Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Kenneth e. hagin o espírito dentro de nós e o espírito sobre nós 2.annotated

12.711 Aufrufe

Veröffentlicht am

livro muito bom

Veröffentlicht in: Wirtschaft & Finanzen

Kenneth e. hagin o espírito dentro de nós e o espírito sobre nós 2.annotated

  1. 1. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Kenneth E. Hagin
  2. 2. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós KENNETH E. HAGIN O ESPÍRITO DENTRO DE NÓS E O ESPÍRITO SOBRE NÓS Kenneth E. Hagin
  3. 3. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Digitalizado por: Emanuel Banner Revisado por: Cristãos Anônimos Nossos e-books são disponibilizados gratuitamente, com a única finalidade de oferecer leitura edificante a todos aqueles que não tem condições econômicas para comprar. Se você é financeiramente privilegiado, então utilize este e- book apenas para avaliação, e, se gostar, abençoe o autor e a editora adquirindo os livros. Kenneth E. Hagin
  4. 4. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós SUMÁRIO A DUPLA OBRA DO ESPÍRITO SANTO............................................................................................4 O ESPÍRITO NO INTERIOR: O ESPÍRITO SANTO ...........................................................................11 E O NOVO NASCIMENTO............................................................................................................11 ANDANDO NO ESPÍRITO.............................................................................................................21 A IMPORTÂNCIA DO ANDAR EM AMOR.....................................................................................28 AMOR: O MELHOR CAMINHO....................................................................................................38 CRESCENDO PARA A PERFEIÇÃO................................................................................................48 CAPÍTULO 7................................................................................................................................57 UM CHAMADO SOBRENATURAL................................................................................................57 AVENTURAS COM O ESPÍRITO SANTO........................................................................................68 UMA DIMENSÃO MAIS PROFUNDA............................................................................................74 TESTEMUNHANDO PARA A SUA FAMÍLIA A RESPEITO DO BATISMO NO ESPÍRITO SANTO........81 O LUGAR DA HABITAÇÃO DO ESPÍRITO......................................................................................88 A IGREJA COMO TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO..........................................................................94 DEUS HABITA NOS LOUVORES DO SEU POVO..........................................................................102 CAPÍTULO 1 A DUPLA OBRA DO ESPÍRITO SANTO Existe outra experiência que o cristão precisa viver, seguida da experiência do Novo Nascimento. Depois que uma pessoa aceita a Jesus Cristo, como seu Salvador, e é batizada no Corpo de Cristo, como um membro da família de Deus, outra experiência o aguarda. Algo que irá trazê-lo para um nível mais profundo em seu relacionamento com Deus, uma dimensão espiritual mais profunda. Há muita confusão a respeito dessa experiência, no meio cristão, a qual teólogos e líderes de igrejas tem debatido por séculos. Eu mesmo já cri que a obra do Espírito Santo encerrava-se quando uma pessoa era batizada em Cristo - ou seja, recebia o Novo Kenneth E. Hagin
  5. 5. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Nascimento. Mas, na Bíblia, nós podemos, claramente, encontrar duas obras distintas, separadas, as quais eu espero mostrar nas páginas desse livro. Eu também falarei a respeito do propósito dessa dupla obra do Espírito de Deus: o Espírito no nosso interior, através do Novo Nascimento para a formação do nosso caráter, e o Espírito sobre nós, através do batismo no Espírito Santo, para o serviço. MINHA PRÓPRIA EXPERIÊNCIA Eu recebi o Espírito Santo em meu Novo Nascimento, assim como você, quando você nasceu de novo. Por causa da minha formação Batista (eu iniciei meu ministério sendo um jovem pastor Batista, de uma igrejinha do interior), eu não convivia com pessoas do ramo Pentecostal. Não havia nenhuma Igreja Pentecostal em nossa cidade. E provável que tivesse algumas pessoas pentecostais, mas eu não as conhecia. Em 1934, eu fui curado de uma doença incurável no sangue e também de um coração deformado. Em 1935, uma pessoa veio à minha cidade, montou uma tenda e começou uma cruzada evangelística chamada “Avivamento do Evangelho Pleno.” “Evangelho Pleno” não significava nada para mim. Eu estava muito ocupado e não participei das primeiras reuniões, mas quando eu descobri que eles estavam ensinando a respeito de cura divina, eu fui! Durante essas reuniões, 465 pessoas foram salvas e então algumas dessas pessoas ergueram um prédio, que se tornou o Tabernáculo do Evangelho Pleno. Por algum tempo, eu precisei aprender a me manter firme sozinho a respeito de cura divina, mesmo sendo ainda um adolescente, e me fortaleceu muito poder estar ao redor de pessoas que também criam no poder de Deus, nas áreas de cura e fé. Foi por essa razão que eu comecei a freqüentar essas reuniões. Elas adicionaram conhecimento, me ajudaram. Mas essas pessoas também ensinaram a respeito da experiência do Batismo no Espírito Santo. Por causa do propósito evangelístico da cruzada, nenhuma pessoa foi batizada no Espírito Santo, durante as reuniões. Os preletores se focaram em pregar mensagens evangelísticas. Tivemos, no total, oito semanas de cultos, e mais ou menos após a quarta semana, eles começaram a fazer cultos para ministração de cura, durante algumas noites na semana. Durante a última semana, eles começaram a pregar um pouco a respeito do Batismo no Espírito Santo, mas ninguém foi batizado. Não havia obreiros para ajudar. Depois que o grupo começou a se reunir no Tabernáculo, pessoas começaram a receber a experiência do batismo. Mas eu fechei meu coração para isso. Eu pensava: “ Eu creio no Espírito Santo, mas esse negócio de 'línguas ', não seL.. mas eu vou demonstrar um pouco de interesse e entusiasmo nisso para que eu possa estar envolvido com eles e, assim, continuar ouvindo sobre fé e cura. ”E esse foi o máximo que eu consegui me dar em relação ao assunto, pelo menos no início. Mas como um amigo do Texas diz: “E como estar em um terreno escorregadio. Se você tentar ficar em pé por ali, você vai acabar escorregando.” E eu escorreguei. No dia Kenneth E. Hagin
  6. 6. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós 8 de Abril de 1937, às 18:08h, na sala do pastor do Tabernáculo do Evangelho Pleno, eu fui batizado no Espírito Santo e comecei a falar em outras línguas, conforme o Espírito de Deus me concedia! Meus colegas batistas tentaram me “alertar” contra isso, quando eles viram que eu estava convivendo com os pentecostais. Uma pessoa em particular, que fazia parte da minha igreja, veio falar comigo, me alertar. Ele não era um ministro ordenado, mas era um professor da nossa classe de estudos bíblicos. Este homem havia se formado em um grande Seminário Bíblico e, portanto, tinha a mesma formação e treinamento que todos os ministros formados nele tinham. Nós nos dávamos muito bem, e eu me lembro dele vindo falar comigo mais de uma vez, dizendo: “Eu admito que esses pentecostais, de certa forma, são bem ortodoxos naquilo que creem. E eu também admito que aqueles que freqüentam o Tabernáculo do Evangelho Pleno vivem uma vida melhor - mais pura e limpa - do que o nosso povo aqui da igreja Batista. Mas esse negócio de falar em línguas é do diabo!” Eu pensei comigo mesmo: como pode ser que essas pessoas recebam algo do diabo que as fazem viver melhor que outros cristãos Eu nunca ouvi falar sobre o diabo querendo ajudar as pessoas a terem uma vida melhor. Normalmente ele quer fazer o contrário: tornar a vida pior. Bem, esse homem era formado num seminário bíblico, e eu era apenas um adolescente, então eu guardei o que ele falou. Mas depois que eu tive essa experiência pentecostal, eu me lembrei de algo que ele havia dito: “Isto não é o Espírito Santo. E algum outro tipo de espírito.” (pela forma que os pentecostais ensinavam, dava a impressão de que uma pessoa não recebe o Espírito Santo em sua vida, até que ela receba o batismo no Espírito Santo e fale em outras línguas.) Mas quando eu fui batizado no Espírito Santo e comecei a falar em outras línguas, e falei durante uma hora e meia, uma das primeiras coisas que eu entendi foi que o mesmo Espírito que me concedia as línguas, naquele momento, para que eu falasse, era o mesmo Espírito que eu havia recebido há três anos, quando eu nasci de novo. Eu não recebi, no batismo, um novo espírito, ou um que fosse diferente. O Espírito Santo não tem um irmão gêmeo. Ele é um único Espírito. Existem diferentes obras do Espírito, mas Ele é só um, o mesmo. Então, eu comecei a ficar de olho naquele professor da escola Bíblica Dominical da igreja Batista. Eu sabia que, se nos encontrássemos, ele iria começar a conversar a respeito disso, e me alertar falando que as línguas eram do diabo, porque era isso que ele fazia todas as vezes que nos encontrávamos. Eu cruzei com ele, de propósito, e começamos a conversar. Eu queria que ele chegasse logo no assunto, então, eu o trouxe à tona. Eu disse: “sabe aquela experiência pentecostal - o falar em línguas - que essas pessoas do Evangelho Pleno ficam falando?” “Sim” ' ele respondeu. Kenneth E. Hagin
  7. 7. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós “Você sempre tem falado comigo a respeito, dizendo que é do diabo” ' eu disse. “Ah sim, e com certeza é!” “E como você sabe que é?” “Simplesmente não é o mesmo Espírito!” - ele falou. “Não é o Espírito Santo. Nós recebemos o Espírito Santo, em nós, através do Novo Nascimento. Esse aí ê um espírito diferente.” “E mesmo?” - eu perguntei. “Bem,” eu continuei, “se essa experiência Pentecostal de falar em línguas que eles tem lá no Tabernáculo do Evangelho Pleno é coisa do diabo, então todo o movimento Batista do Sul também é do diabo.” “Do que você está falando?” - ele perguntou. Eu disse; “eu fui batizado no Espírito Santo e falei em outras línguas! Mas não tenha medo. Você não vai pegar nada. O Espírito Santo é um cavalheiro. O mesmo Espírito que eu conheci na Igreja Batista lá no Sul, quando eu nasci de novo, é o que me deu as línguas para falar.” “Ah não, isso não é possível!” - ele disse. “Você já falou em línguas alguma vez?” - eu perguntei. “Não.” “Como você pode saber, então?” “Bem, eu simplesmente sei que não pode ser o mesmo!” - ele respondeu. “Você é formado no seminário, não é?” - eu perguntei. “Oh, sim!” “Então você sabe que a Bíblia diz que o homem que responde antes de ouvir é um tolo (Prov. 18:13). Não seja tolo. Se você nunca falou em línguas, como você pode saber que Espírito Ele é?” Eu continuei: “Veja bem. Eu recebi o Novo Nascimento, a experiência de nascer de novo, e eu vivi essa experiência também, então eu tenho que saber.” “E'E'Eu tenho que pesquisar sobre isso” - ele falou. “Depois eu falo com você.” Eu estou esperando por ele, desde 1937. Ele nunca voltou para falar mais nada. Meu querido, quando somos batizados no Espírito Santo não recebemos um espírito diferente. O mesmo Kenneth E. Hagin
