Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
 
Era uma vez um rapaz que vivia numa casa branca.  À volta da casa havia duas árvores, uma nogueira e um castanheiro.  O ra...
O menino gostava tanto de estar ao pé do rio que à noite  deitava-se na areia a ver as estrelas.
- Olá, tu vives aqui? - Vi-vi-vo. - respondeu o rapaz atrapalhado. Um dia o rapaz foi dar um passeio pelo rio, ouviu um ba...
O peixe respondeu: - Eu tive um dono que falava muitas vezes comigo, ele dava-me muita comida. Eu fui crescendo e já não c...
-  Sim, apetecia-me mesmo ir, sabes sempre tudo o que eu quero! E durante todo o Verão mergulharam e divertiram-se no rio....
Uma noite o menino saiu da cama para ir beber água e ouviu uma conversa dos pais. A mãe do menino dizia que tinha visto um...
-É melhor ires-te embora. -Até algum dia. - disseram um ao outro a chorar. O menino foi contar tudo à carpa e disse-lhe:
O menino abraçou a sua amiga e ficaram os dois muito felizes novamente. Finalmente, um dia, a carpa voltou com muitas lata...
- Não teria conseguido sem a ajuda de duas raposas, ajudaram-me a puxar a rede com todas as latas de um pequeno barco de m...
O menino colocou esta placa perto do rio.
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

O Segredo Do Rio

29.895 Aufrufe

Veröffentlicht am

Uma história...um segredo...um menino e um rio!

Veröffentlicht in: Bildung, Sport, Technologie
  • Als Erste(r) kommentieren

O Segredo Do Rio

  1. 2. Era uma vez um rapaz que vivia numa casa branca. À volta da casa havia duas árvores, uma nogueira e um castanheiro. O rapaz no Verão ia para o rio que ficava perto de casa.
  2. 3. O menino gostava tanto de estar ao pé do rio que à noite deitava-se na areia a ver as estrelas.
  3. 4. - Olá, tu vives aqui? - Vi-vi-vo. - respondeu o rapaz atrapalhado. Um dia o rapaz foi dar um passeio pelo rio, ouviu um barulho e ficou cheio de medo quando viu que era uma carpa. Ela falava e depois perguntou-lhe:
  4. 5. O peixe respondeu: - Eu tive um dono que falava muitas vezes comigo, ele dava-me muita comida. Eu fui crescendo e já não cabia no aquário onde ele me pôs por isso tive de me ir embora. Depois eles falaram um com o outro : - Como é que falas a língua das pessoas? perguntou o menino.
  5. 6. - Sim, apetecia-me mesmo ir, sabes sempre tudo o que eu quero! E durante todo o Verão mergulharam e divertiram-se no rio. No Verão o peixe perguntou-lhe: -Queres dar uns mergulhos no rio?
  6. 7. Uma noite o menino saiu da cama para ir beber água e ouviu uma conversa dos pais. A mãe do menino dizia que tinha visto um peixe grande no rio e mandou o pai do menino ir pescar aquele peixe. Chegou o Inverno e só havia sol, nem uma gota de chuva. As culturas precisavam de chuva para crescer e as árvores para darem frutos.
  7. 8. -É melhor ires-te embora. -Até algum dia. - disseram um ao outro a chorar. O menino foi contar tudo à carpa e disse-lhe:
  8. 9. O menino abraçou a sua amiga e ficaram os dois muito felizes novamente. Finalmente, um dia, a carpa voltou com muitas latas de comida para a família do menino.
  9. 10. - Não teria conseguido sem a ajuda de duas raposas, ajudaram-me a puxar a rede com todas as latas de um pequeno barco de marinheiros, eu fiz isto por ti. A carpa contou como conseguiu trazer a comida:
  10. 11. O menino colocou esta placa perto do rio.

×