Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Literatura - Barroco

42.011 Aufrufe

Veröffentlicht am

Veröffentlicht in: Bildung, Technologie, Unterhaltung & Humor

Literatura - Barroco

  1. 1. O Barroco no Brasil Professora: Maria Cristina A. Biagio
  2. 2. Início do Barroco no Brasil Século XVII – Bahia – 1601. Publicação de Prosopopéia, de Bento Teixeira. Além da literatura, manifestou-se também nas artes plásticas e na arquitetura, principalmente pela obra de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho.
  3. 3. A Palavra Barroco A origem da palavra barroco é controvertida. Alguns etimologistas afirmam que está ligada a um processo mnemônico (relativo à memória), enquanto outros afirmam que designaria um tipo de pérola de formato irregular – a pérola barroca.
  4. 4. Como forma de arte O Barroco designa um estilo artístico (pictórico, escultórico, arquitetônico etc.) que predominou no século XVII, principalmente, na Europa, mas também em países da América, entre eles o Brasil, disseminado, entre outros artistas, pelo celebrado Aleijadinho (Antônio Francisco Lisboa, 1738-1814). Como estilo, o Barroco define-se pela busca de um equilíbrio entre os diversos componentes da composição, onde as partes não são perfeitas em si, como no Renascimento, mas adquirem harmonia pela sua relação dinâmica. O Barroco é a arte da harmonia intensa, por vezes dramática, onde o contraste é predominante.
  5. 5. Vida Social no Brasil A vida social girava em torno dos engenhos ou das grandes propriedades rurais e fazendas; A dualidade era constante: a busca pelo modelo de civilização européia convivia com a escravidão e a distância moral da igreja católica; Eram raras as mulheres alfabetizadas. As meninas aprendiam a costurar, bordar e outros ofícios “exclusivamente femininos”.
  6. 6. Características do barroco literário 1. Cultismo:  Exagero de idéias;  Complexidade de sentimentos;  Abundância de figuras de linguagem. 2. Conceptismo:  Valorização da forma, do conteúdo;  Linguagem rebuscada;  Sensualidade.
  7. 7. 3. Exagero • Como reflexo do dilema o poeta exagera, rebusca, dramatiza seus sentimentos. 4. Contraste: • luz x sombra; • claro x escuro; • terreno x espiritualidade (Carpe Diem); • Efêmero x duradouro.
  8. 8. Principais autores: Gregório de Matos Guerra – é considerado o primeiro poeta brasileiro – por suas manifestações satíricas sobre a Metrópole, Portugal, sobre mulheres, religiosos e governantes, ficou conhecido como o “Boca do Inferno” - ninguém escapava de suas críticas.
  9. 9. Padre Antônio Vieira Tornou-se notável pela qualidade dos seus sermões, nos quais abordava assuntos morais, filosóficos, sociais e políticos, posicionando-se contra a corrupção, a ganância , a injustiça e a escravidão.
  10. 10. O Barroco e as outras formas de arte Pintura - Caravaggio Escultura - Aleijadinho Arquitetura - Aleijadinho Música - Se nas artes plásticas o século XVII tem Rembrandt, El Greco, Vermeer, Velazquez e Caravaggio, se a literatura nos dá Cervantes, Shakespeare, Moliére, Racine, Calderón de la Barca, a música deu poucas obras-primas de experimentadores como Monteverde, Schuetz e Purcell.
  11. 11. As figuras parecem emergir das sombras, é visível o sofrimento no semblante das pessoas. A deposição de Cristo, pintura de Caravaggio
  12. 12. Arquitetura e Escultura - Aleijadinho
  13. 13.  "Incêndio em mares de água disfarçado! Rio de neve em fogo convertido!" (Gregório de Matos) Tanto na imagem ao lado quanto na frase de Gregório de Matos, encontramos contraste - no caso da foto - a vida e a morte, no poema, o paradoxo dos versos. Autoria desconhecida

×