  8. 8. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Espírito que nos concede as línguas para que falemos é o que recebemos quando nascemos de novo. É somente uma dimensão diferente da Sua obra em nós. O Novo Nascimento, com certeza, é de grande e maior importância. Mas graças a Deus pelo batismo no Espírito Santo e pelo revestimento de poder que vem do Céu para nós. Eu ministrei durante três anos antes de ter sido batizado, e me lembro bem a diferença entre o antes e o depois. O QUE A BÍBLIA DIZ Vamos começar olhando as palavras de Jesus, a respeito da obra do Espírito dentro de nós e sobre nós, e vamos descobrir, no Livro de Atos e nas Epístolas, a obra maravilhosa que o Espírito Santo continua fazendo na vida de cada cristão. Em primeiro lugar, vamos olhar quatro textos das Escrituras. As duas primeiras se encontram no Evangelho de João e no Livro de Atos dos Apóstolos. JOÃO 14:17 17 0 Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não 0 vê nem 0 conhece. Mas vós 0 conheceis, pois habita convosco, e estará EM vós. ATOS 1:8 8 Mas recebereis poder, ao descer SOBRE vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da Terra. O próximo texto que vamos olhar se encontra em João, capítulo 4, onde Jesus está junto à fonte, falando com a mulher samaritana. JOÃO 4:14, mas aquele que beber da água que Eu lhe der nunca mais terá sede. Deveras, a água que Eu lhe der se fará NELE uma fonte de água que jorre para a vida eterna. Vamos agora para João, capítulo 7, o quarto texto das Escrituras: JOÃO 7:37-39 37 No último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se de pé, e clamou: Se alguém tem sede, venha a mim e beba. 38 Quem crê em mim, como diz a Escritura, DO SEU INTERIOR FLUIRÃO RIOS DE ÁGUAS VIVAS. 39 (Isto Ele dizia do Espírito que haviam de receber os que Nele cressem. O Espírito Santo ainda não fora dado, porque Jesus ainda não havia sido glorificado.) Podemos perceber, nessas quatro passagens, que a Palavra de Deus nos fala sobre o Espírito dentro de nós e o Espírito sobre nós. E o que eu chamo de “a dupla obra do Espírito Santo”. Lendo esses versículos, e outros que ainda vamos estudar, é muito claro Kenneth E. Hagin
  9. 9. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós ver que o Espírito Santo trabalha dessas duas formas. E Deus espera ver essa dupla obra na vida daqueles que já aceitaram a Jesus. Quando estudamos sobre esse assunto, à luz da Bíblia, percebemos que existe também um desenvolvimento em dois aspectos que Deus espera de seus filhos que já receberam o Espírito Santo. ÁGUAS NA FONTE E ÁGUAS NO RIO Nas duas primeiras passagens que lemos. Cristo nos dá a promessa do Espírito habitando em nós, e também do derramamento sobre nós. Ele nos dá a promessa do Espírito em nós, no livro de João, capítulo 14: “ O Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não O vê nem O conhece. Mas vós o conheceis, pois habita convosco, e estará EM vós. ” (v. 17).^^ promessa do derramamento do Espírito, em Atos, no capítulo 1: ''Mas recebereis poder, ao descer SOBRE vós o Espírito Santo... ”(v.8). Jesus não falou que nos converteríamos, ou que iríamos nascer de novo, quando o Espírito Santo viesse sobre nós. Ele disse: ''Mas recebereis PODER... "falando exatamente da experiência que segue o novo Nascimento, ou seja, o Espírito Santo sobre nós. E então, nas duas últimas passagens que lemos, no Evangelho de João, mais uma vez podemos ver duas declarações distintas, referentes ao Espírito Santo dentro nós, e sobre nós. Jesus disse à mulher samaritana: “... mas aquele que beber da água que Eu lhe der nunca mais terá sede. Deveras, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna.” (João 4:14). Na Bíblia, água é um dos tipos, ou símbolos, do Espírito Santo. Jesus disse: “... a água que eu lhe der se fará NELE...” Agora note que o que Jesus fala a respeito do Espírito Santo, em João 14:17, é bem parecido com o que acabamos de ver: “... pois habita convosco, e estará EM vós.” Explicando a respeito do Espírito Santo como água, Jesus disse que essa água seria “... uma FONTE de água que jorre para a vida eterna.” João 4:14) O capítulo 4, de João, está se referindo à “água na fonte,” ou podemos dizer: o Espírito no interior. Mas Jesus também se refere ao Espírito Santo, como água, em João 7. Jesus está falando aqui de “água” referindo-se à “água de um rio”, ou seja, o Espírito sobre nós. JOÃO 7:37-39 37 No último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se de pé, e clamou: Se alguém tem sede, venha a mim e beba. 38 Quem crê em Mim, como diz a Escritura, DO SEU INTERIOR FLUIRÃO RIOS DE ÁGUAS VIVAS. 39 (Isto Ele dizia do Espírito que haviam de receber os que Nele cressem. O Espírito Santo ainda não fora dado, porque Jesus ainda não havia sido glorificado.) Kenneth E. Hagin
  10. 10. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Perceba que o texto de João 4:14 está falando sobre algo em nosso interior: “...a água que Eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna. ” Jesus está falando sobre receber a vida eterna aqui. Esse texto de João 4:14 refere-se a um estado interior, onde aquele que a recebe, é beneficiado com bênçãos em seu interior. Já o segundo texto que vimos, João 7:37-39, fala a respeito de outras vidas sendo abençoadas através do Espírito Santo fluindo em nós, e através de nós, depois que recebemos o batismo no Espírito Santo. Quando o cristão recebe o batismo no Espírito Santo, significa que o Espírito Santo vem sobre ele. Embora as águas da fonte sejam para benefício pessoal do cristão, Jesus também fala a respeito de água em João 7:37- 39, mas aqui, são rios fluindo através de todo aquele que Nele crê. Encontramos água tanto em fontes quanto em rios, mas elas possuem propósitos distintos entre si. E isso evidenciou-se nos dias de Jesus. Entendemos, então, que “água” é um simbolismo do Espírito Santo e que existe essa dupla obra, uma dupla experiência em conexão com o Espírito de Deus, sendo Ele “água.” FRUTO E DONS Podemos entender, agora, que temos dois grupos de nove características e dons em conexão com essas duas obras do Espírito. Encontramos o primeiro grupo no livro de Gálatas, no capítulo 5: os nove elementos do fruto do Espírito. Podemos também dizer que são") as características que o cristão adquire, como resultado do Espírito habitando dentro dele. GÁLATAS 5:22-23 22 Mas 0 fruto do Espírito é: AMOR, GOZO, PAZ, LONGANIMIDADE, BENIGNIDADE, BONDADE, FIDELIDADE, 23 MANSIDÃO, DOMÍNIO PRÓPRIO. Contra essas coisas não há lei. O segundo grupo resume-se nos nove dons, e encontra-se no livro de I Coríntios, capítulo 12. Eles são conhecidos como “dons do Espírito.” 1CORÍNTIOS 12:7-11 7 A manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil. 8 A um pelo Espírito é dada a PALAVRA DE SABEDORIA; a outro, pelo mesmo Espírito, a PALAVRA DA CIÊNCIA; 9 a outro, pelo mesmo Espírito, FÉ; a outro, pelo mesmo Espírito, DONS DE CURAR; Kenneth E. Hagin
  11. 11. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós 10 a outro, a OPERAÇÃO DE MILAGRES; a outro PROFECIA; a outro DISCERNIMENTO DE ESPÍRITOS; a outro, VARIEDADE DE LÍNGUAS; e a outro, INTERPRETAÇÃO DE LÍNGUAS. 11 Mas um só e o mesmo Espírito opera todas essas coisas, distribuindo particularmente a cada um como quer. Os dons do Espírito Santo são dados para o que for útil...” (I Co 12:37), ou seja, para que os cristãos possam abençoar outras vidas através dos dons. Baseados nessas duas passagens, podemos então concluir que o Espírito habitando em nós é para darmos fruto, e o Espírito derramado sobre nós, para o serviço. CAPÍTULO 2 O ESPÍRITO NO INTERIOR: O ESPÍRITO SANTO E O NOVO NASCIMENTO Neste capítulo, iremos tratar sobre o envolvimento do Espírito Santo no Novo Nascimento. Como falamos anteriormente, a Palavra de Deus nos fala a respeito de duas obras que o Espírito Santo exerce na vida daqueles que creem no Senhor Jesus Cristo. Kenneth E. Hagin
  12. 12. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós No Novo Nascimento, o Espírito Santo vem habitar no interior do cristão. O Novo Nascimento também é conhecido como conversão, ou nascer de novo, receber remissão dos pecados, receber vida eterna, ou receber a Cristo como Senhor e Salvador. Mas o outro aspecto dessa dupla obra envolve o revestimento do Espírito Santo, ou seja, quando o Espírito Santo vem sobre o cristão, quando ele é batizado no Espírito Santo. Esta é uma experiência de revestimento de poder. Olhe mais uma vez em João 14, e veja outra referência ao Espírito Santo em nosso interior. Aqui Ele é mencionado sendo O Consolador. JOÃO 14:16 16 Eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, para que esteja CONVOSCO para sempre. O Senhor está prometendo aos seus discípulos outro Consolador, dando a entender que Ele, Jesus - que era o seu Consolador - seria removido e outro viria estar em Seu lugar. Essa promessa foi cumprida com a vinda do Espírito Santo. O Espírito Santo já estava com eles, porque Ele estava com Jesus e Jesus com eles. Mas quando o Pai enviou Seu Santo Espírito para os discípulos, foi para que Ele - o Espírito Santo - viesse a habitar dentro deles. (v. 17) JOÃO 14:17 17 o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não 0 vê nem 0 conhece. Mas vós 0 conheceis, pois habita convosco e estará em vós. O Espírito da Verdade - O Consolador - habita no interior daquele que crê em Jesus. Lembre-se do que está escrito: “... mas se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele” (Rm 8:9). O Espírito de Cristo é o Espírito Santo. Fisicamente, Jesus de Nazaré não poderia habitar dentro de seus discípulos porque Ele possuía um corpo ressurreto de carne e osso - um corpo que era possível ver e sentir. Após a Sua ressurreição, quando em uma ocasião Ele apareceu para os Seus discípulos e eles disseram: “é um espírito!” Jesus falou: “... APALPAI-ME E VEDE: um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que eu tenho.” (Lc 24:39). Lembre-se também de Pedro, quando pregava na casa de Cornélio, falando sobre Jesus, disse que ele e os outros discípulos: “... comeram e beberam com ele, depois que ressurgiu dentre os mortos.” (At 10:41). E então, depois dessas coisas, Jesus de Nazaré ascendeu aos Céus. Os Seus discípulos presenciaram a Sua partida. Hoje Ele está assentado á direita do Pai, onde para sempre estará para interceder por nós. (Hb. 7:25; 8:1). Mas é através do poder do Espírito Santo que Ele vem habitar em nós. A Bíblia diz: "... Cristo EM vós, a esperança da glória. ” Kenneth E. Hagin
  13. 13. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós (Cl. 1:27). Graças sejam dadas a Deus por ter enviado o Espírito Santo, o Espírito de Cristo, para que estivesse em nós! O ESPÍRITO DE ADOÇÃO Outra forma de nos referirmos ao Espírito que habita em nós é “o Espírito de adoção.” Paulo usa essa expressão em Romanos. ROMANOS 8:15 15 Pois não recebestes o espírito de escravidão para outra vez estardes em temor, MAS RECEBESTES 0 ESPÍRITO DE ADOÇÃO, pelo qual clamamos: Aba, Pai! Podemos achar a mesma expressão em Gálatas, no capítulo 4. GÁLATAS 4:4-6 4 Mas vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, 5 para resgatar os que estavam debaixo da lei, A FIM DE RECEBERMOS A ADOÇÃO DE FILHOS. 6 Porque sois filhos, DEUS ENVIOU AOS NOSSOS CORAÇÕES 0 ESPÍRITO DE SEU FILHO, que clama: Aba, Pai. Lembre-se que Jesus disse que o Consolador - o Espírito Santo - estaria em nós. O texto de Gálatas 4:6 que diz: “... Deus enviou aos nossos corações o Espírito de Seu Filho...” refere-se ao Espírito Santo. E Paulo diz de todo aquele que possui o Espírito Santo em seu interior: “o mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.” (Rm 8:16). Tanto o texto de Gálatas, quanto o de Romanos, nos fala a respeito de sermos filhos de Deus, referindo-se, portanto, ao Novo Nascimento, e não ao Batismo no Espírito Santo. No Novo Nascimento, o Espírito Santo vem habitar em nosso espírito, e Ele testifica em nosso espírito que somos filhos de Deus. A PROFECIA DE EZEQUIEL A RESPEITO DA ÁGUA ESPIRITUAL Vamos voltar um pouco ao Velho Testamento e ver uma profecia que fala a respeito da obra do Espírito em nosso interior. EZEQUIEL 36:25-27 25 Então aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei. 26 Dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro em vós um espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. 27 POREI DENTRO DE VÓS O MEU ESPÍRITO, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos (minhas palavras), e os observeis. Kenneth E. Hagin
