Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Pobreza e exclusão

  • Loggen Sie sich ein, um Kommentare anzuzeigen.

Pobreza e exclusão

  1. 1. Pobreza e exclusão<br />Roberto Mosca Junior.<br />
  2. 2. Introdução<br />Sociedades igualitárias: Pessoas desfrutando de maneira semelhante os bens e as oportunidades.<br />Distinção e descriminação entre grupos sociais(sociedade de castas, estamentos e classes)<br />Sociedades mais homogêneas existiam diferenças de sexo e idade.<br />Sociedades complexas diferença no acesso ao poder de decisão e a liberdade.<br />
  3. 3. Introdução<br />Patriarcado: Poder do homem sobre a família e seus bens.<br />Igualdade é uma utopia, um ideal ainda não vivido pela humanidade.<br />Os grupos sociais podem se diferenciar por : etnia, nacionalidade, religião, profissão e, de forma mais acentuada, por classe social.<br />
  4. 4. Desigualdade e pobreza<br />Antiguidade e diferentes formas de discriminação e distribuição desigual de bens.<br />Grupos inconciliáveis (castas indianas)<br />Por que hoje a pobreza se torna pouco aceitável?<br />O conceito de humanidade, ou seja, que fazemos parte de uma totalidade.<br />Igualdade = universalismo católico + princípios democráticos de organização política.<br />
  5. 5. Desigualdade e pobreza<br />Desigualdades estão cada vez mais perceptíveis.<br />Homens têm os mesmos direitos e são iguais perante a lei.<br />Dificuldade de de justificar as diferenças sociais.<br />Modernidade e progresso, evolução e indústria cultural. (final feliz!?)<br />
  6. 6. Desigualdade e pobreza<br />Contradição<br />Na sociedade moderna desigualdade assume o caráter de privilégios de alguns e de injustiça de outros. <br />
  7. 7. Pobreza e abundância<br />Indústria de massa. <br />Pobreza e apelo ao consumo.<br />Distância entre ricos e pobres se acirra e fica inaceitável.<br />Anacronismo das mercadorias.<br />Identidade transformada. (terra x mercadoria)<br />Status e poder domínio de informações.<br />Consumo ostentatório<br />
  8. 8. Consumo ostentatório<br />
  9. 9. A pobreza relativa<br />Índices<br />Analfabetismo<br />Dívida externa<br />Renda per capita<br />Produto interno bruto<br />IDH (índice de desenvolvimento humano)<br />
  10. 10. A pobreza relativa<br />A pobreza deixa de ser uma característica abstrata e ou um conceito para se tornar uma grandeza.<br />Tornou-se pública, patente e estigmatizada.<br />Produção de massa e signos da modernidade.<br />Celular, dvd etc.<br />
  11. 11. Estado de carência múltipla<br />John Frideman e LeonieSandrecock.<br />Despossesão social<br />Despossessão política<br />Despossessão psicológica<br />
  12. 12. A responsabilidade do sistema.<br />Malthus e Ricardo.<br />Marx e o manifesto<br />Alfred Marshall.<br />Abundância e escassez.<br />
  13. 13. O Peso do fator biológico<br />“Curva do sino”<br />Pobreza dos negros seria atribuída a inferioridade mental e origem genética.<br />Etnocentrismo e eurocentrismo.<br />Nanismo no nordeste brasileiro.<br />
  14. 14. A pobreza crescente e incômoda.<br />Ineficiência do Estado<br />Os pobres são dois terços da população do terceiro mundo.<br />Marginalização da pobreza.<br />
  15. 15. A pobreza crescente e incômoda.<br />
  16. 16. Urbanização e criminalidade<br />Centros urbanos e migração.<br />Perfil social dos criminosos.<br />“Suspeita sistemática”<br />Paulo Sérgio Pinheiro<br />População pobre e estigmatizada.<br />Punição e prática policial preconceituosa.<br />
  17. 17. O Estigma da pobreza<br />O perigo da convulsão social.<br />Guerra civil nas grandes cidades.<br />Cultura da pobreza vs estratégias de defesa e sobrevivência.<br />
  18. 18. Respostas a condição sociais estabelecidas<br />
  19. 19. Um exército indústrial de reserva.<br />Trabalho e capital<br />Conflito e mobilização<br />Marginalizados = operários<br />“Dumping social” = rebaixamento da mão de obra.<br />Trabalhadores desqualificados.<br />Desemprego estrutural.<br />

×