Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Propedêutica pulmonar

  • Loggen Sie sich ein, um Kommentare anzuzeigen.

Propedêutica pulmonar

  1. 1. PROPEDÊUTICA PULMONAR
  2. 2.  DIVISÕES DO TÓRAX: a) Anterior: Linhas esternal, hemi- claviculares. Regiões esternal, paraesternal, supra ou infra-mamária, supra ou infra-clavicular. b) Lateral: Linha axilar anterior, média e posterior ou face lateral inferior, média e superior.
  3. 3. c) Posterior: Linha vertebral ou escapular; supra ou infra-escapular. Regiões vertebral,inter-escápulo-vertebral,supra ou infra-escapular
  4. 4. PROPEDÊUTICA PULMONAR 1) INSPEÇÃO ESTÁTICA 2) INSPEÇÃO DINÂMICA 3) PALPAÇÃO 4) PERCUSSÃO 5) AUSCULTA
  5. 5. INSPEÇÃO ESTÁTICAÉ como se estivéssemos vendo o paciente numa fotografia.Observar: a) Alterações cutâneas ou de pilificação.b)Tipo físico (Ângulo de Charpy).c) Forma do tórax: Normal, tonel, raquítico, pirifome, pectusescavatum, pectus carinatum, cifo-escoliose, retrações fixas(atelectasias, fibroses, etc) ou abaulamentos patológicos fixos(Tumores, fraturas, etc).
  6. 6. Pectus escavatum
  7. 7. Pectus carinatum Fratura de esterno
  8. 8. Escoliose Cifose/ Lordose
  9. 9. Tórax em tonel
  10. 10. INSPEÇÃO DINÂMICA 1) Tipo Respiratório: Masculino (Tóraco- abdominal) e feminino (Torácica) 2) Frequência Respiratória: 16 a 20 rpm. 3) Ritmo respiratório: Eupnéia, dispnéia, taquipnéia, bradipnéia, polipnéia, hiperpnéia, dispnéia de decúbito, trepopnéia, apnéia, Kussmaul, Cheyne- Stokes, Biot. 4) Retrações ou abaulamentos respiratórios: Ex: Tiragens, sinal de Lemos Torres, etc.
  11. 11. PALPAÇÃO 1) Elasticidade 2) Expansibilidade:Superior, medial, inferior, lateral e anterior.
  12. 12. PALPAÇÃO FRÊMITOS 1) Tóraco-vocal: Transmissão do som (33). Os sons se alteram quando passam por diferentes estruturas. Mais homogêneos (grandes cavitações e condensações periféricas). Menos homogêneos ( Derrames pleurais, atelectasias, pneumotórax, enfisema). 2) Brônquico: Secreção em brônquios. 3) Pleural: Presença de inflamação pleural.
  13. 13. Diferenças entre frêmitos brônquico e pleural Frêmito Brônquico  Frêmito Pleural Qualquer lugar do tórax  Face antero-lateral Muda com a tosse  Não muda com a tosse Indolor  Doloroso Aparece na ins e expiração  Aparece no final da inspiração
  14. 14. PERCUSSÃO 1) Som Claro Pulmonar 2) Som Sub-Maciço 3) Som Maciço 4) Som Hiper-sonoro 5) Som Timpânico Obs: Sinal de Signorelli (Derrame Pleural)
  15. 15. Percussão
  16. 16. Percussão bilateral
  17. 17. AUSCULTA PULMONARCOMO SEGURAR O ESTETOSCÓPIO?
  18. 18. AUSCULTA
  19. 19. Respiração Traqueo-brônquica
  20. 20. Respiração Bronco-Vesicular
  21. 21. Murmúrio Vesicular
  22. 22. Murmúrio Vesicular Murmúrio Vesicular a) MV normal b) MV aumentado (Discutível). c) MV diminuído (Pneumopatias ou situações que atrapalhem a transmissão do som)
  23. 23. RUÍDOS ADVENTÍCIOS I) ESTERTORES SECOS: a) Roncos: Presença de secreção em brônquios. Na palpação, correspondem ao frêmito brônquico. Aparecem na ins e expiração. b) Sibilos: Obstrução parcial de brônquios, geralmente os pequenos brônquios. Podem aparecer na ins, expiração ou em ambas. Também são conhecidos como chiado.
  24. 24. RUÍDOS ADVENTÍCIOS II) ESTERTORES ÚMIDOS: a) Estertores Crepitantes: Presentes apenas na inspiração. Indica secreção ou líquido nos alvéolos. São homogêneos. b) Estertores Sub-Crepitantes: Presentes na ins e expiração. Indica secreção ou líquido em pequenos brônquios e bronquíolos. Também são conhecidos como estertores bolhosos (Pequenas, médias e grossas bolhas).
  25. 25. ATRITO PLEURAL É a expressão auscultatória do frêmito pleural. Tem diagnóstico diferencial com estertor crepitante. É mais comum nas regiões laterais do tórax. Comumente se acompanha de dor.
  26. 26. AUSCULTA DA VOZ 1) Broncofonia normal. 2) Broncofonia diminuída (Pneumotórax, derrame pleural, massas, enfisema, etc). 3) Broncofonia aumentada ( Grandes condensações e cavitações periféricas). 4) Pectorilóquia Fônica: Nitidez na ausculta da voz. Condensação ou cavitação. 5) Pectorilóquia Áfona: Nitidez na voz cochichada. 6) Egofonia: Voz anasalada. Presente no limite superior do derrame pleural

×