  14. 14. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Vamos agora dar uma olhada em dois versos que se encontram no Livro de Hebreus. HEBREUS8:10 10 Esta é a aliança que depois daqueles dias farei com a casa de Israel, diz o Senhor: Porei as minhas leis no seu entendimento e em seus corações as escreverei. Eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. HEBREUS 10:16C 16 Esta é a aliança que farei com eles depois daqueles dias, diz 0 Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, e as escreverei em seu entendimento. Eu quero que você perceba que existem três pontos dentro da profecia ou promessa, do texto de Ezequiel. Primeiro: purificados com água limpa. Veja a expressão em Ez 36:25: ''então espargirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei. ” O que significa essa expressão “purificados com água limpa”? Bem, se falarmos à luz do Novo Testamento, podemos dizer que significa “lavar-se nas águas da regeneração.” Vamos ver a passagem de Tito 3:5 e entender o que ele fala sobre isso: “Não por obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, Ele nos salvou mediante a LAVAGEM DA REGENERAÇÃO e da renovação pelo Espírito Santo. ” Paulo está falando sobre salvação, não está? segundo a sua misericórdia ele nos salvou... E como fomos salvos? Ele nos salvou mediante a LAVAGEM DA REGENERAÇÃO e da renovação pelo Espírito Santo. "Podemos, então, dizer que o processo citado em Ezequiel 36:25, de sermos purificados com água limpa, refere-se à lavagem da regeneração de que trata Tito 3:5. Em Efésios 5:26, vemos um aspecto ainda mais detalhado a respeito do que Ezequiel profetizou: “para (Jesus) a santificar (a Igreja), purificando-a com a lavagem da água, pela Palavra. ” Aleluia!! Cristo purifica a Igreja através da lavagem de água, pela Sua Palavra. Foi isso que Ezequiel profetizou. Entendemos, assim, que aquele que se submete à Palavra de Deus é lavado, purificado por Ela. Vamos dar uma pausa aqui. Em Atos 8:14 está escrito: “ouvindo os apóstolos, que estavam em Jerusalém, que Samaria recebera A PALAVRA DE DEUS...” O que aconteceu aqui? Os samaritanos receberam a lavagem de água pela Palavra. Lembre- se que uma vez Jesus disse aos seus discípulos: “vós já estais limpos por causa da PALAVRA que vos tenho falado.” (João 15:3). E Pedro, em Jerusalém, disse aos discípulos o que anjo que apareceu para Cornélio, o centurião, havia dito: “... envia Kenneth E. Hagin
  15. 15. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós homens a Jope, e manda chamar a Simão, que tem por sobrenome Pedro, o qual TE DIRÁ PALAVRAS pelas quais serás salvo, tu e toda a tua casa.” (Atos 11:13-14). Será que você consegue ver que Cristo purifica a Igreja através da lavagem de água, pela Palavra? Entendemos, então, que todo aquele que se submete à Palavra de Deus para salvação é aspergido com água limpa. “Mas eu pensava que o que nos lavava e nos purificava dos nossos pecados era o Sangue de Jesus”, você pode dizer. Se não fosse pela Palavra de Deus, nós nunca saberíamos a respeito do Sangue. Então, a respeito do Espírito em nosso interior, o primeiro ponto abordado na profecia e promessa de Ezequiel que podemos ver é a lavagem com água limpa. Em segundo lugar, está a mudança da nossa natureza espiritual. Louvado seja Deus! Lembre- se: “Dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro em vós um espírito novo;” (Ez 36:26). Esse texto está falando a respeito do Novo Nascimento do nosso espírito humano. E em terceiro lugar. Deus coloca o Seu próprio Espírito dentro de nós. Ele nos diz em Ezequiel 36:27: “Porei DENTRO DE VÓS o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis.” Através do Seu Espírito habitando dentro de nós, Ele nos faz andar em Seus estatutos e a guardar os Seus juízos, a Sua Palavra. COOPERANDO COM O ESPÍRITO EM NOSSO INTERIOR Eu creio que existem três verdades-chaves que precisamos ter em mente a respeito do Espírito em nós, se quisermos andar em perfeita harmonia e cooperação com o Espírito Santo. Número um: é necessária uma constante renovação do Espírito-, Número dois: é importante andar no Espírito, para que assim possamos ouvir Dele a maneira que Deus quer que vivamos; Número três: Nós deveríamos aprender a forma do Espírito agir, os caminhos do Espírito e, assim, aprendermos a ser guiados pela mão de amor do nosso Deus, em meio a qualquer circunstância que venhamos a enfrentar, em nossa caminhada diária com Ele. NUMERO UM: RENOVAÇÃO DO ESPÍRITO Vamos dar uma olhada mais de perto nessas três verdades, a começar pela Renovação do Espírito. Para que possamos viver, diariamente, os benefícios da presença do Espírito Santo dentro de nós, é preciso que tenhamos uma constante renovação do poder de Deus em nosso espírito, através do Espírito Santo. Por que essa renovação é tão importante? Em 2 Coríntios 4:16 está escrito:”...ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia.” Kenneth E. Hagin
  16. 16. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Nosso corpo envelhece conforme o tempo vai passando. Uma pessoa que possui uma fé forte pode retardar esse processo de envelhecimento até certo ponto. Contudo, nenhum de nós é capaz de parar por completo o envelhecimento do corpo, e por fim, a morte. Mas então, o que acontece com o homem interior enquanto o homem exterior envelhece? O homem interior “... se renova de dia em dia”. E como é que ele se renova de dia em dia? Inicialmente, o nosso homem interior é regenerado, ou podemos também dizer, recriado pelo Espírito Santo no Novo Nascimento (Tito 3:5). Já que o Novo Nascimento é uma obra realizada pelo Espírito Santo, isso significa que essa renovação diária também virá através da mesma fonte - O mesmo Espírito Santo que habita em nós. Na oração de Paulo pelos cristãos de Éfeso, nós podemos ver que é através da obra do Espírito Santo, em nosso interior, que recebemos a renovação e fortalecimento diários do nosso espírito. EFÉSIOS 3:16 16 Oro para que, segundo as riquezas da Sua glória, vos conceda que sejais fortalecidos com poder pelo Seu Espírito no homem interior. Paulo está dizendo que é preciso que cristãos sejam renovados ou fortalecidos com poder pelo Espírito de Deus no homem interior. Veja, então, que receber o Espírito Santo apenas uma vez não é suficiente. E essencial que seu espírito seja renovado diariamente, a fim de que você se mantenha forte espiritualmente. Isto ocorre à medida que você permanece cheio, transbordando do Espírito Santo. Em Efésios 5:18 Paulo exorta os cristãos a estarem cheios do Espírito Santo. (E esses cristãos já haviam nascido de novo e já haviam recebido o batismo do Espírito Santo). EFÉSIOS 5:18-19 18 E não vos embriagueis com vinho, em que há devassidão, mas ENCHEI-VOS (significa literalmente “esteja se enchendo constantemente”) do Espírito, 19 falando entre vós com salmos, hinos, e cânticos espirituais, cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração. Um espírito que transborda em alegria e louvor é o resultado de encher-se continuamente com o Espírito Santo. Permanecer cheio do Espírito Santo não somente fortalece, ou renova o cristão, mas também o enche de gozo, e esse espírito alegre, resultante dessa renovação, irá atrair aquele que ainda não conhece a Jesus, causando nele um desejo de viver a mesma experiência. Kenneth E. Hagin
  17. 17. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Lembro-me de, certa vez, ter falado com um ministro que foi salvo, ainda jovem, por apenas observar a vida de um cristão que sabia permanecer renovado e cheio do gozo do Espírito Santo. Ainda jovem, esse ministro perdeu seu pai, durante os dias da Repressão. Por ser o filho mais velho, ele teve que parar seus estudos e trabalhar duro para sustentar sua família. Ele sempre se queixava, falando que não teve sorte na vida, permitindo, assim, que o rancor tomasse conta da sua vida. Quase nunca sorria e era sempre ríspido com as outras pessoas. Esse jovem trabalhava construindo ruas e asfaltos. O tempo foi passando e ele começou a observar um dos colegas de trabalho. Ao invés de reclamar e ter um mau humor, esse colega de trabalho estava sempre alegre e sempre cantando. Então um dia o jovem falou para o seu colega de trabalho: “Eu não te entendo. Você trabalha tão duro quanto eu, para sustentar sua família, da mesma forma que eu o faço para sustentar a minha. Como que você pode então estar feliz o tempo todo? Como é que você está sempre cantando?”. E ele continuou falando: “Eu não tenho nenhum motivo para estar feliz. Todas as noites quando me deito eu falo para mim mesmo: eu queria morrer para que eu não precisasse acordar para mais um dia. Eu levanto todos os dias com esse pesar de ter que viver mais um dia. Como você pode ser tão feliz?” E então o seu colega de trabalho falou: “E por causa de Jesus! Eu nasci de novo e é por isso que eu sou tão feliz.” E então ele fez um convite: “Por que você não vem comigo na minha igreja, no domingo?” E aquele jovem respondeu: “Se você acha que vai adiantar alguma coisa, eu vou. Tudo o que eu quero é ter essa mesma alegria que você tem.” “Bem, a igreja é o lugar onde você irá encontrá-la!” - ele exclamou. Quando estava me contando essa história, esse jovem, que mais tarde veio a ser um ministro, me falou: “Eu fui à Igreja com esse jovem cristão, e quando eu cheguei lá, eu descobri que todas aquelas pessoas que estavam na igreja possuíam a mesma alegria desse meu colega de trabalho! Eu sabia que todas aquelas pessoas, assim como eu, também enfrentavam situações e circunstâncias em suas vidas, mas ao invés de um espírito amargurado e angustiado, como eu tinha, eles eram cheios de alegria e gozo”. “Eu decidi, então, que eu iria receber o que aquelas pessoas tinham,” - ele falou. “Então eu fui até o altar e aceitei Jesus!” O que fez com que aquele jovem quisesse ser salvo? Ele foi atraído por aquelas pessoas por causa da alegria e gozo que eles possuíam. Eles sabiam como manter seu espírito forte e renovado pelo Espírito Santo! Kenneth E. Hagin
  18. 18. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Nossa alegria não está baseada nas circunstâncias. Nossa alegria está baseada em Jesus! Nós podemos manter nosso espírito alegre e cheio de louvor, constantemente, se mantivermos nosso foco e nossa atenção em Deus, permitindo que Seu Espírito nos renove dia após dia. Entretanto, a renovação do nosso homem interior não acontece automaticamente. E também não acontece só porque a Bíblia nos fala sobre isso. Você tem uma responsabilidade. E necessário que você busque a Deus, em oração e através da Sua Palavra. Quando você passar a fazê-lo, o Espírito Santo irá renovar e fortalecer seu espírito, como nos é prometido no versículo a seguir: ISAÍAS 40:31 31 mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças. Subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão, caminharão e não se fatigarão. A frase “os que esperam no Senhor”, que vemos nesse verso, significa estar preso ou entrelaçado com, ao Senhor; esperar ou aguardar pacientemente por Ele. Não significa que nós devemos esperar passivamente que o Senhor venha renovar ou fortalecer nosso espírito. Pelo contrário, nós temos que nos prender junto a Ele e à Sua Palavra em um relacionamento íntimo e pessoal com Ele. A medida que nós, diligentemente, O buscarmos, Ele irá cumprir a Sua Palavra em nós. Algumas pessoas tem o seguinte pensamento; “Eu estou andando em fé e estou mantendo a minha confissão da Palavra de Deus. Isso é medo o que eu preciso fazer para manter meu espírito renovado e forte.” Graças a Deus por Sua Palavra, que nos fortalece! Mas ainda que a Palavra tenha esse papel tão importante na renovação diária do nosso espírito, isso não substitui o esperar no Senhor em oração. Nós precisamos tanto da Palavra quanto da oração. Sem dúvida, aqueles cultos pentecostais eram abençoados e cheios de verdade, cultos dos tempos antigos. Muitos daqueles pentecostais vivenciaram tempos maravilhosos na presença do Senhor, enquanto eles esperavam e se deleitavam em Deus, em oração e louvor. Porém, muitos deles deixaram passar o tempo em relação ao Batismo no Espírito Santo, porque também achavam que tinham que esperar e esperar para serem batizados. Eles não precisavam esperar mais para serem cheios do Espírito Santo, quando essa experiência, segundo a Bíblia, já pertencia a eles, por serem cristãos (Atos 2:39). Cristãos não precisam esperar ou retardar o batismo no Espírito Santo. Eles precisam apenas receber, pela fé, essa experiência sobrenatural que já faz parte da sua herança em Cristo. Agora, uma vez que o cristão é cheio do Espírito Santo, ele deve começar a esperar no Senhor em oração, para que seu espírito possa ser renovado ou fortalecido através do Santo Espírito, dia a dia! Kenneth E. Hagin
