Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Peste Negra

196 Aufrufe

Veröffentlicht am

Peste Negra e a arte

Veröffentlicht in: Bildung
  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Peste Negra

  1. 1. M4 A cultura da Catedral – As Cidades e Deus HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES CURSOS PROFISSIONAIS: ARTES DO ESPETÁCULO – INTERPRETAÇÃO INTÉRPRETES DE DANÇA CONTEMPORÂNEA A CULTURA DA CATEDRAL PESTE NEGRA 1
  2. 2. M4 - A cultura da Catedral Peste Negra 2 “DA GUERRA, DA PESTE E DA FOME, LIVRA-NOS, SENHOR.” ORAÇÃO MEDIEVAL
  3. 3. A CRISE DO SÉCULO XIV A Europa no século XIV Zonas devastadas nos séculos XIV e XV Revoltas urbanas de 1300 a 1450 Revoltas rurais de 1300 a 1450 Guerras Peste negra 1346 1347 1348 1349 1350 1351 1352 Percurso da Peste Negra Gand Florença Paris Marselha Barcelona Córdova Lisboa Londres
  4. 4. A CRISE DO SÉCULO XIV A Europa no século XIV Zonas devastadas nos séculos XIV e XV Revoltas urbanas de 1300 a 1450 Revoltas rurais de 1300 a 1450 Guerras Peste negra 1346 1347 1348 1349 1350 1351 1352 Percurso da Peste Negra Guerra dos Cem Anos Gand Florença Paris Marselha Barcelona Córdova Lisboa Londres
  5. 5. A CRISE DO SÉCULO XIV A Europa no século XIV Zonas devastadas nos séculos XIV e XV Revoltas urbanas de 1300 a 1450 Revoltas rurais de 1300 a 1450 Guerras Peste negra 1346 1347 1348 1349 1350 1351 1352 Percurso da Peste Negra Guerra dos Cem Anos Gand Florença Paris Marselha Barcelona Córdova Lisboa Londres
  6. 6. A CRISE DO SÉCULO XIV A escassez de matérias-primas e de mão de obra incentivou a expansão territorial da Europa. O século XIV Fomes Pestes Guerras Originam Quebra demográfica Conflitos sociais Problemas económicos
  7. 7. M4 - A cultura da Catedral Peste Negra 7 Mudanças climáticas (a temperatura média baixou, as chuvas aumentaram, os glaciares da Gronelândia avançaram…). Esgotamento dos solos. As chuvas e o frio faziam apodrecer as sementes e as colheitas perdiam-se. As fomes e as doenças que se lhes seguiam deixavam um rasto de miséria e de morte… A FOME
  8. 8. A CRISE DO SÉCULO XIV As revoltas rurais e urbanas surgiram na sequência: • do aumento das rendas e dos impostos feito pelos senhores das terras; • da criação de leis que proibiam a fuga dos camponeses para as cidades; • do aumento da repressão para reforçar a autoridade dos senhores. Revoltas rurais e urbanas Revoltas populares.
  9. 9. A CRISE DO SÉCULO XIV Consequências das guerras: • destruição das culturas – diminuição da produção (fomes, aumento dos preços); • elevada mortalidade – falta de mão de obra; • as rotas comerciais são afetadas pelos ataques dos salteadores; • desvalorização da moeda. Guerras Guerras Fernandinas – Batalha de Aljubarrota. Guerra dos Cem Anos.
  10. 10. A CRISE DO SÉCULO XIV Consequências da Peste Negra: • elevada mortalidade; • abandono dos campos; • falta de mão de obra. Evolução da população europeia entre os séculos XIII e XIV. Peste Negra A Peste Negra atingia todos os grupos sociais e foi responsável por uma elevada mortalidade na Europa.
  11. 11. M4 - A cultura da Catedral Peste Negra 11 Contágio forte Feito por pulgas ou mordidela de ratos. Matava em 3 a 4 dias. https://bit.ly/2JwARsU consultado a 8/4/2018
  12. 12. M4 - A cultura da Catedral Peste Negra 12 Crise demográfica, social, política, económica, cultural…
