Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

O ROI dos métodos ágeis

258 Aufrufe

Veröffentlicht am

Levando em conta que um ser humano é incapaz de antever todas as possíveis mudanças de cenários que ocorrerão no ano seguinte, os métodos ágeis são focados no envolvimento do cliente, no desenvolvimento interativo, em equipes auto-organizáveis e na adaptação às mudanças

Veröffentlicht in: Technologie
  • DOWNLOAD THAT BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (2019 Update) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... Download Full doc Ebook here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... Download PDF EBOOK here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ................................................................................................................................... eBook is an electronic version of a traditional print book that can be read by using a personal computer or by using an eBook reader. (An eBook reader can be a software application for use on a computer such as Microsoft's free Reader application, or a book-sized computer that is used solely as a reading device such as Nuvomedia's Rocket eBook.) Users can purchase an eBook on diskette or CD, but the most popular method of getting an eBook is to purchase a downloadable file of the eBook (or other reading material) from a Web site (such as Barnes and Noble) to be read from the user's computer or reading device. Generally, an eBook can be downloaded in five minutes or less ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks .............................................................................................................................. Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .....BEST SELLER FOR EBOOK RECOMMEND............................................................. ......................................................................................................................... Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth,-- The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company,-- Call Sign Chaos: Learning to Lead,-- StrengthsFinder 2.0,-- Stillness Is the Key,-- She Said: Breaking the Sexual Harassment Story That Helped Ignite a Movement,-- Atomic Habits: An Easy & Proven Way to Build Good Habits & Break Bad Ones,-- Everything Is Figureoutable,-- What It Takes: Lessons in the Pursuit of Excellence,-- Rich Dad Poor Dad: What the Rich Teach Their Kids About Money That the Poor and Middle Class Do Not!,-- The Total Money Makeover: Classic Edition: A Proven Plan for Financial Fitness,-- Shut Up and Listen!: Hard Business Truths that Will Help You Succeed, ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Antworten 
    Sind Sie sicher, dass Sie …  Ja  Nein
    Ihre Nachricht erscheint hier
  • ..............ACCESS that WEBSITE Over for All Ebooks ................ ......................................................................................................................... DOWNLOAD FULL PDF EBOOK here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { http://bit.ly/2m6jJ5M } .........................................................................................................................
       Antworten 
    Sind Sie sicher, dass Sie …  Ja  Nein
    Ihre Nachricht erscheint hier