  19. 19. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós O texto de Isaías 40:31 está falando a respeito de renovar força no espírito do cristão. Mas eu creio que, a partir do momento que uma pessoa recebe esse renovo e esse fortalecimento espiritual, isso também irá afetar cada parte da sua vida - espírito, alma e corpo. Quando você começar a experimentar esse renovo espiritual diário, através do Espírito Santo e da Palavra, a sua mente, que faz parte da sua alma, será afetada de forma positiva. No livro de Romanos, nós podemos encontrar essa palavra “renovo” referindo-se à mente. ROMANOS 12:2 2 E não vos conformeis com este mundo, mas transformai- vos pela renovação do vosso entendimento (ou mente), para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Certamente, sua mente é renovada pela Palavra de Deus. Mas você não tem uma mente renovada por simplesmente decorar versículos e fazer confissões corretas. Não, isso é apenas uma parte. A renovação da mente é um processo continuo. Quando você estuda e medita na Palavra, o Espírito Santo participa da renovação da sua mente, do seu entendimento (Jo 16:13). A partir do momento que seu espírito passa a ser renovado, dia a dia, isso também irá afetar o seu corpo. A Bíblia diz que à medida que você buscar a Deus, Ele renovará a sua mocidade como a da águia. SALMOS 103:2,5 2 Bendize, ó minha alma, ao Senhor; e não te esqueças de nenhum dos seus benefícios... 5 Quem enche a tua boca de bens, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia. Uma vez alguém me disse que uma pessoa atinge o ponto máximo da sua força, vigor físico, na idade de trinta e cinco anos e que, a partir de então, seu vigor começa a decair, enfraquecer. Mas isso é o que o mundo acredita. Eu não acreditei quando essa pessoa me falou, e ainda não creio assim! Apesar do nosso corpo enfraquecer, envelhecer, Deus promete vivificar nossos corpos mortais (Rm 8:11). Quando somos renovados no nosso espírito, nosso corpo também é afetado, nossa juventude é também renovada. Eu já vi alguns pregadores que criam que eles tinham que enfraquecer à medida que iam ficando mais velhos. Alguns deles mal podiam esperar pelo momento em que pudessem aposentar- se! Quando eles completavam cinqüenta e cinco anos parecia que eles já tinham 100, por causa da forma que agiam! Kenneth E. Hagin
  20. 20. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Eu me lembro de um ministro que entendeu essa verdade de Isaías quando ele já era velho. Para falar a verdade, esse ministro começou seu ministério aos sessenta anos de idade. Os grandes momentos do seu ministério aconteceram entre os seus 63-82 anos de idade. Aos setenta e cinco anos, ele foi o principal evangelista de sua denominação, em todo o seu Estado. Quando esse ministro era ainda um jovem, ele sabia que Deus tinha um chamado evangelístico em sua vida. Mas sua esposa não queria sacrificar-se para a vida do ministério, então finalmente ele desistiu e concordou em ficar em casa, em sua fazenda, e criar sua família ali. Anos se passaram, e quando seus filhos já eram adultos e tinham vida própria, ele chegou para sua esposa e disse: “ Eu preciso obedecer ao chamado de Deus para a minha vida. Se você quiser vir comigo, medo bem. Mas se não, você fique aqui na fazenda. Eu vou tomar conta de você, mas eu preciso obedecer a Deus.” Então quando ele se preparou para voltar para o ministério, o diabo disse a ele: “Mas olhe só para você! Você já tem quase sessenta anos. Você nunca irá conseguir resgatar os anos perdidos de ministério. Seu ministério está acabado!” Mas esse homem leu em Salmos 103:5 a promessa de que Deus renovaria a sua mocidade como a da águia. Ele não sabia o que isso significava, então ele foi até a biblioteca para fazer uma pesquisa sobre as águias. Ele descobriu que a águia vive por muito tempo. Mas quando ela começa a envelhecer, o seu bico toma-se fraco e, quando isso acontece, significa que ela está para morrer, porque ela precisa de um bico forte para pegar sua presa, e se alimentar. Mas a águia velha, não desiste simplesmente e morre! Não! Ela sai à procura de uma rocha e ali ela começa a bater seu bico velho e cansado na rocha, e não para até que ele tenha caído por completo. E, assim, um novo bico começa a nascer! Quando esse ministro leu isso a respeito da águia, ele tomou essa verdade para ele mesmo. Ele bateu seu “bico” na Rocha Inabalável e creu em Deus para que o seu homem interior fosse renovado através do Espírito Santo, e que sua juventude fosse renovada como a da águia! Ele entrou para o ministério e vinte anos depois, aos oitenta anos de idade, ele ainda era um dos principais evangelistas de sua denominação! Jesus está às portas. E Ele quer fazer uma colheita de almas, aqui na Terra, tão preciosa, antes que Ele venha (Tiago 5:7). Nesses últimos dias, tem acontecido um grande mover de Deus por toda a Terra. E eu participarei desse mover, crendo na constante renovação do meu espírito, da minha mente e do meu corpo! E você também precisa fazer isso. Não viva a sua vida sem receber e experimentar os benefícios dessa presença tão preciosa do Espírito Santo, em seu interior. Espere no Senhor em oração e na Sua Palavra o suficiente para que esse renovar se torne algo diário em sua vida. E ã medida que você o fizer, será de bênção para cada parte sua- espírito, alma e corpo. E então você poderá andar na novidade da vida abundante que Deus preparou para você! Kenneth E. Hagin
  21. 21. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós CAPÍTULO 3 ANDANDO NO ESPÍRITO Nós já falamos sobre a primeira das três verdades-chaves a respeito do Espírito habitando no cristão, que foi a necessidade de uma renovação constante do Espírito. A segunda coisa que todo aquele que tem o Espírito Santo habitando em si precisa saber é que ele precisa andar no Espírito. Paulo falou a respeito de andar no Espírito, quando ele escreveu sobre piedade. Veja o que ele fala para Timóteo: I TIMÓTEO 4:8 Kenneth E. Hagin
  22. 22. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós 8 Pois 0 exercício físico para pouco aproveita, mas a piedade para TUDO é proveitosa, tendo a promessa da vida PRESENTE e da que HÁ DE VIR. Muitos cristãos se alegram por causa da esperança que eles têm pelo Céu. E eles não estão errados por isso. Graças a Deus pela vida que ainda está por vir! Mas também há o lado da vida aqui na Terra - a vida agora. Em I Timóteo 4:8, Paulo lida com os dois lados da vida, tanto a vida terrena quanto a celestial, embora pareça que alguns se preocupam com um lado apenas. Sempre ouvimos falar sobre pessoas que vivem com a cabeça tão cheia das coisas celestiais, que elas se tornam inúteis aqui, na vida terrena. Não é errado pensar nas coisas do Céu, só temos que tomar cuidado para não levarmos isso ao extremo. Por outro lado, algumas pessoas se ocupam tanto na vida terrena que elas também se tornam inúteis para as coisas celestiais. Elas se preocupam apenas com as coisas da vida aqui, na Terra. Mas podemos ver no texto de I Timóteo 4:8 que Deus está interessado tanto na vida terrena quanto na vida celestial. Piedade tem “... a promessa da vida PRESENTE e da que HÁ DE VIR.” Em Salmos 103, podemos ver essa verdade, embora normalmente essa passagem seja usada para cura, e devemos continuar fazendo assim! SALMOS 103:1-3 1 Bendize ó minha alma, ao Senhor; tudo o que há em mim bendiga o Seu santo nome. 2 Bendize ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum dos Seus benefícios. 3 É Ele quem perdoa todas as tuas iniquidades, e sara todas as tuas enfermidades.... Louvado seja o Senhor por nos salvar e nos curar. Mas não é só isso que o salmista nos fala aqui. Dê uma olhada nos 02 versos seguintes: SALMOS 103: 4-5 4 quem redime a tua vida da perdição, e te coroa de amor e de compaixão; 5 quem enche a tua boca de bens, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia. A palavra “redime”, no verso 04, significa salva. O salmista está bendizendo ao Senhor por redimi-lo ou salvá-lo da destruição em sua vida terrena. E esse benefício também pertence a nós, que hoje estamos debaixo da Nova Aliança (Hb. 8:6). Agora, preste atenção em algo: para que fosse possível desfrutar dessa segurança contra o mal, Deus nos deu Seu Espírito para que fôssemos santificados, ou separados daquilo que pudesse destruir nossa paz ou fazer mal à nossa saúde. Andar em Espírito significa andar em piedade. Kenneth E. Hagin
  23. 23. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Somos gratos a Deus por nos ter dado Sua Santa Palavra escrita. Mas você já parou para pensar que há dois mil anos, e depois disso, durante muito tempo, os cristãos não tinham a Palavra escrita, para que eles pudessem ler? As cartas escritas por Paulo eram lidas em voz alta, quando as pessoas se reuniam. Eles não tinham nada que pudessem levar para casa. Não havia impressoras. Eles tinham que depender mais do Espírito Santo do que nós dependemos hoje. Hoje, graças a Deus que temos a Palavra escrita. E porque temos, deveríamos estar bem mais avançados espiritualmente falando, do que os nossos irmãos em Cristo puderam alcançar, ao decorrer dos séculos. Mas se não tomarmos cuidado, meu amigo, iremos nos focar somente na Palavra de Deus e não vamos perceber as impressões do Espírito. E totalmente possível esquecermos do fato que o Espírito de Deus habita em nós e assim termos só um conhecimento mental da Bíblia. Porém lembre-se: “... a letra mata, mas o espírito vivifica” (2 Co 3:6). Precisamos aprender a andar no Espírito para que tenhamos vida. Na profecia de Ezequiel, olhe o que o Senhor nos fala a respeito do Novo Nascimento: “Porei dentro em vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis” (Ez. 36:27). Em outras palavras. Deus está dizendo: “O Meu Espírito, que habita dentro de você te habilitará a andar em Minha Palavra e a guardar a Minha Palavra.” Agora, não me entenda mal. E necessário que você conheça a Palavra. Mas ao longo dos anos eu pude observar, até mesmo na minha própria vida, que mesmo quando eu não tinha o conhecimento da Palavra em certos assuntos, ainda assim o Espírito de Deus me guiava em linha com a Palavra, porque eu aprendi a seguir a direção do Espírito. Às vezes, anos se passavam até que eu aprendesse as Escrituras, nas quais o Espírito Santo já havia me guiado para que eu fizesse, conforme estava escrito. Quando eu as encontrava, eu falava: “Louvado seja o Senhor! Eu sabia que o Espírito Santo estava me guiando e agora eu vejo a mesma direção na Palavra!” O Senhor nos diz em Salmos 103:4: “... redime a tua vida da perdição...”. Como eu disse, para que pudéssemos experimentar a realidade dessa proteção contra o mal, Deus nos deu Seu Espírito, para santificar-nos ou separar-nos de tudo aquilo que pudesse destruir a nossa paz, afetar nossa saúde ou trazer destruição para as nossas vidas. NÃO IGNORE A VOZ DE DIREÇÀO DO ESPÍRITO Um ministro amigo meu era pastor de uma igreja no Texas. Por várias vezes eu preguei em sua igreja. Depois disso, ele se mudou para a Califórnia para pastorear uma igreja, onde eu também preguei e fiz reuniões. Eu conheço esse homem. Eu passei tempo com ele. Ele era um homem de fé incontestável, muitas curas aconteciam em sua igreja. Eu acho que eu nunca vi outra igreja onde acontecessem tantas curas como aconteciam nas igrejas onde ele pastoreava. Kenneth E. Hagin
