Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
1 – RELATÓRIO PSICOLÓGICO , enviado à SAS do 1ºBBM . . . ( após meu retorno de férias )

A principio não EU não era favor ...
2 - De posse do relatório médico /psicológico . . .

 _ Fiz um documento , ao meu CMT de CIA , que ao está à par da minha ...
3 _ Após espera de quase um mês , da referida transferência . . .

_ Ao aguardar os trâmites administrativos , o qual sabe...
4 – Cópia do e-mail enviado ao Coronel Vinícios ( diretor de saúde ) * Onde a Cap Andréia minha psicóloga ,
intercede e re...
_ Tanto a Maj Graça quanto a Cap Rugani acompanham o caso, bem como a Ten PM Psiq Ana Luiza.

O quadro do CB Wesley já osc...
Relatório
Relatório
Relatório
Relatório
Relatório
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Relatório

6.572 Aufrufe

Veröffentlicht am

  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Relatório

  1. 1. 1 – RELATÓRIO PSICOLÓGICO , enviado à SAS do 1ºBBM . . . ( após meu retorno de férias ) A principio não EU não era favor da minha transferência de unidade , mas seguindo orientações da “ EQUIPE MÉDICA” que acompanha meu quadro clínico , e principalamente da minha psicóloga CAP ANDRÉIA realmente , por uma atitude sensata , decidi que seria conivente esta transferência , tanto , em prol do meu quadro psicoemocional , quanto para minha carreira bombeiro militar.
  2. 2. 2 - De posse do relatório médico /psicológico . . . _ Fiz um documento , ao meu CMT de CIA , que ao está à par da minha situação ; fez – me a gentileza de endossar positivamente o meu pedido ao comando do 1º BBM que por sua vez , de imediato ratificou a minha transferência , encaminhando esta documentação ao COB - Comando Operacional de Bombeiros em 16 de agosto de 2010 . . . _ Segue abaixo documento “ Solicitação de transferência de unidade ” , com os despachos do Capitão AQUINO , CMT da 1ª Cia BM e do Ten Cel MIGUEL NOVAIS , comandante do 1º BBM .
  3. 3. 3 _ Após espera de quase um mês , da referida transferência . . . _ Ao aguardar os trâmites administrativos , o qual sabemos que não seria de “ um dia para o outro ” , procurei esperar com paciência , a publicação em “ BGBM ” , digo , o ato de transferência de unidade BM . _ Só que , em meio a este período , pude discernir que à cada semana que passa , a cada dia que trabalho no 1º BBM , devido a várias especulações e retaliações por parte de alguns BMS desta unidade , em relação à sindicâncias/processos administrativos , infelizmente , voltei a sentir algumas queixas somáticas devido ao meu quadro clínico . . _ Percebendo uma certa reagudização em meu estado psicoemocional , relatava os fatos para minha psicóloga Capitã ANDRÉIA , e confessei - lhe que , sinceramente falando , que não sabia até quando EU suportaria ou conseguirei gerenciar estes conflitos no 1º BBM . _ E em 13 de agosto de 2010 , na consulta psicológica relatei mais uma vez estas questões , a capitã ANDRÉIA , que em parceria com médica da SAS/1ºBBM , digo , a capitã RUGANI , pela segunda vez emitiram um relatório médico/psicológico , ao comandante do 1ºBBM , que acatando o parecer do relatório médico , mais uma vez o Ten Cel MIGUEL NOVAIS , encaminhou novo pedido de transferência a meu favor , desta vez , diretamente ao CHEFE do ESTADO MAIOR do CBMMG . ( Segue abaixo : RELATÓRIO /SOLICITAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA )
  4. 4. 4 – Cópia do e-mail enviado ao Coronel Vinícios ( diretor de saúde ) * Onde a Cap Andréia minha psicóloga , intercede e relata sobre o meu quadro clínico , a este diretor de saúde . Prezado Cel Vinícius, Conforme conversamos por telefone, encaminho neste e-mail , uma memória sobre a situação do CB Wesley (que nos lê em cópia) ratificando o apelo para que interfira junto ao Sr Cel COB no sentido de agilizar a solução da movimentaçao do militar em questão. Estou encaminhando este relato em cópia para o CB Wesley, para que ele tenha conhecimento das informações que estou repassando ao Sr (autoriada verbalmente por ele), garantindo assim uma conduta transparente que preserva o sigilo sobre sua condição clínica, revelando somente as informações necessária para a intervenção requerida no caso, conforme requer o Código de Ética do Psicólogo. _ O CB Wesley (119.092-5) é funcionário do 1º BBM, onde trabalhava como rádio-operador. Foi retirado dessa função por motivos que ele questiona em procedimento administrativo que ainda está em andamento e o militar vem tendo graves problemas de relacionamento interpessoal em seu setor de trabalho. Comecei a atendê-lo em fevereiro de 2010, quando encontrava-se em quadro agudo, compatível com o CID F 43 - Transtorno de adaptação. Em virtude da intensidade de seu quadro foi afastado do trabalho por 15 dias . _ Finda essa licença, por manter sofrimento significativo relacionado com o ambiente de trabalho, sugeri a concessão de 30 dias de dispensa, mas o militar julgou melhor solicitar o gozo de 30 dias de férias prêmio, sendo atendido por seu comandante de Companhia. Findas as férias, ainda sem condições de retomar suas atividades, sugeri novo afastamento (totalizando 30 dias concedidos em intervalos de 7 e 15 dias a cada vez). Após esse período, o CB Wesley conversou com seu comandante e entrou em gozo de novo período de férias (prêmio e anuais). Retornou das férias em agosto e com relatório psicológico em mãos , recomendando afastamento da atividade operacional e sugerindo sua movimentação da unidade em virtude da natureza de seu problema (dificuldades de relacionamento com colegas daquela unidade).O militar conversou com seu comandante e formalizou seu pedido de transferência. Segundo informações do CB Wesley, o comandante de sua unidade o liberou e encaminhou o pedido para o COB e, passados 30 dias, ainda não há solução. Gostaria de ratificar que, desde o início de seu acompanhamento, o CB Wesley comparece a todos atendimentos agendados , sendo esses semanais ou , por vezes, mais de uma vez na semana; além de manter acompanhamento psiquiátrico na CLIPPS desde março de 2010. _ É importante ressaltar que o militar reside em Santa Luzia e desloca-se até o CEBOM em Contagem para ser atendido. _ Atualmente encontra-se em uso de psicofármacos, e está dispensado dos itens de I a XV, XXIV, XXV, do uso e manuseio de armamento, de serviço noturno, e de fardamento externo à unidade.
  5. 5. _ Tanto a Maj Graça quanto a Cap Rugani acompanham o caso, bem como a Ten PM Psiq Ana Luiza. O quadro do CB Wesley já oscilou bastante, com momentos de franca descompensação, exacerbação da crítica, instabilidade emocional e da agressividade, além de desorganização do pensamento e dos julgamentos. _ Atualmente, mantém-se controlado e estável,contudo tenho observado aumento da irritabilidade e da labilidade emocional decorrente da indefinição de sua situação funcional. _ Por toda essa evolução relatada, julgo ser fundamental um ágil solução da situação funcional do CB Wesley visando prevenir nova descompensação do militar, favorecendo a manutenção da boa evolução clínica que conseguimos até o momento, bem como para facilitar sua recuperação e reintegração laboral. Coloco-me à disposição para maiores esclarecimentos. Att Andréia Batista, Cap BM QOS Psicologa do CEBOM

×