O ROI dos métodos ágeis

  1. 1. O ROI dos métodos ágeis A dificuldade em inovar A inovação é um processo estruturado que exige pesquisa, experimentação, mobilização e iteração. Cada empresa deve decidir quais tendências tecnológicas deseja seguir, de acordo com a percepção que tem do mercado, para realizar este ciclo de forma completa. Ocorre que seres humanos têm dificuldade em processar grandes volumes de informações e preferem repetir decisões ou trabalhar com opções limitadas (Ariely, 2008) e, talvez por isso, nos pareça mais confortável trabalhar com estruturas fixas, planejamentos anuais e processos, em vez de monitorar e adaptar as estratégias conforme as disrupções vão surgindo. Estruturas fixas, sejam funcionais, projetizadas ou matriciais (PMI, 2013), não levam em conta que para mudar um modelo de negócio é preciso agrupar perfis de múltiplos departamentos, alterando a forma de organização para compor novas jornadas ao cliente. Planejamentos anuais, sejam eles estratégicos, orçamentos ou roadmaps de projetos, são geralmente voltados a objetivos traçados no ano anterior, sem flexibilidade para reagir às mudanças no mercado. Processos orientados às tarefas ainda são dominantes, desde os tempos de Taylor e Fayol, requerendo que as pessoas busquem meios para viabilizar o que pode ser a sobrevivência do negócio.
  2. 2. Enquanto permanecemos no modus operandi atual, a observação da experiência do cliente, concorrentes e soluções substitutivas se tornam secundárias, causando a defasagem da empresa. Métodos ágeis Levando em conta que um ser humano é incapaz de antever todas as possíveis mudanças de cenários que ocorrerão no ano seguinte, os métodos ágeis são focados no envolvimento do cliente, no desenvolvimento interativo, em equipes auto-organizáveis e na adaptação às mudanças (Agile Manifesto, 2009). Esta forma de trabalho mune-se de escopos iterativos e incrementais, balizados pelos resultados que trazem o maior valor de negócio. Os projetos são focados em objetivos, permitindo que o planejamento seja alterado, quantas vezes forem necessárias, até o atingimento de um resultado esperado. Para isso, utilizam-se definições mais abrangentes e planejamentos focados em períodos curtos, após os quais se espera ter uma entrega verificável. Ganhos obtidos com métodos ágeis O primeiro ganho obtido com métodos ágeis é a construção de organizações temporárias. Romper a barreira estrutural e montar equipes multidisciplinares é equivaler empresas convencionais às empresas de produto e startups. Esta mudança cultural requer a capacidade de desafiar as estruturas fixas para mobilizar pessoas e recursos, não mais por agrupamentos de competências, mas pelas missões que têm a cumprir. O segundo benefício está relacionado aos planejamentos cíclicos. Planos anuais são baseados em estimativas, com premissas e restrições identificadas no momento do planejamento. Sabe-se bem que boa parte das premissas não são cumpridas ao longo do ano, seja por mudanças no mercado, rotatividade de pessoas, falta de recursos financeiros etc. Planejamentos mais abrangentes, executados em ciclos curtos, permitem uma melhor adaptação às mudanças de rumo frente às oscilações internas e externas. O terceiro ganho é transformar a cultura da estimativa na cultura do resultado. Substituir estimativas por resultados requer a percepção de que o tempo é uma medida inexata. Usar escalas proporcionais, como a sequência de Fibonacci, para estimar o trabalho aumenta a acurácia e reduz o tempo de planejamento, permitindo que a empresa se adapte às mudanças com maior facilidade. Qual o ROI dos métodos ágeis? O ROI (return of investment) é uma medida que aufere a efetividade de um investimento, através da relação entre o retorno obtido e o valor investido ao longo do tempo. Segundo Rico, deve-se
  3. 3. considerar a proporção de projetos que utilizam método ágeis versus tradicionais e observar custos, prazo, produtividade, qualidade e satisfação do cliente. Em seus estudos, aponta referências de ganhos entre 38-100% em prazo, 25-80% em produtividade, 83% em satisfação do cliente e 74% na moral da equipe. Medir o ROI dos métodos ágeis não é algo trivial. Em projetos de escopo aberto, tempo e custos fixos (Rodrigues, 2016), as habilidades de priorizar o valor de negócio e fazer entregas contínuas são diferenciais que viabilizam o autofinanciamento dos projetos. Acima de tudo, deve-se refletir sobre como se quer reagir às disrupções tecnológicas. Para uma empresa contemporânea, é imprescindível manter seus produtos e serviços atualizados frente aos concorrentes e às novas tecnologias. Uma oportunidade não aproveitada ou a entrada tardia num novo mercado só serão percebidas na P&L, quando as perdas talvez sejam irreversíveis. Assim sendo, em vez de fazer contas para medir o retorno sobre o valor investido, melhor acompanhar o marketshare e ficar atento às potenciais disrupções que possam alavancar ou remodelar o mercado de atuação e, para isso, nada mais coerente que manter estruturas flexíveis, modelos de trabalhos ágeis e o foco em resultados. Eli Rodrigues Gerente Digital Experience everis Referências • Agile Manifesto website. Manifesto ágil. 2009. • ARIELY, Dan. Previsivelmente irracional. Editora Campus, 2008. • BASTOS, Ercília. O que é a curva de aprendizagem?. Portal Gestão, 2015. • COOPER, Sean. Whatever happened to Netscape?. Engadget, 2014. • GROSSMAN, Rhys. The industries that are being disrupted the most by digital. HBR, 2016. • HARTMANS, Avery. 15 fascinating facts you probably didn’t know about Amazon. Business Insider, 2017. • HUNG, Dennis. 5 major tech companies that failed and why. Innovation enterprise, 2017. • MERIGO, Carlos. Como a Netflix destruiu a Blockbuster. B9, 2011. • MULLINS, Jenna. This is how Facebook has changed over the past 12 years. ENews, 2016. • THANGAVELU, Poonkulali. Companies that went bankrupt from innovation lag. Investopedia. 2001. • SATELL, Greg. A look back at why blockbuster really failed and why it didn’t have to. Forbes, 2014. • LOOMER, Jon. Detailed history of Facebook changes 2004-12. Jon Loomer, 2012. • McALONE, Nathan. Netflix’s website in 1999 looked nothing like it does today. Business Insider, 2016. • MUI, Chunka. How Kodak failed. Forbes, 2012. • ORIBE, Claudemir. PDCA: origem, conceitos e variantes dessa ideia de 70 anos. Qualypro, 2009. • SILVERTHORNE, Sean. How technological disruption changes everything. HBS, 2001. • PMI, Um guia do conhecimento em gerenciamento de Projetos. Guia PMBOK® 5ª ed. Project Management Institute, 2013. • RICO, David. What is the ROI of Agile vs. Traditional Methods?. Davidfrico.com.
  4. 4. • RICO, David. What is the return of investiment of agile methods?. Research Gate, 2017. • RODRIGUES, Eli. Posso derivar story points em horas?. Gestão de Projetos na prática, 2017. • RODRIGUES, Eli. Como a conformidade social pode afetar os negócios. Gestão de Projetos na prática, 2016. • Rodrigues, Eli. Escopo variável, tempo e custos fixos. Gestão de Projetos na prática, 2016. • Vocoli. 10 companies that failed to innovate and what happened to them. Vocoli, 2014.

×