  24. 24. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Bem, enquanto ainda estava na Califórnia pastoreando essa igreja, ele e sua esposa tiraram férias e foram dirigindo para o Texas, para visitar a família. As estradas, naquele tempo, não eram como hoje, e isso fazia com que a viagem levasse mais tempo do que levaria hoje. Eles pararam em Albuquerque, no Novo México, para passar a noite e continuaram a viagem na manhã seguinte. Ao leste de Albuquerque, a estrada, de mão dupla, passava por entre as montanhas. Estava chovendo e a estrada estava muito escorregadia. Quando ele foi fazer uma curva, o carro derrapou. Ele freou, mas não conseguiu parar e bateu em outro carro. Houve um engavetamento com mais dois ou três carros, e em seguida mais dois ou três carros ainda bateram por trás. Uma mulher que estava em um dos carros morreu, a sua esposa ficou gravemente ferida, e o carro deles teve perda total. E pelo fato do ministro e sua esposa crerem em Deus pela cura dela, ela foi restaurada pelo poder de Deus naquele mesmo dia e eles puderam continuar a viagem. Um tempo depois, esse ministro sofreu outro grave acidente de carro. Mais tarde ele se mudou de volta para o Texas, para pastorear outra igreja, e eu fui à igreja dele para dar um estudo a respeito de ser guiado pelo Espírito de Deus. Depois desse estudo, ele me contou a seguinte história: Ele me disse que na manhã daquele primeiro acidente, ele e sua esposa leram a Palavra e oraram. E aí, enquanto ela terminava de fazer as malas, ele foi verificar o carro. (Agora preste atenção nisso, porque aqui vem algo que precisamos aprender.) Ele me disse: “Parecia que algo em meu interior tinha falado: Espere aqui por 10 minutos. Eu não dei muita atenção. Entrei em casa e peguei as malas. Quando eu as coloquei no carro, algo dentro de mim falou de novo: “espere aqui por 10 minutos.” Ele entrou no quarto para ver se a sua esposa já estava pronta. Então eles saíram. Ele já havia encerrado a conta deles do hotel. Ele disse: “e quando entramos no carro, pela terceira vez, eu ouvi aquela voz dentro de mim falando: ‘Espere aqui por 10 minutos.” Ele disse: “Eu creio em Deus. Eu sempre confesso que o Senhor irá tomar conta de mim. Não há necessidade de ficar aqui, esperando. Nós estamos com pressa, precisamos chegar no Texas!” E então eles saíram, e pouco depois sofreram o acidente. Veja bem, confessar e crer na Palavra é correto. Mas se o Espírito de Deus nos falar algo, é melhor obedecer. Ele quer nos livrar da destruição! Agora, se o Espírito Santo não nos falar nada, então podemos usar a nossa confissão. Mas se escolhemos ignorar aquilo que o Espírito de Deus nos fala em nosso interior, podemos confessar o dia inteiro por proteção e livramento do mal, não vai adiantar nada, e vamos estar em problemas, assim como aconteceu com aquele ministro. Ele era um grande homem de fé. E graças a Deus que ele não desistiu da sua fé, mesmo tendo sofrido aquele acidente. A sua fé salvou a vida da sua esposa. Ela estava Kenneth E. Hagin
  25. 25. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós inconsciente, e os médicos acharam que ela morreria a qualquer instante. Eles queriam convencê-lo a não orar por ela, porque eles achavam que, se ela “acordasse”, ficaria deficiente mentalmente e fisicamente pelo resto de sua vida. Mas o ministro orou mesmo assim, e em uma hora sua esposa estava de pé e fora do hospital! Esse ministro era um homem de fé. Ele cria em Deus. Mas ele deveria ter ouvido o Espírito Santo. Não estou aqui apontando o dedo para ele. Eu já estive no mesmo barco! Eu já enfrentei problemas financeiros, mais de uma vez, por não atentar àquela impressão do Espírito Santo em meu interior. Ah! Eu fiz todas as confissões e falei tudo aquilo que é verdade. Deus quer nos prosperar. Eu creio nisso, e eu cri e confessei a Sua Palavra em relação ao Seu desejo de me prosperar. Mas o Espírito Santo tentou me ajudar em algo tão específico e eu não dei ouvidos. No final dos anos 40, eu não sabia muito a respeito de fé da forma que eu sei hoje, mas eu sabia alguma coisa. Enquanto eu pastoreava minha última igreja, eu investi um dinheiro em algo que me pareceu ser um bom negócio. Algo em meu interior me disse para não fazer aquele investimento, mas eu fiz mesmo assim, e perdi esse dinheiro. O dinheiro que eu investi naquela época equivaleria a muitos milhares de dólares hoje. Algumas coisas que eu sei hoje, eu aprendi errando. Quando você se machuca, você não esquece a lição tão fácil assim! Se eu conseguir que você aprenda a ouvir à voz do Espírito Santo em seu interior, você não precisará cometer os mesmos erros que alguns de nós já cometemos. Algo em meu interior me disse para não investir aquele dinheiro. Não foi uma voz como um trovão vindo do céu! Não foi nada audível. Eu ouvi em meu espírito. E o que às vezes chamamos de intuição interior. Algumas vezes realmente parece que é uma voz falando. Dessa vez, em particular, foi mais uma intuição, em meu espírito, dizendo: “não faça isso.” Mas eu permiti que minha mente entrasse no caminho e não ouvisse aquela direção que estava vindo do meu interior. Naquela época, eu estava pensando em muitos versículos a respeito de prosperidade, e uma delas era “... tudo o que fizer prosperará” (Saímos 1:3). Mas não iremos prosperar quando andarmos em desobediência. Podemos até dizer: “Isso está escrito na Bíblia, então o meu plano vai prosperar. Eu vou tomar posse disso! O diabo não vai me enganar!” Mas muitas vezes nós ainda não aprendemos a distinguir se é o diabo ou Deus que está nos falando algo, mandando fazer algo ou não. Vamos, sim, guardar firme a nossa confissão, mas vamos também aprender a reconhecer as impressões do Espírito de Deus em nosso interior, e obedecê-las! Algo em meu interior me disse para não investir aquele dinheiro, naquela época, quando eu estava no Texas. Estou tão certo disso como eu sei o meu nome. Mas eu investi, e perdi aquele dinheiro. E levou muito tempo para que eu superasse isso, por não ter dado ouvidos ao Espírito Santo. Em meados dos anos 50, eu fiz a mesma coisa, em outra situação. Eu estava terminando uma cruzada na Primeira Igreja Quadrangular em Long Beach, Califórnia, e Kenneth E. Hagin
  26. 26. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós estava me preparando para ir para a Primeira Igreja Quadrangular, em Redondo Beach. Eu já havia transportado meu trailer para um estacionamento apropriado para trailers, em Redondo Beach. Bem, as pessoas têm hábitos e costumes diferentes umas das outras. Eu sou uma pessoa da noite; eu durmo tarde. Normalmente eu estou mais acordado à meia-noite do que em qualquer outra hora do dia. Como pastor, eu fazia todos os meus estudos à noite porque, normalmente, durante as manhãs, eu não estava muito alerta. Eu ia dormir entre meia-noite e duas da manhã, e não levantava muito cedo no dia seguinte. Se, por exemplo, eu tivesse um culto de ensino às 10 da manhã, eu sempre me levantava já quase perto da hora de ir. Não queria ocupar minha mente com outras coisas ou me prender em outros afazeres. Eu queria minha mente focada na lição bíblica que estaria ensinando. Então, uma certa noite, eu fui dormir bem tarde. Durante muitos anos, em alguns dias, acontecia de que assim que o sol nascesse, eu me sentava na cama, depois de um sono bem profundo. Não interessava quão tarde eu havia ido dormir na noite anterior. Eu sei disso porque a nossa cama ficava posicionada no quarto, de forma que a cabeceira estava virada para o ocidente e os pés da cama para o oriente. Então, de repente, eu sentei na cama. Eu podia ver o sol começando a nascer. E então eu ouvi algo. Eu sabia que não era audível, mas quase me pareceu audível, como se uma voz estivesse falando comigo. Ela dizia: “Uma recessão está a caminho - não será uma depressão, mas uma recessão. Prepare-se.” Isto aconteceu em maio de 1956. Eu não dei ouvido. E não só o Espírito Santo falou comigo naquele dia, mas uns dois meses depois eu tive outra experiência sobrenatural, que eu simplesmente também deixei passar despercebido. A recessão veio em 1957 e, por 12 meses, eu fiquei cem dólares no vermelho, todos os meses. E não estou falando de não ter um dinheiro extra, uma sobra no fim do mês. Nossa entrada era quase só o suficiente para o básico mesmo, e ainda estávamos ficando cem dólares no negativo, todo mês. Graças a Deus pelo plano de seguro de vida com títulos de capitalização. Foi de onde eu tirei empréstimo. Eu não havia feito O seguro de vida porque achava que iria morrer jovem. Não. Eu sabia que eu não iria. Eu comprei um seguro com títulos de capitalização. Veja bem, por causa da minha baixa renda, eu nunca fazia uma poupança. Eu deveria ter me disciplinado mais, mas eu não o fiz. Eu tinha muitos gastos. Por isso eu fiz esse tipo de seguro com capitalização, com prazo para vinte anos, e foi realmente assim. Eu possuía no total quatro títulos. Essa foi a minha forma de fazer uma reserva. Bem, eu tive que ir ao banco para fazer um empréstimo, mas como eu não tinha limite o suficiente, eu fiz com base no seguro, porque o seu valor era maior. Eu fiz esse Kenneth E. Hagin
  27. 27. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós empréstimo só para conseguir continuar. Ou era isso ou era ficar sem nada ou até desistir com tudo. E eu orei muito! Fale de alguém que só orava, esse era eu! O Senhor me abençoou em outras áreas. Eu impunha as mãos sobre os doentes e eles eram curados. Eu impunha as mãos sobre os cristãos e eles eram cheios do Espírito Santo. Pessoas foram salvas. Os dons do Espírito estavam em operação. Mas o Senhor não me disse uma palavra a respeito da minha situação financeira. Nada. Eu havia ignorado a voz do Espírito. E isso não saiu da minha cabeça durante um ano inteiro! Foi muito duro! Então, no último domingo do mês de dezembro de 1957, eu comecei uma série de reuniões em Fort Neches, Texas, ao leste de Houston, e veio o ano de 1958. Um ano inteiro se passou e o Senhor não me disse uma palavra sequer a respeito das minhas finanças. Eu voltei ao banco por várias vezes para fazer mais empréstimos. Eu não havia pago nem os juros dos outros, e então finalmente eu fiai falar com o gerente do banco. Ele me disse “Não nos interessa se você vai pagar agora ou não. Se alguma coisa acontecer com você, nós ainda assim teremos o nosso dinheiro. Afinal nós estamos no negócio de empréstimos, e a apólice do seu seguro é uma boa garantia.” Em 1950, o Senhor já havia lidado comigo em relação aos princípios de prosperidade e finanças, e eu já tinha colocado todos esses princípios em prática, e feito as minhas confissões. Mas, durante o ano de 1957, eu andei exatamente na direção contrária, em dívida. No início do ano de 1958, eu ainda estava fazendo aquelas reuniões no Texas, e em uma das noites veio sobre nós, de maneira tão forte, um espírito de intercessão. Eu mal tinha acabado de terminar minha mensagem. Eu não precisei pedir para ninguém orar, todos simplesmente foram para o chão. Muitos ficaram em volta do altar, outros ficaram perto dos seus assentos. Eu ainda estava no púlpito, de pé, e vi que todos que estavam ali estavam de joelhos. Não havia ninguém sentado. Eu me ajoelhei em uma cadeira que estava no púlpito e comecei a orar. Realmente havia um espírito de oração naquele lugar. Acho que ficamos ali entre 45min e 0lh l5min. Levantei-me e sentei na cadeira. Algumas pessoas ainda estavam ali, em volta do altar, orando. Outros já haviam sentado. Eu me sentei e estava cantando em línguas, quando, de repente, Jesus apareceu na minha frente, a olho nu. Ele começou a falar comigo a respeito de muitas coisas, inclusive meu ministério. E, então, finalmente, ele trouxe o último assunto. Ele começou: “Agora, sobre as suas finanças...” Uau! Como eu fiquei feliz por ele ter trazido esse assunto! E então eu falei: “Sim, Senhor?” Ele continuou: “Falei com você pelo Meu Espírito a respeito disso, e eu vi que você não iria dar ouvidos. Então, quando você estava na Califórnia, Eu enviei um anjo e ele Kenneth E. Hagin