  13. 13. M4 - A cultura da Catedral Peste Negra 13 Protegia-se usando luvas, uma túnica e uma máscara em forma de bico de pássaro, onde acumulavam ervas aromáticas com o objetivo de filtrar o ar, sem sucesso, pois desconheciam que a transmissão da doença se fazia pela picada da pulga e pelo ar respirável. O mal estava na ausência de higiene individual e coletiva, nos homens, infestados de pulgas; nos dejetos acumulados nas ruas; no vestuário de lã raramente mudado... Traje do médico https://bit.ly/2GLpzPB, consultado a 8/4/2018
  14. 14. M4 - A cultura da Catedral Peste Negra 14 Encontrar culpados, expirar as culpas – crise coletiva de mentalidades e de valores Perseguições aos judeus e leprosos vistos como causadores das desgraças. Procissões coletivas de flagelantes. Medo da morte. Refúgio nos prazeres. Ociosidade Vadiagem. Marginalidade. Cultos satânicos. https://bit.ly/2IFrLsC , consultado a 8/4/2018
  15. 15. M4 - A cultura da Catedral Peste Negra 15 Os terríveis acontecimentos do século XIV fizeram da morte uma presença constante e a sua representação multiplicou- se em inúmeras “danças macabras”. Nunca, como no fim da Idade Média, a morte e a sua inevitabilidade povoou tanto o pensamento dos vivos. https://bit.ly/2GIWQPg, consultado a 8/4/2018 Dança Macabra Crise demográfica, social, política, económica, cultural…
  16. 16. M4 - A cultura da Catedral Peste Negra 16 https://bit.ly/2GHYykf, consultado a 8/4/2018 Dança Macabra Hans Holbein – xilogravura – Dança Macabra A morte está vestida de bobo da corte. Numa grande ironia a morte se aproxima da rainha como se fosse seu divertido amante, mas, nesse caso, só quem se diverte é o esqueleto. No braço esquerdo da morte, vemos a ampulheta. De nada adianta a resistência e a ajuda dos que estão ao seu redor porque a hora da rainha chegou e é a morte que carrega o tempo dela em suas mãos. A MORTE CHEGA PARA TODOS!
  17. 17. M4 - A cultura da Catedral Peste Negra 17https://bit.ly/2GHYykf, consultado a 8/4/2018 Dança Macabra Holbein, Hans. “The Dance of Death.” Woodcut, before 1538. Facsimile, London, 1892. Aqui a morte entra na casa de uma camponesa e leva um de seus filhos. Mais uma vez a ampulheta aparece, (canto inferior direito). A MORTE CHEGA PARA TODAS AS IDADES!
  18. 18. M4 - A cultura da Catedral Peste Negra 18 https://bit.ly/2GHYykf, consultado a 8/4/2018 Dança Macabra Autor não identificado O padre e o camponês são levados pelos esqueletos. Não importa a que camada pertencemos, a morte chega! A MORTE CHEGA PARA RICOS E POBRES.
  19. 19. M4 - A cultura da Catedral Peste Negra 19 Arte e Peste A morte torna-se um dos temas prediletos de artistas e poetas https://bit.ly/2IFrLsC, consultado a 8/4/2018 AFRESCO DO SÉCULO XIV
  20. 20. M4 - A cultura da Catedral Peste Negra 20 Pieter Bruegel, O triunfo da morte, 1562, Museu do Prado, óleo sobre madeira, 117 x 162 cm https://bit.ly/2HnMt0J, consultado a 8/4/2018
  21. 21. HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES CURSOS PROFISSIONAIS: ARTES DO ESPETÁCULO E DANÇA CONTEMPORÂNEA A CULTURA DA CATEDRAL A Peste Negra 21 Professora Cristina Barcoso Lourenço maria.barcoso@agr-tc.pt historia.cultura.artes.faro@gmail.com FB: https://www.facebook.com/HCA.AETC/ Consultas: Powerpoint da Areal Editores https://pt.slideshare.net/RicardoPinto20/causas-gerais-e-caracterizao-da-crise-do-sc- xiv?qid=4994f7c1-2ca0-4697-9d68-347a8716aebf&v=&b=&from_search=37 M4 A cultura da Catedral – As Cidades e Deus

×