavam laptops podiam conectar-se com paginas web que se atualizavam continuamente informando o que ocorria nas ruas” (arquilla & ronfeldt)
  16. 16. Em Seattle, as comunicações precisavam funcionar, ao contrário, de todas as lutas, cujo alvo é sempre desconectar o poder.
  17. 17. O poder pode gerar um apagão das comunicações, mas isso pode se um atestado de derrota.
  18. 18. “ A consequência mais profunda dos protestos da OMC é a aparição da luta em rede na política norte-americana”. Arquila & Ronfeldt.
  19. 19. O protagonismo do Indymed e a emergência da cultura p2p.
  20. 20. A genealogia da guerra das narrativas reside em Seattle. (infowar x netwar)
  21. 21. a cultura p2p
  22. 23. 25 milhões de usuários em dois anos.
  23. 24. um novo modelo de arquitetura de rede: "centraliza os nós, descentraliza os conteúdos"
  24. 25. Demonstrava a possibilidade da democracia absoluta (o governo dos muitos pelos muitos, sem anarquia).
  25. 26. compartilhamento de conteúdo + colaboração/inteligência coletiva.
  26. 27. O dilema do controle x cooperação social.
  27. 28. "remixabilidade" x autoria genial.
  28. 29. Condições para o cultivo dos valores p2p
  29. 30. Arquitetura baseada em redes distribuídas.
  30. 31. sistemas alternativos de comunicação autônoma: mídias sociais.
  31. 32. a produção aberta de softwares e aplicativos.
  32. 33. nova infraestrutura legal:
  33. 34. Características das mídias p2p
  34. 35. redes distribuídas (poder e recursos distribuídos entre os membros)
  35. 36. anticredencialismo (a capacidade de cooperar é verificada no próprio processo de cooperação)
  36. 37. holoptismo (tudo é dado a saber)
  37. 38. A cultura p2p é o que determinará a cultura web2.0

×