  28. 28. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós foi até o seu trailer. Mas você também não deu atenção, então Eu parei de falar e permiti que você ficasse assim por um ano.” “Foi muito difícil” - eu disse. E então Ele começou a me falar como Ele iria mudar essa situação. Ele me disse o que aconteceria dentro de três meses e, realmente, aconteceu exatamente como Ele havia me dito. Eu fiquei tão feliz de finalmente me ver livre daquela situação financeira! Como eu disse anteriormente, Deus nos deu Seu Espírito para que fosse possível vivermos livres de tudo aquilo que vier tentar roubar a nossa paz, a nossa saúde ou o nosso bem-estar. Podermos ser ensinados e guiados pelo Espírito que habita em nós, o que é, sem dúvida, uma perfeita provisão do nosso Pai Celestial, para nós. Ele quer que vivamos e sejamos redimidos de toda destruição. Mas para que possamos andar no Espírito de forma constante, é preciso que aprendamos a reconhecer e obedecer às impressões do Espírito em nosso interior. CAPÍTULO 4 A IMPORTÂNCIA DO ANDAR EM AMOR Nós estabelecemos, aqui, que existem duas obras do Espírito Santo que Deus espera ver em operação na vida dos cristãos: o Santo Espírito no seu interior e o Santo Espírito sobre o cristão. Nós também já vimos que a presença do Espírito dentro do cristão é para sua edificação pessoal (Jo 4:14) e o Espírito sobre o cristão, que é o batismo no Espírito Santo, produz bênçãos que fluem do seu interior, para a edificação de outros (Jo 7:38). Kenneth E. Hagin
  29. 29. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós O Espírito Santo vem habitar em nós com o Novo Nascimento, para o nosso benefício próprio. Mas a forma do Espírito vir sobre nós é pelo batismo no Espírito Santo, para serviço e para testemunhar ( Lc 24:49; At. 1:8). Existem nove elementos do fruto do Espírito, em conexão com o Espírito Santo habitando em nós, que se encontram em Gálatas 5, nos versos 22 e 23. E em conexão com o Espírito sobre nós, existem nove manifestações, ou dons do Espírito Santo, que se encontram em I Co 12:7-11. As vezes, essa verdade é enfatizada somente em parte, mas toda ela deveria ser conhecida e considerada, pois todas são importantes. Nós já vimos que três coisas são necessárias para que possamos cooperar com o Espírito Santo, quando Ele vem habitar em nós, através do Novo Nascimento: 1. Um constante renovo no Espírito, alcançado através da oração e de um relacionamento com o Pai, e de nos alimentarmos com a Palavra de Deus; 2. Andar no Espírito; 3. Aprender os caminhos do Espírito, a direção do Espírito. Vamos, agora, continuar a estudar a respeito do andar no Espírito. Para isso, vamos revisar o capítulo 5, do livro de Gálatas. O Espírito do Senhor, que é o Espírito Santo, falou a respeito dessas coisas através do apóstolo Paulo (Lembre-se que Paulo não escreveu essa carta para uma igreja apenas, mas para que ela também fosse lida em todas as igrejas na região da Galácia). GÁLATAS 5:16 16 Digo, porém: Andai no Espírito, e não satisfareis à concupiscência da carne. Normalmente, quando falamos a respeito de andar no espírito, as pessoas ficam meio confusas. Algumas pessoas acham que andar no espírito significa ficar flutuando por aí, com a nossa cabeça nas nuvens. Mas andar no espírito é muito simples e muito prático. GÁLATAS 5:17-19 17 Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito, e o Espírito 0 que é contrário à carne: Estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis. 18 Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. 19 As obras da carne são conhecidas, as quais são... Em outras palavras, essa frase está dizendo: “Se você está andando na carne, significa que a carne está te dominando, e esse é o resultado.” GÁLATAS5:19-22 19 As obras da carne são conhecidas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, Kenneth E. Hagin
  30. 30. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós 20 idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, pelejas, dissensões, facções, 21 invejas, bebedices, orgias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos preveni, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus. 22 Mas o fruto do Espírito é... Não mudaríamos o significado do verso 22, se lêssemos da seguinte forma: “mas andar no espírito é andar em...” GÁLATAS 5:22-23 22 Mas o fruto do Espírito é; amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, 23 mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei. Então, andar no espírito é andar em amor, em alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, mansidão e domínio próprio. E contra estas coisas não há lei. Paulo está dizendo, no verso 25: “Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito. ” Andar no espírito é andar conforme os nove frutos do espírito. Isto simplifica tudo, não é verdade? O primeiro dos nove elementos do fruto do espírito é o amor. Nós já vimos que o fruto do espírito é produzido pelo Espírito Santo - o Espírito de Cristo, ou a vida de Cristo - dentro de nós. O fruto nasce no galho. Jesus disse: “Eu sou a videira, vós sois os ramos...” (Jo 15:5). Então, perceba que nós somos os galhos nos quais o fruto cresce. Sabemos que o primeiro fruto de uma pessoa que foi recriada, de um espírito que nasceu de novo é o amor, por causa da vida de Cristo que agora habita no cristão, através do poder e da pessoa do Espírito Santo. Em sua primeira epístola, João falou: “Nós sabemos que já passamos da morte para a vida porque amamos...” (I Jo 3:14). Se não amamos, não temos nenhuma evidência da salvação, de ter passado da morte para a vida. O amor é o primeiro fruto que vamos mostrar quando nascemos de novo! Eu comentei, anteriormente, que essa foi uma das coisas que mudou drasticamente em minha vida quando eu nasci de novo. Nossa família havia sido destruída, porque meu pai havia saído de casa, e eu estava deficiente fisicamente. As pessoas falavam que eu sempre estava bravo com todo mundo. Mas quando eu nasci de novo e o amor de Deus foi derramado em meu coração, eu passei a amar as pessoas, e isso fez uma diferença muito grande. A escolha de deixar ou não esse amor dominar a minha vida é minha. Em outras palavras, eu não tenho que deixar que esse amor me domine. Esse amor está em meu coração, mas se a minha mente não estiver renovada na Palavra de Deus o suficiente, Kenneth E. Hagin
  31. 31. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós ela irá tomar o lado da minha carne e irá me desviar, se posso Mar assim. Eu serei um bebê espiritual, um cristão carnal. Paulo chama os cristãos de Corinto de carnais, bebês espirituais, porque havia inveja e contendas entre eles (I Co 3:1). Pelo fato da Igreja de Corinto andar na carne, havia brigas, contendas, divisões entre eles. Paulo disse: “vocês são meninos” e “andam como meros homens” (I Co 3:1-3). Em outras palavras, Paulo está dizendo: “Quando vocês permitem que esse tipo de coisa os dominem, vocês andam como aqueles que ainda nem foram salvos.” Então, é possível que um cristão não permita que o amor de Deus tenha domínio sobre ele. Mas se ele quiser ser um cristão de sucesso, ele tem que deixar que esse amor dominá-lo . É preciso que ele entenda que depende dele fazer algo com esse amor. Nós falamos a respeito de Romanos 5:5 que diz: “... o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo...” Já está em nós! Mas o que temos feito com ele? Temos praticado? Ou estamos iguais àquele rapaz da parábola dos talentos? Ele recebeu um talento, e ao invés de usá-lo, ele o embrulhou e o escondeu (Mt 25:24-25; Lc 19:20). Nós precisamos deixar o amor fluir através de nós. Louvado seja Deus! ANDAR EM AMOR E SAÚDE DIVINA Outro aspecto importante a respeito de andarmos em amor está ligado à cura divina! Tem uma ilustração que eu sempre gosto de usar. Eu estava fazendo uma cruzada no norte do país, e havia certo rapaz que estava indo com sua esposa. Eles tinham três filhos. Dois deles eram adotados. A última criança que eles adotaram tinha uma saúde perfeita até os seus dois anos de idade, quando ela começou a ter ataques epiléticos. Os pais a levaram no médico especialista mais renomado de todo o ocidente. Depois de ter feito todos os exames, o médico falou: “Esse é o pior caso de epilepsia que eu já encontrei em todos os meus anos de experiência.” Bem, esse casal estava firme e crendo nas promessas de Deus e na cura da criança. Mas, então, eu fui falar com a mãe, e ela disse: “Eu odeio minha sogra. E pelo que você está pregando, eu nem sei se eu sou realmente salva”. Eu disse: “Bem, se você realmente odeia sua sogra, então você não é salva.” Em sua primeira Epístola, João escreve: “Todo o que odeia a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanente em 5/”(I Jo 3:15). E isso engloba todo aquele que odeia quem quer que seja,não apenas seu irmão. Eu sabia que ela era salva. Ela só estava permitindo que sua carne e seu entendimento humano a dominassem. Dessa forma, eu disse a ela: “Olhe bem nos meus olhos e diga 'eu odeio minha sogra. ' E enquanto você estiver falando isso, sinta, olhe em seu espírito, e me diga o que acontece lá dentro.” Então, ela olhou nos meus olhos e disse: “Eu odeio a minha sogra.” Então eu perguntei: “O que aconteceu em seu interior?” E ela disse: “Como se alguma coisa me Kenneth E. Hagin
  32. 32. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós arranhasse.” Eu disse “Sim. A Bíblia diz '... pois o amor de Cristo nos constrange... ' (2 Co 5:14). O Espírito Santo está tentando chamar sua atenção.” “O que eu vou fazer?” - ela perguntou. “Mostre atos de amor, como se você a amasse, porque você a ama. Deixe o amor fluir de dentro de você!” - eu falei. Então, ela convidou a mim e minha esposa, sua sogra e sua cunhada para jantarmos em sua casa. Durante o jantar, ela veio e sussurrou pra mim: “Você tem razão, eu não odeio minha sogra. Eu a amo. Eles são pessoas muito amáveis e que amam ao Senhor.” Mais tarde essa mulher ligou para o hotel onde eu estava hospedado com minha esposa, e minha esposa atendeu ao telefone. A mulher, então, falou; “Eu sei que o Irmão Hagin não ora por todos que pedem oração (Com 2 reuniões por dia, eu simplesmente não tinha tempo hábil para orar por todos.), mas será que ele poderia vir e orar pela nossa filha?” Quando uma pessoa sofre de epilepsia, antes que ela tenha mesmo a crise, ela sofre um pequeno ataque epilético, e a criança estava, naquele exato momento, nesse estágio da crise. O Espírito de Deus me falou que era pra eu ir, e então eu falei para a minha esposa: “Ok, nós vamos!” Enquanto estávamos a caminho da casa deles, o Senhor falou comigo. Eu e minha esposa estávamos em silêncio, sem dizer uma palavra. Estávamos esperando no Senhor. E quase como se alguém estivesse sentado no banco de trás do nosso carro, o Espírito Santo começou a falar pra mim: “Não ore por essa criança. Não imponha as mãos sobre ela. Não toque nela. Não a unja com o óleo. Não ministre sobre ela. Diga para a mãe: 'No Velho Testamento eu disse ao Povo de Israel: Ande em Meus estatutos, e guarde os Meus mandamentos, faça o que é certo aos Meus olhos e eu tirarei a enfermidade do meio de vós, e completarei o número dos seus dias. Então Ele continuou dizendo: “Parafraseando na linguagem do Novo Testamento, eu disse para a Igreja e para os meus discípulos: 'Novo mandamento vos dou: amai-vos uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois Meus discípulos, se vos amardes uns aos outros (Jo 13:34-35; Gl. 5:14). Eu sabia o que Deus havia falado na Velha Aliança, em Êxodo 23. ÊXODO 23:25-26 25 Servireis ao Senhor vosso Deus, e Ele abençoará o vosso pão e a vossa água. TIRAREI DO MEIO DE VÓS AS ENFERMIDADES, 26 e na tua terra não haverá mulher que aborte, nem estéril. O NÚMERO DOS TEUS DIAS COMPLETAREI. Kenneth E. Hagin
  33. 33. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Poderíamos também traduzir esses versos da seguinte forma: “Guarde o Meu mandamento do amor, e Eu tirarei a doença do meio de vós, e o número dos teus dias completarei.” E então o Espírito Santo me mandou dizer para a mãe: “Fale para Satanás: ' Satanás, eu agora estou andando em amor. Tire as suas mãos da minha filha. Quando chegamos à casa deste casal, eu falei exatamente como o Espírito Santo tinha me falado, e ela não demorou nem por um minuto. Ela disse logo: “Satanás, agora eu estou andando em amor. Tire as suas mãos da minha filha!” Como num estalar dos dedos, o ataque epilético parou. Muitos anos depois eu encontrei esse casal e perguntei a respeito da sua filha, se ela tinha tido mais alguma crise. Eles disseram que nunca mais. A mãe falou que em alguns dias ela começava a apresentar alguns sintomas. E eu então lhe perguntei o que ela fez. E ela disse: “Eu simplesmente falei: 'Satanás, eu estou andando em amor.” Agora, se não estamos andando em amor, não podemos fazer algo assim. Precisamos começar a andar em amor. Andar em amor é andar no Espírito. E você não leva muito tempo para simplesmente mergulhar nessa verdade e começar a andar em amor. Precisamos pedir perdão ao Senhor por não o fazermos, e declararmos: “A partir deste momento eu estou andando em amor.” E então estaremos na posição de fazer o que essa mãe fez. Se pudéssemos fazer com que todos ouvissem essa mensagem, para orar por alguém, teríamos que procurar pessoas fora da igreja porque não haveria ninguém dentro das igrejas para ministrarmos! Você pode dizer: “Queria que isso funcionasse para mim.” Mas não é por você querer. Irá funcionar se você fizer tudo. Romanos 5:5 diz que o amor de Deus foi derramado em nossos corações. Portanto, o amor do tipo de Deus já foi derramado em nossos corações. O amor de Deus não é um amor natural, nem um amor humano, mas é um amor divino. Se você já teve alguma experiência com o amor humano, amor natural, você entende que é um amor egoísta. Mas o amor divino não é egoísta. Eu gosto da tradução de I Coríntios 13:4-8, na Versão Amplificada. E triste que os tradutores da Bíblia King James tenham-se referido ao amor de Deus como “caridade”. Talvez, naquele tempo, fosse o que significava para eles, mas, no original grego, a palavra ágape, que significa “amor”, é a mesma usada em Romanos 5:5: “... o AMOR de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo...” A seguir, veremos a tradução de I Coríntios 13:4-8, na versão King James. 1 CORÍNTIOS 13:4-8 4 A caridade é paciente, é benigna. A caridade não inveja, não se vangloria, não se ensoberbece. Kenneth E. Hagin
  34. 34. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós 5 não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal. 6 A caridade não se alegra com a injustiça, mas se regozija com a verdade. 7 Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 8 A caridade nunca falha. Mas havendo profecias, cessarão; havendo línguas, desaparecerão; havendo ciência, passará. Agora vamos dar uma olhada nesses versos, na Versão Amplificada. Seria de grande ajuda se todo cristão lesse esses versos, todos os dias, por uns seis meses. E então essas palavras realmente achariam lugar em nosso interior e passaríamos a praticá-las. ICORÍNTIOS 13:4-8 (Versão Amplificada) 4 O amor é longânimo, paciente e benigno; o amor não inveja e não tem ciúmes, não se vangloria, não se ensoberbece. 5 Não se porta inconvenientemente (arrogantemente e cheio de orgulho); não é ríspido ( sem educação) e não se porta como alguém que não tem caráter. 0 amor (o amor de Deus em nós) não insiste em seus próprios direitos, pois não busca os seus próprios interesses; não se irrita, não é amargurado e nem ressentido; não guarda em si o mal que lhe foi feito (não dá atenção ao que lhe foi feito de errado). 6 Não se alegra com a injustiça, mas se regozija quando a verdade e o que é certo prevalece. 7 O amor suporta toda e qualquer coisa que possa vir em seu caminho, está sempre pronto para acreditar no melhor de cada pessoa, sua esperança não se apaga em qualquer que seja a circunstância, e suporta qualquer coisa (sem se enfraquecer). 8 O amor nunca falha (nunca esfria, ou se torna obsoleto, ou chega ao fim)... Vamos olhar alguns desses versículos mais de perto. “O amor é longânimo, paciente e benigno...” (v.4). Algumas pessoas perseveram só porque elas tem que fazê-lo, mas elas não são pacientes, nem bondosas, enquanto o fazem. Elas esperam, perseveram como um dever, somente. “... o amor nunca inveja ou tem ciúmes...” (v.4). O amor natural, humano, é ciumento, mas o amor de Deus não tem inveja, ou ciúmes. "... O amor (O amor de Deus em nós) não insiste em seus próprios direitos, pois não busca os seus próprios interesses...” (v.5). E aqui eu quero parar um pouco para que meditemos a respeito disso. “O amor não busca seus próprios interesses” significa que o amor divino não é egoísta. Muitos cristãos, em seus relacionamentos, ao invés de andarem no espírito e andarem em amor, falam: “Eu sei o que é meu. Eu vou ter o que eu quero ter. Eu vou ter a minha vontade, doa a quem doer!”, mas esse verso está dizendo: “o amor não insiste em seus próprios interesses.” Kenneth E. Hagin
  35. 35. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Nós nunca iremos conseguir nada até que acreditemos em Deus - até que acreditemos no amor. O amor é sempre a melhor forma! O amor é a forma de Deus lidar conosco, e também deveria ser a nossa! Nessa caminhada de sessenta e cinco anos com o Senhor, eu posso dizer que aprendi algumas coisas. Graças a Ele eu posso andar em saúde hoje. E ter uma vida saudável não é só para mim; pertence a todo cristão. Mas para andar em saúde, nós precisamos aprender a andar em amor. Eu sempre falo para as pessoas que eu nunca mais tive uma dor de cabeça, desde agosto de 1933, e agora é muito tarde para começar a ter. Louvado seja Deus! Mas algumas pessoas ficam bravas comigo por eu dizer isso. Eles não entendem o que eu quero dizer com isso. Não me entenda mal. Oportunidades virão para que você tenha uma dor de cabeça. Mas você não tem que aceitá-la. Cada oportunidade de ter uma dor de cabeça, ou de ficar doente, você não precisa aceitá-la. Não, não é errado ter uma dor de cabeça, mas ficar com ela, sim. Você precisa se livrar dela. Mas para que possamos receber cura e andar em saúde, nós devemos andar em amor, e levar isso a sério. O AMOR NÀO INSISTE EM SEUS PRÓPRIOS INTERESSES Há alguns anos minha esposa e eu estávamos terminando uma reunião em uma Igreja do Evangelho Pleno e de lá iríamos para outra cidade, começar outra reunião em outra igreja. Mas os pastores dessa igreja onde estávamos, junto com os pastores de outra igreja desta mesma denominação, nos pediram para que adiássemos a reunião nesse outro estado, para que pudéssemos ficar por mais uma semana e ministrar em outra igreja, dessa mesma denominação. Na noite de domingo encerramos aquela reunião. Eu havia recebido uma oferta que cobriu apenas o valor das minhas contas. Então, no dia seguinte, eu usei meu cartão de crédito para colocar gasolina e fomos para a outra igreja onde começaríamos a ministrar, naquela segunda à noite. Eu não tinha nenhum dinheiro comigo. “ Com certeza eles irão prover para as nossas refeições”, eu pensei. Nós já chegamos um pouco tarde porque fomos dirigindo e era um pouco longe de onde estávamos. O combinado era de ficarmos com o pastor e sua esposa em sua casa. Quando chegamos, eles não falaram nada sobre comermos. Eu não pensei nada porque normalmente eu não gosto mesmo de comer antes de ir para igreja. “Vamos comer depois do culto” ' eu pensei. Quando o culto terminou, o pastor e sua esposa não falaram nada sobre sairmos para comer alguma coisa. Nós voltamos para casa, e eles não falaram nada e foram dormir. Então nós também fomos. Nós só teríamos cultos durante a noite. Então, na manhã seguinte, os pastores acordaram antes que nós e saíram. O telefone havia tocado Kenneth E. Hagin
  36. 36. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós algumas vezes, então eu pensei que eles haviam saldo para algum tipo de emergência, alguém que havia ligado do hospital, algo assim. Então eu falei para a minha esposa: “Eles já devem estar voltando, e então nós iremos sair para comer.” Deu 01:30h da tarde e eles não tinham aparecido. Isso foi na terça-feira, 1:30h da tarde. Nós não havíamos comido nada desde a hora que saímos da outra igreja, no domingo à noite. Então eu disse à minha esposa: “Vai lá na cozinha e vê se você acha alguma coisa para comer. Eles não estão aqui e também não falaram nada a respeito de comermos alguma coisa.” Ela voltou da cozinha e falou: “Eu achei uma salsicha, dois ovos e uma fatia de pão.” Então eu falei para ela cozinhar os ovos, e cada um de nós comeu um ovo cozido, metade da fatia de pão, e metade de uma salsicha. Foi tudo o que conseguimos achar. “Isso vai nos sustentar até à noite” eu disse. “E provável que eles cheguem um pouco mais cedo, para nos levar em algum lugar para comer.” Eu não queria comer antes do culto, mas eu iria de qualquer forma, porque eu estava ficando com fome! Aquele ovo, metade de uma fatia de pão e metade de uma salsicha não iriam durar muito! Bem, o pastor e sua esposa voltaram para casa, mas não falaram nada a respeito de comermos. Eles se arrumaram para o culto e saíram. E depois do culto eles simplesmente voltaram para casa e foram dormir. Na quarta pela manhã, eles levantaram cedo e saíram, antes do horário do café da manhã, não cozinharam nada e a geladeira estava vazia. Nós já sabíamos disso, porque no dia anterior havíamos comido a última comida que eles tinham em casa. Então, de domingo à quarta, tudo o que eu e minha esposa havíamos comido foi aquele ovo, o pão e a salsicha - e muitos copos de água! Eu pensei que eles estariam de volta perto do meio dia. Mas deu l:30h da tarde e eles não apareceram. Então, ao invés de andar no Espírito, eu entrei na carne. Foi muito fácil, porque nós já estávamos na carne. “Que tipo de pessoas eles são?” Eu perguntei à minha esposa. “Eu já sei o que eu vou fazer. Eu conheço o superintendente deles. Eu vou ligar para ele e vou perguntá-lo: “que tipo de pastores são esses que você tem aqui nessa cidade?” Eu conhecia o superintendente e sabia que ele entraria em contato com eles imediatamente e acabaria com eles, por estarem nos tratando dessa forma. Então eu peguei o telefone e comecei a discar. Naquele momento alguma coisa em meu interior chamou minha atenção. O amor de Cristo me constrangeu. E eu desliguei o telefone. “Você não vai ligar?” - minha esposa perguntou. “Não,” eu disse. “Eu não vou ligar. Eu não quero causar problema para eles.” Veja bem, é verdade que nós temos direitos, mas a Bíblia diz que o amor não impõe os seus direitos. O certo seria os pastores cuidarem de nós. Era a obrigação deles. Mas Kenneth E. Hagin
  37. 37. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós eu não iria colocá-los em problemas por causa disso. Da forma que eles estavam se comportando era visível que eles já tinham problemas o suficiente. Pessoas que tratam as outras assim vão acabar entrando em problema. Mas eu não ia ser o responsável por isso. Eu iria andar em amor. Mais um dia se passou, nós ainda não havíamos comido nada e eu já estava pronto para fazer a ligação de novo. Meu estômago já estava colado nas minhas costas! Eu fui até o telefone de novo, pronto para falar com o superintendente: “Que tipo de gente é essa que você tem aqui nessa cidade?” Ele era um amigo meu, e eu nunca havia conhecido esses pastores. Eu contaria a situação para ele, e eu sei que ele iria colocá-los no chão, se posso dizer assim. Então eu comecei a discar, mais uma vez - e até disquei uns dois números a mais que da última vez. Mas então, antes que começasse a chamar, eu desliguei. “Não,” eu disse, “eu não vou colocá-los em problema.” Logo eu ouvi alguém batendo na porta. Era um dos diáconos da igreja, que morava na mesma rua. Eu abri a porta e ele se apresentou. Eu percebi que ele estava um pouco preocupado. Ele sabia que nós estávamos ali a semana toda, e que todos os dias os pastores saíam cedo e só voltavam a noite para casa. “Irmão Hagin, cadê os pastores?” - ele perguntou. “Ah,” eu disse “tenho certeza de que eles receberam uma ligação de emergência. Eu ouvi o telefone tocar algumas vezes.” Ele disse: “Eu notei que todas as manhãs eles saem de casa por volta das 7 horas. Você e sua esposa tem comido alguma coisa?” Eu não queria causar nenhuma situação para o pastor, então eu disse: “Nós estamos bem.” “Bom,” ele falou, “eu me senti guiado de vir aqui e dizer que eu moro aqui perto.” - ele me levou lá fora e me mostrou a casa dele' “Na varanda de trás tem uma geladeira. O quintal é cercado, mas a porta da varanda sempre fica aberta. Você pode ir lá e pegar o quiser a hora que quiser.” “Obrigado,” eu falei. “Se eles não voltarem logo, provavelmente nós iremos até lá.” Então nós andamos até a casa daquele diácono e pegamos algumas coisas e preparamos uma refeição para nós! Nós ficamos hospedados na casa do pastor a semana toda, e eles nunca falaram nada a respeito de comer alguma coisa, mas a partir daquela quinta-feira nós pegamos comida na geladeira do diácono, todos os dias. Eu não toquei no assunto com ninguém para não causar problemas para o pastor e sua esposa. Eu sabia que se eles continuassem agindo assim, eles estariam em problema, sem eu ter que fazer nada. Eu preferi deixar isso nas mãos do Senhor, para que Ele lidasse com eles, do que eu me envolver. Quando você Kenneth E. Hagin
  38. 38. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós está envolvido em alguma situação de trazer problemas pata alguém, tenha certeza de que você vai acabar entrando em problemas também. Duas atitudes erradas não fazem uma certa. CAPÍTULO 5 AMOR: O MELHOR CAMINHO O pastor que me antecedeu na última igreja que eu pastoreei enfrentou alguns problemas, algumas dificuldades. Eu sou um pregador, e porque eu posso entender os desafios do ministério, eu defendo os pregadores. Mas pregadores também erram. Eles são humanos como qualquer um. Esse pastor que me antecedeu havia sido eleito para pastorear essa igreja num período de três anos. Se ele tivesse agido de forma correta durante esse tempo, com certeza ele teria sido reeleito. Mas ele não agiu corretamente, e então a igreja não o reelegeu. Kenneth E. Hagin
  39. 39. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós O Senhor falou comigo de forma sobrenatural, me mandando assumir o pastoreio daquela igreja, e mais tarde eu entendi o porquê. Mas esse pastor ainda ficou por ali, e visitava alguns membros da igreja que o tinham apoiado. Ele fez até algumas reuniões. Eu sempre sabia quando ele tinha feito essas reuniões, e quando eu subia no púlpito para pregar nos domingos pela manhã, eu dizia pra mim mesmo: “O irmão fulano de tal está aqui na cidade.” Eu podia notar isso na congregação. Eu podia notar que ele tinha andado visitando aqueles que estavam do lado dele, falando coisas e até mesmo pegando dinheiro deles. Eu me lembro que o diretor regional dessa denominação uma vez me falou: “Irmão Hagin, basta uma palavra sua e nós expulsamos esse pastor da convenção de ministros da nossa igreja.” E eu disse: “Não, não! Eu não vou fazer isso! Ele está com problemas. Eu sei que ele está errado, mas não há porque destruir o seu ministério. Eu não vou fazê-lo. Eu vou andar em amor, mesmo se ninguém mais quiser fazer isso comigo.” Isso aconteceu logo depois da Segunda Guerra Mundial, e na nossa área não havia ninguém que trabalhasse com aplicação de papel de parede. Durante alguns anos, eu cheguei a trabalhar nisso, e em pintura também, para ajudar no orçamento e tudo mais. Esse pastor estava construindo uma casa, e seus planos eram vendê-la e se mudar para outro lugar. Ele veio em minha casa e me perguntou se eu conhecia alguém que trabalhava com papel de parede. “Não, não há ninguém por aqui que trabalhe com isso,” eu disse. “Eu já andei pesquisando também. Mas eu vou te dizer o que eu vou fazer. Eu vou fazer o serviço para você.” “Você faria mesmo?”- ele perguntou. “Claro que sim.” - eu respondi. E eu fiz. Quando eu terminei, ele veio com sua esposa saber quanto eles me deviam pelo serviço. Eu disse: “O Senhor me falou para não cobrar nada, para dar esse serviço para vocês.” Eu não havia dito uma palavra para esse pastor, e nem para a sua esposa, que também ministrava, a respeito das coisas que eles andavam fazendo, mas eles começaram a chorar. Eles falaram: “Saiba que nunca falamos mal de você.” Eu disse: “Eu sei que não. Vocês nem me conheciam para falarem mal de mim! Mas meu irmão, você já parou para pensar que o fato de você visitar alguns membros e falar para eles que eles não estão na vontade de Deus, e que você ainda deveria ser o pastor, tem criado divisão, e que isso também seria falar contra mim?” “Eu nunca peguei nada dos dízimos” - ele falou. Então, eu mencionei algumas famílias e disse que, desde que eu havia assumido o pastoreio, eles não haviam contribuído com um centavo na igreja. Kenneth E. Hagin
  40. 40. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós “Bem, eles me deram dinheiro,” ele falou, “mas eles nunca falaram que era o dízimo.” Então eu disse: “Tudo bem. Se eles não iam mesmo dar para a igreja, é melhor que você tenha, e assim de alguma forma possa ser usado na obra de Deus. Não se preocupe a respeito disso.” Quando eles venderam a casa que haviam construído e estavam se preparando para mudar eu falei: “Antes que você vá embora eu quero que você e sua esposa venham pregar na igreja.” “Ah não!” Ele disse. “Eles não gostam da gente.” Então eu disse: “Não é assim. Mesmo os que votaram contra, gostam de vocês! Eles me falaram que sim. Então venham pregar.” E eles foram. Um deles pregou pela manhã e o outro à noite. Foram cultos tremendos, e eles saíram em amor. E isso é o melhor. Quando aquele pastor pregou no culto da noite, ele falou: “Irmãos, eu admito que eu estava errado.” Você realmente tem que ser homem para fazer algo assim. Ele disse: “Me perdoem por ter visitado alguns de vocês, os quais eu achava que estavam do meu lado, e por ter falado que Deus não abençoaria esta igreja, porque eu que tinha que ser o pastor. Eu não falei com essas palavras, mas eu insinuei que o Irmão Hagin e que vocês estavam fora da vontade de Deus porque não era eu quem estava pastoreando. Mas eu estava errado. Deus ama as suas ovelhas. Ele ama o Seu povo, e Ele enviou alguém que pudesse pastoreá-los. Olhando para a igreja hoje, percebo que o templo está cheio. Nunca foi assim quando eu era pastor aqui. Eu quero que você saiba. Irmão Hagin, que eu me alegro em ver que você tem alcançado as vidas das pessoas, e que Deus está te abençoando. E eu estou com você. Deus te abençoe!” Todos foram abençoados e começaram a chorar, e tivemos tempos preciosos na presença do Senhor. Assim como Paulo escreveu em I Coríntios 13:8, eu creio que “o Amor nunca falha.” O TERMÔMETRO DO AMOR Voltando ao texto de I Coríntios 13:5, da versão Amplificada, vemos que “o amor não se irrita, não é amargurado e nem ressentido; não guarda em si o mal que lhe foi feito (não dá atenção ao que lhe foi feito de errado).” Às vezes não é bem isso que gostamos de ouvir, certo? Mas esse verso é o termômetro do amor - é o medidor do nível de amor. E fácil descobrir se estamos andando em amor ou não, se estamos andando no espírito ou não. Quando enumeramos aquilo que foi feito de errado para conosco, não estamos andando em amor. Se andarmos em Deus, em espírito, ou em amor, e permanecermos cheios do Espírito, não iremos agir dessa forma. Kenneth E. Hagin
  41. 41. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós Durante os meus anos de ministério, eu vivi outras situações do tipo dessa que acabei de relatar acima. E parentes, outros ministros, e até mesmo pastores de igrejas vizinhas me falaram: “Se eu fosse você eu não aceitaria uma coisa dessas.” Alguns desses pastores até falaram que eu deveria ter alguma fraqueza em meu caráter, porque eu nunca lutava contra aqueles que vinham contra mim. Eu não falava mal deles. Ao invés disso, eu orava por eles, e se eu tivesse a oportunidade, eu fazia algo bom por eles, para eles. A Bíblia diz “... amai a vossos inimigos e orai pelos que voz perseguem” (Mt 5:44). E ainda assim eles diziam que eu devia ter algum tipo de falha no meu caráter, porque eu não revidava. Mas não, o que eu tinha era força e não fraqueza, pois o amor nunca falha! Muitos falharam, e até morreram prematuramente por viverem tão ligados no mundo natural, que eles não conseguiram aproveitar dos privilégios e bênçãos que, por direito, já pertenciam a eles, sendo filhos de Deus. Eles estavam sempre brigando e criando confissão, e isso surtiu efeito não só espiritualmente, mas fisicamente também. JULGANDO A NÓS MESMOS Os cristãos deveriam ler e guardar o que Paulo fala em I Coríntios, capítulo 11. Ele fala: “For causa disto, há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem, "(v. 30). Os cristãos da igreja de Corinto estavam morrendo prematuramente, por causa do seu comportamento. E ele continua falando: “Mas se nós julgássemos a nós mesmos, não seriamos julgados. Mas, quando somos julgados, somos disciplinados pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo”{vs. 31-32). Esse princípio bíblico deveria ser ensinado nas igrejas, quando há a celebração da Ceia do Senhor. Paulo trouxe correção aos coríntios, por eles não andarem em amor uns com os outros, quando eles se reuniam como Igreja. Eles agiam de forma egoísta. Eles não reconheciam que cada um fazia parte do Corpo de Cristo e que, portanto, deveriam ser tratados como tal (veja os versos 18-22, 29). Paulo está falando a respeito de andar em amor. Eu vi um dos grandes evangelistas dos anos 50, que era usado na área de cura, morrer cedo porque ele não andava em amor. Entre os anos de 1947-1958 aconteceu, nos Estados Unidos, um avivamento na área de cura. Havia uma organização chamada A Voz da Cura da qual, em tomo de 120 ministros da área de cura, faziam parte, inclusive eu. Nós promovíamos convenções, e Gordon Lindsay publicava, em sua revista A Voz da Cura, vários testemunhos de curas que aconteciam nesse tempo. Kenneth E. Hagin
  42. 42. O Espírito Dentro de Nós e o Espírito Sobre Nós O maior evangelista nessa área de cura, nesse tempo, possuía uma tenda que cabiam, sentadas, 20.000 pessoas. Um dos associados da organização comprou uma tenda ainda maior, para que coubessem 22.000 pessoas. As vezes, a tenda ficava lotada por completo. Durante esse tempo, esse ministro que tinha a maior tenda, também era um dos líderes no grupo dos evangelistas. Naquela época, não havia ninguém que possuísse um ministério de cura maior que o dele. Alguns dos grandes e maiores milagres que eu já pude ver em toda a minha vida aconteceram no ministério desse evangelista. Durante estes dias, o Espírito Santo me falou: “Fale para o (e Ele falou o nome completo desse evangelista) que se ele não se julgar, ele não irá viver por muito mais tempo.” Nessa época ele tinha apenas trinta e cinco anos de idade. E o Senhor me disse: “A primeira coisa que ele precisa julgar a si mesmo é a respeito de andar em amor com os outros ministros.” (Veja então que é possível julgar se estamos andando em amor ou não). Se esse ministro fosse contrariado por alguém, ele falava o nome da pessoa em público e como falam “acabava com a raça dele”. Então eu fui falar com ele, mas ele estava ocupado falando com outra pessoa. Quando ele terminou de falar com a outra pessoa, minha mente natural tomou conta, e eu pensei: “Se ele não anda em amor com os outros irmãos, quando eu disser o que o Senhor me falou, é capaz de eu levar um tapa na cara. "Quando eu vi, ele já tinha ido embora e eu nunca tive outra oportunidade de falar com ele. Eu sinto dizer que ele não julgou a si mesmo, nem a respeito do andar em amor e em nenhuma das outras áreas que o Senhor mencionou. Em três anos ele morreu. Antes dele morrer, o Senhor trouxe à minha memória o porquê da vida dele ter esse fim. Em Novembro de 1956, perto do feriado de Ações de Graça, nós estávamos em Los Angeles, no Angelus Temple, durante a convenção anual da Voz da Cura, e ali recebemos a notícia que esse ministro estava muito mal e correndo grave risco de morte. Então, o Irmão Gordon Lindsay chamou todos os ministros lá na frente para que orássemos por ele. Três anos haviam passado desde que o Senhor falara comigo a respeito deste homem, e eu havia esquecido o que o Senhor havia dito. Eu então comecei a ir lá para frente, para dar as mãos com os outros ministros da Voz da Cura - muitos estavam presentes - para juntos orarmos por nosso irmão. De repente, o Espírito de Deus falou comigo: “Não vá até lá. Não ore. Ele irá morrer.” Então eu parei onde estava e perguntei “Por que Senhor? Ele tem apenas trinta e oito anos de idade. O Senhor nos prometeu pelo menos 70 ou 80 anos, ou até quando estivéssemos satisfeitos. Se não estamos satisfeitos aos 80, podemos chegar aos 90. Se Kenneth E. Hagin

×